História The Sensual Teacher - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Demi Lovato, Dinah Jane, Fifth Harmony, Intersexual, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Norminah, Trolly
Visualizações 124
Palavras 5.248
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou boazinha e postando mais de uma atualização.

Boa leitura.

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction The Sensual Teacher - Capítulo 5 - Capítulo 5

- POV Camila Cabello - 

Demorou um pouco até Júlia se soltar definitivamente perto de Lauren, as duas já estavam na sala sentadas no chão e a pequena tinha pegado várias folhas e lápis para desenhar com a maior.

- Mila, então a Lauren é igual aquela menina da nossa faculdade? - Dinah sussurra para mim, estávamos na cozinha e ficamos observando as duas de longe. Lauren tinha conversado com minha melhor amiga alguns minutos atrás, porque segundo ela, não queria ficar desconfortável perto de Dinah por causa de sua condição e uma hora ou outra ela iria descobrir pelas brincadeiras de suas amigas.

- Pois é, e eu achando que nunca mais ia achar alguém como ela.

- Você ganhou um belo pacote hein? Além de linda tem um brinquedinho de brinde. - Cutuca meu ombro e se levanta indo até a geladeira em busca de algo.

- Ai Dinah, para com isso. Falando assim parece que eu só quero brincar com ela. - Reviro os olhos e me levanto também e pego um copo para beber água.

Olho para a sala e vejo que Lauren se levantou para atender seu celular e Júlia continua desenhando. Eu e Dinah fomos para a sala e sentamos no sofá.

- O que você tá desenhando filha? - Dinah pergunta inclinando seu corpo para observar a pequena.

- Tia Lauren tava me ensinando a fazer alguns bichinhos, olha. - Ela levanta a folha e mostra para nós e consigo ver um cavalo bem desenhado, agora ele estava sendo colorido pela pequena.

- Tia Lauren? Já tá até chamando de tia então? - A pequena sorri e acena com a cabeça.

Eu e Dinah começamos a conversar e a incentivar Júlia com seus bichinhos. Lauren volta com um sorriso no rosto e senta no chão ao lado da criança e então direciona seu olhar para mim.

- Ally acabou de me ligar, convidando a gente para ir na casa dela hoje a noite. E pediu para todo mundo levar roupas de banho pra aproveitar da piscina, já que está esse calor horrível. - Fala revirando os olhos.

- Eu posso ir? - Júlia levanta rapidamente e encara sua mãe e depois olha para Lauren.

- É claro que você pode, mas só se sua mamãe deixar. - Lauren responde cutucando Júlia em sua barriga e olha para mim de novo. - E então? Vamos?

Olho para Dinah e ela me olha no mesmo instante e sorri.

- Vamos, é claro. Que horas temos que estar lá? - Dinah pergunta.

- Vocês podem ir comigo, no meu carro só vai a Mani e tenho que passar no supermercado para comprar algumas coisas. Se vocês quiserem, é claro.

- Mamãe, vamos com a tia Lauren, vamos? Por favorzinho? - A criança começa a pular e implorar.

- Agora quer tudo com a tia Lauren é? - Júlia acena e seu rostinho fica rosado. - Vai grudar em você agora Lauren, ninguém mandou paparicar. - Dinah se levanta e bagunça os cabelos da filha que franze o cenho. - Já são 17:00 horas, hora do seu banho, vamos.

Júlia deixa um beijo no rosto de Lauren e depois em meu rosto e sai correndo com a mãe. Lauren logo senta do meu lado e fica me encarando.

- O que foi? - Pergunto, já que ela me olha por longos minutos.

- Você é linda, só isso. - Sorri me mostrando aqueles dentes grandes, que particularmente acho lindos. Sinto minhas bochechas esquentarem por ela ter me pego desprevenida.

- Ah... Obrigada. - Me inclino e dou um selinho rápido nela. - Quem vai estar lá?

