História Toda sua - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Tags Ichiruki
Visualizações 124
Palavras 1.399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Ficção, Harem, Hentai, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei, bem antes do esperando eu acho. Vocês gostam de atualizações em dias alternados? Tipo, acho que vai ter mais de duas atualizações semanais porque ando bastante inspirada. Quero explicar o porque do capítulo passado ser curto, então, eu queria só dar uma prévia do como vai ser a história pra não encher o saco de vocês com um capítulo enorme rs, mas vamos ter capítulos enormes viu? Se preparem. Estou muito feliz com a receptividade positiva das pessoas que convidei a lerem, meu muito obrigada a todas. Sem delongas o capítulo!

Capítulo 2 - Meu senhor


Capítulo 2 por Pyongi

Meu senhor


É cedo quando estou abrindo a porta do meu apartamento, ultimamente as ruas andam tão perigosas que é mais prudente assim. Tiro a alça da bolsa e jogo ela sobre o sofá só deixando de fora meu celular, recebi um e-mail da secretária do Shirosaki informando as preferências de meu novo “senhor.” Sim, a partir de agora era sua submissa e ele meu senhor. Porque isso soa tão erótico?

 

Correr quilômetros pela manhã, se alimentar de acordo com um nutricionista orientado pelo departamento. Marcaram um nutricionista pra mim? Deixa eu ver o que mais... Questões de cuidados pessoais: Depilação de preferência total, dormir no mínimo 8 horas por dia. Todos os tópicos na tela do meu celular fazem meu estômago revirar de ansiedade.

 

Acesso a internet pelo smartphone admiro fotos dele no Google e fico ainda mais deslumbrada por sua beleza ostensiva e até meio assustada om sua extravagância, dinheiro, luxo, poder.

 

Não é de conhecimento público que Ichigo shirosaki tem hábitos sexuais exóticos e uma tara gigantesca por mulheres, digamos assim, abertas a tudo - com conotação sexual. Me sinto um ser privilegiado por ter acesso a este tipo de informação por causa da minha colega quarto, ela faz parte de uma agência de acompanhantes “submissas” a Xcution e há três dias ela recebeu um anuncio enviado pela agência e tomei a liberdade de pegar o bilhete premiado ir em seu lugar.

 

Enquanto procuro fotos e mais fotos nesse momento ouço o trico da porta abrir, era minha amada colega que acabava de chegar.

 

— Em casa tão cedo? — Pergunta com as mãos ocupadas em deixar a porta devidamente trancada. Inoue Orihime é uma mulher asiática bastante simpática e muito bonita, sua especialidade como “acompanhante” de Luxo tem lhe rendido um bom pé de meia mas ela não é descuidada com dinheiro e vive nesse fim de mundo para não desperdiçá-lo atoa.

 

— Falei com meu chefe pra sair mais cedo a partir de hoje, a cidade anda tão perigosa. — Digo enchendo um copo com água, Inoue tem um charme natural que atrai os homens certos aqueles com muito dinheiro e muito distintos. Bem diferente de mim que não atraio nem moscas.

 

— Preciso te dizer uma coisa. — Digo, mas ela não presta muita atenção parece agitada deve querer sair de novo. — Eu fui ver aquele homem do anúncio em seu celular, Shirosaki Ichigo. — Assim que digo ela para na hora.

 

— Shirosaki Ichigo? E por que você não me falou nada? — Pergunta com um misto de curiosidade.

 

— Você me disse que não pretendia aceitar o convite enviado pela Xcution então eu me arrisquei, nem sabia se iriam me aceitar no seu lugar já que tinha hora marcada.

 

— Você é impossível mesmo.  E aí no que deu? — Pergunta curiosa.

 

— Ele me aceitou. — Dou de ombros e ela age como se aquilo não fosse possível. Ontem mesmo ela tentou me fazer mudar de ideia de todas as formas porque Shirosaki Ichigo detesta ensinar.

 

— Sério? Não tá brincando né? — Pergunta com muita incredulidade depois olha pra mim como se tivesse orgulhosa do meu feito. — Eu não sabia que ele treinava suas submissas. — É assim que ele chama as mulheres que contrata para aquela finalidade...  — Você é especial Lúcia. — Me olha descrente. —  Mas é isso mesmo que você quer?

 

— É isso que eu quero. — A tranquilizo. — Eu não me acho nada especial, acho que eu dei sorte. — Comento.

 

— Eu não quero ser estraga prazeres nem me meter na sua vida mas me sinto sua amiga e no dever de te alertar. Você é uma garota tão romântica, sensível que se bobear, ainda é virgem.

 

— Espera, eu não sou virgem. — Escapei um risinho nervoso e ela me acompanha.

