História Todos Nós Mudamos De Noite...- Gastina - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Gaston, Nina
Tags Gastina, Lutteo, Simbar
Visualizações 90
Palavras 963
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, meus amores! 💕
Boa Leitura! 📚

Capítulo 18 - "As Lágrimas São Inevitáveis Agora."


Fanfic / Fanfiction Todos Nós Mudamos De Noite...- Gastina - Capítulo 18 - "As Lágrimas São Inevitáveis Agora."

Gastón Perida.


Entro na cozinha e vejo minha mãe, meu pai e meu irmão.

- Bom Dia! - Digo 

- Bom Dia, meu amor! - Minha mãe diz com aquele sorriso meigo dela

- Bom Dia! - Meu pai diz me dedicando um sorriso 

- Finalmente acordou em, Belo adormecido! - Meu irmão debocha e eu lhe dou um tapa na nuca ao passar por ele

- Olha o respeito, eu sou o irmão mais velho! - Me sento ao seu lado e pego um biscoito de seu prato

-Hey! Meu biscoito, ladrão!

-Maxi! - Minha mãe repreende e eu Rio 

-Bobão! - Zombo

- Gastón! - Meu pai me repreende e o sorriso se desmancha de meus lábios 

-Viu? Eu não sou o único! - Maxi grita

-Mas eu continuo sendo o mais velho! - Ele me da um tapinha e eu dou outro nele

-Meninos! Por favor podem parar? - Meu pai diz sem desviar o olhar de seus papéis e tomando um gole da sua xicara de café  

-Sim...! - Falamos juntos

-Ótimo! 

*

Eu e meu irmão estamos no meu carro eu estou dirigindo e o mesmo está examinando o carro com o olhar. Ele aperta o botão de músicas e a música de Justin Timberlake invade meus ouvidos, não é tão ruim, ela é animada! Mas essa música durou quinze segundos, pois meu irmão apertou novamente o botão mudando para uma música de Justin Bieber, e logo após Cold Play, Shanw Mendes, Tini Stoessel...

Bato com força em sua mão a tirando do rádio.

-Ai! - Ele acaricia a própria mão e eu desligo o rádio 

-Se vai ser indeciso nem ligue o rádio! - Ele dá um tapa em meu braço e por um mísero instante eu desvio o olhar da rua e olho para seu rosto com uma careta se segurando para não rir - Idiota! - Dou um tapa em sua cabeça e ele começa a distribuir tapas em meu braço 

Eu fico com a mão esquerda no volante e a direita me defendendo. Ambos estamos rindo, ou melhor! Gargalhando!

-Chega, chega, chega! - Grito e ele para 

Começamos a rir e ele liga o rádio novamente, oh Deus!


Narradora.


Angie e Ricardo estão em um carro na estrada indo em direção a uma cidade na Espanha. 

- Ainda não entendo por que estamos indo de carro! - Angie diz

-Porque não tem vôos direto para esta cidade que nós vamos, só para antes! Então pegamos o vôo de antes e estamos indo de carro para esta cidade!

- Ah! E é longe?

-Trinta quilômetros!

-Deus é pai! - Angie diz de forma engraçada 

Sem que Ricardo perceba, o mesmo sorri. 

Angie tem este jeito divertido, desengonçado e engraçado de ser que é natural. Ela faz coisas bobas por natureza. É bem... Ricardo adora isso nela!

A loira encosta a cabeça no vidro do carro sentindo a virabração do mesmo. Mas então, a vibração para, junto com o carro.

Ela levanta a cabeça e pergunta:

-O que houve? Por que parou, Ricardo?

- Não fui eu que parei! Acabou a gasolina!

- Não, não, não! Não acredito que você sai para viajar e não olha a gasolina!

- Eu esqueci!

-Já sei! Vamos pedir gasolina! 

-Pedir? Pedir aonde?

-Para os carros que passam!

- Por favor, né Angie? - A mesma arqueia uma sobrancelha e sai do carro, sendo seguida por Ricardo

-Aposta quanto que eu consigo?

- Que Tal assim? Eu Conheço o caminho inteiro até lá, eu vou andando até lá e compro gasolina e pego um carro e venho!

- Ricardo! São trinta quilômetros até a cidade! Você vai morrer neste percurso e eu vou morrer aqui te esperando! Minha ideia é  melhor!

-Ok! Te dou quinze minutos para fazer com que alguém pare! Se  ninguém parar eu vou para a cidade a pé.

-Trinta minutos! - A loira propõe rapida

-Dezenove! - Ricardo responde ao mesmo tom

-Vinte e um!

-Nove!

-Treze!

-Onze!

-Ótimo, serão onze? 

-Sim! - Ele lhe dá as costas e entra dentro do carro e fica a vendo pelo retrovisor do carro

Um carro está vindo e Angie faz uma pose engraçada e ridícula - mas não para ela- e põe o braço para frente para o carro parar mas o mesmo passa direto

-Ah! Obrigada! - Angie grita - Ricardo! Ele não me viu sabe por que? Por que fica só no celular! Este com toda certeza vai bater! - Ricardo ri com a explicação da loira

Outro carro está vindo e Angie faz uma pose bem parecida com a outra. O carro passa reto, Angie fica emburrada, mas logo sorri quando percebe que o carro parou a alguns poucos metros atrás dela

Ela sorri e grita e Ricardo fica de boca aberta.


Gastón Perida 


Eu estava andando pelo parque quando Nina vem até mim. 

-Por que disse aquilo? - Ela me pergunta

-Aquilo o que?

- Você disse em uma entrevista que nós ficamos!

-Opa, opa, opa! Eu não disse nada disso naquela entrevista!

-Então por que eles colocaram? Nós estamos nas capas de milhares de revistas e jornais! E você está conhecido com "Garoto Secreto"!

- Olha Nina, eu não disse que a gente fica, Ok?

-Mas por que está lá? 

-Desculpe, mas eu não sei! - Ela faz uma cara emburrada e meu celular toca 

Atendo e escuto a voz desesperada de meu pai:

-Filho!

-Pai, o que houve? Por que está assim? - Nina me observa atentamente

-Se irmão... Ele foi atravessar a  rua e um carro passou o sinal vermelho e bateu nele! - Fico sem reação e começo a chorar  - Filho, Filho?

As lágrimas são inevitáveis agora.

-Me que hospital vocês estão?

-No do centro!

-Estou indo para aí! 

- Filho, conhece alguma garota? Sua mãe precisa do apoio de alguma mulher!

-Conheço! Já estamos indo! - Olho para Nina e desligo o celular

-Gas, o que houve?

- Meu irmão foi atropelado! Tenho que ir para o hospital! - Temos!

- Eu vou com você! 

"De bebê chorão você se transformou no meu melhor amigo. Amo você, meu irmão caçula."



Notas Finais


Oi, meus amores!❤❤❤
Gostaram?
Alguém tem irmão? Eu não! 😂😂
Tadinho do Maxi!
Angie sempre tem razão!
Obrigada pelos favoritos, comentários lindíssimos e pelo carinho e apoio de todos vocês! 💕💕💕💕💕💕💕💕💕💕💕💕💕💕💕💕
Espero que tenham gostado!
Não se esqueçam de deixar um comentário bem grandão! 📚 ☆
Abraço a todos!
Nunca deixem de sorrir! 😙😙😙😙
~Mare 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...