- As pessoas que você já conhece mesmo, Ally não disse nada sobre ter mais pessoas não.

[...]

Estávamos no supermercado comprando algumas coisas que Ally tinha pedido a Lauren. Depois de Dinah e Júlia se arrumarem, foi a minha vez. Tivemos que colocar a cadeirinha de Júlia no carro de Lauren e depois passamos no apartamento dela para ela se arrumar e pegar suas coisas. E falando em Lauren, a morena estava empurrando o carrinho de compras com Júlia embaixo que gritava animada por causa das corridas que Lauren dava.

- Uma criança com outra criança. - Dinah fala risonha ao meu lado. Nós duas estávamos atrás de Lauren, observando as duas.

- Hey, vocês duas... - Lauren chama nossa atenção. - Andem logo.

- Vem mamãe, vem tia Mila. Vamos correr. - Júlia fala com os bracinhos para fora do carrinho e Lauren começa a correr pelos corredores do supermercado, recebendo olhares de todos ali e Dinah e eu acabamos rindo da alegria das duas.

Depois de comprar tudo o que precisava e colocar tudo no carro, fomos para a casa de Normani, ela já estava impaciente esperando por nós. Lauren chegou buzinando na casa da amiga e ela rapidamente saiu da casa em direção ao carro.

- Aleluia branquela, que demora! - Ela fala abrindo a porta do passageiro e entrando, eu e Dinah ficamos atrás com Júlia. - Oi meninas. - Nos cumprimenta e assim seguimos para a casa de Ally. Lauren colocou uma música no carro e todas fomos cantando, menos Júlia que estava ocupada demais comendo seus marshmallows que havia ganhado de sua nova tia.

[...]

- Que bom que vocês vieram, fico feliz. - Ally nos cumprimenta com Theo em seu colo.

- Olha Ju, hoje você terá amiguinhos para te fazer companhia. - Lauren estava com a menina no colo e ela sorria para o bebê no colo de Ally. Júlia estava com a boca e mãos toda melada do doce. - Vamos lá limpar essa melequeira? - Júlia acenou e elas entraram.

- Tirou o dia de folga hoje Dinah? - Ally pergunta divertida.

- Lauren está de babá hoje. - Nós todas rimos e fomos em direção a área da churrasqueira, onde Troy estava arrumando as coisas e Chloe estava no carrinho dormindo.

- Olá meninas, fiquem a vontade! - Troy acena e continua mexendo no carvão.

- Quer ajuda amor? - Ally pergunta, mas o homem nega. - Gente, hoje vamos até tarde, então caso alguém queira dormir me avisem que eu levo vocês até os quartos.

- Você vai acostumar a gente mal desse jeito Ally. - Falo rindo e brincando com Theo.

- Se acostumem, Ally nunca deixa ninguém ir embora quando tem festa a noite aqui, ela prefere que a gente fique por aqui mesmo. - Normani fala e senta na mesa longa de madeira que tem próxima da churrasqueira. - Vocês querem beber alguma coisa?

- Eu quero uma cerveja. - Dinah responde.

- Eu por enquanto, quero só um refrigerante mesmo. - Theo estende os bracinhos em minha direção e Ally me entrega o menino. - Oi coisa linda.

- Isso, fica com a Mila que eu vou terminar de ajeitar as coisas. - Ally se afasta e logo ouço passos rápidos atrás de mim.

- Mamãe, mamãe... - Júlia vem correndo e se aproxima de Dinah. - Mamãe...

- Oi amor, fala. - Dinah ria da afobação da menina.

- Posso nadar? - Aponta pra piscina e seus olhinhos brilhavam.

- Na hora que a mamãe entrar, você entra comigo, tá bom?

- Tá bom. - A pequena responde meio triste e se aproxima de mim, que estou sentada com Theo no colo e começa a mexer nas mãozinhas dele.

