História Tonight - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga
Tags Taekook, Yoonmin
Visualizações 219
Palavras 4.186
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hey amores trouxe essa oneshot de yoonmin aqui
espero que curtam <3

Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction Tonight - Capítulo 1 - Capítulo único

― Jungkook fica aqui comigo essa noite, por favor – pediu ela quinta vez ao melhor amigo que suspirou. ― Eu vou comprar comida, podemos ficar jogando ou assistindo filme.

― Eu juro que queria ficar, mas se eu faltar nesse jantar que o Taehyung marcou, ele me mata – disse enquanto Jimin ficava mais chateado ainda. ― Eu pisei na bola com ele, preciso concertar.

― Aish, você é desses que prefere o namorado a o melhor amigo – ele cruzou os braços, Jungkook riu da cara emburrada do alaranjado. Logo se aproximou e abraçou-o de lado, estavam jogados no sofá do apartamento de Jimin.

― Nada disso, eu juro que vou te compensar e fazer o que você quiser na próxima sexta-feira a noite – o moreno deu um sorriso que acabou convencendo o amigo.

― Tudo bem, mas vou cobrar – retribuiu o sorriso quando a música alta preencheu o ambiente. Jimin revirou os olhos.

― Não acredito que esse vizinho chato já ligou este som, que raiva – se levantou pronto para interromper aquilo, quase todo dia era assim aquela música alta atrapalhando seus estudos, seu momento assistindo filme ou series e até mesmo quando tentava conversar com alguém que levara para o apartamento.

Não adiantava o quanto reclamasse, ele sempre colocaria músicas em toda altura, faria festas cheias de bêbados que ficavam gritando no corredor e fumando, sempre mal educado e desrespeitoso. Jimin lembrava-se da última vez que reclamou com o proprietário, fazia apenas 15 dias, ameaçou até deixar o local – o que seria mentira já que não tinha muito dinheiro para se mudar – porém nada foi resolvido, mas sabia muito bem que aquele vizinho não pararia de fazer aquelas coisas afinal ele é filho do proprietário.

― Não vou aceitar que ele faça festa logo hoje – sentia o sangue ferver.

― Calma, vamos falar com ele tenho certeza que vai entender – o mais alto se levantou e acompanhou Jimin até a porta que começou a rir com seu comentário.

― Eu tento o fazer entender a um ano e está impossível – bufou.

― Queria não dividir apartamento com tanta gente se não eu te levaria pra morar comigo.

― Tentadora essa proposta, mas não gosto de morar com ninguém.

― Nem com seu melhor amigo? Seu insensível – abraçou Jimin por trás e começaram a rir. Andaram nessa posição – Jungkook com os braços em volta da cintura de Jimin – logo chegando ao corredor onde a música estava mais alta.

 Como Jimin odiava morar naquele andar apenas com um vizinho extremamente irritante. Enquanto saíam, foram surpreendidos pela porta a frente sendo aberta e Yoongi saindo da mesma com os cabelos bagunçados, olhou estranho para os dois na sua frente e tirou o celular do bolso.

― Alô? Estou sim, pode vim agora – disse para o amigo na ligação.

― Com licença, será que você poderia abaixar um pouco esse som? Meu amigo está bastante cansado e ainda precisa estudar – Jungkook falou fazendo o alaranjado arregalar os olhos e Yoongi olha-lo incrédulo.

Porém a reação do pálido deixou Jimin mais surpreso ainda.

― Claro, só um minuto – sorriu sem mostrar os dentes e adentrou seu apartamento, logo a música foi abaixada.

― Viu? É simples, só pedir com educação – o mais alto disse largando Jimin e apertando seu braço de leve.

― Definitivamente ele me odeia tenho certeza.

― Que nada – sorriu. ― Vou indo agora, depois nos falamos tudo bem?!

― Certo e boa sorte com o namorado – Jimin desejou.

― Vou precisar – riu e logo se despediu do amigo.

Jungkook e Jimin se conheciam desde o ensino médio, tinham a mesma idade e se tornaram inseparáveis ao passar dos anos pelos mesmos gostos em comum. Se mudaram para Seoul onde faziam faculdade no mesmo lugar, porém cursos diferentes.

Yoongi, seu vizinho de apartamento, também fazia faculdade no mesmo local e por incrível que pareça eram do mesmo curso, apenas de turmas diferentes já que Yoongi era mais velho. No começo Jimin achou que os dois se dariam bem e logo teria um amigo da faculdade para lhe orientar, porém Yoongi acabou despertando sentimentos negativos no alaranjado tornando aquela relação quase insuportável, quase já que o mais velho fazia questão de lhe ignorar o tempo todo.

