História The Teacher - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~breeh_kook

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Jeon Jungkook
Visualizações 53
Palavras 1.794
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaa gente, bom estamos aqui para agradecer pelas 200 visualizações

amamos muito voces

Aproveitem a leitura e byee

Capítulo 5 - Descobrir por conta própria.


Eu estava levemente com os meus olhos arregalados, sinceramente eu estava assustada pelo jeito que Jeon Jungkook falou, assinto levemente e ele solta uma risada seca andando até sua uma sala que as pessoas ficavam quando tinham detenção, era uma sala que tinha bastante eco, porém quem estava do lado de fora não escutava nada, absolutamente nada, como eu sei? 

Eu me lembro da vez que eu e HyunA estávamos de detenção por ter faltado bastante aulas e descobriram, nós duas entramos lá e ficamos ouvindo música, HyunA ficava as vezes gritando e eu ria, quando saímos o professor falou que nós duas estávamos de parabéns por não ter feito nenhum barulho.

Entro com ele e me sento na carteira da frente e ele como sempre, arregaça as suas mangas de sua camisa branca social, e deus, hoje estava bastante calor ou seja ele ficava com aquela camisa totalmente transparente, ele arqueia uma sobrancelha e bota sua língua contra sua bochecha.

— Bom Senhorita Kim, vai funcionar da seguinte maneira, eu irei de fazer perguntas sobre a matéria que eu estou dando agora para a sua turma e você irá responder, se caso responder errado você ganhará uma punição, lembre-se, eu não brinco em serviço! 

Suspiro levemente nervosa e ele se dirige até minha frente.

— Vamos começar querida...qual seria o resultado dessa conta Lizzie? —  Ele bota alguns números no quadro, mas especificamente M = 2³ x 3 x 7², ele se vira para mim e pergunta.— Qual o valor de M Lizzie? 

Engulo seco e me levanto, por mais que eu estivesse nervosa eu parei para perceber que nossa diferença de altura era bem grande, Jungkook era terrivelmente gostoso! Isso era impossível negar, ele usava uma calça preta que marcava bem seu membro que por acaso, era bem grande! Sou despertada dos meus pensamentos impuros pela sua voz rouca e levemente alta.

— Pare de me secar senhorita Kim! — Ele dá uma gargalhada e eu reviro os olhos e vou ate o quadro o empurrando para o lado e pego a caneta, respiro fundo e botando o que eu avia aprendido nessas ultimas aulas que eu tinha vindo, ou seja, nada.

Ele bufa e chega por trás e segura minha mão e me guia com a caneta, ele põe o resultado, mas por algum motivo ele não se distancia.

— Quer saber?! Foda-se! — Ele me vira e me pega em seu colo me beijando, seguro em sua nuca aprofundando o nosso ósculo.

  Ele me põe encima da mesa e eu escuto algumas coisas serem derrubadas, provavelmente era sua pasta com as coisas da escola, ele aperta minha cintura vai descendo suas mãos até minha coxa com ali deixa sua mãe marcada, ele dá um tapa em minha bunda e eu solto um gemido durante o beijo, ele separa o nosso ósculo e dá novamente outro tapa em minha bunda e depois a aperta.

— Gosta disso babe? — Apoio minha cabeça em seu ombro logo mordendo o lóbulo de sua orelha arrancando um grunhido dele. 

— O que acha de me chupar Lizzie?— Ele pergunta novamente com sua voz rouca e baixa, desço da mesa e me abaixo em sua frente, por mais inexperiente que eu seja, HyunA avia me dado umas dicas, "esconda os dentes, lembre-se se faltar alguma parte que não entrar em sua boca, faça com a mão, foque primeiro na sua glande, eles gostam disso e brinque com sua extensão, seus testículos e nunca perca contado visual".

Respiro fundo e vou tirando seu cinto e desabotoando sua calça, abro seu zíper e abaixo sua calça logo arregalando levemente os olhos, deus! Ele era certamente grande, seu membro estava bastante marcado pela sua boxe preta, olho para ele com o olhar mais inocente que eu conseguia.

— Pede para eu te chupar Jungkook-ah!— Sorrio sapeca e ele me olha sorrindo malicioso.

— Me chupe babe, me deixe foder essa sua boquinha! — Sorrio com aquilo e me lembro, foque na glande primeiro.

Olho para sua glande rosada e inchada, ela tinha pré-gozo saindo, pego seu falo pela extensão e o olho, dou uma lambida em sua glande a circulando e deixo um selar na mesma o ouvindo arfar, levanto seu falo e brinco um os seus testículos, ele solta um gemido que parece esta preso em sua garganta e ecoa pela sala. 

Volto a focar em sua glande, a boto na boca e vou somente a chupando, a tiro da boca passando a língua em sua extensão e volto a chupa-lo, só que dessa vez com mais agilidade, vou fazendo vai e vem o ouvindo gemer meu nome, nunca ouvi algo tão bom quanto isso, ele segura meu cabelo e vai mais rápido, ele ia até o fundo da minha garganta realmente fodendo com a minha boca, o canto dos meus olhos iam se acumulando com lágrimas e eu as seguro, apenas estava focada em dar prazer a Jeon Jungkook.

Suas veias pulsavam em minha boca, eu estava com dores leves na boca, ele larga meu cabelo e eu vou mais devagar fazendo ele gemer arrastado.

— E-eu estou q-quase Lizzie....— Retiro seu falo da boca e vou apenas o masturbando.— E-engula tudo que o seu q-querido professor te d-der.

Logo sinto jatos de goza quente em meu rosto e boca, lambo tudo como o mesmo pede e me levanto.

— Obrigada pela aula professor! — Sorrio e saio de lá.

