História Sweet - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Adolescente, Amor, Bangtan Boys, Bts, Colegial, Escolar, Família, Fluffy, Jimin, Park Jimin, Romance
Visualizações 10
Palavras 900
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Poesias
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, hoje vim com uma história que venho planejando já tem um tempinho. Mas antes quero aí vocês saibam que:

•A história e as idéias são no total todas minha. Não peguei ideia de ninguém e, espero não ser plagiada!

•Essa história é Fluffy, oque é bem fofinha, romântica e clichê, então se não gosta por favor, não julgue.

•Como muitas pessoas dizem, não julgue o livro pela capa, ou seja, desculpem por essa capa horrível (fiz pelo celular, e acho que ficaria menos horrível se fizesse pelo PC. Eu realmente não sei fazer essas coisas, então foquem na fanfic e não na capa hehe *_*

•Quero lembrar que esse é o prólogo, um pouquinho do que irá acontecer, então se você já gostar, favorite ou bote na sua biblioteca para acompanhar quando o capítulo sair.


•Boa Leitura ♡

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Sweet - Capítulo 1 - Prólogo

Leia as notas do autor, por favor!!!



_______________________________________




A garota andava vagarosamente com sua mochila nas costas enquanto chutava as pedrinhas que por seu caminho estavam. Estava voltando de seu trabalho. Iria passar na praça que adorava e depois seguiria para casa.

________ animou-se assim que avistou a praça vazia que ela ficava, observando o como tudo ali era bonito. Apressou os passos e quando pôs os pés na grama, soltou um sorriso aliviado enquanto se sentava no banquinho que tinha ali.

Não tinha nada demais ali, mas ________ gostava de observar aquilo o tempo inteiro. Gostava de ver como a natureza faz coisas bonitas e gostava de ficar ali tambem por causa que na cidade em que vive, estava bem difícil de ver algo tão natural.

Ali era seu refúgio quando tinha brigas em sua casa, quando sua mãe á chamava de imprestável, quando seu padrasto tentava abusar de si, quando o via levantar a mão para a mãe e não poder fazer nada, já que a mesma pedia para que a filha não se intrometesse.

Ah... tantas coisas

Suspirou cansada de tudo e levou a mão até o rosto, limpando as lágrimas já presentes ali. Era para aquele lugar a trazer conforto, mas oque teria de bom se na vida dela só desgraças acontecem?!

-Pare _______ !_ sussurrou para si mesma tentando espantar os maus pensamentos.

Paralisou assim que sentiu o lugar ao lado ser ocupado, mas não ousou olhar, apenas limpou algumas lágrimas que ainda caiam e fixou o olhar na paisagem.

-Porque choras?_ uma voz doce foi ouvida e os pelos da menina estranhamente eriçaram. Estranhamente, não teve medo do ser ao seu lado, apenas se sentiu segura mas mesmo assim, ficou em silêncio pois não queria ser grossa.-Tudo bem, eu lhe entendo._ e pela primeira vez, ________ virou seu rosto para olhar o rapaz e seu coração foi a mil no mesmo segundo. Viu o garoto do cabelo rosa sorrir para ela e quase morreu de fofura quando percebeu os dentinhos tortinhos a mostra.

Era a primeira vez que um garoto ia falar com ela sobre um assunto bom, até confortável e não para pedir seu número. Então se sentiu feliz e não sentiu nem um pouco de timidez.

-Hmm... É só um desabafo. Venho aqui todos os dias afim de pensar em coisas boas mas quase sempre acabo chorando.

- Eu sei que você vem aqui. Te observo todos os dias, porém hoje tomei coragem de vir falar com você...- sorriu sem graça e novamente meu coração derreteu ao notar seu "eye smile"

- Não me diga que você é um stalker, pelo amor de Deus. Saio correndo_ riu meio apavorada.

-Não... bom... talvez eu seja mas não sou psicopata- riram - Mas... olhe, não chore. Pessoas bonitas igual a ti não devem chorar, seja forte e sempre que essa vontade vier com tudo, pense que um dia tudo isso irá passar, você será feliz e construirá sua história. Pense em coisas boas...- ________ abriu a boca para falar algo mas Jimin continuou- pense em mim, por exemplo.

E ali ela ficou com vergonha mas para disfarçar, apenas abaixou a cabeça sorrindo e quando levantou, viu que o rosado estava com uma flor na mão e quando o mesmo estendeu-a os olhos da moça brilharam.

-Obrigada pela flor... É linda! - levou a rosa até o nariz e ficou embreagada com o cheiro bom.- Muito obrigada mesmo. Pela flor e pela palavras... - susurrou. A garota que até o momento observava o rosado, o elogiou._ seu cabelo é lindo_ involuntariamente sem pedir permissão, levou a mão até o cabelo do garoto, que confortou-se e deu uma bagunçada._ parece algodão doce._ soltou uma risada.

-O nosso...- se refiriu ao cabelo laranja de ________.- ele é bonito... e você também, se me permite falar_ disse sem nenhuma vergonha e a garota novamente corou. - Sou Park Jimin_ estendeu a mão.

-________.- sorriu e involuntariamente o pegou de surpresa, o abraçando. Um abraço que deixou ambos cinfortados de uma forma que não sabiam explicar, apenas não queriam um soltar o outro.

Ela mal importou se Jimin estava sem graça, apenas quis agradecer por suas palavras bonitas que fizeram-na confortar-se.

-Obrigada Jiminie _ se soltou aos poucos dando de cara com o garoto com o olhar perdido em seu rosto, como se estivesse estudando-a.

Os rostos estavam bem próximos, um pouco a frente e os lábios dos dos iriam se encontrar. E isso que estava acontecendo. ________ com o olhar fixado ao olhar de Park, que retribuia.

E o celular de ________ tocou, fazendo os dois pularem com o susto.

Rapidamente os dois se separaram corados e riram sem graça. ________ olhou para seu celular e viu que sua mãe estava a ligando.

Céus, quando tempo eu passei aqui?

-pensou

-Jiminie... Tenho que ir! _ se levantou e viu que o garoto estava também sem graça.

________ gravou seu rosto em sua mente para não esquecer de cada detalhe da face de Jimin.

Claro que não posso esquecer, ele é bonito, me sinto atraída e... Aish! Oque estou pensando?

Segurou a flor em sua mão e viu Jimin se levantar indo abraça-la pela última vez no dia, e antes de se separarem novamente. Jimin susurrou.

-Espero te ver novamente, ________! - sua voz doce e envergonhada fez ela sorrir encantada.

-Até, Jiminie! - disse antes de se virar e seguir o caminho de volta para sua casa, deixando o garoto em pé com um sorriso bobo nos lábios gordinhos.





Leia as notas inicias e as finais também!


Notas Finais


Então é isso! Espero terem gostado, quem sabe tenha um próximo semana que vem *_*

Desculpem os erros! Tchau babes...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...