Voltou para seu apartamento indo tomar banho, já estava ficando tarde e Jimin aproveitaria aquele restante da noite para concluir seu relatório, odiava fazer coisas da faculdade em plena sexta-feira, mas como estava sozinho acabou se dando por vencido. Enquanto preparava o material a música alta voltou a tocar e várias risadas abafadas foram ouvidas.

Ah não.

Suspirou frustrado e tentou se concentrar, mas estava ficando cada vez mais difícil. Tentou ignorar novamente sua vontade de ir até o apartamento vizinho e gritar com o responsável por aquilo tudo, grifava pontos importantes no livro quando o barulho ficou ainda mais insuportável, parecia até que faziam aquilo para provoca-lo. Pensava que era impossível que os moradores dos outros andares não ficarem incomodados com aquilo também.

Jogou o lápis em cima da escrivaninha, vestiu o moletom e saiu em direção ao apartamento vizinho, aquilo acabaria hoje.

Assim que fechou sua porta encontrou três pessoas rindo e fumando, olharam feio para Jimin e logo o ignoraram. Suspirou aliviado e entrou de vez naquele apartamento onde a porta já estava aberta.

Ficou surpreso com a bagunça, não tinham muitas pessoas, cerca de 10 espalhadas pelo estofado e pelo chão, eles bebiam. Passou o olhar pelo local procurando Yoongi que não estava ali, começou a vagar pelo apartamento.

― O que está fazendo aqui? – se assustou com a voz atrás de si, rapidamente virou.

― Eu quero que você desligue isso agora! Já passou dos limites – disse com uma expressão séria.

― Eu já abaixei como seu namorado pediu – deu de ombros.

― Namorado? – perguntou confuso e logo se lembrou de Jungkook. ― Ele é apenas meu amigo, é sério Yoongi eu não aguento mais esse barulho.

― Sai daqui Jimin – disse sem muita paciência, começou a empurrar o mesmo.

― Eu não vou sair até você desligar isso – cruzou os braços relutando aos empurrões.

― Vai sim, não quero você no meu apartamento e para de ser incomodado que a música nem está tão alta assim – disse deixando-o incrédulo. Finalmente chegaram até a porta onde Yoongi empurrou o garoto de vez. Olhou para os amigos no corredor e avisou. ― Não deixem ele entrar.

Bateu a porta na cara de Jimin que ficou vermelho de raiva.

― EU TE ODEIO – gritou e não demorou muito para fechar a porta do seu apartamento com força, estava a ponto de cometer um crime.

Deitou em sua cama e tentou várias vezes dormir, mas estava tão irritado que acabava socando o travesseiro na esperança de amaciar o mesmo.

De repente as luzes apagaram e a música parou, que ótimo tinha acabado de faltar energia, agradecia mentalmente por isso por acontecido só assim poderia dormir em paz, Jimin escutou quando as pessoas do apartamento à frente e se despediram indo embora. Sorriu com aquilo e fechou os olhos na esperança de finalmente dormir mesmo que começasse a fazer calor, nem se importava.

Porém quando estava quase adormecendo, Jimin escutou leves batidas em sua porta. Franziu o cenho e foi atender imaginando que poderia ser Jungkook, mas se surpreendeu ao encontrar Yoongi encolhido.

― O que faz aqui? – rapidamente perguntou.

― Faltou energia – disse sem jeito.

― Isso eu sei, mas por que está aqui? Eu estava quase dormindo – respondeu levemente irritado pelo sono interrompido.

― Eu posso ficar aqui? – finalmente perguntou encarando o rosto de Jimin.

― Como é? Acho que não escutei direito.

Devia ter se confundido, com certeza.

― Eu não gosto de ficar no escuro, e o pessoal foi embora – Yoongi odiava escuro por causa dos seus traumas de infância que aconteceram quando passava horas trancado dentro de um quarto pequeno e completamente fechado quando aprontava algo, muitas vezes seu pai o trancava sem nenhum motivo, apenas para descontar a raiva de trabalho.

― E o que tenho com isso? Você me expulsou do seu apartamento e farei o mesmo. Boa noite – Jimin estava pronto para fechar a porta quando Yoongi o impediu e adentrou no local.

― Me deixa dormir aqui, por favor, só hoje – pela sua expressão dava para perceber que ele estava assustado. Apenas a lanterna do seu celular, que estava com a bateria descarregando, iluminava o local. ― Eu prometo não te atrapalhar.

