História Último Beijo - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Itazura Na Kiss
Personagens Kotoko Aihara, Naoki Irie, Personagens Originais
Tags Drama, Itazura Na Kiss, Romance
Visualizações 49
Palavras 570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá,

Pra quem gosta dos pensamentos do Naoki.... Segue. Bjo.

Capítulo 17 - Luzes de Tóquio


Fanfic / Fanfiction Último Beijo - Capítulo 17 - Luzes de Tóquio

As luzes lá embaixo eram coloridas, iluminado as casas e prédios. Muitos, assim como eu ainda estavam em suas salas com seus computadores e negócios importantes. Muitos deles tornaram-se robôs e escravos de suas próprias decisões, e assim como eu, viviam atormentados por terem desistido dos próprios sonhos para fazerem o que era necessário para o bem de outros. Já passava das 23 horas, e ainda tinha muitos e-mails importantes para responder, sabia que poderia fazer isso do seu luxuoso apartamento, mas era silencioso demais, vazio demais.

Não costumava ficar inquieto com qualquer coisa, mas hoje estava diferente, talvez a ligação de sua mãe mais cedo teve um efeito inesperado, “Naoki meu filho, adivinha quem esta de volta a Tóquio? Adivinha?!!” como não respondeu ela continuou “Certo, eu falo pra você, Kotoko... acredita? Ela apareceu de surpresa aqui em nossa casa, mas foi muito rapidamente, mas ela prometeu voltar outro dia com mais calma... Ela esta tão diferente, mais bonita e madura... “ ela tagarelava enquanto meu coração batia estranhamente, depois de tantos anos, qual a razão disso? Como se isso fosse fazer alguma diferente na minha vida, ela só foi uma garota que era apaixona por mim e me seguia por toda parte, somos adultos agora e nada do que aconteceu no passado tem importância. É claro que minha mãe deve esta saltitante com tudo isso, as coisas são bem diferentes e complicadas demais para eu me perturbar com essa bobagem.

No fim, acabei deixando tudo para amanhã, minha cabeça estava um turbilhão. Peguei minha mala e alguns relatórios, o celular vibrava com os e-mails que chegavam ou reunião que foram marcadas, algumas salas já estavam apagadas, ou seja, mais uma vez era o último a sair do escritório.

**

Cheguei ao meu apartamento, o único som que eu ouvia era os dos meus passos cansados, deixei sobre a mesa os ingredientes para meu jantar e fui me despir das coisas e roupas no meu quarto. Entrei no banheiro para ligar a torneira da banheira, ao passar em frente do espelho, vi aquele rosto cansado e sem vida, é... Aquele era meu rosto, quando foi a ultima vez que sorri verdadeiramente? Ou que tirei umas férias relaxantes? Respirei fundo e entrei na banheira ainda com a água fria e pela metade, aquela era a melhor hora do dia, quando de fato eu me desligava das minhas obrigações.

Após me secar, fiquei de roupão e com um pouco de coragem fui fazer o jantar. Nesse meio tempo, a inquietude de antes voltou com força, e contra minha vontade as perguntas começaram a se formar, como devo reagir quando nos encontrarmos? Isso irá acontecer? Será se ela tem alguém em sua vida ou ela ainda é apaixonada por mim? Essa última indagação era a menos provável, pois até onde sei, ela não quis saber de nenhum tipo de notícias minhas, assim como escondeu as dela. É possível recuperar o tempo perdido? Meu casamento já não existia mais, eu e Sahoko tínhamos nos divorciado 4 anos após a Kotoko ter ido embora, desde então, tive duas ou três namoradas, apesar de isso não vir ao caso, não que depois de 10 anos pudesse acontecer algo entre nós.

Depois de me alimentar, resolvi responder alguns e-mails urgentes e tentar dormir antes de amanhecer, a insônia estava me perseguindo ultimamente, antes de adormecer aquele rosto sorridente de Kotoko foi à última coisa que lembro.


Notas Finais


Naoki já era lindo 10 anos atras, imagina agora? Sabe vinho que quanto mais velho melhor?

Ele esta com o cabelo um pouco grande para um homem de negócios, mesmo ele passando gel, o cabelo de vez em quando fica caindo nos olhos, sempre será visto vestindo ternos elegantes e não sorri com facilidade.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...