História Um Alfa Para Dois Ômegas! - Capítulo 7


Escrita por: ~

Visualizações 112
Palavras 1.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello pessoas, turo bom?
Então.....me desculpem a demora, meu computador morreu, ai até ele voltar a vida...
BEM, aqui estou eu de volta com mais um cap, nem lembro em qual enton me desculpem!
Espero que aproveitem, escrevi ouvindo "Kids " do OneRepublic, caso queiram ouvir também vou deixar o link nas notas finais (ou tentar).
tenham uma boa leitura (perdoem os erros pfv)

Capítulo 7 - "Bosque das flores"


Fanfic / Fanfiction Um Alfa Para Dois Ômegas! - Capítulo 7 - "Bosque das flores"

Seung não sabia aonde enfiar a cara, já havia passado um dia desde o cio dos ômegas, e quando seus pais chegaram em casa o bombardearam de perguntas e ameaças como “você os preparou bem? ” Ou “se você os machucou vou te espancar! ”.

Os ômegas ainda não haviam acordado, e ele queria que demorassem a acordar, pois não saberia o que falar para os dois.

Já os dois ômegas, queriam se enfurnar no quarto até que Seung esquece-se do dia anterior. Se sentiam horríveis, não tinham ficado nem três dias na casa e já tinham transado com o alfa, mas se bem que a culpa não era deles e sim de seus cios.

_Jisoo! Você acha que deveríamos agradecer o alfa? _ Perguntou Jeonghan, encostado nas costas do outro.

_sei lá! Mas que é uma boa ideia é!

Se virou para o de cabelos compridos, o abraçando. Queria esquecer do acontecido, por enquanto. Estavam morrendo de vergonha, ainda mais dos pais do alfa, já que eles sabiam de tudo. Mas era exatamente com isso que eles não deveriam se preocupar.

 

 

_Filho! _ Seung ouviu se Omma lhe chamar, se virou para ele o encarando. _Não precisa ficar tão preocupado com os dois, na hora que acordarem, chame-os para sair, leve-os para ver as flores no bosque das flores! Acho que vão gostar!

_É verdade meu filho! Quando seu Omma teve seu primeiro cio eu o levei para lá! Foi a coisa mais fofa a reação dele!

Seu Appa levou um tapa com a confissão, seu Omma escondeu o rosto na curvatura do pescoço de Chung-ho, claramente envergonhado.

_E não se esqueça que nós, ômegas, ficamos extremamente carentes depois de um cio!

Seung assentiu indo em direção a seu quarto. Até que seria uma boa ideia levar os dois para sair.

 

 

Jisoo foi o primeiro a se levantar, sentindo uma leve pontada no quadril, resolveu tomar um banho, seu corpo estava meio pegajoso. O banheiro era realmente muito grande, havia duas banheiras bem grandes, uma do lado da outra, duas pias acopladas, meio distantes, com um espelho único exageradamente grande.

Começou a encher a banheira, se certificando de que a temperatura estivesse boa. Quando a banheira já estava cheia, viu Yoon entrar no banheiro, segurando uma toalha.

_Oque? Também quero tomar banho!

Jisoo riu já entrando na banheira, relaxando os músculos com a agua morna, encostou a cabeça na banheira e fechando os olhos, tentando relaxar, Yoon pendurou sua toalha e foi em direção a Jisoo. Entrou na banheira lentamente, tentado não incomodar o outro, vendo o mesmo abrir as pernas, já havia entendido o porquê. Foi em direção ao outro, sentando de costas para si, no meio de suas pernas, encostando a cabeça em seu ombro, suspirando profundamente.

Jisoo começou a fazer cafuné na cabeça de Yoon, que suspirou quase ronronando. Sorriu.

 

 

Seung estava trocando de roupa, enquanto pensava em como chamaria os ômegas para sair, não era acostumado com coisas do tipo. Se sentia extremamente nervoso, e inútil, não servia nem mesmo para isso, suspirou.

