História Tráfico do amor - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~LaisaBangtan

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, G-Dragon, Got7, K.A.R.D
Personagens B.M, Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jiwoo, Jungkook, Kai, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Ação, Black Pink, Bts, Exo, Kard
Visualizações 36
Palavras 740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente sem querer apaguei o 1 capítulo tive que refazer de novo.
Trailer:https://youtu.be/D5wL4-irKGY

Capítulo 1 - Infância


Fanfic / Fanfiction Tráfico do amor - Capítulo 1 - Infância

Me chamo s/n tenho 10 anos,foi deixada em um ofornado deste do meus 9 meses de vida,não sei nada sobre meu passado, a única coisa que sei e que minha mãe e brasileira meu pai coreano,apenas isso ,mas porque me deixaram?porque não me quiseram?,pra ver como sempre sou rejeitada só por ter puxado mais o jeito brasileiro as meninas especificamente a Rose fica falando coisas ofensivas,que me faz muito mal não sei o que eu fiz pra ela mais ela me odeia muito tipo muito só sei disso,meu único amigo Mark que pra mim e um irmão o único que me ajudou e me ajuda,ele e um anjo na minha vida sabe.

Estava mais um dia na escola com a Rose vindo em minha direção,meu deus essa menina me ama,maldita a hora que eu decidi sair do refeitório MALDITA A HORA.

-Olha quem tá ai nossa vadia preferida-Falou me incularando na parede-Porque você ainda da viva,não presta pra nada foi deixada pelos próprios pais porque eles já sabia que você era uma aberração-Deu uma tapa na minha cara-nao era nem pra der nacido-Sai correndo eu fui pro banheiro entrei em qualquer cabine fechei a porta,e escorreguei na porta até entra em contato com o chão e comecei a chorar.

Chorei pro longos minutos,até alguém bater na porta.

-S/n se tá bem-Era Mark ele não podia estar entrando aqui ele sabe muito bem disso.

- Mark a diretora vai brigar com você -Falei tentando não mostrar que estava chorando nao deu certo.

-Ta chorando de novo-O mesmo fala suspirando pesado-Ate quando você vai chorar,derramar suas lágrimas por quem não presta de odeia,para ela tem inveja de você ela sabe que você e melhor que ela,ela faz isso pra se sentir melhor,para por favor chega.

-As vezes penso que ela da certa,porque eu nasci?porque-Falei limpando as lágrimas que existiam em cair.-Desde de que nasci praticamente do naquele orfanato eu nasci lá praticamente,só pro eu ser um pouco diferente dos coreanos.

-E mais um diferente bom-Falo logo em seguida-Olha s/n como seu irmão mesmo não sendo de sangue eu vou dar aqui pra o que der e vier pra sempre prometo.-Eu levantei do chão logo em seguida abri a porta da cabine ,tanto de cara com Mark e abracei ele forte tipo muito forte que logo o mesmo retribuiu.-Te amo minha maninha.

-Te amo meu maninho-Falei logo em seguida a porta foi aberta pela a diretora e sua filha Rose,sim Rose e filha da diretora entenderam agora por que ela se achar,o e por que é idiota mesmo.

-Mark o que faz aqui-A diretora fala quase gritando

-Vim ajudar a s/-O mesmo a respondeu-Porque a vadia da sua filha com todo respeito vive magoando até batendo na s/N mas a senhora não faz nada.

-Nunca vi isso-Fala querendo defender a filha dela mais ela sabe o que a pura verdade.

-Entao pra quem tem câmera nessa porra se não serve pra..-Mark é interrompido pela á diretora.

-JA PRA DIRETORIA MARK AGORA.

🕑

Dia seguinte 6:00Am,lá estava eu indo pra escola novamente,Mark se resolveu com a diretora ontem já tava tudo bem,tava pensando em nada olhando para a janela até que vejo uma menina que deveria der minha idade sentada na rua chorando parecia der sido abandonada,Eu não sei porque mas eu gritei:

-TIA SOFIA PARA A VAN-Gritei e Mark que tava na minha frente me olhou com uma cara tipo"tá bem menina bateu a cabeça quanto acordo ",tia Sofia era a diretora do

Orfanato ela era do Canadá pelo o menos ela o que era dizia,fui até a onde era o lugar do motorista.

- Que foi s/n-Falou olhando pra mim a van já estava parada

- Tem uma menina lá fora parece abandonada ela da chorando muito -Falei a mesma olhou pelo retrovisor e viu abriu a porta e saiu eu foi atrás.

- Voce está bem menina -Tia Sofia pergunta pra menina que responde negativamente.

-O que aconteceu ?-Agora eu que perguntei curiosa.

-Mi-minha m-ãe me abandonou-A garota respondeu chorando

-Calma nos vamos de ajudar-Tia Sofia fala a menina e ajudamos ela a levantar ,levamos ela pra van e sentou ao meu lado ,todos a olhavam,a mesma abaixou a cabeça,Mark olhava sem entender nada.

...

Chegamos na escola todos descemos a menina ficou lá dormindo.

-Porque fez aquilo?- Mark pergunta me olhando.

-Nem eu sei-Falei o mesmo me olhou confuso. 

Logo bate o sinal e todos vão pra suas salas. 

Continua...

     Não demonstre seus sentimentos a ninguém,pois baú aberto não protege tesouro. 

Notas Finais


Desculpa qualquer erro tá pequeno eu sei mas fazo maior.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...