História Te suporto ou amo? - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Personagens Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Tags Pagossi
Visualizações 149
Palavras 404
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - Ela não é você!


Fanfic / Fanfiction Te suporto ou amo? - Capítulo 35 - Ela não é você!

Paolla

Meu coração saltou quando vi Marco agachado em minha frente, então ele me beijou e meu corpo amoloceu. Sempre reagi assim, aquele homem que segurava a minha nuca com a mão direita e apertava minha cintura com a esquerda era o único que me fazia dançar aquele ritmo.

Com a necessidade de ficarmos mais próximos me virei um pouco na cadeira e abri as pernas, ele soltou minha nuca e abraçou minha cintura ficando entre elas, deixei escapar um gemido em meio ao beijo e senti ele sorrir sem desgrudar de mim.

Marco finalizou o beijo e juntou nossas testas ainda de olhos fechados, estávamos ofegantes e sem conseguirmos nos soltar, minhas mãos continuavam envolta ao seu pescoço e as dele em minha cintura.

-O que eu faço se é impossível resistir a você Paolla?

Perguntou com a voz mais grave e embargada.

Sem saber o que responder abri os olhos e coloquei minha mão esquerda em seu peito, sentido me mover ele abriu os olhos encontrando os meus e abaixou a cabeça vendo minha mão, colocou seu rosto entre meu pescoço e me abraçou forte e de um jeito só dele. Foi inevitável um baixo soluço seguido de lágrimas, as quais não eram de tristeza, eram de saudade, falta, ausência e de um espaço vaziu que ninguém no mundo poderia ocupar a não ser ele.

Marco me levantou nos braços e eu continuei agarrada ao seu pescoço chorando dois anos de distância.

No grande sofá da sala ele sentou comigo em seu colo, precisava ficar agarrada a ele por mais tempo, deixei as pernas uma de cada lado do seu corpo e continuei alí.

Marco

Fiquei abraçado a ela sem conseguir ignorá-la, minha fraqueza foi maior. Ela ainda é a mesma, doce, sensível e amorosa.

Quando senti sua respiração se estabilizar puxei ela pela cintura fazendo-a soltar meu pescoço e lhe deitei no sofá, ficando por cima entre suas pernas, dou um beijo em sua testa e Paolla suspira fechando os olhos, acaricio seu rosto passando calma.

Nada mais foi dito, apenas ficamos deitados, agora um de frente para o outro. Nós dois estávamos lembrando as coisas que ocorreram quando nos separamos e pensando no que faríamos no agora.

-Por que a gente fez tudo errado heim?

Ela perguntou.

-Porque somos dois tontos!

Disse colocando a mão na cabeça. 

-Você sente algo pela Sophia?

-Tentei sentir, mas não consegui!

-Por que?

-Não sei, acho que é porque ela não é você!

Falei sendo sincero e ela sorriu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...