História The Good Blood! - Subaru, Ayato e Shu. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Ação, Aventura, Ayato Sakamaki, Diabolik Lovers, Mistério, Shuu Sakamaki, Subaru Sakamaki
Visualizações 32
Palavras 1.651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Luta, Mistério, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OIE AMORES MAIS UM PARA VOCÊS! AGORA VAI SER MUITO MAIS RÁPIDO DE MANDAR OS CAPÍTULOS EBAAAA
BOA LEITURA❤

Capítulo 9 - Eu também te amo Subaru-kun...


Fanfic / Fanfiction The Good Blood! - Subaru, Ayato e Shu. - Capítulo 9 - Eu também te amo Subaru-kun...

... ♡NARRADORA ON♡

Tempo antes de Izabbella receber a 2 voz, Manuh também ficou inconsciente, Ayato fez de tudo para que ela pudesse voltar a si, ele não estava entendendo os sentimentos que ele estava sentindo, pelo fato dele sentir nunca antes, é como se fosse o último dia que ele iria ver a garota de cabelos negros. Ele leva a pequena para enfermaria, mas o doutor disse que era falta de repouso então a deixou na maca com a observação de Ayato. Ela acorda pouco a pouco e Ayato anda de um lado para o outro preocupado.

Manuh: Humm.????

Ayato: !!!!! * olha ela *

Manuh: A-Aya--- Ah!!!! *põe a mão na cabeça*

Ele corre atrás de uma bolsa de gelo e leva até a ela.

Ayato: não se esforce,.... Eu fiquei aqui com você todo esse tempo, deve me agradecer.

Ela se senta e junta as duas mãos e olha para as mesmas pensando quem poderia causar tanta dor a ela já que não tinha esse sentimento a muito tempo.

Manuh: obrigada Ayato, por me..... ajudar e se preocupar.

Ayato: ......(que frase morta)......

Aquela voz, grudou em seu cérebro, aquela voz nojenta e provocativa que causa ânsia de vômito na Manuh que logo a tem lembrando da voz feminina, ela põe a mão na boca e sente suas presas, ela entra em desespero e a 1° coisa em mente é se Ayato houvesse descoberto seu segredo, ele lhe estente um balde e ela libera todo aquele rancor que aquela voz havia abandonado nela.

Ayato: você esta mal em, vai !!! Me conta o que aconteceu aconteceu.

Manuh: *olha nos olhos dele* eu.... ouvi uma voz feminina na minha mente e parecia que estava me derretendo internamente uma voz nojenta e perturbante.

Ayato: *sussurro* ......minha mãe.... Cordelia?

Manuh: Cordelia? Esse é o nome dela?

Ayato: apenas relaxe, volto na Sexta aula para te buscar.

Manuh: qual é a aula de agora ?

Ayato: 4° aula.

Manuh: fiquei muito tempo desacordada*fala para si mesma*

Ele sai balançando a cabeça positivamente para Laito que estava do outro lado do corredor com os braços cruzados e por incrível que pareça ele estava sério.

Ayato: ela esta planejando voltar.

Laito: ou pelo menos, tentando voltar. E se ela voltar o que faremos? Não podemos matar a Emanoele.

Ayato: nem vai valer a pena*cora um pouco*, e.... ela é diferente, sinto isso. Seu cheiro não é nada comparado aos dos outros. Izabbella também tem esse cheiro só que muito denso para mim.

Laito: ~AW !!!! Só de falar perco toda minha seriedade, a que eu quase não tenho. Um dia aquele corpo vai ser estudado por mim~NFU...

Ayato: temos que dar um jeito de elas nos dizer a verdade sem desconfiaram.

Laito: percebi que Izabbella é bem próxima ao Subaru, se convercermos ele, ele pode fazer o segundo trabalho para nós.

Ayato: boa ideia Laito, creio que Manuh irá ser mais difícil, então está resolvido, temos que arrumar um tempo para conversar a sos com ele e f----...

Um barulho grande veio do quarto de enfermagem seria Manuh a tentar se levantar, e acabou derrubando uma caixa de ferramentas no chão.

Manuh:  ... AH !!! Aya----

Manuh interrompeu a si mesma pensando que estava dependendo muito de Ayato, isso a deixou furiosa pelo fato de não conseguir resolver suas coisas sozinha, ela dá 1, 2, 3 passos lentos e suas pernas doem, no 4° passo ela desiste e larga o orgulho para poder ser ajudada mais uma vez, ela grita por ajuda quase caída no chão.

Manuh: Ayato !!! Eu preciso de você!!!

Ele corre até ela ansioso e Laito vem logo atrás, eles veem a situação da moça com as pernas moles e cambaleantes, Ayato a levanta e a poe na maca e Laito poe uma bolsa de gelo em sua testa e vai embora pensativo, e incrivelmente sério. (Com um ar de preocupação)

♡IZABBELLA ON♡

Subaru se preocupou tanto comigo e agora esta assim comigo e não fala nada desde daquela pergunta estranha, não olha para mim e nada, agora mesmo estamos na sala eu no sofá maior e ele em uma poltrona de olhos fechados e as mãos atrás da cabeça tonificando seus músculos, desse jeito eu não aguento Subaru!

Bella: T-tem como parar de fazer isso?

Subaru: Isso o que tola?

Bella:  exibir-se para mim?

Subaru: Estou te seduzindo é?

Bella: eu n-não disse isso !

Subaru: eu sem camisa e você babando e tendo pensamentos lascivos comigo (lascivo: desejo sexual) he he, você está rosa é??

