História Talking to the moon - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Kooklis, Liskook, Namoro Virtual, Vhope
Visualizações 27
Palavras 1.960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores, eu estou de volta!
Espero que não tenham desistido da fic pelas duas semanas de atraso, mas, estou aqui novamente para continuar.

Antes de qualquer coisa, um recado:
A capa da fic foi alterada, a capa antiga será usada como banner dos capítulos, pois, realmente tenho muito carinho e foi uma pessoa muito especial que a fez para mim. A ideia do rosto do casal estar sendo refletido na lua não é de minha autoria e sim da capista (e autora de outras fic's) @Animecutecute, que fez o design da primeira versão de capa. A ela meu muito obrigada.

Agora, vamos ao capítulo!
Boa leitura!

Capítulo 9 - Meu anestésico


Fanfic / Fanfiction Talking to the moon - Capítulo 9 - Meu anestésico

Anestesia, é um medicamento que nos faz ter a sensibilidade do corpo diminuída, ou removida temporariamente, fazendo com que a dor não seja mais sentida. E minha vida, como a de muitas pessoas, é cheia de dores. Obviamente, nunca me deixei abater por elas, mas, posso dizer que por mais que tenha perdido meus pais, ido morar em um orfanato e agora estar morando no campus da faculdade, não sinto mais dor. O meu namorado Jungkook, se tornou a minha anestesia para a vida.

Poderia ser assustador a forma que gosto dele, pois, ainda não nos vimos pessoalmente, mas, já namoramos por uma semana. Cada ligação, chamada de vídeo, troca de mensagens pelo celular é regada por um turbilhão de sentimentos.

Todos os dias e quase em todos os momentos estamos ligados um ao outro. Mesmo que de forma distante.

– Quer fazer faculdade de medicina? – Questiono olhando a tela do meu notebook, no quarto da faculdade, ao mesmo tempo que abraço meus joelhos, ficando sentada na cadeira a frente.

   

Jennie Kim, estava em um encontro com o garoto que conheceu no Luau, os dois vem se dando muito bem desde então. Poderia reclamar da falta de atenção que estou recebendo de minha amiga, mas, é claro que não farei isso. Afinal, tenho meu namorado e dessa forma não serei obrigada a explicar sobre o meu namoro virtual a ela. Não que seja errado o que estou fazendo, todavia, a conheço e sei que ela irá inventar várias teorias para me convencer de que namorar alguém que não conheço pessoalmente é errado. Mas, a verdade está bem ai... não o conheço “pessoalmente”, porém, sei praticamente tudo sobre sua vida e ele da minha. Confio tudo a ele.

 

É um sonho que venho tendo a um tempo... – Ele dá um sorriso singelo e bagunça os próprios fios de cabelo em um ato descontraído e à-vontade. – Mas, conseguir entrar em uma faculdade é difícil, estou tentando a dois anos e bem... você está quase terminando a sua e eu ainda nem ingressei no curso. – Ele faz um leve bico nos lábios, refletindo sobre suas palavras.

– Não se preocupe com isso e não se esqueça que a faculdade de medicina e bem mais longa do que a de jornalismo. – Dou um sorriso acolhedor para encoraja-lo. – Logo você conseguira ingressar em uma.

Lisa, eu estava pensando em... – Jungkook dá uma pausa em sua fala, parecendo receoso com suas palavras. – Tentar um bolsa em Seol, onde você mora...

– Sério? – pergunto surpresa, tendo meu coração acelerado por saber que ele realmente quer ficar perto de mim.

Sim, eu sinto muita vontade de ficar perto da garota que eu amo. – Jungkookie sorri, e seus olhos, tão lindos, parecem brilhar, mesmo que do outro lado da tela.

Impossível não retribuir aquele sorriso, meu peito se aquece só em saber que é direcionado a mim. Céus, como queria estar perto dele.

– Eu também desejo ter meu namorado por perto. – Digo e nos encaramos, ficando em um silencio acolhedor e ao mesmo tempo engraçado.

Eu quero dançar! ­­– O Coelhinho fala, se levantando da cadeira na qual estava sentado, perante a mesa de seu computador.

– O que está fazendo? ­– Questiono rindo, Jungkook me vem com cada ideia maluca.

Quero dançar com você, igual no luau, mas dessa vez, uma música mais agitada... ­– Ele retira seu celular do bolso da calça moletom e põe à música “Sorry” do Justin Bieber. Sim, meu namorado adora as músicas do Justin, e se ele quer dançar, dançaremos!

Me levando da cadeira na qual estava sentada, na frente da tela do meu notebook e me afasta igual ao meu namorado. Para que possamos ver o corpo um do outro no enquadramento da vídeo chamada.

