História Tutor- Jikook(ABO - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Jikook, Kookmin, Namjin
Visualizações 106
Palavras 1.292
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente que tiro foi esse? Mais de 50 favoritos no primeiro capítulo? Isso nunca me aconteceu não estou sabendo lidar, de verdade não estou sabendo mesmo... cês não tão entendendo a gravidade da situação shuahauaha

Obs importante 1: Não é incesto (nada contra o tema até gosto às vezes, mas é que realmente não é a intenção da história) vocês entenderão o motivo do aviso, enfim, leiam, não quero spoillar nada

Obs importante 2: Quando algo estiver escrito entre aspas " significa algum pensamento do Jimin

Obs importante 3: *** é uma quebra de tempo, só para não causar confusões

Capítulo 2 - Tutor, família


Existe som mais irritante do que o emitido pelo despertador? Muitas pessoas acreditam fielmente que a resposta para essa pergunta seja um convicto não, Jimin é uma dessas pessoas, principalmente quando por culpa desse barulho infernal é obrigado a despertar do lindo sonho em que revivia a cena na qual o lindo alfa desconhecido o beijava de maneira casta, sim, o alfa permanecia desconhecido "devia ter perguntado ao menos o seu nome" mas o momento havia sido tão intenso e inusitado que esquecera de um simples detalhe como esse, ambos esqueceram "estúpido, como pôde beijar alguém sem nem saber seu nome?" eu não o culparia, havia estado fora de si por um minuto, um minuto maravilhoso, após o beijo ambos foram embora em silêncio, se sentiam flutuar, a maneira como seus lobos pareciam se reconhecer sem nunca terem se encontrado, a forma como seus cheiros pareciam se completar, a atração inevitável, magnética que tiveram, havia sido surreal, tão surreal que esqueceram os detalhes reais, e agora Jimin se atormentava com o pensamento de que podia nunca mais ver o alfa de novo.

***

Hobi: Precisamos comemorar galera, as férias chegaram vamos sair, nos divertir, trocar telefone com algum alfa gatinho que encontrarmos por aí_ alfa gatinho... qualquer alfa seria sem graça perto daquele que Jimin conhecera na tarde anterior, parecia bobagem procurar outro beijo tendo a certeza de que nenhum superaria a sensação deliciosa dos lábios daquele que nem sabia o nome, foram segundos... segundos que pareciam ter parado o tempo, mas ainda assim foram apenas segundos com a sensação macia dos lábios alheios, e ainda assim sabia que nenhum beijo que já tivera provado algum dia jamais superaria aquele do dia anterior... ah... se ao menos soubesse seu nome, reviraria a Internet procurando o dono dele, mas nem isso... nem uma pista para encontrá-lo... a não ser...

Hb: Jimin? Você está me ouvindo?

Jm: Desculpe, eu viajei' por um momento, o que você dizia?

Hb: Decidimos ir ao karaokê, e depois procurar algumas lanchonetes na região central, descobrir nosso novo lanche favorito, você topa?

Jm: Ah... Não, desculpa gente, mas eu preciso ir até a cerejeira que está em flor_ "preciso vê-lo novamente, preciso sentir mais uma vez, e dar um nome a esse sentimento, esclarecer as coisas, preciso encontrá-lo, sim ele estará lá, não estará? Onde fica mesmo...? Preciso descobrir" pensava enquanto caminhava até a saída do colégio, e atravessava a pequena calçada, até ser interrrompido ao ter seu nome sendo chamado

Namjoon: Jimin?

Jm: Pai? O que faz aqui?

Nm: Vim buscar você oras', venha entre no carro, seu omma já está lá precisamos encontrá-lo

Jm: Onde?_ perguntou enquanto já se colocava para dentro do automóvel_ o que está acontecendo? Não estou entendendo, vocês não tinham trabalho?

Nm: Eu disse que daríamos um jeito de te recompensar_ sorridente afirmou ao filho, aguardou que o mesmo afivelasse o cinto para enfim dar partida no motor_ a parte boa de termos conseguido esse tempinho extra, é que poderemos te apresentar ao seu tutor

Jm: Tutor?

Nm: Sim, a pessoa que cuidará de você enquanto estivermos fora, é claro.

Jm: Cuidar de mim? Eu pensei que ficaria sozinho, posso me virar bem assim.

Nm: Se você fosse um alfa estaria tudo certo, mas sendo meu precioso único filho ômega não posso deixar que more sozinho

Jm: Sou seu único qualquer filho, e mesmo que houvessem outros, você agiria igual_ apesar de tudo, aquecia o coração de Park as palavras amorosas do pai

Nm: Isso não vem ao caso, o importante é que me preocupo e encontrei alguém que pode ficar com você por mim, assim poderei estar em paz no Japão

Jm: E quem é essa pessoa que ficará comigo?

Nm: Você vai conhecê-lo, chegamos_ estavam em frente a um hotel que apenas de olhar parecia que cobraria alguns milhares de dólares, era um lugar lindo e certamente muito caro, para irem a um lugar tão requintado a pessoa que eles encontrariam era algum tipo de milionário?

