História Submissas *Interativa*. - Capítulo 5


Escrita por: ~, ~Get_Army e ~JoJoYoongi

Visualizações 115
Palavras 1.292
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E a escolida fooooiiii *rufar de tambores* @Raissalisa

Eeeeeeeeeeeeeeeeeeee parabens

Somi: Kim Suzy-Li
BTS: Kim Taehyung

Por favor favoritem e comentem

Capítulo 5 - Quarto casal


Fanfic / Fanfiction Submissas *Interativa*. - Capítulo 5 - Quarto casal

Hoje eu acordei estranhamente  alegre, mesmo estando ciente de que hoje seria o primeiro dia dessa semana que por sinal seria a pior da minha vida. Eu relamente não quero e não estou acreditando que vou ganhar um dominador. Sinceramente não consigo entender o que se passa na cabeça desses homens, ao invés de saírem por aí procurarem uma pessoa legal. Eles resolvem vim numa casa dessas para procurar uma submissa... Bom mas esta chegando o meu dia, o dia de eu virar submissa. 

 Oi! Meu nome é Kim Suzy-Li mas pode me chamar de Suzy ou Chiwawa. Vivo na casa das submissas desde que eu era bem pequena. Antes eu morava com meu pai e minha avó...  Mas porem eles estavam com uma divida muito grande  com um homem muito importante. Com essa situação meu     pai só tinha duas opções: ele morreria por conta da divida ou ele me vendia para a irmã daquele homem, meu pai temendo por sua vida preferiu a segunda opção logicamente. Fui enviada para a Coreia do Sul e agora vivo nessa casa, para aprender a ser uma submissa perfeita.

 — Suzy ?! SUZY!!!— Sun bate a porta do meu quarto, faltando derrubar a mesma. 

 — Ja vai Baby!! — Eu falo me levantando da minha cama pra abrir a porta, para e mesma que faltava derruba-la.

 — Fala Sun — Eu falo assim que abro a porta. — Suzy!!! Eu fui vendida, e ele é um maior gatinho — Sun fala com seus olhos brilhando de felicidade. 

 — Sun não se esqueça que ele não liga para você de verdade. Por favor eu te peço pra que você não se apaixone por  esse cara pois quando o contrato acabar... Ele vai te esquecer, e eu não quero vê-la sofrer... — Eu falo pra que ela não se iluda mais.

— É eu sei — Ela fala e seus olhinhos mudam e ficam meios tristes.

 — Mas... Antes de você ir embora, ontem eu fiz brigadeiro, aquele doce brasileiro que minha vó fazia para mim quando era criança — Eu falo tentando mudar de assunto pra alegra-la.

— Vai ser nosso ultimo bligadeilo juntas, né ?! — Ela me pergunta. 

 — Hahahaha é brigadeiro — Eu falo corrigindo a mesma e não conseguindo conter o riso. 

 — Tá, tanto faz — Ela fala com uma cara tipo" Ta bom... Não sei o nome, so sei que e gostoso ". 

 — Baby, não vai ser nosso ultimo pois ainda vamos nos ver,  tá ?! — Eu falo com um sorriso no rosto. 

— Promete ?! — Ela pergunta levantando seu midinho. 

— Sim— Eu falo após cruzar nossos midinhos.

— Ahh é... Acabei de me lembrar sua vez estar proxima também, amanhã é o descabriadEla fala e eu já me abalo. 

 — O que ?! — Eu pergunto realmente querendo ter ouvido errado. 

— Foi mal Suzy, eu sei que é dificil para você — Ela fala um pouco descabriada

— Tudo bem, você não tem culpa disso — Eu falo um pouco desanimada.

— Bem... Agora eu tenho que ir arrumar minhas roupas...Então tchau Suzy — Ela fala abrindo seus braços para um abraço. 

— Tchau Sun — Eu falo dando um abraço apertado na mesma. Logo apos ela saiu do quarto e eu fui fazer minha higienie para durmir.

Quebra de tempo

No outro dia eu acabo acordando até anciosa, mesmo sendo uma noticia ruim, ainda assim queria saber quem tiraria minha virgindade. Tomara que eu não fique com um velho tarado desses que tem por ai. Sei que suas pipas nem devem mais voarem e ainda vem para um lugar desses, que absurdo. 

 Por estar ciente do ocorreria comigo hoje, a dona da casa já tinha separado minha roupa para usar durante o leilão. 

