História The Son Forgotten - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ansel Elgort, Cara Delevingne, Dylan O'Brien, Emma Watson, Lily Collins, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos, Tyler Posey
Personagens Ansel Elgort, Apollo, Ariana Grande, Cara Delevingne, Dylan O'Brien, Emma Watson, Lily Collins, Niall Horan, Personagens Originais, Tyler Posey, Zayn Malik
Visualizações 16
Palavras 2.505
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi o/


Foi o que deu pra fazer por favor não me matem kkkkk

Capítulo 33 - Arrival


 

Autor  P.V.O

 

Não sabia o que fazer com Noah, já havia passado do horário do café e nada dele levantar daquela cama, tentei conversa com ele hoje de manhã antes de sair para o café mais ele simplesmente me respondeu que não estava se sentindo bem e voltou a dormir, ou melhor, fingir que estava dormindo só para poder ficar sem responder minhas perguntas. Tentei me ocupar com algumas tarefas mais era impossível me concentrar sabendo que ele estava mau e não quer conta o que aconteceu... Quer saber QUE SE DANE, vou descobrir o que aconteceu e vai ser agora. Levantei do gramado onde estava sentado e caminhei na direção da área dos chalés indo direto para o chalé de Hécate. Quando entrei ao mesmo olhei diretamente para cama de Noah onde ele estava deitado na mesma posição de quando eu saí á algumas horas atrás. Andei lentamente em sua direção e me sentei na beirada da cama que fica ao lado da sua.

 

— Noah, podemos conversar — Falo não obtendo resposta o que me faz soltar um suspiro — Eu sei que não está dormindo, pelo menos me explica o que aconteceu... Por favor eu e Scott estamos preocupados com você.

 

Ele não respondeu nada, alguns segundos depois ele se remexeu inquieto, se sentou e se virou para mim. Era perceptível para qualquer um que ele não estava bem, seu rosto estava um pouco sem cor por não ter se alimentado sem falar em seus olhos que estavam vermelhos e inchados.

 

— Então... me conta o que aconteceu — Tento outra vez.

 

— Não precisa se preocupar Aira, só foi algo que alguns filhos de Ares me disseram — Diz Sorrindo forçado limpando os olhos enquanto abaixava a cabeça.

 

— Essa foi a pior mentira que você já me contou, já se esqueceu de que sou sua melhor amiga e sei quando está mentindo — Falo com uma leve pontada de raiva.

 

Ele se manteve em silencio de cabeça abaixada sem responder.

 

— Me desculpa Aira, mas não posso — Diz sem ao menos olhar em meus olhos.

 

— Tudo bem — Falo respirando fundo enquanto me levanto da cama — Eu que tenho que dizer isso, pois não vou ficar parada vendo meu amigo sofrer, portanto me desculpe por isso.

 

Antes que ele pudesse questionar avancei sobre ele e coloque minhas duas mãos em seu rosto, ele parecia saber o que eu iria fazer mais já era tarde. Numa fração de segundos pude ver vários flashes de memoria da noite anterior me revelando tudo o que havia acontecido. Quando os flashes acabaram retirei minhas mãos de seu rosto e recuei dois passos para trás piscando algumas vezes enquanto fitava um ponto qualquer do chalé. Sai do choque que estava e encarei Noah sem saber o que dizer ele me observou e então voltou a abaixar a cabeça com um olhar triste.

 

— Noah isso que eu acabei de ver  do Seth e daquela garota realmente aconteceu — Pergunto serrando os punhos.

 

— Sim...

 

— Como ele teve coragem de falar aquilo para você — Falo come irritando — E QUEM AQUELA PUTA ACHA QUE É PRA ENCOSTAR A MÃO EM VOCÊ, EU VOU ARRACAN AQUELE CABELO FALSO DELA.

 

Me virei para caminhar em direção à porta mais Noah me impediu segurando minha mão.

 

— ME SOLTA NOAH, EU VOU IR VER SE AQUELA GAROTA TEM CORAGEM DE BATER NA MINHA CARA E DEPOIS QUERO VER SE O SETH TEM CORAGEM DE ME DIZER TUDO AQUILO QUE TE DISSE — Grito puxando meu braço.

 

— Aira deixa isso pra lá, não importa mais — Responde tristonho balançando a cabeça em negativo.