***

Enquanto sentados conversavam os 3 sobre um assunto qualquer até que a atenção de Jimin fora roubada por uma voz que reconheceria em qualquer lugar, aquele timbre sedutor que lhe havia feito perder boa parte da manhã em pensamentos, era a voz dele, buscou com os olhos ao redor até sua visão focar em um homem alto vestido com um impecável terno tão preto quanto seus cabelos, agora cobrindo os lindos olhos que o encantaram havia uma armação fina de metal, mas era inconfundivelmente a mesma pessoa

Nm: Kook, aqui!_ seu pai disse alto erguendo a mão esquerda chamando assim a atenção do moreno, que seguiu reto até aquele que o solicitava_ você fica tão legal no trabalho, esse lugar combina bem com sua aparência e personalidade sérios, enfim, esse é Jimin de quem lhe falei, filho_ voltou-se por fim ao filho que observava a cena sem entender o que estava acontecendo_ esse é Park Jeon Jungkook seu tio, que cuidará de você de agora em diante

Jm: M-meu... tio?_ sua voz saía insegura, mas conseguiu ser audível

Nm: Ele não é bem seu tio, minha mãe o acolheu alguns anos antes de eu sair de casa, é legalmente meu irmão já que ela assinou os papeis, mas nunca fomos muito próximos, nem tivemos tempo para isso, então... vocês podem agir como se fossen irmãos eu acho_ explicava sorridente_ apesar de uma diferença de idade de 6 anos acredito que irão se dar bem, Kook é uma ótima pessoa, embora não tenhamos tido muito tempo de conviver juntos

Jk: É um prazer conhecer você Jimin, acredito que não esteja muito confortável com a situação já que foi pego de surpresa, mas irá se adaptar_ soou formal e como se... não o conhecesse? 

Jin: Vamos tirar uma foto em família, quero eternizar este momento

Jk: O lobby do hotel tem um bom ambiente para fotografias_ Jimin viu todos se levantando e fez o mesmo, porém pelo momento desnorteante permanecia um pouco lerdo e por consequência acabou derrubando a taça que estava sobre a mesa

Jm: Me desculpe_ abaixou-se na intenção de catar os cacos, passando um dos dedos pela parte afiada sem querer

Jk: Não faça isso_ Jungkook se apressou em conter as mãos do mais novo que se atrapalhara com os cacos, levando o corte até os lábios limpando o sangue como fizera anteriormente "ele se lembra de mim!"

Jk: Desculpe a intimidade, é uma mania minha, vamos tirar a foto?_ se ergueu rapidamente, um tanto quanto desconcertado, parecia que talvez para si a situação fosse tão incômoda quanto para o mais novo, ou talvez a mente do ômega estivesse apenas fantasiando essa ilusão visto que Jeon em poucos segundos voltara a estar sério, guiando os demais até o local citado mais cedo, voltando a tomar sua postura indiferente "ele me ignorou, por quê?"

J: Quero levar uma linda lembrança de nossa família para o Japão_ "família... ele e eu viveremos como uma de agora em diante... devo esquecê-lo e fingir que nunca nos vimos? Que nunca passamos por aquela experiência tão única e difícil de tirar da mente? É isso que ele está fazendo? É o que quer de nós? Que sejamos... uma família?" Lançou um olhar breve ao Jeon... que lhe encarava intensamente por um breve instante e voltou a fingir não ser nada assim que os olhares se cruzaram "certo, vou enterrar esse sentimento, meu 'tio' será apenas isso, seremos uma família"

J: Você está bem anjinho?_ a voz de seu omma interrompeu seus pensamentos lhe trazendo de volta à vil realidade

Jm: Sim, só estava pensando no que quero comer_ lançou mais um breve olhar, agora porém ostentando seu melhor sorriso no rosto para Jeon, que o encarava intrigado talvez diria até mesmo que com uma feição decepcionada?... Não, era coisa de sua cabeça, continuou a sorrir e se posicionou para a foto, a foto de sua... família.


Notas Finais


Então, o próximo capítulo sairá em breve, estou ansiosa pela parte boa da história, então pretendo lançar logo para as coisas ficarem do jeito que eu gosto o mais rápido possível, quem me conhece já deve ter percebido que não tenho paciência pra esses começos, e que com o tempo eles estão durando cada vez menos hsiahsuauaa sobre a duração que planejo para essa fic é em torno de uns 20 capítulos ou algo assim, talvez um pouco mais, talvez um pouco menos, vai depender de como as ideias vão ir se organizando com o tempo mas não vai ser muito diferente disso não.

Espero que fiquem comigo até o final, e não se esqueçam de me contar o que estão achando, acho a opinião de vocês muito importante e adoro receber sugestões então não se acanhem hihihi mano o que tá acontecendo comigo? Tô "falando" de mais credo shiahsuaha pronto "calei" meus dedos beijinhos doces meus morecos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...