História The Clandestine - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags Alien, Kpop, Twice, Ufo, Ufologia
Visualizações 12
Palavras 1.248
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá gente! Quanto tempo não apareço por aqui kkkk acho que já faziam 1 ano e meio desde a última vez que postei alguma coisa, bom, eu estava me cagando de medo por causa do enem, e esse ano eu fiz valendo, já viu o desespero né? kkkkk
Como já passou (Graças a Deus) resolvi voltar.
Aconteceu tanta coisa nesse tempo, alegria e tristeza, mas a vida continua...
Resolvi trazer uma história um pouco diferente, espero que gostem. (Não reparem se tiver erros ou coisas assim, estou um pouco sem prática, mas vamos lá).
Boa leitura ^-^

Capítulo 1 - A Viagem


Fanfic / Fanfiction The Clandestine - Capítulo 1 - A Viagem

O verão estava chegando, as férias haviam começado e muitas pessoas estavam deixando os grandes centros urbanos na tentativa de fugir do estresse e do caos. Por esse motivo 9 amigas decidem alugar um automóvel para viajar pelo interior do país, esse passeio já estava sendo planejado a meses, mas infelizmente nem tudo ocorreu como o planejado.

Jihyo era como uma espécie de líder para as outras meninas por ser inteligente e responsável, era sempre procurada para aconselhar e ajudar com problemas. Naquela manhã de sexta-feira, acordou cedo e foi buscar o ônibus no qual havia sido alugado por Tzuyu.

Tzuyu era a mais nova entre as meninas, entretanto era muito inteligente, ela é fã e costuma se dar muito bem com números, sempre tira as melhores notas em matemática, é tão boa que seus pais a pediam que fizesse as contas de suas dívidas todos os meses, por isso Tzuyu acabou adquirindo uma mania de economizar em tudo que podia.

- Tzuyu? Tzuyu? – Dizia Jihyo ao bater na porta da casa da amiga.

- Bom dia! Estou tão ansiosa para a nossa viajem que não consegui dormir direito nessa escuridão da minha casa – Respondia Tzuyu enquanto abria a porta.

- Faltou energia na sua casa?

- Não, mas minha lâmpada econômica que comprei no Wish ainda não chegou, a energia tá um absurdo, parece até que a usina foi comprada pela empresa da Jessica Jung, “Blanc & Eclare”

- Até hoje não consegui comprar nem um óculos dessa mulher...

As duas conversavam enquanto caminhavam para a garagem do ônibus que haviam alugado que ficava algumas quadras dali.

- Esse foi o ônibus que você alugou? – Jihyo pergunta espantada com a beleza do ônibus

- Claro que não, é esse de trás! – Tzuyu responde com um sorriso no rosto

- Essa lata velha? Tenho certeza que o dinheiro que juntamos dava para alugar esse aqui

- Dava mesmo, mas aquele é menor e mais barato, temos que guardar dinheiro, nunca se sabe

- Eu sabia que devia ter mandado a Chaeyoung alugar...

- Ela ia gastar todo nosso dinheiro comprando Kinder Ovo, a polícia tá quase pra bater na casa dela por causa das dívidas na C&A

Chaeyoung havia ganhado um cartão platina enganado, fez várias compras e ficou repleta de dívidas, agora ela compra e devolve, mas continua gastando muito muito dinheiro, já tem três recibos da Blanc & Eclare.

Um pouco triste, Jihyo entra na Kombi alugada, enquanto ver o glamoroso ônibus pela janela, indo na casa de cada uma que faltava para seguir na estrada. Chegando na primeira casa, Chaeyoung, Mina e Dahyun esperavam na frete da residência.

 Mina era um pouco calada, porém percebia tudo que estava acontecendo ao seu redor, diferente de Dahyun, seus pais a levaram no médico por achar que a filha falava mais do que o normal, falando até enquanto dormia.

Mais à frente, Nayeon, Jeongyeon e Sana esperavam ansiosas.

Nayeon é a mais religiosa do grupo, em seu pescoço havia um pingente de cruz e em sua mão uma bíblia sagrada cor de rosa, e sempre que podia falava do amor de Deus para suas coleguinhas.

Jeongyeon é a menina mais corajosa que todas já tinham visto, adorava esportes radicais e ação, ela não tem medo de nada, bom, isso é o que ela diz, mas a única coisa que tem pavor, esconde de todos.