Nunca pensei que ia fazer isso, logo com o meu professor, chego em casa e logo me deparo com meu pai e minha mãe na sala.

— Filha ? — Minha mãe diz com um tom de preocupação.

— Eu?

— Aí filha por que não avisou que ia chegar tarde? — Diz ela, olho em meu relógio no pulso e vejo a hora, realmente está tarde.

— Desculpas mãe, eu esqueci de avisar para vocês que eu teria aulas extras de matemática... - Olho para o rosto da mesma e depois para o do meu pai, ele estava realmente bravo, pelo menos eu não estava mentindo.

— O importante é que você está bem! — Minha mãe vem e me abraça, ela é realmente bastante exagerada, já o meu pai fica me olhando sério, com certeza ela viria falar comigo, mas hoje eu estava com medo porque ele certamente deveria esta bravo e eu cheguei atrasada dois dias, meu pai é bastante pontual.

— Filha ? — Logo o mesmo me chama me despertando dos meus pensamentos. — Depois quero conversar com você, me depois do jantar vá para o meu escritório.

— Okay pai, vou tomar um banho, com licença. 

Subo as escadas entro em meu quarto e me deparo com a bagunça de sempre. Entro no banheiro me despindo e já entrando no boxe, deixo a água morna escorrer pelo meu corpo e fico pensando o que aconteceu "nas aulas extras", eu não estava com a consciência pesada, eu estava tranquila, não havia mentido.

Saio do box me secando e vou para o quarto enrolada na toalha. Resolvo colocar um saia preta com cinco dedos pelo menos acima dos joelhos, pois meu pai estava em casa e não gostava de me ver com saia curto.

 Desço as escadas e vejo só papai na mesa, me sento e ele me olha estranho, minha mãe põe a mesa e eu como logo indo até o banheiro, escovo meus dentes e vou até o escritório do meu pai. Espero uns cinco minutos lá e ele chega.

— Pai ? — Chamo o mesmo me levantando, me reverencio e me sento novamente olhando para baixo, ele se senta e me encara.

— Eu vou perguntar somente uma vez... qual foi o verdadeiro motivo de você chegar tarde ontem?— Diz o mesmo suspirando, respiro fundo e o olho.

— E-eu acabei perdendo a matéria e a H-hyunA não ficou me e-esperando então m-meu professor me o-ofereceu  carona, apenas isso. — Abaixo a cabeça.

— Que professor?— Ele diz ainda com uma carranca.

— O de m-matemática, Jeon Jungkook.— Ele me olha desconfiado.

— Eu não acredito em você, Kim Lizz! Algo me diz que você está me mentindo para mim, o que você fez hoje?— Engulo seco.

— E-eu estudei e t-tive a aula extra papai...— Digo visivelmente nervosa, estava tão na cara que eu estava mentindo, minhas bochechas ficam ruborizadas quando algo do tipo acontece, provavelmente eu devo estar um tomate!

— Entre em seu quarto e durma, se não vai me falar eu mesmo vou descobrir, por conta própria! — Resolvo não discutir com ele e faço o que ele manda. 

 Subo as escadas, chego em meu quarto e me jogo na cama já cansada. Depois do dia de hoje não tem como ficar cansada né? Acordo com meu celular despertando e cancelo o despertador, me arrumo para ir para a escola desço e vejo minha mãe na cozinha.

— Oi mamãe, bom dia! 

— Oi meu amor! Parece que acordou de bom humor! — Ela sorri.

— Algo me diz que o dia será bom..Bem de qualquer forma eu já esto indo, não quero em atrasar!   

— Tá bom filha cuidado!

 Saio de casa e percebo que a rua está vazia, não via nem uma alma penada ali, estranho isso porém sigo reto. Pego me ônibus e assim que entro no mesmo, vazio novamente. Estranho um pouco, mas sento em qualquer banco, chego na escola e vejo tudo vazio.

 Penso em está atrasada e todo mundo estar na sala já. Vou correndo para a sala, chego la vejo só Jungkook na sala, o mesmo estava com uma calça preta e uma camisa branca, estava segurando alguns papéis e estava de óculos, ele estava bastante bonito.

— Olha quem chegou! - Ele tira o óculos, larga os papéis e vem em minha direção.— Minha aluna favorita. — O mesmo sussurra em meu ouvida a última frase, sinto meus pelos se eriçarem e suspiro.

— Jungkook cadê todo mundo?

— Preparei essa ocasião especial para nós. Quero aproveitar com a minha pequena aluna...— O mesmo diz isso é chega mais perto

— Jungkook sai! - Dou as costas para o mesmo, ia sair andando,mas o mesmo me puxa com força, fazendo meus pulsos doerem.

— Pra aonde a mocinha vai?— Diz o mesmo com um olhar malicioso.

— Para a minha casa, você pode me largar?!

— Ah qual é?! Chega mas perto..

— Jungkook saí!

— Primeiro eu tenho que fazer uma coisa.

Depois de terminar de falar o mesmo veio me beijar a força, mas dou um tapa forte na cara do mesmo, vejo o rosto dele vira, mostrando a tamanha força.

— Isso não vai ficar assim princesa!

 Ele chega perto de novo me deu um tapa me dando tonteira, logo depois começa a rasgar minhas roupas.

— Jung-jungkook para... — Falo com um pouco de medo, abro a os olhos assustada e percebo que foi apenas um pesadelo. Levanto e vou para o banheiro,me olho no espelho e estou toda suada, lavo meu rosto.

— Foi apenas um sonho...Apenas um sonho..


Notas Finais


Esperamos que gostem <3

perfis: @xiushinha and @breeh_kook


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...