História Supernatural viaja para The Walking Dead - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural, The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Andrea, Bela Talbot, Beth Greene, Bob Stookey, Bobby Singer, Carl Grimes, Carol Peletier, Castiel, Crowley, Dale Horvath, Daryl Dixon, Dean Winchester, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Gareth, Glenn Rhee, Hershel Greene, Jessie Anderson, John Winchester, Lilith, Lizzie Samuels, Lori Grimes, Lúcifer, Maggie Greene, Merle Dixon, Michonne, Mika Samuels, Morgan Jones, Negan, O Governador, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Pete Anderson, Rick Grimes, Ron Anderson, Rosita Espinosa, Rowena MacLeod, Ruby, Sam Anderson, Sam Winchester, Sasha, Shane Walsh, Sophia Peletier, Tara Chambler, Tyreese
Tags Daryl Dixon, Dean Winchester, Supernatural, The Walking Dead
Visualizações 17
Palavras 2.436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 14 - Fugindo com o Impala


Fanfic / Fanfiction Supernatural viaja para The Walking Dead - Capítulo 14 - Fugindo com o Impala

Dean, Sam Winchester, Castiel e Bobby Singer se juntaram aos outros nas ruas de Alexandria.

- Está tudo correto no interruptor, não sei como que apagou todas as luzes.  - disse Shane.

- Todos mantenham a calma, vamos resolver isso. - gritou Rick.

Todos ficaram quietos e sentaram nas varandas esperando a luz voltar.

Enquanto esperavam a luz voltar, Bob Stookey se aproximou de Beth para conversar com ela.

- Oi Beth. - disse Bob Stookey sentando ao lado dela.

- Oi Bob, tudo bem? - perguntou Beth.

- Sim, e você? - perguntou Bob Stookey.

- Estou bem, tirando a parte da luz ter acabado. - respondeu Beth.

- Você está com medo? - perguntou Bob Stookey.

- Não, por quê? Você está? - perguntou Beth.

- Não. - respondeu Bob Stookey.

Spencer e Victoria estavam conversando.

- Isso estragou nosso jantar. - falou Spencer.

- Eu não achei isso, pelo contrário, gostei muito! - falou Victoria sorrindo.

- Que bom, fico muito feliz que tenha gostado. - falou Spencer dando um beijo na bochecha de Victoria.

Depois de um tempo a luz voltou.

- Até que enfim. - falou Merle.

- Todos podem voltar para as suas casas. - disse Rick.

Todos foram entrando para suas devidas casas.

- Você não vai entrar Sammy? - perguntou Dean.

- Daqui a pouco eu entro, vou dar uma olhada para ver se todos estão bem. - respondeu Sam Winchester.

- OK. - falou Dean.

Dean entrou em casa e perguntou para Negan:

- Onde está a Enid?

- Ela já está dormindo, antes de dar aquele apagão ela já tinha chegado. - respondeu Negan.

- Uhm, ok. - falou Dean com uma cara nada satisfeita.

- Estou indo dormir, boa noite! - falou Negan.

- Boa noite, eu só vou lanchar e vou dormir também. - falou Dean.

Enquanto Sam Winchester andava pelas ruas de Alexandria, ele pensava em onde Ruby poderia estar, até sentir uma mão lhe puxando para trás da casa da Sasha.

- Ruby?! - falou Sam Winchester surpreso.

- Oi Sam. - falou Ruby.

- Como você escapou? Você que apagou todas as luzes? - perguntou Sam Winchester.

- Sim, fui eu, desculpe. Eu passei por vocês na enquanto estavam discutindo. Eu não queria que o Dean descobrisse desse jeito. - falou Ruby.

- Tudo bem, você não teve culpa. - disse Sam Winchester.

- Eu acho que vou embora. - falou Ruby cabisbaixa.

- Não! Não precisa ir embora, o Dean não vai se importar se você ficar, aquilo foi na hora da raiva. - disse Sam Winchester com a voz meio trêmula.

- Eu sei que não foi na hora da raiva, eu acho melhor eu ir... E agora. - disse Ruby.

- Se você acha melhor, mas pelo menos passe a noite aqui, no porão do Bobby. Ele e o Castiel já devem estar dormindo, nem vão perceber, amanhã bem cedo você vai, por favor. - falou Sam Winchester segurando a mão dela.

- Ok, mas só se você me levar até o porão. - disse Ruby.

- Ok. - respondeu Sam Winchester.

