História The Student - Finn Wolfhard. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Mike Wheeler, Personagens Originais
Tags Finn Wolfhard, Imagine Finn, Imagine Finn Wolfhard, Imagine Mike, Imagine Mike Wheeler, Mike Wheeler
Visualizações 79
Palavras 768
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Capítulo 6-Elf


Fanfic / Fanfiction The Student - Finn Wolfhard. - Capítulo 6 - Capítulo 6-Elf

12:30 

Acordo com o quarto todo escuro, televisão ligada e com café e um pedaço de cheesecake no meu criado-mudo, com um bilhete ao lado.

Pego o bilhete e começo a ler: 

"Olá filha, tive que voltar pra Coréia por causa do meu trabalho como te disse antes, volto em dois dias, beijos♡."

Fico ali deitada assistindo Stranger Things, a 2° temporada que ainda não terminei, e tomando meu café.

<Point Of View Finn Wolfhard>

Estava nas gravações da 3° temporada, logo que sair daqui irei para a casa da ____.Ela me ligou para jogarmos algum video-game na casa dela.

Quando estava saindo o Gaten me para.

-Ei, onde você vai com tanta pressa?-Pergunta e eu o olho para o mesmo.

-Vou para a casa de uma amiga.-Falo e o mesmo sorri.

-Você disse que não tinha amigos, fez novas amizades?-Pergunta ainda sorrindo e eu nego.

-Não, só ela mesmo.-Falo e o mesmo acena com a cabeça dando um tchau com a mão direita.

[...]

Ao chegar na casa da ____ bato na porta e ouço passos, logo vendo a mesma abrir com os olhos de olheira.

-Olá.-A mesma fala sem expressão e eu dou uma risadinha para a mesma não perceber.

-Oi.-Falo e me sento no sofá da casa dela, ela vai até a cozinha e volta com um pacote de bombons na mão, colocando na mesinha da televisão e ligando.

Ela liga o X-BOX ONE e coloca Mario para jogarmos, sorrio por ser um dos meus jogos favoritos, ficamos ali jogando e conversando até cansar.

Mais ou menos às 15:30 eu me levanto do sofá e vou até o quarto da mesma, ela tinha dormido então levei ela até o quarto, coloco a mesma na cama e fico na sala esperando ela acordar, enquanto jogo Mario.

<Point Of View ____>

Acordo sentindo um ótimo cheiro carne, desço as escadas vendo Finn cozinhando, sem querer dizer nada mas ficou engraçado, solto um riso com esse pensamento e vejo o mesmo me encarar.

-Ah oi, eu estava te esperando acordar para ir embora já que seria falta de educação sair sem me despedir, acho melhor eu ir agora...-Fala e eu nego.

-Fica, até comermos, já que você cozinhou.-Falo e vejo o mesmo sorrir e se sentar na mesinha, me sento logo depois, comemos o prato, que por sinal estava uma delícia, e nos depedimos.

-Amanhã você está livre?-Pergunta e eu assinto.-Vamos pra um lugar, uma hamburgueria que tem aqui perto e é muito boa, okay?-Fala e eu assinto novamente.

-Sim, agora vai logo que sua mãe deve estar preocupada, tchau!-Falo e o mesmo ri logo saindo, fecho e tranco a porta e vou até o banheiro da minha suíte para tomar um banho e dormir novamente.

10:10 AM

Levanto ouvindo o despertador tocar, vou correndo para o banheiro para tomar um banho e me trocar para sair com o Finn, coloco um short cintura alta preto e uma camisa branca larga.

Desço e fico ouvindo músicas enquanto espero Finn, logo ouço batidas na porta e vou abrir, me deparo com Finn pálido e suado.

-Está tudo bem?-Pergunto preocupada e o mesmo somente balança a cabeça afirmando, abro mais a porta e o mesmo se senta no sofá e eu vou pegar uma água.

-Eu corri até aqui.-Fala suspirando e sorrindo de lado, se levanta e fica plantado lá fora, saio de casa e tranco a porta.

[...]

Chegamos na hamburgueria com o nome Elf, entramos e nos sentamos numa mesa para duas pessoas.

-Oque você vai querer?-Ele pergunta e eu olho o cardápio com uma expressão de dúvida.

-Um deste por favor.-Falo mostrando para ele qhe chama o garçom.

-Dois destes e duas coca-colas.-Pede e o garçom sai.

-Então, você morou no Brasil por quanto tempo?-Pergunta.

-Até meus 12 anos, tive que sair de lá por causa do trabalho da minha mãe, eu já te falei.-Falo e o o mesmo assenti,nossos pratos chegam e comemos.-Okay, vou pagar a conta!-Falo e vejo o mesmo sair correndo e pagando antes de mim, me deixando irritada.-Você sempre paga, pra que?

-Porque eu quero, vem vamos.-Fala e me puxa para irmos andar, paramos em um parque muito lindo que eu nem sabia que tinha ali, ficamos andando lá e jogando moedas no rio enquanto faziamos desejos.

-Você tem mais amigos fora daqui?-Pergunta e eu assinto.

-Na verdade eu tinha, mas já faz 2 anos praticamente que não nos falamos, mas eram meus únicos amigos.-Falo abaixando a cabeça.-E você, disse que tinha amigos que não eram da escola, quem são?

-Somente amigos...Não sei, conheci eles na rua e em outros lugares.-Ele mentiu, que feio!

-Uhm, vamos?Está ficando tarde!-Falo e o mesmo assenti, logo começando a caminhar para casa, o mesmo me deixa na porta da minha casa e sai, até que não foi tão entediante esses dias com minha mãe fora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...