Jungkook começa alguns passos de dança despojados, como se estivesse em uma festa entre amigos. Fico alguns segundos – quase minutos –, olhando seu corpo, e belo corpo, devo ressaltar.

Começo a me mover também, criando uma coreografia na hora, nada muito especifico, apenas sentindo a música e curtindo o momento. Jungokook ri animado, e realmente se divertido.

E inesperadamente, ele retira sua camisa branca, de forma tão natural, como se apenas retirasse a um relógio qualquer no pulso. Olho seu abdômen e tento não ficar babando naquele corpo tão lindo. As vezes não acredito que ele é meu namorado e na sorte que tenho por estar ter esse momento. E porque não me despir da minha camiseta também?

Retiro minha blusa, ficando apenas com meu sutiã preto, Jungkook me olha surpreso e volta a abrir aquele sorriso que estou cada vez mais viciada em ver. Ele vestido apenas com seu moletom e eu apenas com meu short jeans e roupa intima na parte de cima, ambos dançando aquela música agitada e o clima ficando quente, fervendo para dizer a verdade. 

Jungkook foi descendo suas mãos sobre seu peitoral e abdômen, levemente definido, com seu sorriso estampado no rosto de forma tentadora, enquanto eu ondulo o quadril de forma provocante, sem deixar de encara-lo. Talvez um esteja provocando o outro.  Não, realmente estamos provocando um ao outro., não existiu mais talvez quando Jeon mordeu seu lábio inferior e piscou de forma ladina para mim. 

Uma, duas, três músicas e já estávamos soados e rindo à toa. Nunca poderia me imaginar dançando com outra pessoa via web, poderia ficar por horas me divertindo com ele que não me importaria.

Estou cansado... – Jungkook fala ofegando, com um sorriso largo no rosto, voltando a se sentar na sua cadeira. Ele fecha os olhos e respira fundo. Havia realmente ficado cansado. 

– Já? – Questiono, também me sentando, podendo ver melhor sua pele suada e seus cabelos umedecidos. ­– Você é mais forte que isso, Jeon Jungkook.

Esqueceu que sou sedentário? – Ele se defende, e juntos, começamos a rir igual dois idiotas.

– Talvez eu tenha esquecido que você é um dentuço preguiçoso. – Alfineto sem pena alguma, e o vejo gargalhar, jogando a cabeça para trás, me fazendo sentir um frio na barriga por ter a visão de seu pescoço e corpo exposto para mim.  

Você é malvada, Lisa! – Ele volta a posição inicial e força uma carinha de cachorro abandonado. Jogo baixo, Jeon.

– Esta bem, Jungkookie... Você não é preguiçoso. – Me retrato e o vejo assentir. – Porém é dentuço.

E você é bonita demais para que eu possa pensar em um apelido engraçado. – Ele nega com a cabeça rindo e não consigo segurar o semblante de convencida. Meu namorado apenas sorri e olha a hora no celular. – Preciso sair agora, vou na biblioteca pegar alguns livros para estudar e daqui a pouco ela fecha.

– Tudo bem. – Concordo e ele me olha, me mandando em seguida um beijo no ar, incrivelmente fofo a meus olhos. 

Quando eu voltar te mando uma mensagem. – Jungkook explica, me dá um tchauzinho e desliga a chamada em vídeo. 

Respiro fundo olhando a tela se apagar, queria ter ficado mais tempo com ele. Porém, de qualquer forma, passarei a noite no refúgio com Jennie, então preciso me arrumar.

(...)

Caminhando entre as ruas de Seol, vejo a noite estrelada e a lua cheia brilhando no céu negro. E lua me lembra... Jungkook. Acabo sorrindo feito boba ao lembra do meu namorado virtual. Ele realmente me completa e me faz ser feliz, mesmo estando longe de mim.

Enquanto ando entre os estabelecimentos e casas, já avistando o prédio abandonado de longe, um casal de namorados passa ao meu lado, ambos sorrindo e de mãos dadas. Meu coração se aquece com a cena e me imagino no lugar daqueles dois. Eu e Jungkook, sorrindo um para o outro, conversando sobre como a última partida que jogamos no LOL foi emocionante, ou falando sobre nosso futuro juntos.

 

Sinto tanta vontade de tê-lo por perto...

 

Respiro fundo e finalmente adentro o prédio abandonado, o dia já está em seu fim e havia combinado com Jeenie Kim que nos encontraríamos no refúgio. Praticamente corro nos degraus das escadas, até chegar a porta da sala e adentra-la sem pestanejar. Vejo, Jimin e Hoseok dançando juntos, enquanto Yoongi filma o momento e Taehyung ao lado, observa os dois com um sorriso animado.

