História The House Of Vampires — Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Jeon Jungkook, Jungkook
Visualizações 27
Palavras 508
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 2; Atuação.


Fanfic / Fanfiction The House Of Vampires — Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 2 - Capítulo 2; Atuação.


— Não sei se toda aquela atuação pode convencer eles, acho que podiam sentir que seu medo não era presente de verdade. 


— Jungkook, eu estou aqui só por causa de você. Você que planejou tudo isso, aliás não esperava que você vivesse num local tão grande e isolado. Aliás, eu estava com medo sim, seu irmão, Namjoon e Taehyung, são assustadores. — Ri. 


— Você não sabe muitas coisas sobre mim. 


— Era de se esperar que você escondesse as coisas de mim. Oh, você tem uma família grande. 


— Vamos deixar isso de lado, e irmos ao que interessa logo. — Senti um arrepiou com sua respiração em meu pescoço. — Você está aqui por muitos motivos, você não faz ideia de quantos são eles. — Seus lábios encontraram minha pele, beijando-a e deixando chupões. 


— Jungkookie, podemos deixar isso para um pouquinho mais tarde. — Segurou meu pulso, me virando de frente e me prensando na parede. 


— Ela consegue nos esperar um pouquinho. 


Atacou meus lábios, dando mordidinhas no lábio inferior, beijando-me como nunca. Suas mãos foram para baixo da minha camiseta, acariciando meu abdômen e apertando minha cintura de forma possessiva. 

Gemi durante o beijo, ao sentir suas mãos apertarem meus seios. Nos separamos por falta de ar, encarando um ao outro. 


— Jungkookie... — Gemi, e isso foi o suficiente para o mesmo caminhar até a cama, ainda comigo em seu colo. Me colocou na cama com calma, descendo beijos pelo meu pescoço e abrindo os botões da blusa que usava, a jogando em qualquer canto do quarto. Puxou meu short, o retirando. — Jung...


— Shhhh. — Beijou meu abdômen, descendo para minha intimidade e tirando a última peça de roupa com os dentes. Começou a me estimular com os dedos, me fazendo gemer surpresa. — Eu não quero ouvir nenhum gemido! — Mordi meu lábio inferior, tentando não gemer e me controlando para não me mover. O mesmo parou, retirando suas roupas. Me virou de lado, me penetrando sem aviso e desferindo um tapa ao gemer alto. — Tão apertadinha. — Murmurrou, se mechendo devagar. 


— Jungko... — Se moveu com força, me interrompendo e desferindo outro tapa em minha coxa me fazendo gritar.


— Eu quero lhe ouvir gritar agora. — Beijou minhas costas, acariciando as marcas avermelhadas em minhas coxas, as apertando. 


— Jungkookie, mais rápido. 


— O que? — Começou a se mover lento, cada vez mais lento. — Eu não lhe ouvi, pequena. 


— Por favor, por favor (...) — Continuei, ouvindo seu gemido baixo e o sentindo cada vez mais lento. — Por favor, mais rápido, Jungkookie. — O implorei, com certa manhosidade. O mesmo começou a se mover rápido, gemendo baixo e escutando meus gemidos altos e o som da cama. Em pouco tempo chegamos ao ápice, caindo cansados e suados na cama, com a respiração ofegante.


— Durma ___, verificarei se Scarlett está bem, irei sair por um tempinho, volto pela manhã. — Beijou-me com carinho, me tapando com o edredom e arrumando o meu cabelo.  






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...