Sam Winchester abriu a porta bem devagar e checou todos os cômodos do andar de baixo para ver se estava tudo sem risco de verem a Ruby.

Eles chegaram no porão e Sam Winchester fechou a porta.

- Estou precisando tomar um banho, fiquei o dia inteiro naquela cela suja. - disse Ruby tirando o vestido que usava, ficando apenas de roupas íntimas.

Sam Winchester ficou meio constrangido e abaixou a cabeça. Ruby percebeu isso e foi até ele.

- Sam, você acha que é seguro eu ir tomar um banho agora? - perguntou Ruby.

- Sim, eles não vão perceber. - falou Sam Winchester ainda de cabeça baixa.

- OK, você fica de vigia na porta para mim? - perguntou Ruby.

- Sim. - respondeu Sam Winchester.

Ruby se enrolou em uma toalha e foi até o banheiro acompanhada por Sam Winchester.

- Quer me acompanhar no banho? - perguntou Ruby.

- Não, obrigado! - respondeu Sam Winchester envergonhado.

Depois de um tempo Ruby saiu de dentro do banheiro com um outro vestido e foi com Sam Winchester novamente para o porão.

- Você dorme com esses vestidos apertados assim? - perguntou Sam Winchester.

- Não, eu durmo só de roupas íntimas. - respondeu Ruby.

- Então já que você está bem, eu vou para minha casa. - disse Sam Winchester.

- Sammy, fica mais um pouco. - disse Ruby se aproximando dele.

- Eu não posso. - respondeu Sam Winchester.

- Por favor, só mais um pouco. - disse Ruby falando com um tom malicioso e enfiando as mãos por baixo da blusa de Sam Winchester.

- Ruby, o que... Que você está fazendo? - perguntou Sam Winchester gaguejando um pouco.

- O que nós queremos fazer. - respondeu Ruby.

- Eu não posso fazer isso. - falou Sam Winchester se afastando dela e sentando em uma poltrona que tinha lá.

- Por quê? Nós somos solteiros e jovens. - falou Ruby ajoelhando em frente a Sam Winchester.

- Ruby... Para! - falou Sam Winchester respirando fundo.

Ruby fez ao contrário do que ele pediu, ela começou a dar mordidas no lóbulo da orelha de Sam Winchester. Em um rápido movimento, Sam Winchester puxou ela pelo braço e a colocou sentada de frente para ele com uma perna de cada lado de seu quadril e começou a beijá-la ferozmente.

Ele tirou o vestido que ela usava, e ela tirou a blusa dele, as duas peças de roupas foram jogadas para um lugar onde nem eles saberiam onde estaria. Sam Winchester levantou com ela ainda em seu colo e caminhou até a cama e a deitou, parando na beirada da cama e tirando a sua calça. Os dois estavam apenas de roupas íntimas, exceto ela, que estava só com a parte íntima de baixo ainda vestida.

Eles continuaram com beijos ferozes de tirar o fôlego, Sam Winchester logo tratou de se livrar de suas partes íntimas que estavam atrapalhando. Sam Winchester se sentou na cama levando Ruby junto, dentro daquele porão escuro só podia escutar gemidos e o cheiro de sexo no ar.

[...]

Amanheceu, o dia estava nublado e frio, mas todos de Alexandria estavam trabalhando.

Dean, Enid e Negan estavam tomando café da manhã.

- Cadê o Sam? - perguntou Negan.

- Não sei, ontem eu fui dormir e não o vi chegar. - respondeu Dean.

- E pelo visto também não o viu sair hoje de manhã. - falou Enid.

- Acho que ele não dormiu em casa. - falou Dean.

- Ele deve ter saído cedo, como sempre. - falou Negan.

- Quando eu tiver tempo, quero ter um dia só para nós dois Enid. - falou Dean mordendo uma torrada.

- Está bem! - respondeu Enid sorrindo.

Rick estava em casa brincando com a Judith, quando Lori apareceu na porta da cozinha.

- Eu fico tão feliz em ver vocês dois juntos. - falou Lori com um enorme sorriso.

Rick se levantou e foi até Lori.

- Mesmo ela não sendo minha, eu a amo como se fosse. - falou Rick.

- Não diga isso, ela é sua. - disse Lori abraçando Rick.

Carl estava na casa de Shane, quando bateram na porta.

- Carl atende para mim por favor. - falou Shane.

Carl abriu a porta e viu Gabriella.

- Bom dia Carl. - disse Gabriella.