- Tadinha Dinah, a menina ficou até triste. - Normani fala e deixa as coisas que pedimos na mesa.

Por enquanto só havia nós no lugar. Lauren havia sumido e Vero e Lucy ainda não tinham chegado. Troy já tinha colocado fogo no carvão e Ally trazia as vasilhas com as coisas e até deixou o carrinho de Chloe perto da gente por causa da fumaça que subiu.

- Opa, chegamos pra animar essa casa. - Vero e Lucy chegam gritando com sacolas nas mãos e se aproxima de nós. - Credo gente, cadê a música desse lugar? - Vero pergunta.

- Oi pra você também Vero. - Normani fala e então as duas nos cumprimentam corretamente.

- Tiiiia Lauren... - Júlia sai correndo e eu acompanho ela com os olhos e vejo a morena com outra roupa agora, ela vestia um short jeans e a parte de cima estava apenas com um biquíni preto. Ela tinha uma toalha branca jogada no ombro esquerdo e carregava uma sacola na mão direita.

- Júlia não vai dar sossego pra Lauren, coitada dela. - Dinah ria e observava a filha acompanhar Lauren até nós.

- Tinha essa sacola no carro ainda, alguém esqueceu de pegar. - Lauren fala colocando a sacola sobre a mesa. - E então pequena, vamos nadar? - Pergunta para Júlia.

- Mamãe disse que só vou quando ela for. - Responde olhando para os próprios pézinhos e Lauren encara Dinah.

- Ela pode entrar comigo? - Júlia na mesma hora levanta a cabeça e encara a mãe dela.

- Você não vai aproveitar a social desse jeito mulher, depois ela entra comigo. - Dinah responde e Lauren murmura um "até parece mesmo". - Então tá, pode ir filha, cuidado hein!

Júlia pula e pega na mão de Lauren e elas vão em direção as cadeiras próximas à piscina. A pequena já estava com seu maiô por baixo da roupa e já foi tirando, Lauren começou a tirar o short, ela estava com uma sunga boxer preta e foi em direção ao armário, pegando bóias para elas e então entraram na piscina.

- Mila, tá escorrendo ai. - Dinah me cutuca e sorri, assim como todas ali na mesa.

- Tá escorrendo o que? - Pergunto confusa e todas caem na gargalhada.

- A baba né Mila? - Dinah responde e eu reviro os olhos. - Precisa de um babador? - Mostro o dedo do meio pra ela e coloco Theo sentado na mesa, de frente pra mim. Ele estava com a mão na boca e eu achava aquilo a coisa mais fofa. Olhei para a piscina e Lauren segurava Júlia que estava dentro de uma bóia de carrinho e fazia barulho com a boca, imitando o motor de um carro.

- Eu vou colocar música, festa sem música não é festa. - Vero se levanta e vai em direção ao aparelho de som ali perto e começa a mexer no mesmo.

- Ela é movida a música, não é possível. - Lucy comenta.

- Agora vai! - Vero grita e a música começa a tocar, logo identifico que é Ain't My Fault da Zara Larsson e sorrio, pelo menos ela tem bom gosto pra músicas. As meninas levantam e começam a dançar. Me levanto com Theo, ele batia palminhas animado, Ally se aproximou com Chloe que havia acordado e ficou próxima de mim, ficamos dançando com as crianças no colo.

- POV Lauren Jauregui - 

Vejo todo mundo dançando e dou risada de Veronica, mesmo fazendo aulas ela ainda parecia meio perdida em tentar dançar.

- Tia, vamos sair? Tô com fome. - Júlia fala chamando minha atenção.

- Vamos lá comer e depois dançar. - Me aproximo da beirada da piscina e coloco a criança de pé ali. Apoio minhas mãos e dou impulso, saindo da piscina. Enrolo minha toalha na cintura e coloco o roupão pequeno em Júlia e ela me dá sua mãozinha para irmos, como todas estavam animadas dançando, fui em direção ao Troy que tirava algumas carnes da churrasqueira e cortava. - Não vai sair daí não?

