História The Last Bullet - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Arma, Bangtan, Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Kim, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoong, Namjoon, Park Jimin, Romance
Visualizações 20
Palavras 1.404
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ele me enche de certezas e depois me cobre de dúvidas.
50 Tons de Cinza.


Existe varios sentidos para essa frase, você escolhe qual será o melhor .

Desculpem por esta curto, no proximo sera recompensado

Capítulo 27 - Porque não?


Fanfic / Fanfiction The Last Bullet - Capítulo 27 - Porque não?

Anna P.O.V

 

 

Acordei sentindo meu corpo  dolorido, me sentindo bastante cansada, percebi que tinha alguem comigo no quarto e pra minha surpresa realmente tinha, não era Namjoon e sim Jay Park. Ele estava sentado em uma cadeira proximo a minha cama...... minha cabeça esta latejando . Me forcei a levantar, quase vai, pelo menos consegui sentar na cama

 

-Não se esforça, fica deitada

 

Jay Park se aproximou de mim, parecia preocupado, o que me deixou confusa

 

-Porque esta aqui?

-Estou preocupado com você

-Serio?

 

Não consegui deixar de ser irônica

 

-Sim, muito serio- ele respirou fundo- me desculpa pelo que aconteceu naquele dia, eu realmente estava chateado, mas não deveria ter feito aquilo com você

-Não tenho nada haver com os seus problemas, mas mesmo assim, você não tem direito algum de me machucar como você fez

-Será que não entende que eu também estava com ciumes de você

-Não tem por que

-Tem sim, saber que esse cara ta tirando de mim, me deixa puto da vida

-Ele não esta me tirando de ninguem, muito menos de você

-Esta sim, saimos juntos, estavamos nos entendendo e do nada ele volta do inferno pra te afastar de mim

-Ja chega- falei alto - ele não voltou do inferno, ele não me tirou de ninguem, chega disso

 

 

Ele me olhava serio, estava cansada de tudo , disso principalmente, essa conversa não chegaria a lugar nenhum e isso era obvio.

 

-Jay sai do meu quarto por favor

-Ainda esta chateada comigo é isso?

-O que você acha?

-Que esta agindo errado comigo

-Agindo errado? Você me machuca, age como se tivessimos algo, coisa que não temos e vem falar que eu to errada, fala serio

-Eu to sendo sincero no que eu acho

-Eu nunca te dei esperança, pelo contrario, sempre fui sincera com você desde o inicio.

-Não quero que ele se aproxime de você, quero ele longe entendeu bem?

-Isso é uma ordem?- ele ficou quieto, sua irritação estava clara como água- fala JaeBum

-Entenda como quiser, cansei de bancar o bonzinho

-Cansou? Que pena, só pra te falar, se você tinha alguma esperança de me conquistar, pode tirar seu cavalinho da chuva, pois isso não vai acontecer, estou cada vez mais envolvida por ele e isso não vai mudar

-Será mesmo, garanto que posso te fazer feliz muito mais do que ele, sou capaz de muitas coisas por você e parece que você nem tem noção disso, falei que iria lutar por você e vou fazer isso agora mais do que nunca

-Acha mesmo que vai me conquista, bancando o idiota desse jeito?

-Não estou bancando o idiota

-Realmente não ta, esta sendo um grosso, um estupido- arfei- entenda meu coração ja tem dono

-As coisas mudam Anna, te garanto isso

-Nesse caso não vai mudar, tenho certeza do que sinto, estou com ele e estou feliz, entenda de uma vez

-Que droga

 

Ele levantou irritado, passando  a mão na cabeça de forma impaciente

 

-Ele deveria voltar para o inferno de onde ele jamais deveria ter saido, acho que vou chamar ele de fantasma, afinal ninguem nunca viu ele

-Ja chega disso

 

Levantei irritada, quase cai e ele me segurou, o empurrei forte, acabei caindo sentada na cama

 

-Sai do meu quarto, ja disse, sai agora-gritei-  Ele não saiu de nenhum inferno, ele tem nome sim, ele se Chama Nam...

- O que ta acontecendo?

 

Fui interrompida por meu avô que entrou no quarto sem ao menos bater na porta

 

-Vocês estavam brigando é isso?

-Quero que ele saia do meu quarto agora

-Não precisa disso Anna, ainda temos que conversar

-Não temos nada pra conversar, alias essa conversa não deveria nem ter começado. Por favor sai

-Você a ouviu, sai do quarto- meu avô falava serio-  agora

-Dessa vez você venceu Anna, apenas dessa vez

 

 

Ele saiu irritado, arfei

 

-Você precisa descansar meu anjo

-Eu to bem

-Precisa de repouso, pelo que a sua tia me falou, são recomendações medicas e você vai segui todas elas

-Okay, não vou questionar

-Acho bom, também não vou questionar sobre o rapaz que você esta saindo

- Ate você vovô, ele não esta aqui por..