 

– Olá, o que estão fazendo? – Falo baixinho para não atrapalhar o vídeo, ficando ao lado de Taehyung, e observo Jimin dançando em sincronia com Hoseok. – Nossa, o Hobi eu já sabia que dançava bem, agora o Chimchim também arrasa.

– Hope desafio ele a dançar para brincar um pouco, e acabamos por descobrir que o Jimin fez aulas de dança quando era mais novo... e tem muito talento até hoje. – Tae explica e acabo por sorri ao escuta-lo chamar seu namorado de “Hope”. Os dois são realmente muito fofos.

– Meu garoto dança muito, olhem só isso! – Yoongi, que mesmo gravando, estava escutando a conversa, fala todo orgulhoso e sorridente.

– Tenho que concordar. – Comento admirada pelos dois dançando a coreografia e logo vejo Jennie se aproximar de mãos dadas com o sorveteiro. Não creio que já estão assim! 

– Boa tarde pessoal! – Jennie nos cumprimenta e o garoto ao seu lado dá um aceno simpático a todos. – Nossa Chimchim, você dança muito bem! ­– Ela diz ao pôr os olhos no ruivo, que apenas sorri e finaliza a dança com Hoseok.

Todos se reúnem no canto da sala, e fora nós, não a nenhum outro jovem no refúgio. A senhorita Kim, deixa o bendito sorveteiro de lado, conversando com os outros e me puxa pelo braço, nos afastando dos nossos amigos e o intruso. É, intruso mesmo, não pediu a mão da minha melhor amiga para mim. Tenho ciúmes dela sim, afinal, Jennie é como minha irmã.

– Ok, o Bambam me pediu em namoro e eu aceitei. – Ela fala tudo rápido e desconfiada, pois sabe que só está com o garoto a uma semana.

– Bambam? ­– levanto a sobrancelha ao escutar o nome do sorveteiro.

– Na verdade o nome dele é Kunpimook Bhuwakul, e ele é tão fofo, tão legal, sinto que podemos dar certo. – Ela fala com cara de boba apaixonada.

– Tudo bem, Bambam está ótimo. – Comento e dou um leve riso, pensando em quantos meses precisarei para lembrar o nome desse garoto, que só agora pude percebe ser tailandês, como eu por ter um nome daqueles. Pontinhos a mais na sua ficha Kunpimook. – Olha, se ele te deixa feliz, também me sinto feliz. Mas, tentem ir com calma.

– Pode deixar! – Ela me abraça contente e retribuo. Talvez esse seja o momento certo para contar sobre meu namoro.

– Também estou namorando, a uma semana... – Despejo tudo de uma vez só e Jennie solta o abraço, me olhando confusa. – Jungkook me pediu em namoro no dia do luau e aceitei.

– Como é? – Ele ri cruzando os braços em uma expressão debochada e revira os olhos. – Ok... vamos nos reunir ao pessoal. – Jennie Kim, segura minha mão e me puxa em direção a nossos amigos.

Como assim ela não vai brigar comigo, ou começar uma discussão? Estranho essa atitude, muito estranho!

Sentamos em alguns pufes no canto da sala e todos conversavam sobre o vídeo de Jimin e Hoseok, os dois estavam comentando sobre abrir um canal de dança no YouTube. Porém, minha cabeça estava em Jennie. Olho para ela ao lado de seu namorado e a Kim simplesmente desvia o olhar de forma estranha.

Antes que eu possa questionar o motivo dela estar agindo dessa forma, meu celular vibra, e minha tensão se alivia um pouco ao desbloqueia a tela.

 

Coelhinho: Cheguei em casa, pode parecer bobagem, mas, fiquei pensando em você o tempo inteiro.

[17:23 PM]

Também senti sua falta, Jungkookie.

[17:23 PM]

 

 

Enfim, meu anestésico estava de volta, para me fazer esquecer das dores do mundo. Sei que ele sempre estará comigo e no final desse ano, vamos nos ver, e consumar nosso amor de todas as formas possíveis.  


Notas Finais


É DANÇANDO SEM CAMISA MESMO? Seus danados!!! Jungkook gosta do Justin aqui em TTTM também kkkkk

Essa parte da Jennie não dando a minima me dói escrever, sem bem o sentimento que isso causa. Mas, calma que já já ela fala o que realmente pensa sobre o namoro da Lisa e o kookie.

Ps: Capítulo de transição! Aconteceram coisas importantes nessas palavras acima, que logo farão todo sentido.

Gente, eu já fiz um resumo de todos os capítulos, ou seja, já dividi toda a história certinha para passar todo conteúdo que desejo. Espero que estejam gostando, e comentem se puderem, os comentários me motivam e me dão o feedback do que estão achando.

Chega de escrever nas notas kkkk

Até logoooooooooo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...