 

— Não é virgem mas parece ser. Se você se apaixonar por ele vai ser um desastre ele é o tipo do cara inalcançável. Me entende? — Articula.

 

— Obrigada por se preocupar comigo Orihime. Sabe, eu nunca fiz nada ousado na minha vida não quero sempre ser tachada de sonsa. Só tive dois namorados até hoje e sei que pareço uma mulher tímida sem nada de especial... E olhe para você?

 

— Eu? Atá. — Ela acha graça. — Ninguém é igual Lúcia, tem horas que eu queria ser você. — Inoue confessa.

 

— Você só pode estar louca né? — Ela balança a cabeça que não.

 

— Você é alguém que todo mundo gosta, é amável, delicada, diferente de mim. Posso ser um mulherão parecer autoconfiante quando a verdade passa bem longe disso, mas tipo, aonde eu chego sempre tem aqueles olhares de inveja e até de discriminação por eu ser bonita demais. Tem suas merdas acredite. — Diz amarrando o cabelo em um coque.

 

— Eu imagino que deve ser muito difícil se bonita e gostosa. — Ela ri e joga uma almofada na minha cara.

 

— Idiota. — Fala se instalando no sofá. — Quando você começa? Deixa endereço, telefone, tudo anotado para eu ligar pra polícia qualquer coisa.

 

— Assim você me assusta. — Ela cai na gargalhada com minha expressão de medo.

 

— Não precisa ficar assustada, é só por precaução. Eu sempre faço isso esqueceu?

 

— Verdade, mas a Xcution te assegura. — Ela concorda comigo. — Então, eu começo amanhã vai passar um motorista pra me buscar.

 

— Que rápido, geralmente demora um pouco. — Fala e levanta. — Tenho compromissos à noite, não sei que horas volto amanhã então boa sorte amiga. — Ela me abraça forte.

 

— Obrigada, eu acho que nem vou conseguir dormir direito essa noite. A vejo entrar no quarto depois disso.

 

Estou assistindo novela quando Inoue sai lá de dentro. — Maravilhosa... — A palavra sai da minha boca sem permissão.

 

— Gostou? — Ela dá uma voltinha. — Tenho um encontro “comercial.” Sou acompanhante de um jovem médico.

 

— Você está perfeita. — Ela ri mexendo o cabelo ruivo de um lado para o outro. — Boa sorte. — Digo quando a vejo sair.

 

Sozinha, eu desligo a tevê e vou para o meu quarto arrumar a mala para passar o próximo final de semana na casa de um bilionário. Isso me parece uma cena de filme mas é realidade.



 

...



 

Oito da manhã precipito a cabeça na janela do meu quarto e vejo um carro de luxo parado na calçada deteriorada do meu prédio. Aquilo era tão incomum, digo, carros assim não aparecem todos os dias por aqui.

 

Levando apenas uma bolsa média de viagem com roupas dou uma olhada para trás antes de entrar no interior do carro, o bom porteiro parecia admirado ou talvez intrigado com o fato de um carrão daqueles está a minha espera. O bom e educado motorista abriu a porta para mim para seguirmos viagem.


 

Quebra tempo.

 

Gastamos cerca de duas horas de viagem até chegar no palaciano ostentoso que é a residência de Ichigo Shirosaki, eu nunca vi nada parecido. Belos portões se abriram para seguirmos caminho com bela vista para os jardins e a mansão é de tirar meu fôlego.

 

— Bom dia senhorita. — Uma mulher bem apessoada me saúda quando ponho os pés dentro da mansão tão bonita quanto a secretária do escritório do Shirosaki, tamanho luxo me deixa embasbacada é embaraçoso caminhar olhando para tudo. — Vou acompanhá-la até seu quarto, por favor me acompanhe.

 

— Assim, sim. — Obras de arte por toda parte e uma decoração luxuosa a casa era digna de eu filme. Me pergunto onde será que estão os instrumentos de prática sexual

 

— E este é seu quarto. — Diz após abrir a porta pra mim, eu estou sem palavras é maior que o meu dois quartos que duvido com Orihime. — O senhor Shirosaki deve voltar para casa antes do almoço, pediu que a senhorita se apronte espere por ele para almoçarem juntos.

 

— Perfeitamente. — Digo e a mulher entende com um leve aceno depois fecha a porta quando passa por ela. — Tem um vestido em cima da cama e ainda não tinha reparado nisso, é lindo e parece que foi feito sob medida. Ao lado deste tem um bilhete feito a mão. Por ele?

 

Espero que suas medidas estejam corretas;

Estou ansioso por vê-la tão bela

Shirosaki Ichigo.




 


Notas Finais


Leu até aqui? Não vá embora ainda, deixa seu comentário que ajuda muito!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...