História Sweet, But So Bad - NamJin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster, V
Tags Bangtan Boys, Boyxboy, Bts, Jikook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Namjin, Vjae, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 40
Palavras 409
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nova fanfic :3
Sou a Manu :3
Já postei essa fanfic no Wattpad e agora vim aqui
Espero que gostem

Capítulo 1 - Sang Impure


Quando era criança, acreditava em todas lendas que me contavam. Quando os presentes apareciam na árvore de natal, eu acreditava que poderia ser o homem velho e vermelho, denominado Papai Noel, mas não esperava que fosse meu próprio pai que fazia isso enquanto eu não estava observando. Quanto eu acordava na Páscoa e via todos aqueles doces e balas na mesa de jantar, achava que era o Coelhinho da Páscoa, mas não a minha própria mãe. Quando me diziam que no final de um arco-íris havia um doende com um pode de moedas de ouro, eu acreditava em cada palavra, mas não sabia que nunca houve algo no final de um.

Quando crescemos, começamos a parar de acreditar em lendas. Antes, quando os medos eram apenas histórias de terror, agora são amores não correspondidos, notas escolares baixas e seus segredos nas mãos de quem não deveria. Mas o que aconteceria se todos medos atuais se misturassem com lendas fictícias? Como será possível acreditar que tudo o que acontece, se paramos de acreditar em surrealismo há tempos? Como iremos lidar com o peso nas costas de manter um fato que ninguém irá acreditar? Como iremos confiar em alguém? Em quem iremos confiar?

Não pense que eu estou falando de algo como vampiros, lobisomens ou qualquer história infantil contada por aí... se bem que depois pelo o que eu passei não duvido mais de qualquer coisa. Eu estou falando de um surto psicológico ou, melhor contando, uma doença. Eu estou aqui para contar sobre uma doença que parecia fictícia aos meus olhos, mas percebi que ela sempre esteve mais próxima de mim do que eu pensava.

Sang Impur, estranho esse nome, não é mesmo? Essa estranha palavra é originada da França, Sang Impur, significando sangue impuro, sujo e imundo, ou seja, o que eu sou, ao menos o que virei. Originada do constante medo e excesso de confusos sentimentos, virei quem eu sou e não tenho certeza se posso voltar a ser quem eu, um dia, fui. Talvez meu destino menos doloroso fosse um suicídio ou qualquer morte que tivesse ocorrido antes desse meu inferno pessoal, conhecido como minha vida. O que mais odeio nessa doença é não poder morrer por ela. Poderia me machucar ao invés de machucar todos ao meu redor. Minhas cruéis palavras dirigidas a todos aqueles que tentaram me ajudar poderiam ser sintomas que me aproximavam de minha morte.

Porém...

Alguma vez eu disse que me importava?


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...