Jimin nunca tinha visto Yoongi assim, tão vulnerável. Resolveu deixar o mais velho ficar em seu apartamento.

― Tudo bem, mas você vai dormir no sofá.

Yoongi assentiu e agradeceu, ajudou o alaranjado a arrumar suas coisas no sofá e se acomodou no mesmo.  Depois que Jimin deixou o cômodo, ficou rezando baixinho para que adormecesse antes da bateria do celular acabar.

Não conseguia pregar os olhos de jeito nenhum, estava desconfortável naquele sofá pequeno e continuava um pouco assustado por estar sozinho. Precisava procurar uma terapia urgente para superar seu pânico.

O mais velho não estava conseguindo dormir, bolava para todos os lados e nada do sono chegar. Suspirou e se levantou indo em direção ao quarto de Jimin, bateu na porta antes de abrir.

― O que foi dessa vez? – bufou quando o pálido entrou em seu quarto, já era a segunda vez que ele interrompia seu sono.

― Posso dormir aqui? – sabia que estava sendo muito ousado em pedir aquilo, e odiava o fato de estar tão vulnerável para a pessoa que mais lhe odiava nesse mundo.

― Você não acha que está pedindo demais não? – perguntou incrédulo.

― Eu não consigo dormir sozinho num escuro desse – rapidamente chegou até a cama e deitou do lado de Jimin fazendo o alaranjado resmungar pela folga do vizinho, mas quando Yoongi finalmente contou seu medo se deu por vencido e deixou o mais velho dormir com si.

A lua iluminava o ambiente através da janela permitindo que Jimin observasse o pálido enquanto o mesmo se sentia mais aliviado por não estar tão escuro assim ali. O coração do mais novo se apertava ao observar o rostinho triste de Yoongi, nem parecia àquele cara que lhe tirava do sério quase todos os dias.

Passou o braço ao redor de sua cintura sentindo uma imensa vontade de protegê-lo, Yoongi não protestou e nem se afastou, apenas se aninhou naqueles braços. De repente o sono de Jimin havia passado, continuava analisando todo o rosto daquele em sua frente observando os detalhes e o quanto era belo, nunca olhou dessa maneira para Yoongi antes e não imaginava que ele era tão lindo assim.

Aproximou o rosto sentindo o cheiro gostoso de Yoongi, o moreno se arrepiou com o ato e abriu os olhos fitando Jimin.

― Me desculpe – arregalou os olhos e se afastou, virou para o outro lado enquanto pensava que deveria ter deixado Yoongi dormindo no seu quarto e ter ido para a sala.

Nenhum dos dois se mexia, uma tensão sexual pairou sobre o ar. Yoongi passou a observar o corpo do mais novo de costas para si quando finalmente parou o olhar sobre sua bunda sentiu o corpo esquentar e despertar. Sem conseguir controlar seus instintos, passou os braços ao redor de Jimin puxando o mesmo para ficar coladinho consigo.

― Gosto de dormir assim – murmurou e mordeu o lábio. Não conseguia acreditar que estava fazendo aquilo com o vizinho, maldita hora que foi faltar luz.

Estavam tão quietos que não mexiam nem um dedo, Jimin tentava a todo custo se controlar e sair dali, passou longos minutos criando coragem para deixar aquele conforto, contudo não conseguiu.

Empurrou o quadril para trás sentindo o membro do mais velho lhe cutucar, gostou tanto da sensação que voltou a repetir o ato dessa vez rebolando lentamente sobre o pênis de Yoongi. O mais velho arfou e colocou a mão dentro da camisa de Jimin deslizando-a sobre aquela pele quente do tórax, dava alguns beijinhos e mordidas na nuca do alaranjado arrancando gemidos baixinhos daquela boca carnuda.

Porém aquele contato era pouco, Yoongi queria muito mais.

Virou o corpo de Jimin para si e puxou o garoto para que ficasse em seu colo. Jimin flexionou os joelhos em cada lado do corpo de Yoongi e começou a rebolar sobre seu membro que já estava bem duro. O moreno puxou o rosto de Jimin e selou seus lábios fartos.

Não demorou muito para o beijo se iniciar, deslizavam a língua sobre a outra explorando cada canto daquela boca enquanto as mãos de Yoongi apertavam a bunda de Jimin incentivando o movimento delicioso.

― Rebola com mais força vai – murmurou no ouvido do garoto que começou a esfregar e pressionar rapidamente. ― Estou doido pra te comer, vou enterrar meu pau todinho em você.

