História Tear Of School - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Gaaino, Naruhina, Nejiten, Sasusaku, Shikatema, Suika
Visualizações 72
Palavras 2.129
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sei que demorei seculos para postar um capitulo novo. Mil desculpas por isso. Estou me esforçando ao maximo tentando fazer os capitulos para postar o mais rapido possivel.
Bom, mas espero que gostem desse capitulo. Bjs e até logo.

Capítulo 2 - Jogo Sujo.


 

Sakura

 

Depois daquele tedioso discurso fui procurar o emo gótico das trevas. Especificamente Sasuke Uchiha, o cara que manchou o meu lindo e novinho vestido. Eu o faria comprar um novo vestido para mim, e ele não teria qualquer chance de recusar isso. Qualquer coisa eu apelo para o irmão dele, e com certeza vai ser muito mais fácil de conseguir o que eu quero.

O avistei junto com Sasori cara de tomate e cosplay de Ino. Fiz a minha melhor cara de brava e cheguei perto dele, cruzei meus braços e comecei a bater o pé. O cara de mane ficou olhando para mim como seu eu fosse um enfeite, mas isso só durou alguns segundos até ele voltar a conversar com os dois idiotas.

– Uchiha eu quero falar com você. – Ele levantou uma de suas sobrancelhas me encarando seriamente.  Mas me ignorou logo em seguida. Quem ele acha que é para ficar me ignorado? Por acaso eu tenho cara de Shino? – Uchiha, eu quero falar com você, será que ta difícil de entender, quer que eu desenhe?

– Não por que sei que você e um completo desastre em desenhos e com certeza sairia pessoas de palitinhos. E segundo, eu entendi, tenho uma coisa chamado ouvido que dá para me entender os que as pessoas falam. – Bufou. Acho que quem deveria estar bufando sou eu não esse filho de uma guenga.

– Se você entendeu por que estava me ignorando? Tenho cara de Shino por acaso? – Olhei fixamente para ele, o mesmo suspirou e ficou na minha frente. Ficamos segundos olhando um para a cara do outro, e sinceramente isso estava me irritando.

– Por que falar com você e bem inútil e desnecessário. – Ele sorriu e bagunçou meus cabelos indo embora logo em seguida. Filho de uma .... Acho que terei que recorrer ao Itachi mesmo. Então simbora procurar ele.

Temari

Eu havia achado um lugar finalmente para ninguém encher meu saco. Ali parecia um bom local para se passar as tardes lendo sem ser incomodada por absolutamente ninguém. Me encostei em uma das arvores dali, logo em seguida abri meu livro para começar a ler, mas foi interrompida por um grito totalmente escandaloso que vinha do outro lado a bendita arvore de sakura.

– Shika-Kun, você não pode estar terminado comigo. Você não pode fazer isso. – A voz meio fina fazia meus tímpanos quase estourarem. Suspirei e olhou para a página do livro, voltando a ler. Mas como tudo não são flores, outro grito foi ouvido. – Shika-Kun, você está proibido de terminar comigo.

Levantei indo até a pessoa escandalosa e acabei encontrando uma garota de braços cruzadas mega irritada e um cara que parecia com um bicho preguiça. Os dois estavam frente a frente, mas a única diferença era que o garoto não dava a mínima para o que ela dizia.

– Oi, tudo bem? Meu nome e Temari e se vocês não se importarem podem calar a boca por que eu estou querendo ler um livro na paz e não na gritaria. – Podem falar, sou uma pessoa mega educada, não é? Eu arraso na questão ser mega educada com alguém. Não sei por que as meninas ficam reclamando que sou grossa, sou um amor de pessoa.

– Vai ler em outro lugar, não ta vendo que estamos discutindo a relação aqui? – Suspirei mantendo a calma. Só sei de uma coisa, já não gosto dessa garota.

– Sim, estou vendo e ouvindo. – Bufei. Ela olhou para mim como se fosse atacar. Olhei para o parceiro dela. O garoto parecia estar mais com vontade de dormir do que realmente continuar discutindo.

– TEMARIIIII, SUA LOIRA DE QUINTA. – Ouvi uma voz, vulgo Tenten gritando seus apelidos amorosos. Acho que ela e Ino precisam aprender a colocar apelidos nos outros, por que né, esses não da.

– Que você quer pucca? – Olhei para ela. Estava com um sorriso no rosto, isso quer dizer que vai aprontar alguma coisa com a projeto de Barbie. – Se for para ir para a balada ou qualquer coisa do tipo pode esquecer. Não sou igual a vocês que nunca tem nada para fazer.

