História Story of a Cupid. - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Bickslow, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel
Tags Bicksanna, Elfgreen, Fairytail, Gajevy, Gale, Gruvia, Jerza, Miraxus, Nalu
Visualizações 35
Palavras 1.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Como vão, eu esqueci de postar, perdi um dia já saí da rotina de postagem, mas eu voltei!

Obrigada pelo novo favorito e novo comentário! Amo! 😍😍

Vamos ao capítulo!

Capítulo 46 - Após o encontro - parte 1.




Levy e Gajeel saíram do restaurante.

- Vou levar você até lá perto.- Gajeel diz se convencendo.

- Que bom, porque eu não saberia voltar sozinha.- Levy diz rindo de si.

- Verdade, esqueci que você não sabe onde está.- Gajeel diz divertido.

Os dois começaram a caminhar em silêncio, após alguns segundos ambos estavam incomodados.

- Eu começo.- Gajeel diz e os dois riram antes dele falar qualquer coisa- Me diz qual foi seu segundo sonho. - Gajeel diz travesso.

- Porque você quer tanto saber? Não é nada demais!- Levy responde incomodada pela pergunta.

- Então foi realmente pervertido!- Gajeel diz surpreso.

- Não foi pervertido!- Levy briga- Eu te conto se você prometer não dizer absolutamente nada para ninguém!- Levy o olha.

- Eu prometo baixinha pervertida.- Gajeel diz sério.

- Eu sonhei que me acordavam com um beijo.- Levy diz sem olhá-lo.

- Um beijo? Só isso? Cadê a parte que te deixa envergonhada?- Gajeel perguntou inconformado.

- Eu tenho vergonha dos meninos, eu não sei quem eu era, quantas vezes já beijei, não sei se estou sonhando com um ex, ou com uma pessoa que está me procurando.- Levy explica e começa a voltar a ficar aflita.

- Calma. - Gajeel diz e ela o encara- Você não precisa lembrar tudo agora, não se apegue tanto a esses sonhos, e se for realmente um ex e ele está com outra pessoa agora?- Gajeel sugere.

- Verdade. Seria terrível.- Levy pondera.

- Você vai lembrar a hora que precisar.- Gajeel diz confiante- Enquanto isso aproveita a companhia do pessoal. Eles são gente boa.- Gajeel diz a animando e realmente funciona.

- Gajeel, posso te fazer uma pergunta?- ela diz receosa.

- Claro.- ele diz tranquilo.

- É verdade que você estava em um reformatório?- ela questiona sem olhá-lo, com medo de sua reação.

- Sim.- ele diz como se fosse normal, a surpreendendo- Eu estava na Phantom Lord. Eu não tinha muitos parâmetros de vida, então me envolvi com essas pessoas e no fim eu acabei lá, eu era violento, então essa aparência ajudava, agora eu faço piada para não ser violento.- Gajeel diz e ri.

- Você não acha ruim o pessoal te olhar meio estranho às vezes?- Levy questiona.

- Não. Na verdade quase ninguém me olha estranho, exceto seus dois amigos.- Gajeel diz a olhando.

- Jet e Droy.- ela diz e ele confirma.- Acho que eles são legais, mas meio desconfiados.- Levy diz rindo e Gajeel dá um leve sorriso.

- Levy?- Jet chama e os dois viraram para olhar.- Oi. - ele diz se aproximando dos dois.

- Oi.- Levy diz e Jet entra no grande espaço que estava entre Gajeel e Levy.

- Então você saiu mesmo? Foi legal?- Jet começa a conversar ignorando totalmente Gajeel.

- Sim. Eu fui ajudar dois amigos, eu e Gajeel.- ela diz e tenta olhar Gajeel, mas Jet entra na frente.

- Legal, amanhã vai fazer o que?- Jet questiona.

- Ainda não sei, talvez as meninas inventem algo.- Levy diz a primeira desculpa que lhe ocorre.

- Amanhã o pessoal vai dar uma volta no shopping acho.- Gajeel acrescenta e Jet dá uma olhada para ele e volta para Levy.

- Você está fugindo?- Jet questiona confuso.

- Gajeel, você pode esperar um pouco?- Levy diz e Gajeel atravessa a rua.- Eu não quero te dar falsas esperanças. - Levy diz direta.

- Mas você nem quer me dar uma chance!- Jet argumenta.