Ele abre seus lindos olhos vermelhos como chamas acesas que me deixa desleixada e meus pensamentos embaralhados, ele se espreguiça e me encara com olhos calmos, ele olha em direção as minha pernas e fica um pouco vermelho, ele sobe o olhar até meus seios e acaba por a mão no rosto para esconder suas ações. Eu envergonhada subo minhas pernas ao sofá abraçando meus joelhos vermelha, ele muda sua expressão para valentão, já sei como seu comportamento funciona meu querido Subaru Sakamaki, você ataca só quando a outra pessoa tem uma atitude inferior a você, estou escondendo minhas presas a muito tempo minha boca esta começando a doer. Ele põe as mãos em cima do sofá onde estou na minha frente me fazendo ficar de cara com seu corpo e me olha divertido, ele me olha de um jeito que meu lado vampira fica furiosa, quem ele pensa que é para fazer essas coisas comigo?? Mas meu lado de mulher fica derretido com ele, seu jeito, seu modo de falar (por mais que seja machão de mais as vezes), seu rosto corado, seus cabelos, sua pele, seu tudo me encanta, mas ele só pensa que me intimida, tomara que essa missão da Porsha acabe logo. Ele coloca a mão em meu rosto que ocupa metade do mesmo, essas mãos grandes e macias, ele trás o dedo indicador até meu queixo me fazendo fechar um pouco os olhos ele olha minha expressão doce e cora e da um sorriso muito lindo.

Bella: Suba-kun.... Seu sorriso é lindo*sorri boba*

Subaru: *vermelho* você acha?

Bella: acho que você devia mostra-los mais vezes.

Subaru: talvez, hehe, como você consegue fazer isso comigo?

Bella: sinceramente não sei senhor Sakamaki.

Ele me olha rosado e atencioso ele me deita o sofá e fica por cima de mim me deixando com os braços ao lado da cabeça, só que ele não as segura ele me deixa livre e passa a ponta do nariz em meu pescoço me da arrepios nas costas, ele vai me morder, eu respiro um pouco forte com sua ação ele passa uma mão na minha cintura e a outra sustenta seu peso, ele lambe pouco embaixo da minha orelha e da leves beijos em meu pescoço, ele esta sendo doce comigo, quando ele vai me morder ele para e levanta a cabeça e me olha derrotado.

Subaru: *vemelho* Não consigo te morder, sua pele, albina, macia, cheirosa, seu corpo eu não consigo ferir você agora, agora por enquanto, você tem muita sorte sabia, estou tendo piedade.

Bella: *abre os olhos devagar* Suba-kun..............*voz lenta*

Subaru: tsc.... para de me chamar assim sua garota tola, vou fazer você parar de me chamar assim.....*cora*

Bella: Humm??

Ele cela nossos lábios num selinho, como ele consegue me expor assim?? E além do mais eu nunca beijei nenhum homem antes, na verdade eu nunca tive um relacionamento com alguém sempre tive medo, mas seus lábios ligeiramente maiores que os meus me acalma me dá o tender de ser livre finalmente, seus toques suaves e charmosos, eu não sei como me expressar nessas condições eu me sinto transparente em sua presença.

Bella: ...Nn..Hmn... *sussurra lentamente* Subaru.......kun...

Subaru: ....seus lábios são virgens, hehe, nunca beijou alguém.

Bella: Ahn?! C-como...

Subaru: haa, é fácil um homem identificar isso Bella, você não forçou seus seus lábios com os meus, ou você é BV ou você é inocente no beijo assim.

Bella: Eu acho que eu sou os dois então. 

Subaru: BV você não é mais he He.

Bella: Humm!! É parece que s-sim.

Subaru: deixe que eu te guie, só fique com a boca pouco aberta que eu vou te ensinar.

Ele me beija docemente e abre a boca e sua língua pede para entrar, eu a recebo e sinto ele dar um sorriso no meio do beijo, ele começa a me beijar com vontade e me levanta fazendo eu sentar em seu colo e me agarra pela cintura como se não quisesse que eu fosse embora ou me afastasse, e agora eu me pego pensando, ..... eu o amo.....

Subaru: com isso não quero que ninguém tome você de mim, mesmo se você amar o Reiji ou algum outro irmão meu, e se algum deles te tocar eu irei mata-lo, tirar órgão por órgão, você é minha, não tente fugir de mim*ofegante**aperta ela*

Bella: Ahn! Subaru!! *arranha o pescoço dele pelo impacto*

Subaru: OHN! está doendo é He He, sabe que eu não estou sentindo nada*olha ela com lágrimas nos olhos* .....tsc....*afroxa os braços que está em volta dela* sabia que eu protejo assim apenas as pessoas que amo...*cora*

Bella: Aan--- *deita em seu ombro* eu, também te amo.

Subaru: Isso significa que*vermelho* estamos namorando, sem discussão sua tola!

Bella: quem disse que eu vou discutir *risos*

Subaru: *sorriso*

Eu sinto de repente uma dor chegar novamente em minha cabeça e faz zumbidos, tem gritos finos pedindo para sair e barulho de portões de jaulas.

Bella: AH!!! AH!!!! SAI *CHORA* DÓI!!!

Subaru: aquela voz de novo?

Bella: S-sim ! *põe as mãos nos ouvidos*

Ele levanta e me pega no colo e me leva até seu quarto que invés de uma cama tem um caixão, ele me põe ali enquanto choro de dor e sofrimento, me corpo não consegue se livrar disso, ele olha o relógio várias vezes, provavelmente pedindo para que o tempo passasse mais rápido para os seus irmãos chegarem para poder ajuda-lo.

CONTINUA....


Notas Finais


ESPERO QUE TENHAM GOSTADO.
~AYATO: EMANOELLE EU PROIBO VOCÊ DE MORRER~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...