– Credo Tema. Assim você me ofende.  – Dramática. – Mas não e nada disso. A Sakura ta chamando uma galera para ir em uma festa que tem aqui perto. Inclusive o Hidan vai estar lá. Só aproveita e dá uns pegas nele.

– Tenten, entenda, eu não vou voltar com o Hidan. – Direcionei meus pés para sair dali, mas antes eu virei e olhei para o casalzinho que estava discutindo antes. – Podem continuar a sua briguinha, não irei mais atrapalhar. – Minha visão voltou para a frente e ignorei todos os chamados da pucca.

Neji

Tinha acabado de sair do quarto de uma das garotas que estava pegando. Tenho que confessar que me enganei ao pensar que só teria garota medita aqui. Tem umas que são tão gostosas. Pensando sobre tudo que rolou no quarto, acabei nem vendo e tropecei em uma coisa que não dava para saber se era menino ou menina.

– OLHA POR ONDE ANDA ANIMAL. – Gritou bravo. Quem esse filho da puta acha que é para falar comigo assim? Ele por acaso sabe com quem está falando?

– Do que me achou? – Acho que hoje alguém quer morrer. Esse babaca ta gritando demais para o meu gosto. Lancei um olhar assustador para ele, mas não e como se realmente tivesse funcionado. Argh.

– DE ANIMAL, POR ACASO ALEM DE CEGO E SURDO TAMBÉM INFELIZ? – Isso está me tirando do sério. Cheguei bem perto de seu rosto, querendo gravar bem cada traço para que ele pagasse cada momento que me insultou.  

– Por que está chegando tão perto? Vai me beijar por acaso? – Deu um sorriso sacana. Até parece que eu beijaria essa coisa, afinal eu sou macho.

– Tenten, sua piranha louca preciso te contar uns babados fortíssimos. – Uma loira bem gostosa apareceu do nada. Talvez eu troque umas ideias com ela mais tarde, quem sabe. – Além disso que tipo de brechó fora de moda você foi?

– Em nenhum por que? – Cruzou os braços esperando uma explicação da loira. Eu mesmo que não ligo para moda percebi que as roupas dele são totalmente estranhas. Acho que ele deveria escolher umas peças mais legaizinhas.

– Amiga, você ta parecendo um garoto com essas roupas. Fala sério, assim você não vai pegar nenhum boy magia. Precisa colocar algo que mostre suas belas curvas, por que sei que você tem corpão então pode tratar de mostrar isso. – A loira olhou em volta e finalmente percebeu minha presença. Acho que ela deve ser um pouco avoada. Mas espera, ela disse que o sem educação e uma garota? Que?

– Sem querer dar uma de chato, mas, essa coisa mal-educada que fica chamando as pessoas de animal e uma garota? – Perguntei confuso. Fiquei me perguntando que tipo de garota e essa que usa roupas tão largas.

– Sim eu sou uma garota, por que, ta com algum problema comigo? A gente pode resolver em um ringue? Posso te dar uns belos de uns socos. – Além de mal-educada e violenta. Garota doida. Não sei qual é o idiota que fica com ela.

– Não, e apenas curiosidade. Vou indo, nos esbarramos por aí loira. – Pisquei para ela. A mesma deu um sorriso safado, já ganhou pontos comigo.

Temari

Depois que me livrei da pucca, fui tomar um café. Fico feliz que dentro da escola exista pequenas lojinhas aonde vendem diversas comidas. Sempre tomava algo bastante adocicado, mas desta vez resolvi comprar uma bebida amarga. Sentei em um dos bancos espalhados pelo campus enquanto me deliciava no café.

Focada no livro que lia, somente percebi que tinha uma pessoa ao meu lado quando uma bolinha de papel me acerto. Olhei furiosa para a pessoa que fez isso, e fiquei ainda mais brava quando vi que foi o idiota do meu irmão.

– GAARA SEU IDIOTA, VOU TE QUEBRAR NA PORRADA. – Sinceramente, e dureza ter um irmão gêmeo igual a esse imbecil. Gaara na maioria das vezes quando resolve implicar comigo vira um completo infantil e irritante. Não que ele não seja naturalmente.

– Nossa to morrendo de medo. – Sorriu e saiu andando como se nada tivesse acontecido. Tenho certeza que andar com o Naruto não é uma coisa boa. Um já e idiota, dois e maluquice demais.

– Devia tratar seu namorado com mais delicadeza. – O garoto que era o mesmo de mais cedo começou a falar do nada. Ele olhava para o céu como se ficar observando as nuvens fosse a coisa mais legal do universo.

– Ah, ele não é meu namorado. E meu irmão gêmeo. Infelizmente. – Bufei. Ele deu uma risada gostosa, no embalado, acabei rindo junto. Assim que paramos, olhei no fundo dos seus olhos. Fiquei hipnotizada por um rápido momento. Tinha que admitir, ele é um gato.  