- Daqui a pouco eu dou uma pausa aqui. E você pequena, está com fome? - Ele abaixa, ficando na altura de Júlia, que acena timidamente. - Me diz o que você gosta, o tio arruma pra você. - Pega a menina no colo e Júlia vai mostrando. Enquanto isso, vou comendo uns pedaços que já estão cortados e fico observando as meninas.

[...]

Já era madrugada quando todo mundo resolveu entrar na piscina. As crianças já estavam dormindo, os gêmeos no carrinho deles e Júlia no chiqueirinho que Troy tinha colocado ali na área, deixando todos próximos caso algum deles acordasse, estaria perto.

- Gente, vamos brincar de briga de galo? - Lucy pergunta animada.

- Eu topo! - Dinah responde.

- O que você não topa, né Dinah? - Camila provoca.

Troy já estava pegando Ally para colocar em seus ombros e Lucy fazia o mesmo com Vero.

- Vem Camila, vamos nós duas. - Chamo Camila e ela se aproxima de mim. Mergulho e posiciono minha cabeça entre as pernas dela e me levanto.

- Ai Lauren, cuidado! - Camila grita quando subo com ela em meus ombros e seguro em suas coxas para dar equilíbrio para nós duas.

- Vai Dinah, anda logo. - Normani que já estava nos ombros de Dinah se aproxima de nós. E então, Normani e Camila começam a se empurrar, enquanto eu tento desequilibrar Dinah. Vero já derrubou Ally ao nosso lado e os quatro estavam rindo, esperando Ally para começarem de novo.

- Vai Camila, derruba ela logo. - Falo enquanto tento dar uma rasteira em Dinah, fazendo ela dar uns passos para trás, Camila aproveita e empurra Normani, fazendo as duas caírem para trás. - Aeee, não foi dessa vez Mani. - Comemoro erguendo as mãos para cima e Camila segura e entrelaça nossos dedos. Ficamos um bom tempo ali na piscina, brincando, rindo e bebendo.

[...]

- Gente, nós estamos indo deitar, mas vocês podem ficar a vontade. Vocês já conhecem a casa mesmo, só escolherem os quartos e ficarem. Vou deixar Júlia no quarto deles. Até mais tarde. - Ally acena mandando beijinhos no ar com Júlia no colo e Troy carregava os gêmeos.

Olho para o lado e Lucy e Vero estavam se agarrando no canto da piscina, Dinah e Normani conversavam afastadas nas espreguiçadeiras e Camila estava em minhas costas agora.

- Quando Vero tá quieta pode ter certeza que ela está engolindo Lucy ou dormindo. Só assim mesmo pra ela calar a boca. - Camila está com o queixo apoiado em meu ombro e balançava os braços na água à minha frente.

- E você, não está cansada? Passou o dia inteiro praticamente cuidando de Júlia. - Ela me pergunta mudando de assunto e eu viro meu rosto, olhando ela pelo canto dos olhos.

- Eu gosto de crianças, então não estou cansada. - Afasto ela de minhas costas e viro meu corpo, ficando de frente pra ela e ela rapidamente entrelaça suas pernas em meu quadril e apoia as mãos em meus ombros. - Você se divertiu?

- Mas é claro, adoro passar um tempo com essa turma doida. - Sorri com a língua entre os dentes e isso só deixa ela mais linda do que já é. Alguns fios de cabelo molhado caem por seu rosto e eu levo minha mão até eles e coloco atrás de sua orelha.

- Só com essa turma doida? Comigo não? - Arqueio uma sobrancelha.

- Você tá no meio também Lauren, mas passar um tempo só com você, também é ótimo. - Enquanto ela fala, vou indo em direção a borda da piscina e encosto ela ali e aproximo meu rosto do dela.

