História Todas as vezes que chorei por você - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Kai, Sehun
Tags Kaihun, Sekai
Visualizações 39
Palavras 996
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Shonen-Ai, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


é isto voltei pra sofrência e pras tosquices e choradeira e essas coisas que nem sei por qq eu ainda escrevo

Capítulo 1 - High and dry


Quando te conheci, percebi que era o sol antes de ouvir seu nome, meu coração te reconheceu antes mesmo de eu saber que sua risada é o som mais lindo do mundo. Eu já soube que não teria chances. E depois, quando tive, chorei sabendo que não merecia. Que eu te quebraria e que você é lindo demais pra ser machucado por mim, como eu machuco todas as outras pessoas. Quando me pediu em namoro, e eu contei que eu já era de alguém. Mesmo sabendo que no fundo agora eu era seu, e que seria seu por muito mais tempo, e que eu me arrependeria. Chorei por todos os meses seguintes em que realmente me arrependi e que fingia não saber que o lugar que eu mais queria estar na verdade era com você. Chorei ao voltar lá, depois de quase um ano, e você me receber e sorrir pra mim do mesmo jeito. Mesmo sabendo que não era igual. Chorei te abraçando enquanto gaguejava em inglês sobre todas as vezes em que tudo que eu queria era te ligar e ter você por perto de novo. Falei do meu medo infinito de acabar com você como acabo com mim mesmo todo dia. Falei sobre como a saudade pode torturar alguém e sobre como nós nos oferecemos indefesos pra ela. Chorei de manhã na sua varanda, ao saber que tinha que ir embora de novo, e que aqueles medos todos não tinham passado. Chorei por dentro ao te ver dormindo e me sufoquei com tanta beleza e com algo que eu não tinha coragem de dar nome ainda.

Chorei quando acabei voltando mais rápido do que pensei, e quando você me disse, com os olhos brilhantes e os olhos apertados sorrindo, sobre ela. Chorei porque eu não tinha direito de chorar, quando eu mesmo não disse sim antes. Chorei muitas noites até cansar e acabar te dizendo how in love i was. Chorei porque sabia que meu coração já sabia de cor a dor que eu sentia ao ver você em alguma nuvem de chuva(ou em qualquer cor no céu, tudo é você). Chorei quando criei coragem pra assistir Friends, depois das vezes em que ficamos no seu sofá rindo e você repetindo várias vezes os nomes dos personagens pra mim. Nada me deixa tão feliz e tão triste ao mesmo tempo quanto Friends. Chorei e chorei com a confirmação diária de que nada daria certo pra mim, que você nunca mais me veria daquele jeito de novo. Chorei escrevendo milhares de palavras sem sentido sobre a dor pura que pensar em você me causava. Pura e simplesmente amor, esse que percebi só bem mais tarde o que era.

Chorei quando achei que tivesse te esquecido mas que na verdade a parte mais importante da minha vida ainda era você. Chorei quando fomos virando mais amigos que nunca, porque eu nunca vou ter a chance de ser mais que isso. E é tudo que eu queria ter, atrás da utopia de ver você feliz de qualquer jeito. Chorei quando vi seu rosto de perfil, os olhos fechados, um sorriso pequeno, a camisa branca com o crucifixo batendo no seu peito, você como sempre imitando seu violão enquanto ouve a música. Chorei porque soube definitivamente que não há outra pessoa que seja você. E que é você. Somente você, e você, e você de novo. Sempre sempre você. E ninguém me deixaria do mesmo jeito, se não você. Chorei quando disse pra ele que não gostava do jeito que ele merecia, quando na verdade o problema é que eu nunca precisaria dele como preciso de você. Chorei quando você segurou nos meus dedos discretamente, enquanto estávamos sentados e você me contando da garota pela qual se apaixonou em um dia e não a viu mais. Eu pedi pra nos sentarmos porque não importava se a história me machucava, eu queria mais tempo com você. Chorei pensando em todas as coisas que eu diria chapado pra você, e que nunca diria sóbrio. Chorei pensando que você não deve ter nada assim pra mim, porque eu não sou grande coisa na sua vida mais. Chorei porque eu queria encostar você em uma daquelas árvores onde escrevi que nós estávamos lá, e te beijar até me derreter como uma estrela morrendo. Chorei com você rindo sem graça e dizendo pros seus amigos que não, não tinha nada a ver a gente juntos de novo, porque somos só amigos agora. Chorei pensando nas garotas que te vi beijando e em como eu era egoísta por querer ter você nem que fosse de um jeito tão superficial.

Chorei duas semanas depois quando você cantou Rubel olhando bem pra mim, sem saber que ali eram duas músicas diferentes. Chorei com o seu sorriso tímido dizendo como aprendeu a tocar Pumped up kicks pra mim porque sabe como sou apaixonado por eles. Chorei com Creep tocando no fundo da minha cabeça, porque tudo em você me faz querer chorar mais e mais e eu só queria ser especial de novo. Chorei até ficar sem ar porque simplesmente dói tanto. Chorei quando cheguei em casa depois de ficar uma hora beijando meu amigo como se quisesse estar só com ele, mas quando passei pela porta me senti tão vazio e você é a única coisa que me faz sentir algo quando tudo já se foi. Chorei quando você respondeu minha mensagem dizendo que estava lá, porque eu sabia que não estava. Chorei pelo resto da noite ouvindo High and dry simplesmente porque ficaria tão linda na sua voz arranhada e nos seus dedos finos com a palheta do U2 que te comprei de aniversário. Chorei porque é tudo que eu posso fazer sem atravessar a linha que seria te perder. Porque é a minha reação automática ao ver o universo todo em você quando eu sou um gigante buraco negro. Porque ter você nas minhas lágrimas é o mais perto que eu posso chegar.


Notas Finais


seria muitos links pra todas as músicas citadas mas ouçam elas mesmo assim brigado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...