História Última música, primeira dança - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 326
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Smile


-Gui, eu acho que assim que você terminar o ensino médio já vai poder ser um dos doutores mais respeitados dessa cidade -Clara fala com um sorriso brincalhão - já vai ter até experiência em cuidar de machucados ecortes- fala aprontando para mim.

Nós três estávamos na enfermaria, mas como essa escola é uma bela bosta, não tinha nada para fazer curativos ou coisas do tipo, mas Gui sempre levava na mochila um kit de primeiros socorros, já que sabia que todos os dias era provavel eu entrar em alguma briga. Me encarou no espelho a poucos metros de distância, tinha um corte próximo a boca,a região próxima a sombrancelha levemente ralado,os dedos pouco machucados,pois estava usando aqueles tipos de luvas sem dedos na hora da briga, mas mesmo assim minha mão ainda tinha algumas gotas de sangue do nariz daquele infeliz do Lucas, o cabelo meio sujo e a roupa com respingos de sangue que  não sabia identificar de quem era.

- pois é, já posso virar até cirurgião- ele iria falar algo mais, porém, escutamos alguém bater na porta- pode deixar que eu abro- ele fala.

Todos nós surpreendemos quando na porta aparece o garoto novo, com o qual eu havia dançado na festa, na luz execivamente forte da enfermaria eu podia notar os traços de seu rosto, era incrívelmente bonito, olhos entre tons verde e azul, o cabelo castanho, suas bochechas estavam levemente coradas, meus amigos inventaram uma disculpa qualquer para nós deixar a sós.

-aqueles merdinhas vão ver só-murmuro.

-oi, não sei se você se lembra de mim, nós dançamos numa festa, e eu vi você brigando contra aquele garoto, a propósito, foi incrível a surra que você deu nele, vi que você se machucou, vim ver se estava bem- falo coçando a nuca em sinal de vergonha, eu sorri suavemente, me surpreendendo com isso eram poucos as pessoas para quem eu sorria.

- não precisa ficar com vergonha por isso, e valeu pelo elogio- falo com calma.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...