História The Marauders - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alice Longbottom, Harry Potter, Lílian Evans, Marlene Mckinnon, Pedro Pettigrew, Personagens Originais, Remo Lupin, Sirius Black, Tiago Potter
Tags Diversão, Harry Potter, Hogwarts, Magia, Os Marotos, Remo Lupin, Romance, Sirius Black
Visualizações 35
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem o sumiço!!!
Amo vocês!
Nós vemos lá em baixo!
Boa leitura!

Capítulo 42 - Cantinho Especial


Fanfic / Fanfiction The Marauders - Capítulo 42 - Cantinho Especial

(POV Nina)

Depois de cruzar o castelo sendo arrastada por Sirius, e recebendo alguns olhares curiosos por conta do meu rosto inchado e do meu nariz excessivamente vermelho, chegamos na Estufa Seis, a menos utilizada para aulas de Herbologia.

Sirius olhou ao redor, se certificando de que ninguém estava por perto e conjurou "Alohamora" para destrancar a porta.

Então entramos lá e eu não contive minha surpresa. Meus braços prenderam ao lado de meu corpo e arregalei os olhos. 

Nunca tinha estado naquela estufa. Sabia que alunos não podiam entrar lá pois a estufa era particular da professora Pomona Sprouse, cuja quase não a visitava, deixando-na trancada o ano inteiro. Também sabia que a Estufa Seis era patrulhada por monitores, pois anos atrás, um casal foi flagrado tendo relações mais do que íntimas, ali dentro.

Por mais que eu adorasse quebrar as regras, não via nada de interessante em invadir a estufa particular da professora de Herbologia, afinal, eu ODEIO aquela matéria. 

Porém eu estava errada. Aquela estufa não era nada parecida com as outras. 

O teto e as paredes eram de cristal, permitindo enxergar todo o terreno de Hogwarts (mas tinha algum feitiço que fazia com que quem estivesse fora não visse nada de dentro). A luz do sol reluzia no vidro e recaia sobre as diversas plantas organiza das em corredores. 

As plantas que se espalhavam pela estufa não era como Mandrágoras, muito menos com Tentáculos Venenosos. Pareciam-se com plantas trouxas, de todas as cores possíveis.

No meio, havia uma pequena fonte de pedra, onde a água era espirrada da boca de uma estátua cuja era a miniatura da Senhora Sprouse (MUITO ESTRANHO).

-Isso é...Lindo! -falei para Sirius.

-Eu sei.-ele concordou com os olhos brilhando.

-Como você descobriu esse lugar?

-Ah, quando eu estava mapeando o terreno de Hogwarts.

-Mapeando? Por que?-questionei.

-Ah! Por causa do Mapa do Maroto! -fiz uma careta, demonstrando que eu ainda não havia entendido- Longa história. Explico depois. Mas vem cá!-ele me chamou, chegando perto da fonte. -É aqui que gosto de vim quando não estou bem. Essa estufa nunca é usada e, a história da patrulha de monitores, é mentira. Só ouve patrulha no ano daquele "flagra". Depois todo mundo se esqueceu da existência desse lugar, e se tornou meu cantinho especial.

-Bom, saiba que agora você vai dividir esse cantinho especial comigo! Só de sentir esse cheiro de terra molhada, já estou mais calma.

-Tudo bem, Nina. Não me importo em dividir com você. Se fosse com a ruiva eu não ia aguentar. E bom, você até que é bem bonita né...

-Pare com isso! Ela é minha amiga! E você é um paquerador!-eu ri alto, pois conhecia ele muito bem.

-Ei! Eu tô brincando! Ela é minha amiga também! E você sabe que, por mais que eu já tenha tentando alguma coisa com você no passado, agora somos apenas irmãos. Mas não chore, Ninazinha, quem sabe um dia eu acordo de bom humor e decido  te dar uma chance.-ele comentou jogando seus cabelos negros para o lado de uma forma bem feminina.

