História Uivos da meia noite. - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~taetaespii

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Taekook, Vkook
Visualizações 14
Palavras 616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E aí pessoinhas, bom estamos trazendo aqui mas um capítulo e não creiam esperanças que Taekook vai se dar bem de primeiras impressões não.

Chega de enrolação e boa leitura.

Capítulo 2 - The Hunt



Acordei já com gritos e uivos que vinham de trás do fino tecido que se dava a barraca, ao sair percebi as várias pessoas que falavam alto mas como gritos com meu "Pai" o suposto dono da alcatéia.

Ignorei oque acontecia e logo sai para infelizmente caçar o meu café da manhã vamos assim dizer,eu não estava tão confiante de que iria encontrar alimento já que se dávamos no inverno uma das piores estações do ano. Acho em meio ao matagal que se dava ali um cervo, logo ouço barulhos supostamente de outro animal quando me dou coragem de avançar no animal a pessoa em que meu coração bate mais forte apareceu justamente para roubar meu alimento.

- Quem você pensa que é?- perguntei mesmo sabendo que a sua resposta seria como um silêncio.

Taehyung era como todo alfa frio e silencioso esperando a hora certa de atacar, como um ômega teimoso que sou fui até o cervo com passos curtos para não o assustalo e avancei.

Taehyung havia mudado sua expressão e agora por sinal ele me encarava, eu ignorei silenciosamente e caminhei em retornar a minha área pois tenho certeza que se meu pai me visse eu estaria fudido e não seria de um jeito bom Senti alguém puxar a perna do cervo que arrastava no chão deixando um rastro de sangue logo vejo que o cervo será levado por Taehyung que já corria com toda sua velocidade.

- Eiii..- no meu desespero eu já havia corrido atrás dele mas como toda pessoa apelona ele havia corrido para dentro de seu território que onde um Jeon entrasse provavelmente iria retornar ao inferno que era as brigas de antes.

E lá estava eu voltando pra casa com o bom é velho sorriso fraco no rosto 


Ao chegar em casa olhei o meu pai que vinha em minha direção e logo me dera um abraço.

- Como foi? Cadê?..Encontrou alguém da alcatéia alheia?- só faltava um ponto de interrogação na testa do meu pai de tantas perguntas.

- Foi..ruim..sim encontrei e essa pessoa roubou nosso alimento..- eu tentei não olhar em seus olhos

- Vai buscar nosso café da manhãele disse seco e com uma expressão nada agradável

- Mas..

-mas nada.. apenas vá e só volte com um cervo - ele disse me empurrando para adentrar a floresta

Eu não sabia como iria pegar de volta mas não voltaria sem, eu já estava perto do território deles pois dava para ver que dois alfas estavam ali presentes na frente do enorme portão de ferro.

Talvez eu não conseguiria subir o muro mas eu nem tentei vamos ver, e lá foi o senhor Jungkook invadindo um território que não se encontrava sendo meu, eu conseguirá entrar no local e logo pensei em me esconder dentro de uma barraca foi a primeira coisa que me veio a cabeça. Ao entrar a barraca me deparei com Taehyung que estava retirando sua blusa suja de sangue.

- Oque está fazendo aqui? ele me olhou bravo e confuso

- Eu..eu..nada..eu só...onde você levou o cervo? - tratei de responder o mais rápido possível para que eu possa sair logo dali.

- Porque eu falaria para você? - ele me olhou com os braços cruzados

- Vai por favor você pode ficar com uma parte

Ele logo balançou a cabeça e logo me disse a onde estava e que iria vir comigo saímos da barraca e logo fomos para o lugar onde ele havia dito espero eu não ser uma armadilha, ao chegar lá T aehyung pegou o cervo e me entregou.

- Agora saia..não quero presenciar outra guerra.

Neste exato momento em nem prestava mais atenção no garoto eu admirava seu corpo com apenas um pensamento que me atormentava..será que seria uma péssima ideia que meu cio chegasse?


Notas Finais


Hehehehehehehe🌞❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...