História Sr Holland, você ainda vai me deixar louca. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tom Holland
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Marvel, Romance, Teatro
Visualizações 9
Palavras 1.894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal. Espero que tenham gostado do primeiro Capitulo.
O segundo é com o ponto de vista do Tom.
Esses dois primeiros ficaram um pouco "enrolados" por que queria por o Ponto de vista dos dois ao se conhecerem.
Prometo que daqui para frente a historia vai "andar".
Beijinhos, Aproveitem.

Capítulo 2 - E agora?


Fanfic / Fanfiction Sr Holland, você ainda vai me deixar louca. - Capítulo 2 - E agora?

O que ele disse? Juilliard School? Nessa hora me levantei com tudo, mas esqueci que estava de baixo da mesa, bati a cabeça com força o suficiente para ouvir um pequeno estrondo.

-Você está bem? – Ouvi tom perguntando e vindo até mim.

Sai de baixo da mesa um pouco tonta, senti suas mãos em minha cintura me ajudando a levantar e me abraçando por trás quando fico totalmente em pé, fiquei toda arrepiada. Ao abrir os olhos Kevin me observava preocupado e Amelia com um olhar de que estava puta da cara comigo.

-O que aconteceu? – Perguntou Amelia.

- Deixei cair a latinha de coca e ao me levantar não me toquei que estava de baixo da mesa. – Respondi um pouco zonza.

- Hoje você está extremamente desastrada, Megan. – Ela disse com uma voz de quem estava brava e tentando disfarçar.

- Mas você está se sentindo bem? – Kevin perguntou.

- Estou um pouco tonta e minha cabeça está doendo.

- Acho que ela precisa colar gelo nessa pancada. – Tom disse com uma voz de preocupação.

- Vá até a cantina, Megan, peça gelo para a moça que faz o lanche. – Amelia disse, com um tom de voz que dizia que eu deveria sair daquele lugar para não causar mais encrenca.

- Eu acompanho ela. – Tom respondeu – Ela não deve ir sozinha, bateu a cabeça.

Amelia e Kevin assentiram com a cabeça. Tom, ainda me segurando, fica ao meu lado, coloca seu braço direto nas minhas costas, fazendo com que eu me apoie nele. Vamos em direção ao elevador, o mesmo já estava no 3º andar, a porta abre e entramos.

P.V TOM

Abro os olhos e me rolo um pouco na cama, estou extremamente cansado, havia chegado naquela madrugada em Nova York, iria assinar o contrato para começarmos a gravar Avengers: Infinity War. Pego o celular que está em cima da mesinha ao lado da cama, olho a hora:

- 08:30? O Kevin vai me matar.

Olho para o celular, umas dez mensagens do Kevin pedindo aonde eu estava, por que eu ainda não estava na recepção do hotel pois ele estava me esperando a um bom tempo já.

O respondo a mensagem:

- Me desculpa, acordei agora, estava muito cansado. Vou tomar banho e já desço.

Corro para o chuveiro, tomo um banho rápido, me seco e vou me trocando com as primeiras roupas que aparecem, as mesmas do dia anterior praticamente.

- Aaahhh, vai a mesma calça, e bota. Cade minha camiseta?

Vejo ela em cima do sofá que tem no quarto, dou uma cheirada para ver se posso usa-la novamente, afinal não tenho tempo.

-Minha nossa!! Vou ter que pegar outra mesmo.

Estava com um puta cheiro se suor. Corri até a mala, peguei outra camiseta, peguei meus fones e celular em cima da mesinha e sai do quarto ainda colocando a camiseta. Chamei o elevador e até que ele subia respondi as algumas mensagens do Harrison e da minha mãe, afinal minha família iria vir passar as verias de verão aqui em Nova York comigo.

A porta do elevador abre e vejo Kevin:

- Até que enfim Thomas!!

- Me desculpa, como disse, estava exausto.

- Tudo bem, mas você pode dormir depois que voltarmos. E vamos rápido, já comecei meu dia atrasado.

Entrei no elevador envergonhado pelo acontecido. Descemos no térreo e ouço os gritos dos fãs ao me verem saindo do hotel. Vou em direção a eles, tiro algumas fotos, dou alguns autógrafos e me despeço para não me atrasar mais ainda.

