História The dark of dreams - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~whylassies

Visualizações 30
Palavras 1.740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Chegamossss com capítulo novinho para vocês como a outra prometeu! Espero que gostem, e sério, eu ri muito. Comentários são legais rs ♡

Capítulo 10 - How are you?


Fanfic / Fanfiction The dark of dreams - Capítulo 10 - How are you?

POV. SELENA GOMEZ


 Entro na cozinha e vejo Niall cozinhando algo, ele com certeza deve ter uma lombriga de estimação no estômago, pois ele come demais..


 - E aí, Sel - diz animado, Niall sendo Niall.

 

 - Oi, o que está fazendo? - digo retirando as tampas das panelas, sentindo um aroma delicioso entrar em minhas narinas.


 - Macarronada. Você gosta? - diz fazendo algo indescritível nos armários.


 - Macarronada no meio da tarde, Niall? - digo gargalhando e o mesmo me olha com certa raiva enquanto finalizava seu almoço ou talvez sua janta - Niall, só o Harry tem luna? - digo por impulso, talvez tenha pensado alto, mas a pergunta já havia sido feita.


 - Bem... Não sei os outros, mas eu com certeza não tenho uma - Niall para e me olha, por que?? - Selena, eu sou gay - diz pegando seu prato e se retirando da cozinha, eu estava realmente surpresa, nunca imaginaria isso. - VOCÊ VAI ME DEIXAR SOZINHO? - Niall berra e eu dou uma breve gargalhada. 

 Saio da cozinha e sigo seus passos até a sala e sento ao seu lado no sofá. Logo o mesmo liga a TV e começa a buscar alguma programa bom para vermos, de um jeito um tanto quanto lento. No meio de alguns canais, ele passa por um que jurei ter visto um rosto que não era desconhecido por mim.


 - VOLTA - grito e Niall me olha assustado, mas logo volta receoso e reconheço que era... meu PAI?!


"Minha querida garotinha foi sequestrada e filho de Jordan foi morto a sangue frio. Já estamos a procura dos culpados e..."


 Antes que meu pai terminasse o que havia dito, Niall rapidamente desliga a televisão.


 - Espera aí, eu estava vendo - digo, incrédula pelo fato de o mesmo me ignorar - Quem o matou? Ele não merecia isso..


 - Selena, calma, eu não sei quem o matou.. mas por que tanto interesse nesse garoto? - diz com ar de curioso.


 - É Gomez, conte para nós por que tanto interesse? - Ouço aquela voz rouca que me fez estremecer em surpresa, quando viro vejo Harry de braços cruzados me olhando de cima a baixo.


 - Escutar a conversa dos outros é feio, sabia? - tento buscar a melhor forma de tentar sair daquele assunto. Porém Harry continuava me olhando sério.


 - Não pude evitar quando ouvi MINHA garota falando de outro rapaz, tive que vir ouvir esse belo assunto - Harry me olhava ainda e tinha o diálogo calmo, ainda bem..


 - Eu só estou querendo saber por que mataram ele, o mesmo nunca fez mal à ninguém e com certeza teria um futuro brilhante - relato, ainda processando o que havia acontecido com Zedd.


 - Quem se importa que ele morreu? - Harry da de ombros em um tom frio, o olho incrédula por ter ouvido tais palavras saírem de sua boca. Às vezes Harry é tão egoísta, hipócrita e frio que me deixa assustada. 

Dou as costas para ele, indo em direção ao "nosso" quarto. Se ele quisesse discutir, não seria ali, muito menos perto de Niall. Sinto um puxão nada amigável em meu braço, quando me viro dou de cara com o rosto irritado de Harry, sinto sua respiração contra meu rosto e então vejo seus olhos mudarem de cor, logo o mesmo me solta e se afasta.


 - Vai ficar irritada? Se você era apaixonadinha pelo playboyzinho, por que não casou com ele? - Harry diz, talvez ele tivesse dito por impulso ou por estar nervoso. Mas e daí? Eu jurei que não iria mais dar satisfações ao mesmo. Eu também já estava nervosa, então foi nesse momento que não medi palavras e estourei. 

 

 - Talvez, só talvez, se você não tivesse entrado na merda daquela festa e me sequestrado, eu estaria casada sim com ele e nada disso iria ter acontecido - entro em mais um de seus joguinhos. Harry não disse mais nada, apesar do seu semblante sério, vejo mágoa em seus olhos.

 Harry apenas se vira e sai subindo as escadas praticamente correndo e consigo ouvir seus passo no andar de cima, logo ouço a porta de seu quarto bater com força, escuto também um grito seu enfurecido e coisas sendo quebradas.


 - Ou, o clima esquentou tanto por aqui que eu quase chamei a Elsa pra fazer um Let it Go - Niall disse divertido.


  - Eu vi mágoa em seus olhos, vi angústia e talvez arrependimento - digo colocando o rosto em minhas mãos me dando conta da burrada que fiz.


 - Você viu isso tudo em só um olhar? - Niall volta no assunto e apenas ignoro.


 - Niall, ele não irá me perdoar.. - digo o olhando, que agora tinha um sorriso em seus lábios, lá vem coisa..


 - Ah vai, ah se vai - Niall diz com ar travesso, já tinha a certeza que ele iria aprontar, o conheço.

Ele se apressa, pegando em minha mão logo em seguida e me puxando escada à cima. Niall vai em direção ao quarto de Ariana, abrindo a porta com certa força, fazendo a mesma dar um pulo da cama e gritar de susto.

 

 - MEU DEUS, NIALL - ela grita e dou uma leve risada - QUE SUSTO. O QUE VOCÊS QUEREM AQUI?


