História Sweet Amoris - Interativa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 190
Palavras 1.786
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Josei, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não tenho um conhecimento grande do Game "Amor Doce", mas vou me esforçar ;)
A minha personagem Eva na capa ;)

Capítulo 1 - Sweer Amoreis School


Fanfic / Fanfiction Sweet Amoris - Interativa - Capítulo 1 - Sweer Amoreis School

 

     "Mais um ano começará na escola Sweet Amoris e rostos conhecidos são vistos novamente a transitar no Instituto de Ensino. Com certeza vários novatos aumentarão o número de carteiras ocupadas nas salas, no entanto o pensamento de todos no final de tudo é que a escola é essencial, mas as aulas não serão. Existe um conjunto de coisasinhas mais importantes na vida de um adolescente que as boas notas. Por exemplo, eu aposto que o que mais interessa a maioria dos alunos são as tradicionais festas, feitas ao longo do ano, dadas pela a Rainha da escola, Ambre, com a ajuda de suas inseparáveis amigas, Li e Charlotte, sendo que a nossa última serva da abelha rainha citada tem sido vista com um tititi improvável com o nerd do Samuel.


     É difícil imaginar que a Líder das "Team Leader" seja irmã gêmea do Presidente do Grêmio Estudantil, o sempre certinho Nathaniel. É visível a liberdade que a jovem tem é o nosso manda chuva do Grêmio já não o tem, mas temos que concordar que ambos são populares, uma categoria na qual se encaixa as "beldades da escola". 


    Engordando a fileira dos garotos bonitos e sendo considerado arque rivail do gêmeo mais velho da nossa Queen, Castiel não é exatamente uma pessoas das mais sociáveis, mas ainda assim as garotas suspiram por ele nós corredores. O Bad Boy da escola, faz parte de uma banda, onde o não menos popular e estranho, porém belo Lysandre é o astro e Nina é a líder do fã clube do garoto de cabelos platinados e olhos de cores diferenciadas, que aliás tem um irmão tão bonito quanto ele.


    Pegando a deixa dos irmãos arrancadores de suspiros, outros gêmeos que as garotas brilham os olhinhos ao te-los em seu campo de visão são o modista Alexy e o game boy Armin, mesmo que sejam parecidos fisicamente, não são figurinhas repetidas e na família a beleza é mais que em dobro, porque o irmão mais velho deles Evan, foi belamente moldado na Escola Militar, de onde também veio Kentin. Alguém lembra de como era o Kentin, antes de o pai mandar o garoto para lá? Eu lembro daquele corpo frágil dentro das roupas folgadas e dos óculos fundo de garrafa. É surpreendente o que uma cirurgia corretora de visão e malhação podem operar em um nerd. Acho que ele é o belo Thales já não são aqueles amigos inseparáveis do primário, mas Ken tem sido visto na companhia dos gêmeos AA. 

     

    Ainda na vibe das belezas em família, nosso romântico professor de educação física trouxe para nossa alegria, seu sobrinho Dakota, direto da Austrália para o Instituto, e o público feminino o agradeçe por seu nobre ato, de nós brindar com a presença do surfista de cabelos douradas e corpo bronzeado tatuado. 


     Uma beleza máscula de nossa cidade, que rodou o mundo e vai passar o último ano escolar no Instituto é o milionário Viktor Chavalier, para nossa alegria. Não menos importante, toda escola tem um astro dos esportes que faz as garotas perderem a linha do raciocínio é o nome do nosso e Dajan, com aquela pele cor de chocolate em contraste com o modelito do time de basquete. Agora só pra finalizar, uma dica para as garotas é o clube de Jardinagem, onde vão descobrir um aluno da Universidade de Botânica dando o ar da graça, de vez em quando de nome Jade.


    Não posso encerrar está primeira matéria deste ano, de capa do Jornal da escola, sem falar da aposentadoria da Senhora Shermansky, mas somos gratos por seu belo sucessor, seu belo netinho, o Diretor Sean. Só para finalizar de fato, beleza pode ser encontrada até onde se menos espera, veja o caso do Ken e aposto que ninguém ainda reparou no que se esconde por trás dos óculos do professor de história, o tímido e prestativo Faraizi."

 

     As palavras de Peggy na futura primeira página do Jornal da escola faziam ecos na voz da mesma na cabeça de Eva, enquanto ela lia a matéria sorrindo diante da ousadia da responsável pelo jornal da escola. Tinha entrado no Instituto já no meio do ano passado, naquela escola e ainda havia muita gente que não conhecia, mas Peggy a arrastou para o Jornal da Escola, de uma forma tão rápida, em seu desespero em ter mais alguém além dela nesta função ingrata da escola, que só ela parecia amar, pois Eva estava lá por ser uma forma rápida de conhecer todos em tão curto espaço de tempo. Os antigos integrantes do Jornal haviam se formado e de repórter a Peggy tinha sido jogada na função de chefe, sendo aquela talvez sua última matéria, segundo a própria os planos dela era conseguir novos repórteres, pois Eva deixou claro que ficaria nós bastidores, precisamente na formação e edição da coisa toda.

 

    Tinha acabado de colocar os informativos da escola no lugar de sempre, quando quase esbarrou no Presidente do Grêmio. O Grêmio Estudantil é constituído por representantes de turma, que visam organizar documentos para novos alunos e possuem responsabilidades restritivas a eles em prol da escola Sweet Amoris, porém representando interesses dos estudantes do colégio.