Diante disso resolvi fazer minhas higienes matinais e logo apos fui ver a roupa que eu usaria. Minhas vestes que eram um cropet branco com uma jaqueta preta e branca e uma calça preta rasgada nos joelhos. 

 Até que tinha um estilo legal,logo coloquei a roupa e fiz uma maquiagem bem natural com um gloss rosa. 

 Estava pronta e minhas malas também estavam. Desci as escadas e fui para o auditório onde ocorreria o leilão. Esperei ser anunciada para poder me apresentar. 

 —  Agora, senhoras e senhores!!... — O homem responsável pelo leilão fala. 

 — Senhoras ?! — Eu me pergunto não entendo nada. 

 — A brasileira Kim Suzy-Li — O homem me anucia e eu me apreso pra entrar na sala. Entro e todos olhares ficam sobre mim, alguns olham com deboche  por eu ser estrangeira, geralmente as estrangeiras não estão nos "padrões coreanos". 

 — Começamos os lances em 20 mil dolares— O leiloeiro começa. 

 — Eu dou 20 mil — Uma mulher fala levantando a sua placa. 

 — 20 mil para a Sra. Lee — O leiloeiro informa. 

 — Eu pago 35 mil — Um homem fala levanta sua placa. 

 — 35 para o Sr. Choi, quem dá mais ?! — O leiloeiro pergunta com intuído de aumentar os valores. 

 — Eu dou 40 mil — A sra. Denomina Lee da um lance. 

 — 50 Mil — O senhor Choi da um lance maior. 

 — 60 Mil — Fala olhando com raiva pra o tal do Choi. 

 — 65 MIL! — Choi Virou furioso para a Lee. 

 — Ok... Alguem dá mais ?! Dou-le uma... Dou-le duas... — O homem responsável pelo leilão pergunta. 

 Olhei para todos os lados e vi o meu fim, Choi já sorria feliz e se preparava para se levantar... O pior é que ele é um velho, não queria dar a minha pureza para um cara desse tipo. Meu olhar percorreu o auditório mas parou em um homem novo e bonito que tambem me olhava, até que ele se levantou. 

 — Eu dou 100 mil dolares — O rapaz que se levanta fala e as pessoas da sala ficam suspresas com o seu lance tão alto —A vista — O mesmo completa sua fala. 

 Apos isso ele levantou as mãos e dois seguranças abriram duas maletas de dinheiro. 

 — Oferta grande senhores, Dou-le uma... Dou-le duas... Dou-le três, vendida para o Sr. Kim por 100 mil dolares a vista — O homem informa pra todos.

"Wow, ele até que é bem bonito. Pera...para com isso Suzy,já se esqueceu? Ele não se importa com você, aja naturalmente pelo menos...vai que ele goste mesmo de você? Não esquece isso Suzy" eu batia em minha cabeça pra tirar essa ideia da cabeça. Apos ele pagar a quantia planejada o mesmo caminhou até a mim. 

 — Ola Suzy — O mesmo fala assim que se aproxima, e com uma voz estremamente rouca. 

 —O... oi — Eu falo gagejando. 

 — Eu... Espero que você goste de mim — Ele fala abrindo um sorriso quadrado.

 — Pelo menos você é  melhor que o Choi, aquele velho babão — Eu falo corada. 

 — Verdade,  né ?! — O ser se sorriso quadrado fala e logo passa a sua mão na nuca tambem envergonhado. 

 — Bom vou pegar minhas coisas — Eu informo. 

 — E eu vou ver a burocracia da papelada — Ele logo fala também. 

Depois de um tempo esperando na recepção eu me levantei pois ele havia chegado. 

 — Tudo pronto. Vamos ?! — Ele chega perguntando. 

 — Sim, senhor Kim — Eu falo com respeito. 

 — Não me chame assim por enquanto se não posso perder meu raciocinio e as coisas seram ruins de um jeito bom. Me chame de Taehyung ou Tae — Ele fala. 

 — Ta bom, Taehyung — Eu falo tentando manter um pouco do respeito.

 "Ja tenho a sensação que isso será bom de um jeito ruim mesmo. Será mesmo que será tão ruim ter um dominador?"eu pergunto pra mim mesma.


Notas Finais


Obrigada por ler... Não eequeça de favoritar e comentar, tambem siga os perfis das autoras para ficar por dentro de outras fics muito legais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...