Eu o olhei nos olhos e percebi como ele ficava ridículo com aquela pose e comecei a gargalhar.

Então Six tirou um hidrocor do bolso e chegou mais perto da fonte, agachou-se e escreveu na pedra:

" ESTA PROPRIEDADE PEETENCE A:

BLACK GOSTOSO E NINA."

-Só "Nina"?-reclamei-Coloca um "Maravilhosa" aí no final.

Daí começamos a dar risada ao perceber o quão idiota nós éramos.

-Tá vendo! Foi só ficar alguns minutos na minha companhia que você já está melhor!-o moreno se gabou, piscando para mim.

-Cale a boca, Black.-eu passei meu braço pela cintura do mesmo, o abraçando de lado.

-E aí? Agora que você tá melhor, que conversar sobre o que aconteceu?-ele perguntou.

-Tudo bem. 

Então nós nos sentamos no chão e eu comecei contar tudo, desde o início.

 

(POV Lily)

Entrei no Salão Principal atrasada pro almoço. 

Eu tinha acabado de descer da Torre de Astronomia quando me deparei com um grupo de alunos do segundo ano que gritavam "Briga! Briga!", amontoados num canto, perto da biblioteca. Como monitora, tive que intervir, por mais engraçada que fosse aquela cena. 

Quando descobri o motivo daquilo tudo, não consegui conter a gargalhada. Dois meninos, também do segundo ano, pretendiam duelar para ver quem namoraria com uma garotinha loira do primeiro ano, que olhava de longe, tudo o que estava acontecendo e sorria metida por ter dois garotos "brigando pelo seu coração", como ele se mesmos disseram.

Peguei as duas crianças e expliquei que duelos só eram permitidos na aula de Duelos e que eles esperassem até o horário da aula. Também pedi para eles aproveitarem a infância, ao invés de brigarem pelo coração de uma menina, aos doze anos de idade.

Chegando no salão principal, sentei perto de Lene e Lice. Nina não estava por lá, Remus também não, então provavelmente eles estavam conversando em algum canto.

James sentava perto de Peter, um pouco longe delas, e falava animado sobre algo, porem Pettigrew parecia não prestar atenção, roendo as unhas nervosamente. Procurei Sirius com os olhos pela mesa da Grifinória mas também não o achei. 

Remus chegou no meio do almoço. Entrou e sentou sozinho num canto. Parecia não querer conversar com ninguém e mantinha a cabeça baixa. 

Tinha algo de errado e eu precisava descobrir o que era. Falaria com ele depois do almoço.

 

(POV Alice)o 

Eu conversava com Lene e Lily sobre os detalhes do casamento. MEU MERLIM DO CÉU! FALTAVA APENAS DOIS MÊSES! 

Sim! Eu e Frank tínhamos decidido nos casar o quão antes possível, mesmo que eu ainda não tivesse terminado a escola.

Então a conversa levou um rumo meio estranho sobre cólica e menstruação, até que Professor Dumbledore chamou nossa atenção.

-Boa tarde, alunos. Não quero atrapalhar o almoço de vocês mas tenho uma grande notícia para dar. Recebemos muitas reclamações por não termos dado uma festa de Halloween, neste ano, e sentimos muito. Nós realmente nos esquecemos. Por isso que haverá um baile, na semana que vem, para comemorar a chegada da primavera. Este final de semana, vocês poderão ir para Hogsmeade, comprar seus trajes e vestidos e ao longo desta semana, a professora McGonnagall dará aulas de danças para os alunos de todos os anos. Então rapazes, já podem ir escolhendo seus pares, pois os preparativos começam desde já!

E assim que Dumbledore terminou de falar, o Salão Principal explodiu em gritos histéricos das meninas do quinto ano.

Sorri para minhas amigas e pude ver que elas leram meus pensamentos.

Este final de semana nós iriamos às compras!!!

 


Notas Finais


Espero que tenham curtido! Amo vocês! comentem, por favor! Isso me motiva!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...