 

— COMO ASSIM NÃO IMPORTA — GRITO INDIGINADA.

 

— Não tem motivo pra você ficar assim irritada, por favor, esquece isso — Diz me segurando com mais um pouco de força.

 

— NOAH COMO VOCÊ PODE DIZER ISSO, COMO PODE DESISTIR TÃO FAC...

 

— NÃO É ISSO — Grita me cortando o que me deu um leve susto, foi então que eu percebi que algumas lágrimas desciam pelo seu rosto — Katie pode ter sido sim muito esperta fazendo tudo aquilo mais no fim dependia apenas de Seth acreditar em tudo que ele dizia, no fim ao invés de vir conversar comigo a respeito de tudo aquilo que ela insinuou ele preferiu acreditar de cara nela e no fim foi ainda pior que ela... No fim ele é apenas mais um como eles, mais uma pessoa que me despreza.

 

Não consegui responder nada apenas o puxei e o abracei apertado sentindo o mesmo retribuir de imediato que afundou seu rosto em meu ombro.

 

— Ele não te merece — Falo enquanto passo a mão em sua cabeça de formar reconfortante.

 

— Queria que meu coração soubesse disso porque as palavras que ele me disse ontem ainda estão doendo — Responde abafado pelo abraço.

 

Não respondi ao invés disso apertei mais o abraço.

 

-----*****-----

 

Depois de ficarmos um tempo daquele jeito Noah desfez o abraço e disse que iria tomar um banho e depois me encontraria, concordei e o deixei sozinho. Caminhei sem rumo pelo acampamento perdida em meus pensamentos, como Seth foi capaz de fazer isso com ele, o que mais me deixa irritada é que eu também acreditei que ele era realmente bom e que estava realmente gostando do Noah... Eu sei que prometi para ele que não iria confronta-los mais se ele e aquela garota passarem na minha frente podem ter certeza que eles irão ouvir.

 

— AIRA...

 

Me virei saindo dos meus devaneios olhando para direção de onde me gritarem, Josh estava sorrindo com um dos braços estendido me chamando, sorrir e caminhei em sua direção.

 

— Oi — Falo um pouco desanimada.

 

— Vem comigo quero te apresentar meus amigos que chegaram hoje — Diz segurando meu braço e me guiando por alguns passos até que solta o mesmo.

 

— Como assim chegaram hoje? — Pergunto enquanto andava ao seu lado.

 

— Eles tinham algumas tarefas para fazer em nossa escola por isso não puderam vir ontem com os todos os outros — Explica dando de ombros.

 

— Entendo...

 

Caminhamos um pouco mais até que percebe que estamos na praia do acampamento, fiquei curiosa em saber em que parte do acampamento eu estava caminhando distraída quando Josh me encontrou... Bom que seja.  Um pouco afastado da entrada que fazia a divisão da área dos chalés com a paria por onde acabamos de passar um grupo com vários semideuses estavam sentados na areia. Reconheci Zayn, Niall, Liam e Camila de longe, quanto aos outros eram todos desconhecidos.

 

— Finalmente chegou já est... Quem é essa garota? — Diz um garoto de olhos verdes e cabelos castanhos me encarando sério.

 

Nem fiz questão de sustentar seu olhar, estava com a cabeça muito cheia tudo o que menos precisava agora era uma briga ou discussão com um desconhecido.

 

— Pessoal essa Aqui é a Aira Lembram que eu comentei sobre ela — Todos assentiram.

 

Encarei Josh com a sobrancelha arqueada me perguntando sobre o que ele falou de mim para seus amigos.

 

— Não se preocupe só disse coisas boas — Diz sorrindo me mostrando á língua — Vamos às apresentações:  essas são Ally, Lauren, Demetria, Dinah, Jade, Selena e Ariana. Agora esses são Calum, Ashton, Bradley e o baixinho mal morado que te encarou Louis.

 

— Oi — Falo simples acenando.

 

— Oi — Respondem alguns enquanto outros apenas acenaram em resposta.