- Acho bom mesmo. - Camila segura minha nuca e me puxa pra ela, conectando nossos lábios em um encaixe perfeito. De início ela fica apenas desfrutando de meus lábios, mas eu não resisto e abro minha boca e passo minha língua sobre os lábios dela, pedindo passagem para aprofundar o beijo, ela não demora em ceder e logo busco a língua dela com a minha. Camila desce uma mão para minhas costas e espalma ali colando mais o corpo ao meu e desço minhas mãos de sua cintura até sua bunda, apertando o lugar.

- Lauren... - A menor tenta falar mas não paro de dar atenção ao seus lábios. - Lauren. - Ela se afasta de mim e eu olho para ela confusa.

- O que foi? Fiz algo de errado? - Ela olha ao redor e nega.

- Mas nós não estamos sozinhas aqui. - Vejo suas bochechas ruborizadas e sorrio.

- Elas não estão nem aí pra nós, estão perdidas nas bolhas delas. - Começo a beijar seu pescoço e de repente alguém grita, me fazendo saltar com o susto. Olho para a direção do grito e vejo Dinah e Normani dançando ao som de Single Ladies da Beyoncé. Nem tinha percebido que ainda tocava música.

- Dinah achou uma parceira nova. - Camila fala rindo e eu observo as duas dançando. Olho para onde minhas duas amigas estão e Vero e Lucy estão transando no canto da piscina. Essas duas não tem jeito mesmo.

[...]

- Dinah, você vai dormir comigo! - Camila falava com Dinah e eu, Lucy e Normani terminava de ajeitar as coisas para irmos pro quarto, já era quase de manhã. Camila e eu era as únicas sóbrias dali, o restante já estavam meio altas.

- Até parece Camila! Já está decidido, vou dormir com a Normani. - Elas continuavam sua pequena discussão e eu olhei para Normani que tinha um sorrisinho no rosto.

- Hoje tem hein Mani, safada! - Falei com um sorriso malicioso e Lucy deu risada.

- Olha quem fala, vê se usa camisinha Lauren, não quero sobrinhos ainda não. - Normani fala e eu nego com a cabeça.

- Mani tá certa, nada de sobrinhos agora Lauren! - Lucy alerta e todas vamos para dentro da casa em direção aos quartos. Vero já estava no quarto esperando Lucy e ela desejou boa noite para nós ao entrar no cômodo.

- Lauren, nada de abusar da minha neném viu? - Dinah aponta o dedo para mim e entra no quarto com Mani, que manda um beijo no ar.

- Essas meninas não valem nada. - Camila bufa e eu abro a porta para podermos entrar. Ela vai direto em direção ao banheiro. - Eu vou primeiro. - E entra para poder tomar seu banho e eu ajeito a cama, deixando nossas roupas ali e esperando ela sair do banho. Me joguei no tapete do quarto, não queria molhar os lençóis e logo Camila apareceu enrolada na toalha e me encarando no chão. - O que está fazendo ai?

- Não queria molhar a cama. Já volto. - Pego minhas roupas na cama e vou pro banheiro sem olhar para trás, não seria nada fácil olhar para ela que estava enrolada em uma toalha e não agarrar ela ali mesmo.

- POV Camila Cabello -

Lauren rapidamente entrou no banheiro e eu estava meio tensa. Eu iria dormir sozinha com ela e só Deus sabe o que iria acontecer na hora que ela saísse daquele banheiro.

Balancei a cabeça e comecei a colocar a roupa e deixei a toalha pendurada no suporte, puxei o edredom e me enfiei debaixo dele. Comecei a mexer no meu celular e ouvi a porta do banheiro sendo aberta por uma Lauren vestida com um short de moletom e uma regata preta. Ela me lançou um sorriso e foi pendurar a toalha também.

- Você está com sono? - Ela perguntou aproximando da cama e se enfiando debaixo do edredom também.