Jimin soltou um gemido alto em resposta, Yoongi gostou de ver sua reação o alaranjado adorava palavras sujas.

― Quero tanto chupar seu pau, por que você não fode minha boca? – continuou murmurando coisas obscenas enquanto Jimin gemia mais ainda. ― Você quer?   

― Eu quero – respondeu com dificuldade, tinha os olhos fechados.

― Quer o que? Me diz vai – Yoongi estava amando aquilo.

― Quero que você chupe meu pau – mordeu o lábio tentando controlar os gemidos.

O moreno não disse mais nada, apenas empurrou o mais novo na cama deixando-o deitado e começou a desabotoar seu short, Jimin já estava sem cueca e seu membro duro e vermelhinho saltou assim que aquele pano estava fora do seu corpo. Yoongi mordeu os lábios olhando para aquela preciosidade, o pênis lisinho e macio descansava na barriga branquinha de Jimin, logo o moreno começou a beijar a pele ao redor provocando o alaranjado que gemia cada vez que sentia os lábios de Yoongi próximos ao seu pênis.

Quando ele menos esperava, a boca do moreno lhe envolveu e sugou fazendo-o gemer alto. Yoongi continuou os movimentos de sobe e desce no pênis do menor, lambia toda sua extensão sentindo o gosto do pré gozo que era liberado. Jimin cobriu a boca tentando controlar o gemido e segurava o ar cada vez que aquela boca gostosa lhe sugava por inteiro.

Yoongi estava amando as reações que causava no garoto, se soubesse que seu pênis era tão saboroso teria feito aquilo muito antes largando de ser um cuzão e tratando Jimin direito desde a primeira vez, porém nunca controlava seu mau humor.

― Está gostando? – perguntou enquanto encarava o menor se contorcer de prazer. Voltou a sugar apenas a cabecinha fazendo movimentos ágeis com a língua. ― Responde vai.

Selou a fenda e brincou com língua ali.

― Cala a boca e volta a chupar – disse bravo sentindo que explodiria se Yoongi não continuasse com aquilo, o moreno riu e voltou a chupa-lo com gosto emitindo barulhinhos de sucção no local.

― Yoongi – gemeu abrindo ainda mais as pernas e agarrando os cabelos escuros, começou a movimentar a mão empurrando a cabeça do mais velho cada vez mais rápido sobre seu pênis. Estava quase gozando com aqueles movimentos deliciosos, mas Yoongi empurrou sua mão e se afastou do seu pênis.

Jimin já ia protestar pedindo para ele continuar quando sentiu a língua do mais velho invadir outro local, gritou de prazer e mordeu os dedos para se controlar. Yoongi enfiava lentamente a língua no buraquinho do mais novo, agarrou suas coxas fartas amando encontrar Jimin vermelho e suado, o garoto apertava os olhos e fazia uma cara tão maravilhosa que Yoongi sentia mais vontade de lhe dar prazer.

Continuou enfiando língua e chupando seu orifício, logo enfiou um dedo no alaranjado que soltou outro gemido alto, Yoongi abocanhou suas bolas sugando-as enquanto movimentava o dedo cada vez mais rápido.  Passou a beijar a coxa farta enquanto Jimin rebolava sobre seu dedo, estava ficando louco.

Porém também queria provar o mais velho, conseguiu forças para empurrar a mão dele e se sentar, tirou o restante da roupa e começou a tirar a de Yoongi também.

― Quero sentir seu gosto – murmurou se livrando finalmente da calça e cueca do mais velho, ambos estavam nus e cheios de tesão.

― Que delícia, chupa aqui vai – Yoongi segurou a base do próprio pênis e tocou o rosto delicado de Jimin trazendo-o para perto, mordeu o lábio inferior quando o mais novo lhe lambeu de cima a baixo. ― Eu quero que chupe todinho.

Jimin gemeu e por fim colocou metade daquele membro grande em sua boca, Yoongi arfou quando sentiu a língua macia deslizando sobre si. Ah que delícia era ter a imagem daquela boca carnuda lhe envolvendo em sucções gostosas, Jimin começou a movimentar a cabeça para frente e para trás sentindo o pênis entrar e sair de sua boca, sempre que estava quase saindo sugava e lambia a cabecinha fazendo Yoongi delirar.

― Você é um safado – disse agarrando os cabelos alaranjados enquanto Jimin fechava os olhos e chupava ainda com mais vontade. ― Não imaginava que meu vizinho era tão gostoso assim.