 

Eu não iria ficar, mas Josh acabou me pedindo para ficar e conversássemos, no fim acabou que todos eram divertidos e legais, tudo bem que tiveram alguns que não foram muito com minha cara e não quiseram conversar muito... Louis, mas fazer o que. Havia alguns minutos que eu não estava conversando mais apenais ouvia o que eles falavam e às vezes opinava em alguma coisa, já estava pronta para sair me levanta e me despedir deles quando sinto alguém me dando um leve puxão, me viro e encaro Josh que se levanta sendo acompanhado por mim e juntos caminhamos alguns metros para frente.

 

— Você está bem? — Pergunta estranhando — Sei que não somos muitos íntimos, mas estou te achando um pouco distante...

 

— Me desculpa eu realmente estou com a cabeça cheia com algo que aconteceu ontem — Respondo passando as duas mãos no rosto cansada.

 

— Não entendi? — Rebate confuso.

 

O encarei tentando me decidir se contava ou não, sei que Noah quer guardar segredo sobre tudo mais de qualquer jeito no fim Josh ira ficar sabendo de qualquer jeito até porque ele está envolvido nessa bagunça feita por aquela vaca.

 

— Ok — Falo dando um grande suspiro de olhos fechados — Ontem à noite depois que você e o Liam entraram aconteceu algo com o Noah...

 

— O que aconteceu com ele? — Pergunta Camila chegando ao nosso lado me fazendo ter um leve susto.

 

— O que está fazendo aqui — Falo sem entender.

 

— Lá atrás está muito chato agora desembucha o que aconteceu com o Noah — Diz dando de ombros.

 

Comecei a contar tudo o que aconteceu desde ontem quando Noah apareceu chorando, foi contando todos os detalhes até chegar à parte onde vi as memorias dele.

 

— Quem são Katie e Seth? — Camila pergunta pensativa.

 

Eu iria responder mais Josh foi mais rápido.

 

— O QUE ISSO IMPORTAR, COMO AQUELE IDIOTA FOI CAIR NUM TRUQUE TÃO IDIOTA DESSES — Grita irritado se referindo a Seth.

 

— Ela é filha de Afrodite o que da certa influencia sobre qualquer um, MAS ainda sim Seth não tinha o direito de fazer o que fez — Falo séria de braços cruzados.

 

— CLARO QUE NÃO TINHA QUEM ELE ACHA QUE É PARA APONTAR O DEDO E JULGAR SEM NEM DAR A CHANCE DE UMA EXPLICAÇÃO, AQUELE... — Josh fechou com os punhos fechados e em seguida soltou um grande suspiro — Como o Noah está com tudo isso?

 

— Mau — Respondo simples.

 

— Ele terá que se forte, um dos piores sentimentos que podemos em nossas vidas é nos decepcionarmos com pessoas que confiamos... Ainda mais se essa pessoa for alguém que amamos — Camila diz olhando para o mar com um olhar perdido.

 

A observei sem entender, encarei Josh em seguida mais o mesmo só me lançou um sorriso tristonho e negou com a cabeça.

 

— Eu vou falar com ele qu... — Josh começou a falar mais para olhando de maneira estranha para o céu.

 

Desviei meu olhar para o céu também e entendi o motivo da sua expressão, o céu que antes estava todo limpo agora estava sendo coberto por varias nuvens que em poucos segundos cobrirão praticamente toda extensão que ficava a cima do acampamento. A grande cobertura de nuvens começou então a alterna em cores, do braço iam para um verde florescente, depois para um azul claro, dourado, e por ultimo ficavam escuras como se estivessem prontas para descarregar uma grande tempestade. A sequência de cores se repetia em poucos segundo, de repente uma grande corrente de vendo surgiu ao mesmo tempo em que o chão começou a tremer de forma um pouco intensa o que quase nos fez cair. Encarei Josh e Camila com um olhar significativo que eles logo entenderam, olhamos na direção dos amigos deles que nos encararam na mesma hora com o mesmo olhar, logo estávamos todos correndo para saída da praia.

 

Quando passamos para área dos chalés paramos e observamos tudo que estava em um perfeito caos, vários campistas corriam alguns saindo de seus chalés desesperados, outros correndo de outra área do acampamento e se juntando a multidão que corria sem direção.

 

— AIRA, JOSH...

 

Eu e Josh nos viramos ao mesmo tempo na direção de onde saíram os gritos encarando Noah que estava apoiado na porta do chalé de Hécate, sem pensar duas vezes corri em sua direção.