- Um pouco só. - Ela se aproxima e coloca sua mão direita em minha cintura e não demora para ela estar me beijando tão intensamente que sinto minha cabeça girar. Coloco minhas mãos em seu rosto e tento acompanhar o ritmo de sua língua que está em total domínio sobre a minha. Sua mão começa a subir minha camiseta e percebo sua quase ereção em contato com minha coxa e travo minha respiração. Lauren percebe e então para de me beijar e me encara.

- O que foi? Você não quer? - Ela pergunta confusa, alisando minha cintura.

- Não... Não é que eu não quero... É só que... er... - Desvio meus olhos do rosto dela e ela continua me encarando com um ponto de interrogação na cara em um pedido mudo para que eu fale. - Eu... Bem... Eu nunca estive com alguém assim com um pênis, sempre foram apenas dedos e nada mais que isso. - Encaro seu rosto e ela está com os olhos arregalados.

- Você é virgem? - Ela quase grita e eu aceno com a cabeça.

- Tecnicamente sim. - Ela sorri e eu franzo o cenho. - O que foi? Tá me achando estranha por isso?

- Não, nada disso. Eu só estou surpresa. Você é uma raridade, devo assim dizer.

- Eu só não me sentia confortável ou segura, por isso nunca rolou. Me desculpa. - Desvio do nosso contato visual novamente e olho para baixo, mas Lauren segura em meu queixo e levanta meu rosto para olhar para ela.

- Não precisa me explicar, eu entendo e acho isso fofo. Mas ainda estou surpresa, isso não posso esconder. - Solta uma risadinha baixa. - Me desculpe, sério. Eu respeito seu tempo e suas decisões.

- Você não vai ficar chateada? - Ela arqueia suas sobrancelhas grossas e nega rapidamente.

- Por que eu ficaria? Por você não fazer algo a mais comigo? - Aceno positivamente com a cabeça. - Camila, eu não sou esse tipo de pessoa, eu não quero que você faça isso só para me agradar. Tudo no seu tempo. Seu corpo, suas regras. - Sorri e me da um selinho demorado.

- Obrigada por isso. - Abraço seu pescoço e ela deixa um beijo em minha testa.

- Precisamos dormir, eu estou exausta.

Lauren deita do meu lado e me puxa para deitar minha cabeça sobre seu peito e eu logo faço o que ela quer, ela leva sua mão até meus cabelos e começa a fazer um cafuné em mim.

- Boa noite Lauren.

- Boa noite Camila. - E assim ficamos até nos entregarmos ao sono.

- POV Lauren Jauregui -

Acordei sentindo um certo frio e olho ao meu lado para me certificar do porque desse frio, Camila estava deitada de bruços toda esparramada na cama, sua boca levemente aberta e dava para ouvir o som de sua respiração calma. O edredom não nos cobria mais e eu logo o puxei para cobrir a mulher que ainda dormia. Me levantei com cuidado para não fazer muito movimento na cama e fui em direção ao banheiro para minha higiene matinal.

A imagem de Camila me contando que ainda era virgem não saía da minha cabeça, ela estava tão tensa, mas o seu jeito todo sem graça era muito fofo... Ela mordia o lábio algumas vezes e não conseguia manter contato visual. Encontrar alguém assim como ela nos dias de hoje é bem raro, mas isso não era um problema pra mim. O respeito por ela vem acima de qualquer coisa e se ela escolheu esperar, eu não vou forçar ela a nada que ela não queira.

Termino de escovar meus dentes e vou em direção à cama, Camila ainda está esparramada mas com o rosto pro outro lado agora. Me aproximo da cama e me ajoelho ali, observando ela e passando meus dedos por seu rosto.

- Hey, vamos acordar, vamos? - Começo a beijar seu rosto e ela se mexe um pouco mas nada responde. - Vamos, devem estar esperando a gente pra tomar café. - Ela resmunga alguma coisa que eu não consigo entender e começo a rir. - Mas que preguiça é essa? - Me inclino e começo a beijar o rosto dela de novo. Camila resolve abrir os olhos e me afasto para dar espaço à ela.

