História Terrifying Eyes - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Vkook, Yoomin
Visualizações 5
Palavras 932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa pela demora...

Boa leitura ❤

Capítulo 4 - Olhos Penetrantes


Fanfic / Fanfiction Terrifying Eyes - Capítulo 4 - Olhos Penetrantes

        ~ No capítulo anterior ~

(...)foi quando eu vi que a parede tinha um desenho de uma porta pequena. Cheguei mais perto e empurrei, arregalei os olhos quando a parede se moveu.empurrei mais forte e ele se abriu mais, me abaixei e entrei.

Me surpreendi com o que havia dentro


---------------------- ------- -----------------------

                  


                 Jungkook on

Minhas narinas se preencheram com o cheiro forte de comida que saía daquele lugar,quase não se podia descrever o tanto de comida que havia ali. Entrei com cuidado e em silêncio, e vi um baixinho de costas mexendo em alguma coisa.

   - Olá?
Ele se virou para mim rápido, ele estava com uma vasilha com algo branco mexendo com uma colher. Ele tinha poucos cabelos,tinha olhos pequenos e nariz grande,suas roupas eram de cores variadas e estava com uma coisa pontuda na cabeça.
        - Olá
        - Quem é você?

Ele se movimentou tão rápido que quando pisquei ele estava na minha frente segurando minha mão.
     
        - Sou Marmaduke Scarlet, senhor Jungkook, o chefe de todos os chefes.- soltou minha mão e se distanciou de mim mexendo em outra coisa. Até ele sabe meu nome.
        - Então, foi você que deixou o leite e os biscoitos no meu quarto?
    - Aveia macia e fruta docinha sempre vira uma festinha.- ele disse não parando de mexer em várias panelas rapidamente, talvez rápido até demais.   - nesses últimos dias a minha criatividade voltou. - disse ele mais animado ainda, cortando cenouras e cebolas muito rápido.
  
    - sabe aquele cachorro que me trouxe aqui? Ele é muito assustador e juro que vi seus olhos ficarem vermelhos. - ele riu - não estou louco né? - ele riu novamente e se virou para mim,olhando nos meus olhos.
     - Você certamente não terminou de ler o livro. - antes que eu podesse ter alguma reação,ele sumiu.
  - Como sabe sobre o livro? - perguntei ainda o procurando.

 - Humrum

Ele fez barulho com a garganta chamando minha atenção.

Olhei pra o batente e vi ele ao redor de várias plantas, pelo que vi,estava colhendo morangos.
        - Como fez isso?
     - Pode cortar um pouco de cerefólio pra mim?
    - Ahn... eu não sei o que é um cerefole.
        - Tudo bem, eu pego. - e sumiu de novo.

Novamente mexia nas panelas. Fiquei o observando. Esse lugar está cada vez mais estranho, Primeiro aquela placa no começo, depois um cachorro com olhos vermelhos me trás a um cozinheiro que desaparece e aparece do nada. 

O que é esse lugar?   - Um pouco de mistério voltou a esse vale, para que tire suas perguntas sugiro que continue lendo o livro. - ele falou,me tirando dos meus pensamentos. Me entregando um prato com uma pedaço de torta. Assim que ia falar algo,fui interrompido por uma voz.

   - Jungkook! - Olhei e era o Jimin - vejo que não perdeu tempo de conhecê-lo, Marmaduke.
       - Claro,meu senhor, não perderia a chance.
       - Mais agora eu preciso roubar ele de você um instante. Venha aqui Jungkook.

Caminhei até ele, e saimos da cozinha.

   - Jin quer falar com você,ele está lá fora.

Quando cheguei lá,haviam dois cavalos meu tio estava subindo em um. Cheguei mais perto.

 - Olá Jungkook, porque não vamos dar uma volta de cavalo. Suponho que já tenha montado em um.
       - Sim. Uma vez. Com meu pai.
       - Ótimo vamos logo, temos que voltar antes de escurecer. Há,não se preocupe ele é um pouco arisco mais vai se acostumar.

Subi no cavalo, o que eu estava era branco com manchas marrons,seu pelo era macio. O do meu tio,era mais grande que o meu, era marrom conseguia ver um brilho em seu pelo.
No começo foi silêncio,antes não estava me incomodando,mais passou a ser pertubardor e acho que meu tio percebeu pois limpou a garganta e se pronunciou.
     
        - Seu pai era um grande homem.
        - É ele era
        - acho que você não se lembra,mas você vinha muitas vezes aqui. Você e Jimin brincavam o dia inteiro, eram agitados,até que... - ele parou de falar do nada, olhei para ele,estava sério.
        - o que aconteceu?
        - saberá em breve, ainda tem muito o que aprender.

Estávamos agora, ao redor de algumas casas, não eram grande coisas. Haviam pessoas trabalhando e crianças correndo, e ao redor disso haviam árvores.


               Ouvimos gritos


    - De novo não... Jungkook fique aqui. - ele saiu, galopando rápido no seu cavalo em direção aos gritos. Fiquei um tempo esperando , ouvi barulhos de galhos e olhei para o lado.

Os barulhos pararam. Continuei olhando,não sei se era alguém ou se era coisa da minha cabeça,mas podia jurar que estava vendo olhos. Olhando diretamente nos meus, seus olhos tinham uma cor que não conseguia decifrar, apesar da distância. Olhos nem piscavam,como se estivessem hipnotizados nos meus,assim como eu estava nos deles. 

  - Jungkook - olhei para frente e Jin estava vindo para perto de mim. Olhei novamente para o lugar,mais os olhos não estavam mais lá. - Você está bem? O que foi? - disse ele percebendo que eu ainda olhava fixamente para as árvores.

   - ah,não é nada. Eu estou bem. O que aconteceu?
       - Invasores,ultimamente eles tem entrado aqui com frequência. Não sei por que eles nunca tinham entrado aqui... Vamos já vai escurecer.

No quarto, não conseguia dormir. Por algum motivo não conseguia pensar em outra coisa a não ser aqueles olhos, não parava de pensar,de quem eram aqueles olhos? Por que estava me olhando? Porque eles não saiam da minha cabeça? Aqueles olhos penetrantes não saiam da minha cabeça.













      

"O que importa se você tem olhos verdes... se o vermelho dos meus refletem o verde da natureza..."







    
               
             


Notas Finais


Desculpa tbm pelo capítulo pequeno.
Semana corrida, e semana que vem prova...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...