História SWING - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama swing
Visualizações 2
Palavras 581
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Policial, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - OLHE PARA MIM


Fanfic / Fanfiction SWING - Capítulo 1 - OLHE PARA MIM

LUCY caminha pelo corredor vazio da escola entre as sombras dos cantos. Os seus passos ecoam, sua respiração pesa. Assim que chega em seu armário, abre e apanha um caderno pequeno com várias anotações de números e códigos de segurança.

    Seu celular toca. Uma mensagem de desconhecido. Ao mesmo tempo que Lucy olha para o celular, Bohemian Rhapsody começa a tocar nos amplificadores da escola. As únicas luzes acesas são apagadas. A mensagem diz:

    "Vamos brincar". Lucy escreve:
    "Quem é?". Desconhecido responde:
    "Você me conhece".

Too late, my time has come / Sends shivers down my spine

Lucy  sente  um  calafrio  na  espinha ao  pensar  que  esse pode ser mais um  novo  desafio  da  Anarquia. Olha ao seu redor e procura qualquer sinal da presença de alguém, mas enquanto não acha, encosta-se no armário e continua a digitar uma mensagem:
    "É serio quem é?"

    O telefone toca. Uma chamada de desconhecido.

— Diz o seu nome?

— Qual o seu segredo, Lucy? — É uma voz grossa, quase metálica.  Parece modificada por aplicativo.

— É sério, quem é você? — Lucy pergunta e fica no meio do corredor.

— Já falei que você me conhece.

Lucy desliga o celular e prossegue andando pelo corredor, na direção da saída. A música continua e agora ela ouve um som de piano como se acompanhasse seus passos. Ela já está cansada desses joguinhos idiotas que acontecem desde que entrou no ensino médio. Mas também teme ser o novo alvo aleatório dos encapuzados.

O telefone toca novamente. Desconhecido a chama. Ela atende e para de andar antes de virar a esquina do corredor:

— Última chance.

— Bem-vinda ao meu jogo.

— Não vale à pena.

— Então saiba atuar.

— CORRE! — Grita um garoto caído no chão no fim do corredor esquerdo. Lucy olha para ele e vê uma poça de sangue se formar debaixo do seu corpo. Ela o reconhece como Peter, o garoto do teatro.

Oh, mamma mia, mamma mia! / Mamma mia, let me go! / Beelzebub, has a devil put aside for me! / For me! / For me!

Lucy grita desesperada ao ver uma sombra passar pela sua visão e corre na direção oposta a de Peter. SOCORRO, SOCORRO! Mas todos já estão bem longe da escola.

Assim que chega no corredor da saída, alguém a bate no peito com os punhos. Ela cai no chão sem ar, mas se debate para tentar levantar novamente.

A música para assim que a pessoa fantasiada como mascote do time aperta um botão do pequeno controle remoto. O celular de Lucy toca. "Desconhecido".

— Mostra a cara, filho da puta.

— Claro. Mas você vai ter que morrer antes disso.

Ele desliga a ligação e aperta o botão da música novamente. Assim, se abaixa e, com uma lâmina afiada, perfura o peito de Lucy no ritmo da música.  Lucy grita com o máximo de sua voz.

So you think you can stone me and spit in my eye? / So you think you can love me and leave me to die?

A lâmina é deslizada no ombro de Lucy até o pescoço e o sujeito misterioso a arrasta para fora do corredor, para o estacionamento. Lucy ainda está viva ao chegar lá, nos últimos momentos de vida, quando quem veste a fantasia retira a máscara e então se revela para Lucy, que olha para as estrelas uma última vez e espera a vida sumir da existência.

Nothing really matters to me.


Notas Finais


Olá, gente! Cheguei no Social recentemente, vim do Wattpad olhar vocês aqui... Espero que tenham gostado da primeira "cena" de SWING e muito mais vem por aí...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...