- Bom dia. - Ela fala se espreguiçando e eu sorrio, parece uma criança acordando.

- Bom dia, dormiu bem? - Ela apenas acena. - Vai lá dar um jeito nessa cara amassada para irmos tomar café. - Ela me lança um olhar e eu caio na gargalhada.

- Você tem sorte que ainda estou meio sonolenta, se não iria acabar com essa risadinha rapidinho. - Se levanta indo pro banheiro e eu fico ali deitada esperando ela.

[...]

- Se tem uma pessoa que ronca, essa pessoa é a Normani, parece um trator. - Dinah falava rindo. Já estávamos todos reunidos na mesa tomando café.

- Ela só não deve roncar mais que o Troy, as vezes chego a me assustar. - Ally fala e Troy revira os olhos.

- Como se vocês não fizessem nada enquanto dormem né? - O homem loiro fala e Ally tapa a boca dele e os dois começam a rir.

- Camila ocupa a cama toda e ainda deixa a gente sem coberta. - Falo sorrindo e ela me mostra a língua.

- Isso quando ela não resolve dormir em cima da gente. - Dinah fala e Camila revira os olhos.

- Vocês são chatas, isso sim. - Camila fala enquanto come alguns biscoitos.

- Vocês reclamando de ronco e espaço, mas não são vocês que levam socos e chutes. - Vero fala e Lucy começa a rir. - Você ainda ri né idiota?

- Vero já apareceu com uns roxos que se falasse que apanhou na rua todo mundo acreditaria. - Falo me lembrando de algumas vezes que Vero apareceu assim em meu apartamento.

Nosso café da manhã foi assim, um falando do outro e todo mundo dando risada, como sempre. Esse clima entre todos era ótimo antes, agora com Dinah, Camila e a pequena Júlia, só melhorou ainda mais.

Ally aproveitou que todos já estávamos em sua casa e resolveu que ficaríamos pro almoço também, Camila, Dinah e Lucy se ofereceram para ajudar na cozinha, enquanto eu, Normani, Vero e Troy ficamos na sala com as crianças. O sol estava muito forte para ficar na piscina, então Troy colocou um filme e nos jogamos nos puffs na sala. Troy estava com Theo, Vero com Chloe e Júlia comigo, Normani ficava toda hora indo na cozinha ajudar em algo e voltava para a sala.

- Crianças, o almoço tá pronto. - O filme estava quase no fim quando Ally apareceu na sala risonha.

- Opa, já estou morta de fome. - Vero levanta com Chloe e vai em direção à cozinha.

- E essa coisa não engorda de ruindade. - Ally acompanha Normani que vai em direção à cozinha, logo atrás de Veronica. Eu e Troy fomos logo atrás com as crianças no colo, Júlia estava um grude comigo de novo e eu adorava isso.

Assim como no nosso café da manhã, o almoço não foi diferente. Essa união era a minha parte favorita dos meus finais de semana.

[...]

- Naaaao... - Júlia estava grudada em mim e chorava. Enquanto Dinah e Camila tentava convencer a pequena a me soltar. Tínhamos chegado à casa das professoras e Júlia não queria que eu fosse embora.

- Lauren precisa ir amor, amanhã ela volta. - Dinah tenta pegar a filha, mas ela apenas se agarra mais em mim.

- Deixa comigo. - Falo para Dinah e vou indo em direção ao sofá e me sento com a menina em meu colo. - Ju, olha pra tia Lauren, olha... - Peço e ela me olha com os olhinhos vermelhos e o rostinho todo molhado pelas lágrimas, levo minha mão até suas bochechas e começo a limpar com meu polegar. - Não precisa chorar pequena, a tia não vai sumir. Amanhã eu venho ou sua mamãe te leva pro estúdio e a gente se vê, mas não chore porque se não eu vou ficar triste e vou chorar também. - Ela funga algumas vezes e tem um bico fofo formado com seus lábios. - Tudo bem?