Entro no carro que me espera na saída da garagem do hotel. Kevin senta na frente e vai fazendo alguns telefonemas, eu vou atrás ouvindo música e respondendo alguns comentários de fãs no instagram. O carro para na frente de um prédio alto e espelhado. Saímos do carro e entramos no prédio:

-Nomes? – Pede a recepcionista

- Kevin Feige e Thomas Holland. – Kevin Responde.

Ela entrega um cartão que libera nossa entrada para os elevadores. Kevin puxa assunto com um cara no elevador, deveria ser produtor também, mas não me interessei muito em ficar ouvindo a conversa deles, ainda com os fones, comecei a assistir um video, o elevador chega, entramos e paramos no 2º andar, não me toquei que a porta tinha aberto, Kevin me cutuca e eu o sigo, ainda assistindo meu vídeo, entramos em um escritório enorme que ocupava o andar inteiro, bem na entrada uma placa enorme com o slogan da Marvel Studios.

Kevin conversa com uma secretaria que parece não se importar muito com o que ele está falando, percebi que ela me olhou por alguns instantes, mas não dei muita bola. Ela sai e Kevin chama minha atenção me dando um tapa atrás da cabeça.

-Aiii – Eu reclamo

-Tire os fones e preste atenção no que está acontecendo.

- O que está acontecendo?

- Não percebeu que a secretaria não tirou os olhos de você? Nem ouviu o que eu falei direito.

- Ela estava? Era bonita?

- Bonita demais para você, Tom. – Kevin diz rindo.

Dei um sorriso que ele entendesse que não gostei muito do deboche.

Sentamos nas cadeiras em frente à mesa da tal secretaria. Kevin começou a me contar um pouco sobre o roteiro do filme.

- Não vou te contar muita coisa, Tom. Os dois sabemos que você é péssimo com segredos. – Disse Kevin rindo.

Concordei e ri também, por que sei que é verdade.

Nisso vejo uma garota vindo em nossa direção. Ela para perto da mesa, deve ser a secretaria. Nossa ela é realmente LINDA, chego a arregalar meus olhos, dou um sorriso, ela meio que corresponde timidamente. Olho seu nome no crachá, Megan. Ela pede para mim e Kevin irmos com ela até a sala de reuniões. Digo para ela ir na minha frente e a sigo. Não vou mentir, dei uma analisada em seu corpo por trás, e que bundinha hein!

Kevin já havia chamado e elevador, entramos e não consegui para de encarar ela, ela correspondeu alguns olhares, mas dava para ver que estava tímida. Entramos na sala de reuniões, Kevin se sentou e eu me sentei ao lado dele, ela oferece algo para bebermos, Kevin pediu um café e eu um refrigerante, ela passa e vai em direção a um pequeno “barzinho” no canto da sala.

-Caramba ela é linda mesmo! – Falo para Kevin.

- Deixa eu adivinhar. Vai querer chegar nela de qualquer jeito, não é?.

- Será que ela precisa de ajuda? – Dou uma piscada e um sorriso para Kevin. Ele ri

- Vai lá, “Conquistador”.

Fico observando ela por um tempo até que me levando e vou em sua direção, chego ao lado dela, ela está concentrada e não percebe que me aproximei. Quando pergunto se ela quer ajuda, ela se assusta, derrama café em tudo, inclusive nela mesma. Dou risada, mas ela havia ficado furiosa, e mesmo assim continuava linda, e agora fofa, por que seu olhar de reprovação era como de um filhotinho de cachorro. Ela me dá a coca com um canudo e volto ao meu lugar, pois percebi que ela havia ficado realmente brava por eu ter feito ela suja sua roupa.

Até que uma moça vestida elegantemente entra na sala, vê Megan ao lado de Kevin suja de café e lhe dá uma bronca. Tento falar que a culpa foi minha, a moça meio que se comove, Megan sai com aquele olhar de, “Obrigado por me livrar dessa”.

-Então vamos começar a revisar esse contrato? – A moça elegante fala.

- Vamos sim. A Empresaria do Tom não pode estar presente fisicamente hoje, mas vamos nos comunicar por vídeo conferencia. – Explica Kevin.