Teria de pensar em algo e rápido.

 

 

Yoon e Jisoo já estavam no quarto, vestidos. Yoon penteava os longos fios calmamente, enquanto Jisoo terminava de passar a toalha no cabelo, os dois olharam para a porta quando ouviram duas batidinhas leves, e depois a cabeça do alfa surgiu lentamente, Seung falou “licença” bem baixinho antes de entrar.

O alfa estava de cabeça baixa, criando coragem para falar algo, respirou fundo levantando a cabeça e os olhando calmamente, assumindo uma postura digna de um alfa, encarando os dois.

_Eu queria perguntar se vocês dois gostariam de ir ao bosque das flores comigo?

Os dois se olharam e então assentiram levemente.

_Muito bem, vou estar esperando lá em baixo! _ Disse apontando para traz.

Saiu do quarto encostando a porta de descendo as escadas, no último degrau deu um pulinho de alegria e comemoração, não acreditava no que tinha acabado de fazer. Era a primeira vez que chamava alguém para sair.

 

 

 

Os três estavam a caminho do bosque das flores, Seung havia achado melhor ir a pé para aproveitar mais.

_Senhor Choi?

_Pode me chamar de Seung!

_Hum, Seung?

_Sim?

_Por que o local que vamos se chama “bosque das flores”?

Seung apenas apontou para frente, fazendo os dois ômegas olharem, suas perguntas foram respondidas na hora.

Havia um portal grande, revestido de flores rosas, lilases e brancas, com um banco no meio, Yoon e Jisoo continuaram a andar completamente maravilhados, Seung foi atrás dos dois andando calmamente e prestando a atenção às reações dos dois, no final do portal havia realmente um bosque, ou algo parecido com um bosque, completamente cheio de arvores infestadas de flores, de cores variadas, um pequeno córrego, vários banquinhos com pessoas sentadas, só se podia ouvir o cantar dos pássaros, e a agua correndo.

Seung se sentou em um banco qualquer enquanto olhava os dois ômegas jogarem um monte de pétalas coloridas para cima e correrem no meio das arvores, brincando de pega-pega, e se pegou sorrindo com aquilo, os dois pareciam duas crianças com um brinquedo novo. Jogou a cabeça para traz, fechando os olhos e sentindo o cheiro gostoso de flores no ar.

Seus pais costumavam lhe trazer ali todo mês para fazerem piquenique, era uma das melhores lembranças que tinha de sua infância. Seu Omma costumava falar que esse bosque tinha sido abençoado por um casal de fadas, e por isso suas flores nunca caiam ou morriam, nem mesmo no inverno.

_SEUUUNG!

Ouviu seu nome ser “gritado” e abriu os olhos, vendo os dois ômegas já meio longe do local em que se encontrava, os dois agitavam suas mãos o chamando para se aproximar, sorriu, suspirou e se levantou calmamente, indo ao local, e o reconhecendo na hora.

Eles estavam entre três grandes arvores que possuíam as flores de um rosa intenso, se aproximou dos dois que estavam a olhar para cima, apreciando a visão das lindas flores.

_Gostaram daqui? _Questionou Seung olhando os ômegas a sua frente.

_Sim! _Os dois responderam em uníssono, sorrindo radiantes.

Yoon segurou a mão de Jisoo e voltou a olhar para as flores, e com a outra mão, agarrou a de Seung, entrelaçando seus dedos, assustando o mesmo com o ato repentino. O alfa sorriu indo para atrás dos dois, abraçando a cintura de Jisoo, enquanto continuava com os dedos entrelaçados aos de Yoon, olhou para cima, respirando fundo, o cheiro de seus ômegas mais o cheiro das flores era algo realmente viciante, doce.

Seung soube naquele momento que seria feliz.

 

 

 

Continua...


Notas Finais


Foi isso pessoas, espero que tenham gostado
bjs no kokoro S2

https://www.youtube.com/watch?v=Y56lpXvXbs0 link da musica "Kids"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...