Sana é muito divertida e alegre, um pouco desastrada, mas anima o grupo sempre que pode, porém é muito ingênua e costuma ser enganada com frequência, além de seu grande pensamento um pouco peculiar.

- Pronto, já estão todas aqui, então podemos ir – Dizia Jihyo acelerando aquela lata velha

- Calma! Você não vai esperar a Momo? – Perguntava Sana enquanto se sentava

- Quem? Ah sim, ela disse que não ia porque... – Enquanto Jihyo falava Momo aparece batendo na porta.

- Estou pronta! – Falava Momo muito animada enquanto tentava segurar todas as suas malas

- Pra quê tudo isso? É uma semana só!

- Temos que está sempre preparada!

Jihyo e Momo não se davam muito bem, apesar da velha amizade elas brigavam quase toda hora, as duas se conheceram enquanto brigavam na lanchonete da escola, já que uma alegava que a outra furava a fila.

Momo era fã de moda, comprava todo mês revistas que a Tzuyu nem imagina a quantidade de impostos aplicados em algumas páginas de papel, comprava muitas roupas e maquiagem, seu sonho era ser uma modelo Victoria’s Secret.

A Kombi era tão pequena que se as meninas não fossem magras teriam que ir de portas abertas igual ônibus em dia de greve, mesmo assim parecia uma lata de sardinha, além do barulho alto o calor era o pior. A temperatura do dia estava em torno dos trinta e quatro graus, e com as janelas enterradas, estavam abertas pela metade que fazia com que as meninas brigassem pela janela.

O pior ainda estava por vim, um acidente de carro na estrada gerou um enorme engarrafamento, fazendo com que ficassem alí por horas.

Depois do sufoco, os carros na estrada começavam a desaparecer aos poucos, restando somente a pequena Kombi na rodovia.

- Eu não acredito! – Dizia Jihyo indignada no volante

- O que foi? – Tzuyu pergunta no mesmo momento em que a Kombi para bruscamente, fazendo com que todas caíssem em cima das outras.

- Essa porcaria parou de funcionar! Se tivesse alugado aquela belezura isso não iria ter acontecido!

- Calma gente, vamos esperar um carro passar para nos ajudar – Falou Mina enquanto tirava Sana de cima

- Vão pensar que a gente é prostituta, tá doida? – Responde Momo se levantando

- A única que tem cara de vadia aqui é tu! – Fala Jihyo enquanto rir

- Se você sair vão pensar que o instituto butantan deixou as cobras caírem do caminhão

- PAREM! O jeito é ir andando até o posto mais próximo pedir ajuda! – Jeongyeon batia no ombro das duas

- Duas de nós pode ir, mas quem? – Perguntava Chaeyoung

- Vamos fazer um sorteio! – Dahyun pegava papel e caneta

- Momo e... Jihyo!

- VOCÊS ESTÃO DE PALHAÇADA COM A MINHA CARA NÉ? – Jihyo se exalta enquanto sai da Kombi ao lado de Momo

- Vou orar por vocês! Vão com Deus! – Nayeon acenava para as duas que se afastavam da Kombi.

- O que é isso? – Jihyo olhava curiosa enquanto Momo tirava algo da bolsa

- É uma máscara de alienígena! Olha! – Momo colocava a máscara enquanto caminhava.

- Você é ridícula mesmo!

- Você que não sabe brincar

O sol já estava indo embora e começava a escurecer, até que um raio de luz cruzava o céu, as cores eram rosa, lilás e azul, pensando que fosse uma estrela cadente, as meninas ficam encantadas enquanto caminhavam até o posto mais próximo, até que ouvem um barulho de explosão no local onde o raio terminava.

As duas decidem ver o que era subindo um pequeno morro ao lado da estrada de onde havia vindo o som, e quando se aproximaram sentiram um forte cheiro de enxofre e uma forte claridade no local da explosão. Do nada uma sombra começa a surgir no meio da claridade com uma forma meio esquisita.

- MOMO! PARA DE GRAÇA! EU SEI QUE É VOCÊ! – Grita Jihyo revoltada

- Amiga, eu estou aqui! – Cutuca Momo as costas da mais nova

- Então quem é que...

As duas começam a gritar desesperadamente ao ver a sombra se aproximar cada vez mais.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, eu vou tentar não demorar pra atualizar, porque mesmo me livrando do enem ainda tem a escola.
Continuem acompanhando a fic e não esqueça de comentar se gostou!
Bye Bye ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...