– Vocês não se parecem nem um pouco. Além disso me chamo Shikamaru Nara. – Sorriu esticando sua mão. Quando a segurei, uma carga elétrica invadiu meu corto me fazendo arrepiar da cabeças aos pés.

– Me chamo Sabaku no Temari. E um prazer conhece-lo. – Senti meu rosto corar. Sinceramente, o que há de errado comigo hoje? Por que eu corei por uma coisa tão idiota como essa? Sou acostumada a conversar com garotos, por que essa conversa seria diferente?

– Bom eu preciso ir. Nos vemos por aí Sabaku no. – Ouvi-lo dizer meu sobrenome era como uma canção. Perai, que? Ele tem namorada Temari, para de achar coisa sobre ele. Devo estar ficando louca. Você está terminantemente proibida de gostar dele, totalmente proibida. Mas não e como se isso fosse acontecer, pelo menos eu espero que não.

Sakura

Infelizmente eu ainda não havia encontrado o Itachi. Quando a gente mais precisa essa imbecil some. Só queria que ele fizesse o Sasuke pagar pelo meu falecido vestido, isso e pedir muito? Ainda estou muito chateada por aquela linda peça ser estragada por aquele emo gótico das trevas mais trevosas. Fala sério, aceitava que estragasse até meu celular, mas o meu vestido novinho não.

Foi triste ver a mancha de refrigerante por quase todo o meu vestido. Nesse momento, fiquei com uma vontade enorme de matar o Uchiha, mas consegui me acalmar e agora irei faze-lo pagar por isso. Que ele fique sabendo que terá que gastar toda a sua mesada para comprar um novo.

Logo a frente, ainda procurando pelo Itachi, encontrei o Sasuke. Acho que deve ser o destino indo ao meu favor. Comecei a saltitar feliz por ter o encontrado. Agora que o faço pagar por ter estragado meu lindo vestidinho.

– Sasuke. – Chamei-o. Ele virou para mim e o sorriso que estava em seu rosto desapareceu. Sorri de um jeito sinistro, percebi que ele se arrepiou. Pode ter medo Uchiha, você vai pagar caro. – Precisamos conversar, e nem tente fugir.

– Fala logo Haruno, tenho coisa melhores para fazer do que perder meu tempo com você. – Cruzou os braços bufando. Fiz um sinal para que os amiguinhos deles saíssem para que eu possa tortur... quer dizer, conversar melhor.

– Bom, você quando jogou refrigerante em mim acabou estragando meu vestido novo. – Ele fez uma cara de tedio, provavelmente já entendo aonde eu queria chegar. Espero que ele colabore. – E quero que você pague por um novo.

– Nem ferrando. Até parece que vou gastar minha preciosa mesada por uma coisa inútil que nem você. – Acho que ele está pedindo para morrer. Espirei o mais fundo que podia, tentando me acalmar, mesmo que esteja ficando quase impossível.

– Sasuke, você não tem escolha. Ou compre um vestido novo, ou irei até o Itachi. Ou sé até preferir, posso te destruir falando de algumas coisinhas tipo que você dorme com um bichinho de pelúcia. Depois que eu contar isso, nenhuma garota vai querer ficar com você. – Posso estar jogando sujo, mas isso e tudo pela justiça do vestido.

– Você ficou louca? – Gritou desesperado. Suspirou se acalmando. Enquanto os minutos se passavam, ele parecia cada vez mais estar pensando em uma possibilidade de não ter que comprar o vestido, não ser obrigado pelo irmão ter que comprar o vestido e não conseguir mais pegar com nenhuma garota. – Está bem, eu compro esse maldito vestido. Mas se você abrir esse bico falando do que sabe, também irei contar alguma coisa que sei de você.

– Você e esperto querido Uchiha. – Sorri satisfeita. Agora que terei um vestido da coleção mais maravilhosa, não vou precisar mais ter que contar nada. Há não ser que algo aconteça e terei que infelizmente falar. – Além disso, amanhã depois das aulas me encontre no portão as duas horas. Sem atrasos, e não se atreva fugir.

Mandei um beijinho no ar para ele. Ouvi um “Argh” saindo da boca dele. Sai novamente saltitando mega feliz por ter conseguido o que queria, ficar ainda mais quando estiver com a sacola em mãos. Ai Uchiha, que você nunca mais me provoque novamente. Ou terá sérios problemas. 


Notas Finais


Eai gostaram?
Sasuke esta encrencado com a Sakura sim ou claro? jasjajs
Será que rolou algo entre o Shika e a Tema?
Neji de olho na Ino, aiai

hahsahs Um grande beijo e até logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...