 

     Se lembrava ainda de como faltando um mês para o final do ano, ele foi gentil em lhe entregar o papel com os horários das aulas, após pessoalmente lhe mostrar as localidades da escola, mas então a deixou com Melody a preencher o resto de sua ficha para os arquivos da escola.

 

    Tinha escapado de esbarrar em Nathaniel, mas não em sua gêmea do mal, a insuportável Ambre, que a olhava como se tivesse cometido um grande pecado e após empinar aquele nariz esnobe, seguiu seu caminho como se Eva não existisse. Eva deu o dedo para a tríade do mal, assim que elas deram as costas, depois de escutar um comentário maldoso de Li e notar ao enquanto ia se virar para partir, um revirar de olhos de Charlotte, seguido do risinho da líder deles.

 

     - Eva, isso não são modos de uma boa moça...- Escutou o Professor Faraize dizer, ao passar pelo corredor.

 

    Havia sido Eva que notou certa beleza no professor de história, após ele esbarrar nela, carregando uma pilha de papéis, tendo derrubado seu óculos e ter feito os papéis voarem. O comentário sobre ele para Peggy tinha ido parar no Jornal da Escola e esperava que ninguém desse importância ao final do artigo, pois aquele achado lhe pertencia e sorriu indo ao encontro do professor, com mais uma pilha de papéis, pegando alguns que ameaçavam cair.

 

    Ninguém levava o pobre professor a sério em suas aulas e as bolinhas de papel, entre putros objetos voadores voavam para todos os lados durante a aula dele, assim como os bilhetinhos iam de lá pra cá, ou simplesmente alguns alunos conversavam um com o outro na sala ou pelo celular mesmo, entre outras ações de desrespeito com o pedagogo, que as vezes até gaguejava a pedir educamente que não façam isso e é prontamente ignorado, acabando por expulsar alguns da sala em último caso, para ter algum respeito.

 

     - Obrigado... - Ele disse a corar, como sempre fazia, desde que no primeiro esbarro deles, antes de devolver seu óculos, verbalizou seu pensamento, de que ele era até que era bonito. - Pode deixar que eu me viro...

 

      - Não custa nada ajudar! - Disse a seguir com ele pelos corredores e sorriu ao vê alguns cartazes do ano passado, ainda em um dos murais da escola.

 

    Um cartaz tinha a foto de Lysandre cantando sobre um palco, do lado dele Castiel na guitarra, em um anúncio de Show e no outro tinha a foto de Dajan a marcar uma cesta, em um típico lance do astro da escola.

 

       - Com sua licença! - Disse a colocar o que tinha pego na pilha do professor e saiu correndo com uma idéia de um artigo para sua amiga Peggy.

 

      Estereótipos escolares eram comuns, então porque não falar deles com o cuidado de não citar nomes como exemplos. Toda escola tinha uma variação de pessoas diferentes, mas sempre se tinha um certo "elenco" comum na história da escola. Alguém sempre era a "Queen" ou a "Perigue" da escola, ou as duas coisas, seguidas de suas súditas leais, na maioria dos casos, garotas malvadas. Existe sempre um nerd ou uma nerd, que é um peixe fora d'água neste cenário ou os esportistas bonitões da escola, ou ainda os bad boys ou girls, onde nos três casos, nenhum nunca será igual ao outro sem uma grande ginada na vida do adolescente. Ainda tem aqueles que sofrem ou comentem o bullying, sendo o motivo na maioria dos casos a etnia, classe social, opção sexual ou religiosidade.

 

    - Ninguém quer lê algo que seja sem sal como isso. Isso é só falar da engrenagem social da Escola e nada mais. O Jornal da escola é visto por quem quer vê nomes e rostos de pessoas populares e os artigos chatos já ficam a cargo da diretoria, que manda o material chato. Os alunos gostam de fofocas, de saber qual é o triângulo amoroso da vez, de preferência dois garotos a disputarem a mesma garota, quem é a garota da vez que o garoto mais popular da escola elegeu como sua namorada do mês, na dança das cadeiras das relações. Querem ser aqueles a lê sobre o caso do professor é a aluna ou os segredos sórdidos de um aluno antigo ou novato no Instituto, como um deles sair do armário e partir o coração das leitoras meninas. Até uma matéria sobre as beldades da escola é mais interessante que isso amiga, porque como disse Vinícius de Moraes, "beleza é essencial " e em um universo onde a beleza faz em maior  parte o salto para a popularidade, não me venha com essa de que se apaixonaria por alguém por sua beleza interior, porque sabemos que olhamos para a capa antes de lê o livro.... - Foi o discurso de Paggy ao querer incluir a matéria na primeira tiragem do Jornal daquele ano. - Se eu for incluir algo no Jornal, vai ser algo sobre a primeira grande festa do ano e meu bem, Amber pode ser um pé no saco, mais dá uma festa como ninguém é o irmão dela pode ser o Presidente certinho do Grêmio, mas mesmo assim ainda é o sonho de nove entre dez das garotas da escola. Se quiser me ajudar a rechear de notícias o Jornal, foca nisso! - Disse ela lhe piscando.

 

   O sonho de Eva era ser escritora de romances eróticos e não ser repórter, então que algum novato no Jornal pegasse está missão do Jornal e fosse a próxima vítima de Paggy.

 

   

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...