 

— O que está acontecendo — Fala assustado ainda se segurando na porta.

 

— Não sei — Falo perdendo o equilíbrio por conta do tremor, eu só não tombei para trás, pois Liam apareceu e me segurou.

 

— Vamos seguir essa multidão é a única opção no momento — Diz Josh segurando na mão de Liam, se virando e saindo correndo sendo acompanhado por mim e Noah.

 

— Onde estão seus amigos? — Pergunto ofegante enquanto corria ao seu lado.

 

— Mandei eles iram na frente — responde Josh sem perder o ritmo.

 

Lembra quando eu disse que todos estavam correndo sem direção, bem, estava enganada, pois quando dei por mim havíamos chegados ao anfiteatro. Estavam todos os semideuses espalhados por lá, muitos haviam subidos para as arquibancadas/ fileiras mais ainda sim estavam muito cheio. De repente as nuvens no céu começaram a brilhar somente em um tom totalmente escuro enquanto o chão começou á tremer mais ainda.

 

— SEMIDEUSES ATENÇÃO, QUANDO EU DER A ORDEM QUERO QUE TODOS FECHEM OS OLHOS.

 

Era a voz de Quiron, não conseguia velo, pra falar a verdade no momento só estavam eu e Noah um pouco afastados dos outros, nem Josh e Liam eu sabia onde foram parar. Sai dos meus devaneios quando escutei o som do chão começando a se ruir e se abri, não sei de onde estava vindo mais estava ouvindo e para melhorar no céu sobre as nuvens escuras uma determinada área redonda foi aberta revelando um poderoso raio de luz dourado, eu podia sentir a intensidade daquela energia, era magia pura, pode parecer impossível mais o raio de luz começou a ficar mais brilhante, e mais começando a sair do dourado e ficar totalmente branco...

 

— AGORA, FECHEM SEUS OLHOS.

 

DROGA... Foi a ultima coisa que conseguir pensar antes de abaixar a cabeça e fechar os olhos segundos antes de sentir toda aquela energia se chocar no chão, enquanto o chão parecia que estava se despedaçando. Mesmo de olhos fechados conseguia sentir a claridade que aquela energia transmitia sem falar no calor. Vários barulhos eram ouvidos, da corrente de vento, do chão se abrindo, dos pássaros além dos vários gritos de alguns semideuses escandalosos.

 

Não sei quanto tempo passou que ficamos de olhos fechados só sei que comecei a sentir a claridade diminuir aos poucos até sumir por completo. Continuei com os olhos fechados nunca sentir tanto poder quanto esses e não iria arrisca. Assim como a claridade, a ventania, o desespero dos pássaros, o chão se abrindo... Tudo parou, estávamos em um total silencio.

 

— Semideuses... Já podem abrir os olhos — Escuto Quiron dizer.

 

Meio receosa fui abrindo os olhos aos poucos, a primeira coisa que fiz foi observar ao redor... Estava tudo da mesma maneira de antes, nada destruído, desintegrado ou qualquer coisa do tipo. Noah que estava ao meu lado começou a abrir os olhos e de cara me encara com olhar assustado como se estivesse me perguntando “O que DIABOS aconteceu aqui?”, neguei com a cabeça e voltei a observar em volta até que foquei em Quiron. Ele estava no meio do anfiteatro observando a todos, ou melhor, para os quatro semideuses contando comigo e Noah que estavam de olhos aberto. Dei alguns passos em sua direção para questiona-lo sobre o que foi tudo isso, Mas então foi ai que eu percebi que atrás deles se encontravam dezesseis tronos haviam algumas pessoas sentadas nos tronos mais eu não conseguia enxerga-las direito da distancia que estava. Sentir Noah apertando minha mão e o encarei no automático, ele estava com perdido olhando na direção dos tronos...

 

— Vamos lá semideus, abram seus olhos e deem as boas vindas para os deuses...

 

Então é isso, eles chegaram.

 


Notas Finais


Gente tenho uma pergunta: Vocês acham que a fic estar devagar demais?...

Tipo tem muita coisa pra acontecer ainda, mas eu acho que estou desenvolvendo ela muito devagar, me digam o que vocês acham, estou indo devagar demais no desenvolvimento ou está bom.

Só isso mesmo, Xau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...