 - Nossa amiga aqui precisa de ajuda - Niall diz e Ariana agora prendeu sua atenção em mim.


 - O que tu fez, nega do Harry? - antes que pudesse responder, Niall contou toda a história - Senta aí - Ariana apontou para a cama como ordem.


 - Mas.. - novamente Niall não me deixou falar, ele colocou suas mãos no meu ombro me impulsionando a sentar na cama.

 Ariana fez inúmeras coisas em mim e passou diversas coisas em meu rosto - Prontinho, veja como ficou - a mesma diz e apenas assinto procurando o espelho mais perto. Vou ao banheiro e me vejo no espelho dali mesmo. Uau... Não é que ela sabe das coisas? Logo ela aparece atrás de mim e me viro dando de cara com uma lingerie vermelha com detalhes pretos.


- Vista isso - ela me entrega, logo coloco e saio do banheiro confusa e desconfortável com a presença deles ali comigo daquele jeito.


 - Como Harry vai me perdoar mesmo? - perguntei confusa. Recebendo olhares dos dois, certamente satisfeitos com o trabalho e minhas bochechas queimam.


 - Selena, Harry é um lobisomen, ele está sempre no cio, então.. dê para ele o que ele mais gosta - Niall diz como se fosse fácil 


 - Agrade seu lobo - Ariana finaliza sorrindo, aquilo parecia loucura.


 - Então o que faço? - pergunto ainda confusa, o que eu iria fazer?


 - Seduza ele, vai que é teu, Selena - Niall diz e assinto nervosa, coloco um roupão e saio do quarto, indo em direção ao quarto de Harry.

Eu realmente não sabia o que fazer, minha vida amorosa não era lá grande coisa. Eu queria tirar aquilo do meu corpo, eu me sentia nua, mas se esse era o plano, eu iria pensar em algo. 

O nervosismo tomava conta de mim, quando reparei eu já havia passado pelo corredor até o final do mesmo, onde o quarto dele se encontrava. Levo minha mão à maçaneta, já sentindo o forte e delicioso aroma do perfume de Harry. Meu subconsciente dizia que era errado, mas admito, eu queria.. muito.

 Quando abro a porta logo vejo Harry sentado cabisbaixo na ponta da cama, sua atenção se foca em mim, e o mesmo me olha sem entender. Caminho e fecho a porta, me dando conta da vergonha alheia que estou passando. 

Já havia se passado alguns longos segundos ali parada, então resolvi me soltar e tirar aquele roupão. Bom, tentando ser... sensual?? Sim, isso é mesmo estranho. 

 Harry olhava atento a cada movimento meu, aquilo me deixava cada vez mais nervosa. 

 Decido colocar alguma música lenta pra não ter que ficar ali sem nada. Logo dou play em qualquer tipo de música relaxante pro momento e tento mexer meu corpo ao favor do ritmo. Balanço meus quadris e não sei onde meter minhas mãos, eu estava pagando mico, eu tinha certeza. Harry continuava com semblante indescritível, então eu continuava. 

Tentei passar as mãos devagar pelo meu corpo e Harry deu sinal de algo. Mas não do jeito que eu queria.


 - Cê tá bem? - ele diz em um breve riso, DROGA. EU VOU MATAR AQUELES DOIS. ONDE EU METO MINHA CARA? 


- EU NUNCA MAIS FAÇO ISSO - digo correndo até o banheiro e fechando a porta com força, o que eu pensava que estava fazendo?


 - PERA AÍ, SELENA - Harry correu mas antes de me alcançar eu já estava lá dentro, me culpando de ser besta.

 Logo dois pares de mãos tocam minha cintura e me viram... espera? DROGA, EU ESQUECI DE TRANCAR A PORTA, MERDA, MERDA, MERDA!

Antes que eu possa recuar, Harry beija meu pescoço e traça um caminho de beijos até meu ouvido, me fazendo arrepiar com esse contato. Ele agarra minha cintura com força, me fazendo arfar por mais


 - Porra, você está fodidamente linda, babe - ele sussurra em meu ouvido o mordendo em seguida, aquela voz rouca e cada toque seu me deixa desnorteada. 

Harry logo procura por minha boca e como permissão e necessidade, dou passagem para sua língua, logo recebendo um beijo sedento. 

 Harry me colocou na pia, pouco me importei com o lugar, eu precisava de mais, algo dentro de mim.. Não sei, ansiava com que eu o.. atacasse?

 Entrelacei minhas pernas em sua cintura, logo paramos o beijo a procura de ar, mas as mãos de Harry continuavam passando agilmente pelo meu corpo, seus beijos foram novamente ao meu pescoço e elevei a mão até seus cabelos os puxando mais contra mim, Harry fez o mesmo, mas puxando meu corpo cada vez mais contra o seu. 

Mas quando meus olhos e de Harry se encontraram o mesmo parou e me olhou confuso, logo esquivando-se de mim e recuando, batendo as costas na porta. Seus olhos fecharam com força e e ele colocou a mão nos mesmos.


 - Harry? - fui até ele e segurei seus braços quando percebi que ele iria cair - O que aconteceu? 

 

 - Não sei.. melhor pararmos por aqui - Harry abre a porta e sai do banheiro me deixando ali, totalmente perdida em meus pensamentos. 

O que eu fiz?


Notas Finais


Cê tá bem?
Amores, lembrando que cada detalhe que vocês não souberem é bom ir pegando e tentando descobrir cof cof
Tudo aqui é feito pra vocês descobrirem os "enigmas", então é isso aí.
E POXA HARRY TU NÃO COLABORA...

Ps; Não há prévia de entrega do capítulo novo.

xoxo [email protected]


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...