Jimin gemeu sobre seu pênis, agarrou a coxa do moreno e continuou sugando-o por inteiro. Yoongi não estava aguentando mais, sentia seu orgasmo se aproximar e não queria aquilo agora.

― Deixa eu te comer – pediu agarrando o cabelo de Jimin e puxando para trás enquanto seu pênis já sentia saudades daquela boquinha. ― Estou louco para sentir seu buraquinho me apertando.

Jimin tentou, mas não conseguiu controlar o gemido, não entendia porque aquelas palavras sujas mexiam tanto com si. Ardendo de desejo, levantou indo buscar algumas caminhas e seu lubrificante, colocou tudo na mão de Yoongi e ficou de quatro dando uma visão maravilhosa para o mais velho.

― Você vai me matar assim – disse agarrando aquela bunda farta e enfiando o rosto na mesma, invadia o ânus com movimentos rápidos, Jimin soltava gemidos manhosos e rebolava o quadril contra sua boca.

Ah maldito Yoongi que lhe deixava gotejando de prazer, definitivamente odiava seu vizinho.

O moreno abriu o lubrificante e espalhou naquela região e nos próprios dedos começando a estimula-lo novamente. Estava amando aquela melodia – os gemidos de Jimin – enquanto enfiava dois dedos no mesmo.

― Yoongi – gemeu sentindo o mais velho aumentar os movimentos.

― Está gostoso? – perguntou vendo Jimin assentir. ― Imagina quando sentir meu pau então.

― Duvido – provocou o moreno quando na verdade queria que ele enfiasse logo aquele pênis em si.

― Como é? Vai se arrepender de duvidar hein – bateu na bunda de Jimin deixando-a vermelhinha.

― Você só faz falar – debochou, Yoongi logo tirou seus dedos do mais novo e abriu o pacote de caminha. Iria mostrar que ele estava errado.

― Você pediu por isso – murmurou enquanto segurava a cintura do menos com força e deslizava seu membro sobre sua fenda, Jimin conseguiu controlar o gemido dessa vez. Estava ansioso para senti-lo.

Porém quando Yoongi lhe invadiu de vez urrou e começou a tremer, o mais velho sorriu e permaneceu parado para que ele se acostumasse com sua espessura.

― Vai logo – Jimin resmungou mexendo o quadril querendo mais daquele contato, estava tão excitado que se adaptou rápido ao tamanho do outro.

― Quieto – Yoongi segurou o quadril de Jimin mantendo-o imóvel e começou a se movimentar lentamente para frente e para trás sentindo as paredes do ânus lhe apertarem.

― Yoongi – gemeu manhoso. ― Mais rápido.

Pediu enquanto Yoongi apenas ignorou e continuou se movimentando naquela lentidão, estava sendo doloroso pra ele também, mas não perderia a oportunidade de ver Jimin implorando. O alaranjado tentava movimentar o quadril, mas Yoongi segurava com força impossibilitando-o.

― Eu quero mais – estava prestes a chorar com aquela tortura. ― Por favor.

― Eu não ouvi direito – enfiou todo o pênis e tirou devagar.

― Por favor, me fode logo – gritou. ― Me come com força, rápido.

Não aguentava mais, Yoongi sorriu e por fim atendeu os desejos do mais novo.

― Como você quiser... – aumentou os movimentos indo cada vez mais profundo, Jimin fechou os olhos e deitou o rosto na travesseiro ficando totalmente empinado para o moreno que estava amando a visão.

Deslizava-se dentro do alaranjado sendo apertado pelas paredes do seu ânus, suas mãos repousavam nas nádegas de Jimin, ora apalpava e ora batia.

― Você vai me deixar louco – disse quando sentiu Jimin começar a rebolar contra seu pênis enquanto continuava enfiando cada vez mais rápido. O garoto mordeu os lábios e agarrou o travesseiro.

As pernas de Yoongi começaram a tremer, estava perdendo o controle de suas entocadas saindo do ritmo. Aquilo era o efeito que Jimin causava sobre si, sentou-se sobre a cama apoiando as costas na cabeceira estofada e puxou o corpo do menor para cima de si. Jimin sentou em seu pênis sem dó e nem piedade, apoiou as mãos nos ombros de Yoongi e começou a rebolar devagar, agora ele estava sobre o controle.

― Vai me torturar é? – o moreno perguntou enquanto segurava a cintura do outro e observava seu corpo delicioso, Yoongi sentia vontade de lambê-lo todinho.

