História Trust Me - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Confia Em Mim trust Me
Visualizações 2
Palavras 707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 21 - Capítulo 21


Fanfic / Fanfiction Trust Me - Capítulo 21 - Capítulo 21

Todo mundo ama um bom desafio, é e foi só falar que aquela quadra de basquete lotou de todos os tipos de alunos.


Micky: Pra quem queria ser invisível está chamando muita atenção.


Eu: Achei que me conhecia o suficiente pra saber que eu não levo desaforo pra casa.


Micky: Suicida.


Uma das garotas do time havia me emprestado um dos uniformes a pedido de Misy, pelo que pude notar não é muita gente naquela escola que gosta da Lucy.


Rey: Pronta.


Acenei que sim com a cabeça e a música começou; O bom dessa música é o tempo que ela demora pra começar, faz com que as pessoas achem que você está desistindo.


Então Salude começou a se fazer ainda mais presente nas caixas de som, o fato de ter sido Rey a colocar a música só aumentou mais minhas chances de vencer.


Dissem que uma lider de torcida sempre deve estar pronta para tudo, e a cada passo e pirueta que eu dava me fazia pensar o quão pronta Lucy estava pra segunda parte da música, já que assim foi decidido por ela.


Ao fim do refrão ela começa, errando um pouco no começo mais parece que se esforça ao máximo pra me superar.


Ao final vi Misy colocando uma outra música.


Misy: Um confronte final vamos ver o que as duas podem fazer ao mesmo tempo.


Womanizer


Com certeza tem o dedo Micky nessa última música, ele viu a última vez que dancei a mesma com Kasse a um tempo atrás.


Ele sorri em Minha direção só pra que eu tenha certeza de que isso é ele e a música começa.


O problema de me deixar livre nessa música é que nela eu não me controlo em questão de movimento.


Parece que bem sequer tenho ossos, mais tenho olhos pra ver Lucy desistindo no meio música, ela é fraca e ainda quer se comparar a mim.


A música acaba e estou de ponta cabeça em uma bananeira perfeita e sem apoio algum, volto pra posição inicial e a encarro bem no fundo de seus olhos.


Eu: Foi um bom treino, me procure quando tiver um desafio de verdade.


Sai da quadra a deixando ali estática no mesmo lugar, ela estava suando, enquanto eu, não consegui nem desfazer o rabo de cavalo frouxo que Misy fez no mei cabelo.


O público assim como Lucy parece estático com o que eu fiz, como se não fosse humanamente possível alguém dançar daquele jeito.


Micky: Podemos ir, ou quer humilha-la mais um pouco.


Eu: To de boa, a Alex acabaria com ela mais a Arya vai deixar ela pensando no que fez.


Micky: É assim que se diz.


Saímos os cinco do ginásio deixando qualquer um com perguntas pra trás.


Misy: Carla falou pra devolver a roupa dela amanhã.


Eu: Claro não vou esquecer.


Edu: Muleke eu gravai aquilo tudo e já enviei pra escola toda, até os que estiveram aqui e não acreditam que fez isso.


Eu: Porque não acreditam.


Edu: Lucy foi campeã municipal de torcida por quatro anos seguidos, todos acharam que era impossível derrota-la.


Eu: Eu fui campeã de dança estadual Júnior durante nove anos, sempre no primeiro lugar, ia pros nacionais mais desisti porque estava cansada da competição. Mais pra uma campeã de torcida ela bem franca as cambalhotas dela são fechadas demais.


X: Concordo com você, mais ela não me ouve.


X: muito prazer Allana Charm, prima  da Lucy e treinado da escola.


Eu: Arya Crown prazer em conhecela.


Allana: Sabe Crown você deveria entra pro time, com suas qualificações você seria um trunfo e tanto pro time.


Eu: Eu adoraria mais não estou pensando em voltar a torcer, aconteceu muita coisa da última vez que tentei. Estou mais voltada pra ginástica por hora.


Allana: Se quiser posso falar com o Zack por você ele ia gostar de ter mais gente na ginástica.


Eu: Eu adoraria.


Allana: me encontra amanhã depois do almoço na minha sala e falamos com ele.


Eu: claro, obrigado.


Allana: que isso, nos vemos amanhã então.


Eu: Claro até amanhã.


Allana: voltou pra escola nos deixando no estacionamento.


Rey: Se ela intervir pra você entrar se considere uma ginasta nessa escola.


Rey me abraça me girando no ar, ele sempre faz isso quando está feliz, mais a cara de Micky mostra que ele não está gostando nem um pouco disso.


Micky: Pronta pra ir? 


Eu: Claro, tchau galera.


Misy: Tchau até amanhã.


Entramos no jeep e seguimos caminho até em casa, em um silêncio ensurdecedor.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...