-Se acalma, sua tia me falou que ele ficou aqui cuidando de você  a noite toda e que precisou ir, pois tem uns assunto para resolver. Por falar nisso , não acha que ta indo rapido demais, nessa intimidade toda

-Sem ciumes vovô- falei sorrindo

-Não falei nada ta bom

-Sei

-Descansa meu anjo, assim que der quero conhecer esse rapaz viu

- Ta bom

-Você será vingada  de um jeito ou de outro

-O que quer dizer com isso?

-Confia em mim ta bom

 

 

Consenti e ele saiu do quarto, levantei me segurando nos moveis mais próximos , fui ao banheiro e minutos depois voltei pra cama, é estranho pensar na situação que vivi, ainda preciso agradecer ao Jackson por me ajudar, me salvar na verdade, ganhei mais um anjo da guarda.

 

 

 

 

******

 

 

 

 

Tomei um banho demorado, assim que sai do quarto dei de cara com minha tia

 

-Ta se sentindo melhor?

-Sim, ainda to dolorida, mas to bem.... mesmo meu corpo pedindo cama

-É nela que você vai ficar

-Tia não quero mais ficar nesse quarto

-Sinto muito, são recomendações do medico e do Namjoon

-Como assim?

-Simples, ele disse que é pra eu fazer você seguir exatamente o que o medico mandou e to fazendo isso, alem disso , você tem visita

-Quem é?

-Vem cá

 

Ela o chamou com a mão, minha surpresa, sim era simples , minha visita se chama Jackson

 

-Oi, vim saber como você esta

 

Ele parecia esta sem jeito, envergonhado

 

-To bem, obrigada

-Vou deixar vocês sozinhos

 

 

Ela saiu do quarto, sentei na cama, ele ficou em pé, me olhando

 

-Senta aqui- ele sentou na cama, um pouco afastado de mim- eu não mordo Jackson

-Eu sei que não Anna- ele sorriu- você realmente ta bem?

-Sim, to sim, obrigada por ter me defendido, por ter me salvado

-Não precisa agradecer, faria de novo se fosse preciso

-Obrigada- sorri sem jeito- Jackson, por que me protegeu?

 

 

Ele ficou em silencio, levantou da cama e se afastou

 

-Anna, eu...... eu só posso dizer que fiz e faria de novo

-Porque? Me fala vai

-Eu preciso ir, se cuida ta

 

 

Foi em direção a porta, caminhei rapido e segurei em seu braço

 

-Porque ta fugindo? É apenas uma pergunta

-Uma pergunta que não precisa ser respondida agora

 

 

Respirei fundo

 

-Vem, você precisa descansar- ele me guiou ate a cama, sentei- descansa noona

-Noona?

-Sim

 

Acariciou meu rosto, passou a mao no meu cabelo, de certa forma bagunçando o mesmo

 

-Antes de eu ir embora, posso te fazer uma pergunta?

-Sim

-Onde estão seus irmãos?

-Não tenho

-Como assim?

-Sou filha unica Jackson, perdi meu pai a dez anos, desde então, minha familia se resume na minha tia e no meu avô, pelo menos a parte de sangue, fora isso, tem minha amigas também

-Gostaria de ter tido irmão?

-Sim, logico que sim, mas porque a pergunta?

-Nada, apenas curiosidade, descansa

-Não vai responder o porque de ter me protegido?

-Ainda não é a hora, tudo ao seu tempo, fica tranquila

Saiu do quarto sem dizer mais nenhuma palavra e eu continuo confusa e com duvidas ainda maiores.............. Dormi durante a tarde, já que não posso sair do quarto, é a unica coisa que me resta, levantei e fui tomar um banho, a agua gelada fazia meus corpo relaxar, meu corpo ainda estava dolorido, olhar para aquelas marcas me fazia suspirar cansada, lembrar daqueles malditos momentos, me faziam arrepiar, não desejo isso pra ninguem............. chega de pensar nisso, não posso me deixar fraquejar, preciso levantar a cabeça, sou forte e assim que ficarei. Sai do banheiro, troquei de roupa, algo leve logico, vesti o short, fiquei com o sutien a amostra, estava procurando uma blusa simples, não consegui vesti-la, fui abraçada por tras

 

-Queria que essas marcas roxas tivesse outro significado, outro motivo na verdade

-Namjoon- sorri e fiquei de frente pra ele- qual motivo deveria ser então?

-Meus beijos, alguns chupões e o que mais você quisesse , contando que fossem feitos por mim

-Então faz

 

 

Ele sorriu de forma maliciosa, umedeceu os labios, me beijou urgente, sua mão estava em minha nuca aprofundando o beijo, ouvimos batidas na porta, foda-se, quero senti-lo em mim mais uma vez, na verdade ja estava com saudade

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...