- Tá bom, mas eu vou sentir saudades sua. - Ela me abraça e me beija e eu aperto ela em meus braços e beijo sua testa.

- Eu também pequena, mas vamos nos vê logo. - Me levanto e Júlia fica em pé ao meu lado e me dá sua mãozinha e assim vamos até Dinah e Camila que estão com Normani na varanda. - Prontinho, resolvido.

- Vem pequena, vamos entrar pra tomar banho com a mamãe. - Dinah pega a menina no colo e as duas acenam para nós.

- Laur, vou esperar você lá no carro. - Normani se despede de Camila, nos deixando a sós.

- Parece que alguém se apegou em você hein? - Camila se aproxima, me abraçando pelo pescoço e eu apoio minhas mãos em sua cintura.

- Quem não se apega em mim, não é? - Dou um selinho nela que ri.

- Muito convencida, não acha não? - Nego com a cabeça e ela ri mais uma vez, mas logo me beija. Um beijo lento e calmo.

- Nos vemos amanhã? - Pergunto após terminar o beijo.

- Mas é claro. Agora vá, antes que a Mani venha te buscar. - Me da um último beijo e vou pro meu carro. Logo saindo dali e indo levar Normani até sua casa.

[...]

- Você está mesmo gostando da Camila, não é? - Minha melhor amiga me pergunta e eu suspiro.

- Eu estou... Ela é diferente sabe? Não sei explicar, só sei que ela é diferente. Mas eu não quero apressar as coisas. Faz um pouco mais de dois meses que a gente se conhece e vai que ela me ache apressada demais?

- Apressada? Lauren, a vida é uma só. Vai deixar de aproveitar momentos bons só por ter medo de achar que está apressando as coisas demais?

- Eu não estou deixando de aproveitar, estamos apenas levando. Só que não quero que ela ache que isso é apenas por diversão, sabe? Que é apenas algo casual e que a qualquer momento eu vou dispensar ela. - Passo minha mão em meus cabelos e olho para Normani que me observa com um sorriso no rosto.

- Você não quer que ela pense que é apenas sexo?

- Mas não tem como ela pensar isso, se nem chegamos a fazer nada. - Dou de ombros.

- O que? Como assim, vocês não fizeram nada ainda? - Nego com a cabeça. - Você broxou com ela Lauren? - Me pergunta e eu olho para ela incrédula.

- Eu não Normani, até parece. Isso seria impossível. Mas, é que ela é virgem ainda e eu quero que tudo aconteça no tempo dela, que ela se sinta confortável e confie em mim para dar esse passo.

- Ela é virgem? - Normani teve a mesma reação que eu tive, com os olhos arregalados e solta em um grito. Aceno positivamente. - Então ela não tem como pensar que tu só quer sexo, se nem mesmo fizeram nada. Mas você tá pensando demais, se você gosta dela e ela não te afastou é porque ela gosta de ficar com você também, então vá em frente. - Suspiro e sorrio.

- Eu quero fazer algo legal, algo romântico e que deixe ela feliz. - Normani me olha com uma careta e nega com a cabeça.

- Você é bem dessas né? Toda romântica e essas coisas melosas.

- Só com quem merece Mani e qualquer coisa que eu faça ainda será pouco para alguém como ela.

Eu faria qualquer coisa por Camila porque em tão pouco tempo acabei gostando dela mais do que eu esperava. E como minha melhor amiga disse que sou romântica e essas coisas, tentaria fazer algo legal para ela e ver no que isso daria. Mas iria precisar da ajuda de minhas amigas para fazer algo.


Notas Finais


Adoro essas reuniões dessa turma.

O que será que a Lauren vai fazer? Hmmm...

Volto daqui a pouco com o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...