História The coffee - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Bangtan, Menção Minho, Menção Namjoon, Menção Seokjin, Menção Taemin, Menção Yugyeom, Sobi, Sope, Yoonseok
Visualizações 4
Palavras 771
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amigas, olha quem postou algo!!

Preciso terminar as minhas mas eu não me controlo e acabo criando outras, pq é a vida de quem não faz merda nenhuma em casa. Já tem alguns capítulos prontos

O primeiro cap eu dedico pra gab e pra lele que leram isso e pediram pra mim postar.

Talvez a fic seja curta ou não, não sei ainda.

Até as notas finais, espero que gostem.

Capítulo 1 - In daegu for gwangju


Era uma noite fria, como foram às últimas duas semanas. Andava nas ruas de Gwangju, me encolhendo mais no meu casaco. Eu já estava acostumado com frio, em minha cidade natal era comum esfriar quase todos os dias. Levo em conta as mudanças da estação, pois estávamos saindo do verão e passando para o outono e é comum o tempo oscilar por pelo menos duas à três semanas.

Sentia falta de andar pelas ruas de Daegu, da minha casa, do papai e do meu irmão. Viemos apenas, mamãe, eu e Holly. Estava ocorrendo à mudança do restaurante de nossa família e como mamãe sentia falta de sua cidade, decidiu mudar para lá.

Daqui algumas semanas papai e meu Kyunghoon iriam vir para cá. Como viemos resolver coisas dos restaurantes, eu não conheci toda a cidade e por ser minha nova casa, decidi andar pelas ruas. Passei na frente de uma confeitaria, onde da porta senti um cheiro maravilhoso de café e não tive como resistir.

Sentei-me em uma das únicas mesas vagas que possuíam lá dentro, já que ninguém tinha coragem de sentar lá fora. Peguei meu celular para avisar minha mãe que eu estava em uma confeitaria e pedi para ela me encontrar lá, pois assim como eu, a mesma não havia comido nada desde manhã. Assim que terminei de falar com ela, um rapaz me olhava, esperando eu finalizar minhas coisas. Ao olhar para cima, ele sorria docemente.

–  Olá senhor, sou Hoseok e hoje irei lhe servir. O que irá desejar? –  Perguntou o rapaz sorrindo, não pude deixar de reparar nos detalhes de seu rosto, como seus olhos fechavam adoravelmente ao sorrir, como seus dentes eram completamente branquinhos e retinhos, na sua pele bronzeada que dava um destaque em si e em seus cabelos castanhos, repartidos e alguns fios caindo sobre seus olhos. E claro não deixei de reparar a bela gargantilha que o mesmo usava, com um pingente do qual não consegui reconhecer. Acho que estava olhando por horas, pois o mesmo me encarava com o olhar preocupado e um pouco envergonhado. –  Senhor? Está tudo bem?

–  Oh, sim? –  saiu mais como uma pergunta do que como afirmação, apenas balancei a cabeça e continuei. – Me perdoe, é um prazer Hoseok. Meu nome é  Yoongi, então me chame só pelo nome. Eu estou muito novo para ser chamado de senhor. –  Dei uma leve risada e o mesmo me acompanhou. –  Bom, eu desejo saber o que você me indica.

–  Bom.. - Disse mordendo o lábio como se pensasse e eu jurava que estava no paraíso com esta visão. –  Nós temos o café expresso que é muito forte, temos um tradicional que é doce e temos um que sai bastante, que é com chantilly, que particularmente é o meu favorito.  –  Falou sorrindo e eu não consegui não sorrir junto.

–  E para comer?

–  Temos um bolo que o dono da confeitaria aprendeu quando foi ao Brasil, que é um bolo de fubá cremoso e tem um dos clássicos que é morango com caldas vermelhas e um clássico de floresta negra. E eu infelizmente não tenho um favorito, pois amo os três.

–  Então vou querer o café com chantilly e um deste bolo brasileiro. –  Respondi e pisquei para ele. O mesmo concordou e foi até o balcão fazer o pedido.

Como estava cheio demorou um pouco meu pedido e ao chegar, minha mãe havia chego junto. Pediu um café expresso e ficamos conversando. Mamãe comeu quase que meu bolo inteiro e fiquei muito bravo já que eu estava com muita fome e ela apenas rindo da minha cara.

Antes de fechar a conta, ela foi ao banheiro e me deixou a sós com o Hoseok, ou como eu o apelidei de o garoto solzinho.

– Bom, o café estava uma delicia e o bolo eu não sei já que minha mãe devorou quase tudo.. Tem como pedir pra viagem? – Falava com frustração na voz e um pouco de vergonha.

–  Claro, vou pedir e já trago a conta. –  Ele saiu e não demorou nem 5 minutos direito. –  Aqui está, tem dois pedaços, mas olha, é por minha conta. – Sua voz denunciava a timidez e o receio de ouvir algum comentário cruel.

– Só irei aceitar se me passar seu número e me falar que amanhã estará aqui novamente. Eu preciso de um guia turístico e uma confeitaria para matar minha fome.

Hoseok pegou meu celular e me deu o dele para trocarmos telefone. Paguei a conta e me levantei seguindo para a rua com minha mãe, enquanto ela agradecia pelo café eu apenas olhava naqueles olhos que fiz questão de olhar mais uma vez, antes de sair.

 


Notas Finais


espero que gostem e não esqueçam de comentar o que acharam. até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...