- Bom dia! Entra. - disse Carl.

Shane apareceu na sala e logo cumprimentou Gabriella.

- Então Carl, já vou saindo. Tchau Gabriella. - falou Shane piscando para Carl.

- Então Gaby, preciso arrumar a cozinha, você vem? - perguntou Carl.

- Claro, vou te ajudar. - disse Gabriella.

Depois de alguns minutos eles estavam guardando as louças, quando Gabriella sem querer deixa um prato cair.

- Você está bem? - perguntou Carl preocupado.

- Eu cortei a minha mão. - disse Gabriella com a mão sangrando.

- Vou te levar até a Denise, vamos rápido! - falou Carl largando tudo e puxando Gabriella pelo braço.

Chegando na enfermaria...

- Denise, ajuda a Gabriella. - disse Carl.

Denise correu e pegou tudo o que precisava para dar os pontos.

Morgan estava treinando com o seu bastão, quando o Rei Ezekiel apareceu.

- Bom dia Morgan. - disse Rei Ezekiel.

- Bom dia! - respondeu Morgan.

- Estou precisando da sua ajuda para recolher os melões. - disse Rei Ezekiel.

- Estou indo. - respondeu Morgan.

Duane estava conversando com Sophia sobre seu pai.

- Sophia, eu acho que meu pai gosta da Carol, e você? - perguntou Duane.

- Ah, eu não sei. Mas os dois formam um ótimo casal. - falou Sophia.

- Minha mãe morreu e o seu pai também, os dois são viúvos, acho que deveríamos juntá-los. - falou Duane.

- Ótima ideia! Mas como? - perguntou Sophia.

- Essa parte ainda não pensei, mas você pode me ajudar a pensar. - falou Duane.

- Vamos pensar rápido, quero colocar esse plano em prática ainda hoje. - disse Sophia.

Sam Winchester voltou para casa e encontrou apenas o Dean.

- Oi Dean. - disse Sam Winchester.

- Você não dormiu em casa. - afirmou Dean.

- Dormi sim. - falou Sam Winchester.

- Não dormiu, hoje quando eu levantei, a sua cama estava do mesmo jeito de ontem antes de eu ir dormir. - falou Dean.

- Eu... Eu dormir na casa do Bobby. - falou Sam Winchester gaguejando um pouco.

- Tudo bem, depois temos que procurar a Ruby. - disse Dean.

- Porque não deixamos isso pra lá? - perguntou Sam Winchester.

- Temos que encontrá-la e matá-la. - respondeu Dean.

Sam Winchester concordou e foi para o seu quarto.

- Rei.. Vou sair com a Shiva. - gritou Daryl do portão.

- Tudo bem Daryl. - respondeu Rei Ezekiel.

Dean foi até a casa de Bela conversar com ela. Ele bateu na porta e Beth atendeu.

- Bom dia Dean! - disse Beth sorrindo.

- Bom dia! A Bela está? - perguntou Dean.

- Sim, pode entrar, vou chamá-la. - respondeu Beth.

Depois de alguns 5 minutos, Bela aparece.

- Oi Dean! - disse Bela indo beijá-lo.

Dean virou o rosto fazendo o beijo dela pegar em sua bochecha.

- Preciso conversar com você. - falou Dean sério.

Beth percebeu o clima e foi para o seu quarto.

- Pode falar. - disse Bela.

- Quero terminar com você. - disse Dean.

- O quê? Mas por quê? O que eu fiz? - perguntou Bela.

- Calma, você não fez nada. Eu apenas não quero continuar com esse namoro, acho que não está dando certo, ultimamente nos afastamos muito. - respondeu Dean.

- Se você quer assim, tudo bem. - falou Bela subindo as escadas.

Dean saiu da casa dela e foi para casa de Frankie avisar que tinha terminado com a Bela.

Bela entrou no seu quarto batendo a porta com força, assustando Beth.

- Que susto Bela! - disse Beth colocando a mão no peito.

Bela de repente jogou tudo que havia em cimada cômoda no chão.

- Bela, o que você está fazendo? - perguntou Beth ainda assustada.

- O idiota do Dean terminou comigo. - gritou Bela.

- Por quê? - perguntou Beth.

- Por nada, ele terminou comigo por nada! - continuou Bela gritando.

- Fica calma! - falou Beth.

[...]

A tarde chegou e Alexandria continuava movimentada.

Glenn estava conversando com Maggie e Hershel.

- A Beth me contou que o Dean terminou com ela por nada. - contou Hershel.

