História Trouble Next Door - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jin, Namjoon, Personagens Originais, Romance, Vhope, Yoonseok
Visualizações 51
Palavras 1.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellooooooooooooooooo desculpe a demora e espero que gostem

Capítulo 10 - Chapter 10


Hoseok P.O.V 

Aaaaish minhas costas doem. O restaurante estava mais cheio que o normal e tudo tinham que sair igual ao pretérito, ou seja, mais que perfeito já que tinham olheiros em todo lugar. Com o anuncio de participação do concurso o restaurante do Jin ganhou ainda mais divulgação e com isso mais clientes, o que é muito bom pra ele e pro restaurante, só não é bom para nós meros mortais garçons.  

A casa estava extremamente cheia, nós tínhamos que ser rápidos e eficientes, tomando conta pra não derrubar nada e nem errar nenhum pedido, o que era meio impossível devido ao cansaço da equipe do restaurante. E essa tensão já se estendia por duas semanas, não sei até quando eu vou aguentar. Eu estava levando os pedidos da mesa 7, já estava terminando de por os pratos na mesa quando Kang-Yul – um dos garçons do restaurante e meu amigo – falou que o Jin estava nos chamando na sala dele. Disse um "bom apetite" aos clientes e fui pra sala do Jin com o Yul. Chegando lá encontramos Jin com sua roupa de chef falando com outros dois caras, assim que esses saíram Jin percebeu nossa presença e se direcionou a nos.  

- Meninos, vocês estão péssimos – disse falando da nossa cara de acabados, como se ele estivesse diferente pff. 

-O que você quer com a gente Jin? - Yul fez a pergunta que não queria calar. 

- Então, o que eu queria falar é que vocês estão dispensados.  

- Que? - disse sem entender muito bem, Yul também estava na mesma. 

- Vocês já podem ir pra casa e descansar, estão parecendo uns zumbis os dois, isso pode acabar com a fama do restaurante. 

- Isso é sério? - disse quase emocionado pela notícia do dia. 

- Sim sim, já estamos na reta final do concurso não terá problema. Além do mais o pessoal do apoio chegou agora a pouco então não vai ser muita diferença, até porque se eu deixasse vocês aqui, os dois iam acabar desmaiando de exaustão em cima dos pratos então andem logo e saiam e por favor sem assustar ninguém com essas caras de mortos-vivos, sim?  

- Já que tá expulsando a gente com tanto carinho – disse e Yul riu me acompanhando. Depois disso apenas peguei minhas coisas, me despedi do pessoal e fui aproveitar minha alforria mal acreditando que finalmente teria uma folga. 

 

*** 

 

Fui em direção ao metro e como era de costume estava lotado, várias pessoas empurrando umas às outras pra chegar mais rápido, como se fosse fazer alguma diferença. Porem hoje eu estava em paz, finalmente tinha folga no trabalho depois de duas semanas extremamente longas e cansativas. por tanto nem que aqueles milhares de pessoas que passavam por mim fizessem questão de esbarrar na minha eu me importaria.  

Entrei no vagão estava tão cheio que não havia assentos vagos, mas também não iria me arriscar indo mais para dentro do vagão, então apenas me permiti relaxar ali em pé perto da porta mesmo. Encostei minha cabeça na parede do vagão e me perdi em pensamentos, finalmente depois dessa semana cheia teria meu merecido descanso, eu não tive tempo pra nada essa semana. Não consegui nem falar com o meu vizinho... E olha que eu realmente queria saber como ele andava. 

Será que ele 'tá bem? Provável que esteja, ele já estava melhor quando eu sai... eu queria ir visita-lo, mas não deveria chegar lá de mãos vazias.... talvez eu devesse comprar alguma coisa pra ele comer. ISSO! É a desculpa perfeita eu chego lá e digo que trouxe frango, acho que ele não vai se importar. Será que eu estou me animando demais? Yoongi não é uma pessoa muito amigável em seu estado normal, mas não custa nada tentar não é mesmo. 

O metro tinha acabado de parar em uma estação e muitas das pessoas saíram então eu tinha um pouco mais de espaço pra me acomodar. Eu fui me ajeitar no meu lugar ficando de lado parar a porta e pondo a mochila no chão, quando me levantei e olhei pra frente vi o Yoongi. Sorri imediatamente, porem esse sorriso não durou muito tempo. Yoongi não estava sozinho, ambos estavam em pé igual a mim e conversavam tranquilamente como se se conhecessem a anos. Yoongi parecia estar tão confortável e rindo, como eu nunca tinha o visto fazer antes. Eu não sei por que, mas me doeu ver aquilo. Era ridículo eu sei, eu conheço ele a menos de um mês e estou assim desse jeito. Mas esse curto período de tempo não me impediu de sentir um aperto no meu coração por ver aqueles dois juntos daquele jeito.  

Eu não estava querendo ver mais aqueles sorrisinhos trocados entre os dois então sai na próxima estação mesmo ela não sendo a minha, eu só não aguentava mais ver esta cena ela estava me incomodando demais. Sai dali o mais apressado o possível, sem olhar pra trás e perdido em pensamentos. 

 

*** 

 

O caminho de volta pra casa foi monótono, caminhava a passos lentos na rua as vezes esbarrando nas pessoas que passavam apressadas por mim. Eu não tinha animo pra nada, eu só queria chegar logo em casa e aproveitar os meus dias de folga pra me tornar parte do sofá e esquecer da cena que eu vi no metro, a qual fazia meu coração doer um pouquinho. Talvez eu tivesse me precipitado, talvez eu tivesse posto muita esperança... Aish, eu realmente era péssimo nessa área além de não ter muita sorte com relacionamentos.  

Um bom exemplo disso foi meu último relacionamento, aquele babaca acabou com a minha vida. Ao menos com o Yoongi eu não tinha nada. O que me fazia sentir ainda mais ridículo por estar me sentindo assim em relação a ele.  

Estava quase chegando perto de casa, quando vi um bar com música ao vivo aberto e meio cheio. Beber as magoas não faria mal a ninguém, não é? É o que iriamos ver.  


Notas Finais


Obrigado por ler e desculpe qualquer erro ;3
espero que estejam gostando nao esqueça de deixar sua opinião é de estrema ajuda a autora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...