- Eu acho que tenho um namorado.- Levy diz séria e Jet a olha sem reação.- Eu sonhei com um namorado, mas ainda não encontrei ele para saber mais.- Levy diz.

- Então não vai rolar mesmo?- Jet insiste.- Nem com Gajeel?- ele questiona sério.

- Não vou me interessar por ninguém agora, quero lembrar quem sou antes de acabar vivendo algo que vou me arrepender. Quero sua amizade, é isso que vou ter com Gajeel também. Na verdade nem sei de onde você tirou eu e o Gajeel.- Levy diz com cara de interrogação.

- Você disse que ia a um encontro e eu vejo você com Gajeel.- Jet explica.

- Tem razão, foi um encontro duplo, nós éramos o apoio para o verdadeiro casal.- Levy explica- Foi um favor que fizemos a um amigo.

- Entendi. Tudo bem, não vou insistir, eu estarei aqui como seu amigo.- Jet diz e sai sorrindo para ela.

- Diz que já estamos chegando.- Levy diz para Gajeel quando ele atravessa a rua.

- Estamos, a guilda é na rua de cima.- Gajeel diz apontando.

- Então é basicamente só ir reto, mas tem que virar, porque estamos na rua de baixo?- Levy pergunta para confirmar.

- Isso. Vim por essa rua pra ninguém ficar tirando conclusões erradas.- Gajeel diz.

- Tipo Jet.- Levy diz revirando os olhos.

- Ele gosta de você não é?

- Sim. Mas eu já disse que não quero nada com ele.- Levy diz preocupada.

- Se precisar de alguma coisa eu te ajudo, mas nada de desfazer minha fama de mal!- Gajeel brinca.

- Eu vou me lembrar disso!- Levy ri.

- Até que você é divertida baixinha.

- Você também brutamontes, quando não está fazendo piadas idiotas, ou sendo implicante.- Levy começa a contar.- E você mentiu para tentar me tirar de uma enrascada.

- Você faz parte da Fairy Tail agora, somos praticamente amigos.- Gajeel diz.

- Verdade, se eu precisar vou lembrar que tenho um amigo alto e com fama de mal!- Levy riu e avistou Fairy Hills da rua.- Lá está! Viramos aqui?- ela questiona.

- Isso, mas se você não se importa vou ficar lá da esquina te olhando, aquelas meninas são curiosas e fofoqueiras.- Gajeel diz sincero.

- Um pouco.- Levy concorda.

Eles sobem a rua e Gajeel para na esquina, debaixo de uma árvore, que o permitia ver a garota subir, mas não dava para visualizá-lo.

Assim que se despediram Levy saiu andando rápido e Gajeel a observou até que ela passasse pela porta de entrada.

“Até que Laxus tem razão. A baixinha é bonita.” Ele pensou e se foi.

Jet observou a cena da rua de cima e foi atrás de Gajeel assim que este se moveu.

- Gajeel!- ele gritou no meio da rua.

- Oi.- Gajeel diz estranhando.

- Como você deixa a garota subir sozinha? E se acontece algo?- Jet diz meio nervoso.

- Ela não é uma pessoa indefesa, e eu estava olhando! Só não queria que o pessoal ficasse falando bobagem!- Gajeel explica.

- Você é ridículo! Nunca teria chances com ela.- Jet diz ainda revoltado pela atitude.- Quer apostar?

- Não vou apostar no sentimento de uma garota que mal se lembra seu nome. Na verdade eu não apostaria nem se ela lembrasse. Não é assim que se conquista uma garota.- Gajeel diz meio ríspido.

- Você sabe que vai morrer sozinho e Levy é uma garota linda e meiga demais para você!- Jet diz ofendendo.

- Eu não preciso discutir com você. A Levy faz o que quiser da vida dela, eu não tenho nada a ver com isso. E você deveria ser menos otário.- Gajeel retruca e sai andando.

- Fica longe dela.- Jet diz nervoso.

- Ok. Mas não posso fazer nada se ela me procurar.- Gajeel diz indiferente e cada um segue seu caminho.




Notas Finais


Um pequeno conflito, parece que Levy e Gajeel já estão se dando bem, mas queremos saber mesmo do próximo capítulo, onde veremos o nosso casal Miraxus...

Obrigada pelo carinho! ❤❤

Até o próximo! BjoOs! 😘😘💕❤💕❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...