- Ninguém termina um namoro por nada. - disse Maggie.

- Verdade! Diz as más línguas que ele terminou com ela para ficar com uma das mulheres do Negan. - disse Glenn.

- As más línguas seria a Andrea? - perguntou Hershel.

- Ela mesma. - respondeu Glenn.

- Não podemos dar ouvidos a tudo que Andrea fala. - disse Maggie.

Na casa das esposas do Negan, Sherry conversa com Frankie.

- Já está todo mundo falando que o Dean terminou com aquela garota por sua causa. - disse Sherry.

- Ninguém tem provas. - respondeu Frankie.

- Não interessa, já pensou se isso chega no ouvido do Negan, se já não...

Sherry é interrompida pela batida na porta. Ela abre já sabendo que é o Negan.

- O que você quer? - perguntou Sherry.

- Falar com a Frankie. - respondeu Negan.

Ele entrou e conversou com ela, Frankie negou falando que não sabia que Dean havia terminado com Bela.

- Você já conversou com o Dean também? - perguntou Sherry.

- Sim, ele também negou. Ele disse que terminou com ela porque estavam muito distantes. - respondeu Negan.

Negan foi embora e Sherry olhou para Frankie balançando a cabeça negativamente.

- Você não pode me julgar, você acha que eu não sei que aquele dia que o Negan veio recolher as bebidas da Amber você ficou com o Dwight. - disse Frankie.

- Quando eu faço alguma coisa sem te contar é porque eu não quero opinião sua opinião. - falou Sherry.

- Mas você traiu o Negan e ainda está colocando a vida do Dwight em perigo. - falou Frankie.

- Ele não vai saber se você não contar. - respondeu Sherry.

- Eu não conto, mas se você não falar nada para ele sobre mim e o Dean. - falou Frankie.

- Só fica sabendo que o Dean é filho dele, então é bem diferente do Dwight. - falou Sherry indo para a cozinha.

[...]

A noite fria chegou, Sam Winchester foi até o porão do Bobby Singer escondido levar uma blusa e uma calça jeans que ele pegou da Enid.

- Obrigado Sam, já não aguentava mais usar esses vestidos. - falou Ruby.

- Daqui duas horas eu vou embora. - falou Ruby.

- Eu sei. - disse Sam Winchester abaixando a cabeça.

Depois de alguns segundos, Sam Winchester disse:

- Eu gostei da nossa noite de ontem. - falou Sam Winchester sorrindo.

- Eu também! Tenho uma proposta. - falou Ruby.

- Qual? - perguntou Sam Winchester.

- Vem embora comigo? Podemos ter muitas outras noites assim. - falou Ruby.

- Não posso. Meu irmão, meu pai, o Cass e o Bobby...

- Sam, por favor. Eles não podem te dar prazer. - disse Ruby interrompendo Sam Winchester.

- Eu sei, mas... Eu vou com você. - falou Sam Winchester suspirando fundo.

- Ótimo, sabia que você não me deixaria. - disse Ruby sorrindo e o abraçando.

- Daqui duas horas eu chego com a minha mochila, vou levar poucas roupas. - disse Sam Winchester saindo.

Carol estava em sua casa comendo alguns cookies com Sam Anderson, quando Sophia chega com uma carta para ela.

- É de quem? - perguntou Carol.

- Não sei, Duane que me entregou. - respondeu Sophia.

Carol leu e ficou surpresa.

- E aí mãe, de quem é? - perguntou Sophia.

- Do Morgan. - respondeu Carol.

- E o que diz? - perguntou Sophia.

- Que ele gosta de mim. - respondeu Carol.

Enquanto isso...

- Ela está tão na sua. - disse Patrick.

- Arrasando o coração da Carol. - disse Duane dançando.

- Ela me mandou uma carta. - disse Morgan.

Algumas horas depois, Sam Winchester e Ruby estavam prontos para ir embora.

- Vamos em qual carro? - perguntou Ruby.

- No Impala, foi o único que tenho acesso na chave. - respondeu Sam Winchester.

Ele escondeu Ruby no banco de trás e falou para Sasha que iria caçar. Sasha abriu o portão e depois de se afastarem um pouco de Alexandria, Ruby sentou no banco da frente e sorriu para Sam Winchester que retribuiu o sorriso e pegou na mão dela com sua mão direita.


Notas Finais


Obrigada por lerem e acompanharem a minha fic.
Beijos! Adoro vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...