História S.w.a.t. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Visualizações 1
Palavras 744
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Policial
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


espero que gostem szzz

Capítulo 1 - Piloto


Era mais ou menos 22h quando eu cheguei na polícia e imediatamente sou recebida por Deacon.

—Ei, Kat. Como você está?—ele disse enquanto vinha sorrindo me comprimentar.

—Como você está? Buck fora da polícia, Hondo no comando e tudo mais. Agora temos um homem a menos.—disse enquanto íamos pra onde a SWAT fica alocada dentro do departamento. 

—Temos um homem a mais, não te contaram? Ele está preenchendo o lugar que era de Spivey.—disse.

—Como conseguiram achar alguém a altura de Spivey tão rápido?—perguntei com curiosidade.

—Ahn.....na verdade, não acharam.—ele disse gaguejando.

Fiz uma careta pois não estava entendendo.

Central chamando 20–David. Situação com reféns em um apartamento a 5 quadras da sua localização atual. Situação requere um franco-atirador.”

Acho que essa é a minha deixa.—disse com um sorriso.

E fomos correndo até onde fica os equipamentos e lá encontramos o resto do pessoal. Chris, Hondo, Luca, e mais alguém que eu não reconheci, deve ser o cara novo. Mas não tinha tempo de conhecer ninguém, o dever chamava. 

Todos entramos no carro forte e Luca nos tirou de dentro do departamento e fomos às pressas pra situação com reféns.

—Recebi as informações agora. Aparentemente algum psicopata está mantendo uma família como reféns. Street, Luca, Chris e Deacon comigo, vamos ver com os federais se invadimos ou se Kat atira. Nada de atirar a longa distância sem um rifle de precisão, se contenha, Kat Weasley.

—Mas eu só fiz isso uma vez!—falei em minha defesa.

—Kat?—perguntou o cara novo.

—Sargento Katherine Rollins, conheça o  Oficial Jim Street.—Chris disse.

—Estamos a 3 minutos.—Luca gritou.

—Ok. Estamos sem tempo pra apresentações, vamos seguir com o plano. Vamos fazer tudo rápido e limpo. Kat, como gostaria de atirar?—Hondo perguntou.

—Vou decidir na hora.—disse.

Chegando no local da emergência, todos saímos e eu escolhi atirar de cima de uma viatura enquanto eles iam falar com os federais.

Se passaram alguns minutos quando eu consegui a mira.

—Chefe, eu o tenho na minha mira. Ele está instável, me dê permissão antes que ele faça algo. —disse enquanto mirava a cabeça do suspeito com meu rifle.

—Segura aí. —Hondo disse pelo rádio.

Se eles concordaram ou não, eu não cheguei a descobrir.

—Atire, Kat.—Hondo disse.

O próximo som que ouvimos foi da bala disparada por mim quebrando a janela e atravessando a cabeça do suspeito.

Todos ficaram parados olhando a janela se perguntando se eu havia acertado, enquanto isso eu tirei o capacete de proteção e fui até eles.

—Como conseguiu um tiro limpo? O suspeito estava tão instável que não parava quieto tempo suficiente pra atirar. E ainda está de noite.—perguntou o cara novo, Street.

—Não foi fácil. Mas ele estava rodando em círculos como uma barata tonta, se continuasse com o padrão eu estaria pronta pra atirar quando visse a testa dele de novo.—disse.

—Está dizendo que se baseou em um perfil pra atirar?—perguntou a agente, que eu presumi estar na liderança.

—É uma questão de ponto de vista.—Chris riu ao notar o duplo sentido.

***

Fomos todos para a garagem onde geralmente vamos quando estamos atoa.

—Por que não estava aqui a 3 meses atrás, Sargento Rollins?—perguntou Street.

—Me chama de Kat ou Katherine, por favor. Parece que estou tomando uma bronca. Eu estava em casa me recuperando de um tiro na costela. Como previsto, eu queria voltar menos de um mês depois. Então a capitã disse que eu só entraria na polícia quando ela achasse que era hora de eu voltar.

—Ei, Kat. Pega. —Chris disse enquanto jogava uma bola de tênis longe.

Atirei nela com minha pistola, que fez Hondo e Luca sorrirem

—O que eu disse, Rollins? Nada de atirar a longa distância com uma pistola. —tentou fazer cara de brabo mas falhou, o que fez eu, Deacon, Street, Chris e Luca rirmos

—Você quer que eu atire em você? Você está bem na minha frente. —perguntei rindo.

—Que história é essa de você não poder atirar a longa distância com uma pistola?—Street perguntou confuso.

—Oh, essa eu conto. Alguns meses atrás nós estávamos perseguindo dois suspeitos. Um entrou em cada prédio. Aí eu, Kat e Luca entramos em um prédio e prendemos um. E Hondo e Deacon estavam procurando o outro no terraço. Aí ele apareceu atrás de Deacon com uma arma e quando ele virou, Kat atirou nele do prédio da frente antes que Hondo pudesse atirar. Aí Hondo irritado falou “Weasley, você é um pé no saco.” Aí virou piada interna nossa.

—Não vou nem perguntar como você conseguiu atirar em alguém de outro prédio.—Street disse.

—Até hoje estamos atrás da resposta. —Deacon disse.

Central chamando 20-David, roubo de banco no centro da cidade.” 

Estamos a caminho.—Hondo respondeu no rádio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...