― Vou sim, você foi muito malvado comigo – murmurou bem manhoso fazendo um bico e rebolando devagar, porém colocando muita pressão sobre seu colo arrancando gemidos de ambas as partes.

― Desculpa, eu não sabia que tinha o vizinho mais gostoso desse mundo – disse passando a masturbar o membro de Jimin.

Gemeu alto enquanto Yoongi puxava sua nuca com a mão livre para beija-lo, sugou sua língua com força e passou a movimentar o quadril pra cima acabando com aquela tortura, metia cada vez mais rápido em Jimin que gemia contra seus lábios.

― Assim eu vou gozar – murmurou quando se afastaram para recuperarem o fôlego.

― Eu quero que você goze mesmo – passou a beijar o pescoço de Jimin enchendo-o de mordidas gostosas. Passou os braços ao redor de sua cintura fina agarrando-o enquanto movimentava cada vez mais rápido o quadril atingindo a próstata de Jimin que gemia mais alto quando sentia o toque.

O moreno sentia seu orgasmo se aproximar, segurou firme o corpo do mais novo e virou com ele na cama ficando em cima do mesmo. As pernas de Jimin arrodearam sua cintura, continuou com os movimentos rápidos e precisos.

Voltaram a se beijar, Yoongi sugava os lábios carnudos de Jimin e logo depois chupava sua língua, a mão esquerda passou de baixo do corpo de Jimin e segurou seu ombro enquanto sua mão direita começava a masturba-lo novamente.

 Os movimentos de sua mão, de sua língua e do seu quadril seguiam o mesmo ritmo deixando Jimin cada vez mais louco com tanto prazer.

― Miais forte... Eu vou gozar – murmurou o alaranjado, Yoongi enfiava com força e pressionava o quadril atingindo mais uma vez o ponto prazeroso do garoto.

Não aguentou mais, acabou gozando nos dedos de Yoongi e começou a relaxar enquanto o mais velho continuava se movimentando. O moreno passara o outro braço por baixo de Jimin, agarrava seu ombro com força enquanto sentia suas costas serem torturadas com arranhões. O barulho do seu quadril batendo contra a bunda dele ficava cada vez mais alto, Yoongi pensava que acordaria os vizinhos do andar de baixo com o movimento da cama balançando e batendo na parede.

Mas estava tão gostoso, não conseguia parar por nada nesse mundo.

Seu orgasmo se aproximava deixando Yoongi já com saudades de foder daquele buraquinho maravilhoso, queria continuar enfiado ali para o resto da vida. Ah Jimin, o que você fez com ele? Deixou o moreno completamente viciado em seu corpo em uma única noite.

Porém Yoongi faria questão de repetir aquilo, já sentia que não conseguiria ficar mais longe daquele vizinho que só reclamava.

― Goza em mim vai – Jimin murmurou próximo a sua orelha e em seguida mordeu. Dessa vez alisava a pele branquinha de Yoongi enquanto continuava apertando as pernas ao seu redor.

― Gostoso – gemeu no ouvido do alaranjado enquanto sentia seu pênis inchar e aquela sensação deliciosa lhe invadir fazendo-o liberar o líquido e chegar finalmente ao orgasmo.

Levantou tirando a camisinha cheia de esperma e deu um nó, colocou sobre o pacote que estava no chão para jogar depois no lixo e voltou a se deixar em cima do mais novo lhe enchendo com selinhos.

― Acho que você usou essa desculpa de medo do escuro só pra vim aqui me comer – Jimin disse arrancando uma risada do moreno. ― Se queria trepar era só ter dito antes.

― Engraçadinho – beijou a bochecha de Jimin. ― Como eu ia adivinhar que meu vizinho chato é um puta gostoso?

Deitou ao lado puxando Jimin para ficar em seus braços.

― Chato é você – bateu no peitoral de Yoongi, riu e logo se aninhou no moreno.

― Sabe de uma coisa? Estou desejando que amanhã falte energia de novo para eu vim dormir aqui no apartamento do meu vizinho – Yoongi disse cheio de malícia.

― Pode vim qualquer hora, faltando energia ou não – o alaranjado deu um sorrisinho.

― Ah pode ter certeza que eu irei vim sim, toda noite – selou os lábios de Jimin e o apertou em seus braços. Ambos sorriram um para o outro e acabaram pegando no sono depois de uma noite maravilhosa e cheia de surpresas. 


Notas Finais


aaaa espero que tenham gostado

me digam o que acharam <3
bjsss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...