História Spring Day ∆ imagine Park Jimin ∆ - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 176
Palavras 623
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 34 - ....Me perdoe S/N... (Aparição de uma vadia)


Fanfic / Fanfiction Spring Day ∆ imagine Park Jimin ∆ - Capítulo 34 - ....Me perdoe S/N... (Aparição de uma vadia)

Depois que Sook foi embora Jimin chegou de novo, trouxe meu almoço e eu comi tudo sem pestanejar.

O médico disse que logo eu teria auta então, para que ele visse que eu estava forte o bastante, comi toda aquela comida ruim do hospital onde eu estava.

Jimin- Os meninos estão aqui, o Jungkook me mandou mensagem dizendo que está aqui em baixo

-Sério?!-amor

Jimin- Sim amor- daria tudo pra ver o sorriso de park Jimin novamente.

Xxx- Olá?!- essa voz.... Yoongi...

-Yoongi?! É você!-sorri

Yg- Sim marrenta, sou eu- pus minhas mãos gélidas em seu rosto e senti que estava sorrindo e eu sorri também, o mesmo segurou minhas mãos ainda em seu rosto.

Jimin- Cof,Cof.... Tá bom né...-eu e Yoongi gargalhamos com o ato de Jimin.

Logo os outros meninos chegaram e falei com todos.

Todos zoavam uns aos outros, era bem engraçado.

Meu noivo, vulgo, Park Jimin estava sendo o mais zoado por conta de suas belas e minúsculas mãozinhas.

[•••]

Jimin ON

Todos foram embora, e fiquei com a S/N, como eu não podia ficar dormindo no hospital-ja que eu já havia levado auta- beijei a testa de S/N e né despedi. Disse que amanhã de manhã cedo estaria lá para buscá-la.

Cheguei em casa tirando meus sapatos e indo ao banheiro tomar um banho.

Deixei a água cair em cada parte do meu corpo. A água quente que caia em meus cabelos de cor platinada acabava caindo em meu abdômen, fazendo um caminho pelo mesmo.

Fiquei pensando em cada coisa que eu e

S/N passamos juntos e isso me deixou com uma raiva da Aina, mesmo aquela vagabunda estivesse morta eu queria dar uns bons tapas na cara dela.

Estava de tanto saco cheio disso tudo que me vesti, peguei as chaves do carro e fui para uma balada no bairro vizinho.

Sentei num bar que tinha lá e pedi a bebida mais forte que tinha.

Xxx- Noite difícil?-perguntou uma mulher sentando ao meu lado

-Bastante..-Disse tomando um gole de minha bebida.

Xxx- Prazer, me chamo Kate- a moça sorri estendendo a mão, por um momento, ela me lembrou muito a S/N, seu estilo despojado, bem do jeito de minha adorável noiva que se encontrava no hospital. Apertei a mão da mesma e sorri.

-Me chamo Jimin, e o prazer é todo meu.

Kate- Quer contar oque houve?- disse a mesma bebendo o segundo copinho de tequila.

-Acho melhor não-sorri.

Kate- Se você não quer contar, vamos apenas dançar... Oque acha?-Disse sorrindo e pegando em minha mão, cedi àquela música que estava tocando e começamos a dança juntos.

No mesmo instante, minha mão já estava e sua cintura e a mão de Kate em meu pescoço.

Nossas testas já estavam juntas e nossas respirações muito próximas.

-Eu não posso...-Disse tentando me afastar mas a mesma seguro com mais força em minha nuca.

Kate- Por que?.. Oppa- sussurrou oppa em meu ouvido...awnn essa mulher está me deixando louco.

Jimin-Eu... Eu tenho uma noiva- Tentei afastar, mas ela passou a mão por baixo de minha blusa.

Kate- Ela não vai saber- sorriu e me beijou, me beijou de uma forma que eu seria incapaz de descrever, tinha desejo e intensidade.

Coisa que eu nunca mais havia sentido com S/N, ficamos nos preocupando tanto com emprego e coisas de casa que nos afastamos um pouco.

E ainda depois que ela ficou cega nunca mais tivemos uma noite de amor.

Kate e eu paramos.por falte de ar e nossas respirações estavam totalmente descontroladas.

Peguei Kate pelo pulso e levei a mesma até o carro

Kate- Estamos indo para onde estou pensando?-Disse mordendo o lábio inferior.

- Ah Kate... Você vai ter uma noite inesquecível-sorri e dei partida dirigindo rápido para chegar em casa.

Kate- Duvido...-sorri colocando a mão em minha perna e subindo lentamente...

-É hoje que você não anda...-desisti de esperar e encostei numa estrada deserta, mandei a mesma pro banco de trás e ela foi

....me perdoe S/N....


Notas Finais


Foi isso gente, espero que tenham gostado do novo capítulo, ainda tem muita treta pra rolar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...