- Está animado, Tom? – Pergunta a moça.

- Claro que sim. O filme mais caro já produzido no mundo, e eu vou estar nele.

Kevin e a moça dão risada. Annie que é minha empresaria se conecta com a gente, debatemos sobre algumas clausula do contrato até concordarmos e eu assinar.

Já estava cansado de ficar ali queria sair daquele lugar. Megan veio em nossa direção recolher a xicara de Kevin e minha latinha de coca. Ao se debruçar para pegar a latinha, senti seu perfume, a encarei e ela deu um sorrisinho sem mostrar os dentes, ainda devia estar brava. Quando ela sai vejo que entra de baixo da mesa, não entendo o porquê, só ouço o estrondo da batida que ela deu com a cabeça na mesa, corro para ajudar.

- hummmmm- Ouço ela gemer baixinho.

- Você está bem? – Pergunto preocupado.

Pego ela pela cintura e a ajudo a levantar, abraço Megan por trás para ela se sentir firme. Ela explica o que aconteceu, a mulher elegante se irrita com ela de novo, o que me deixou irritado, ela não estava bem qual a necessidade de brigar com ela de novo? Falo que ela precisa por gelo na batida e nos mandam descer até a cantina do escritório para pegar gelo.

Abraço ela de lado e quando entramos no elevador pergunto:

- Você está bem?

- Estou tonta.

- Também, com aquela pancada. – Disse sorrindo. Ela sorriu também

- Obrigado por ter me defendido quando estava prestes a levar uma bronca pela bagunça.

- Imagina, fui eu quem ajudei a causar a bagunça- Disse rindo. Ela riu também

- Obrigado também por estar descendo comigo.

- Só quero que fique bem.

A porta se abriu e fomos pedir gelo.

- Olá, vocês teriam um pouco de gelo? Alguém levou uma pancada feia na cabeça. – Disse apontando para Megan.

A moça da cozinha deu uma risada, pegou um pouco de gelo, colocou em uma sacola plástica e me entregou.

- Obrigado. – Disse para a moça.

- De nada gracinha. – Fiquei sem jeito com a resposta, mas dei um pequeno sorriso.

Fui até Megan pedi onde estava doendo, posicionei o gelo em sua cabeça e me sentei em sua frente.

- Você, não precisa segurar o gelo para mim. - Ela disse sem jeito.

- Preciso sim. – Olhei para ela e dei uma piscadinha. Ela abaixou a cabeça envergonhada.

- Juilliard School, é? – Ela questionou.

- Sim. Vou fazer algumas aulas de teatro e dança nessas férias, para um projeto que vem por ai.

- Legal.

- Por que a pergunta?

- Nada não, só curiosidade. Ouvi Kevin falar.

- Tem certeza? – A indaguei de novo. Ela pensa um pouco e me responde.

- Huuumm... é que minha tia Jenny dá aulas de dança lá. Talvez você tenha aulas com elas. – Ela sorrio.

- E você? Dança?

- NÃO MESMO. – Ela disse rindo.

- Aaahhh nem um pouquinho?

- Não!! Mas nessas férias talvez ela me ensine algo.

- Espero que sim. Ai depois lhe chamo para sair e dançar comigo.

Ela fitou o chão toda vermelha. A coisa mais fofa.

- É talvez. – E sorrio.

- Vou te ver de novo, então?

- Como assim?

- Bem, sua tia da aula de dança, e agora é férias. Talvez você vai aparecer por lá?

Ela meu olhou sorrindo e disse:

- Talvez, senhor Holland. – Disse dando risada.

Kevin chegou e me chamou para irmos.

- Até mais Megan. Espero revela, baby.

- Baby? – Ela rio. – Até mais Holland. Talvez nos encontraremos novamente.

Nos despedimos, e eu e Kevin fomos embora.

Mas e agora? Iria vê-la novamente? Será que ela realmente gostou de mim? DROGA. Não peguei seu telefone.


Notas Finais


Amoreees. POR FAVOR. Não esqueçam de deixar seus comentários. Eles são MUITO importantes para mim poder saber se estou indo no caminho certo. Além de incentivarem qualquer autor a escrever mais kkkk.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...