História Um amor desprevenido - Min Yoongi - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys
Visualizações 88
Palavras 571
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Primeiro dia de aula


Fanfic / Fanfiction Um amor desprevenido - Min Yoongi - Capítulo 2 - Primeiro dia de aula

S/N ON

Acordo às 5:40, me levanto e tomo meu banho, faço minhas higienes e desço.

Toya: bom dia.

S/N: bom dia só se for para você.

Toya: parece que alguém acordou de mal humor

S/N: quem consegue acordar de bom humor num primeiro dia de aula, e ainda ter que acordar de manhã às 05:40?

Bonnye: eu!

S/N: você é uma excessão.

Irineia: não é tão ruim assim.


Pego uma maçã e me sento no sofá.


S/N: cala a boca Mariana, você não sabe como é chato. Você já acabou então fica quieta.

Irineia: uy, alguém tá soltando os cachorros, pega uma coleira.

S/N: vai se fuder!

Subo indo em direção ao meu quarto, nem deixando a mesma responder.

Pego meu celular é um fone e boto em uma música aleatória, para minha sorte caiu na minha preferida "I Need You" de uma grupo que eu não me lembro o nome.

[...]

Nem tinha visto o tempo passar e já era 06:10.

Peguei uma roupa normal, botei e fui correndo para a porta.

Elas já estavam saindo, porque aqui nessa casa tem uma regra.

"Chamamos uma vez se não veio, nós vamos embora"

Corri para dentro do carro.

S/N: vocês me chamaram?

Todas: Sim!

S/N: puta que pariu! Eu tenho tímpano, saibam.

Toya: e para você ver se você ouve.

S/N: idiotas!


Depois disso ninguém trocou mais nenhuma palavra, nenhum diálogo.

Chegamos na escola e as meninas já fazendo o teatrinho e eu? Fiquei fazendo movimentos para dizer para elas pararem.

???: Licença. Vocês são as novas alunas?

S/N: sim....e você é...?

Kaah: ah sou Karol, mas podem me chamar de kaah

Larissa: prazer! Sou a la....

S/N: você já deve saber os nossos nomes não é?

Kaah: claro! Venham eu vou mostrar a escola para vocês.

Toya: affe

Kaah: oq foi? Não gostou? Se não gostou podemos não fazer isso.

Toya: não é isso. É que seu rosto me parece familiar.

Kaah: ata, você pode me dizer o seu nome para eu poder ajudar.

Toya: vitória, mas todos me chamam de Toya

Kaah: a sim! Você foi uma amiga minha desde pequena

S/N: tô sobrando.

Toya: ah então deixa eu te dar um abraço para ver se melhora

Fala se aproximando e eu me afastando

S/N: se chegar perto eu bato!

Sinto bater em alguém atrás de mim,em poucos segundos me viro para trás para ver quem era.

Vejo um garoto, não vou mentir, ele era muito bonito, tinha cabelo loiro,olho castanho, e me olhava de um jeito que podia me mata

S/N: desculpa.

???: Garota olha por onde anda, sei que sou grande o bastante para você me enxergar.

S/N: Desculpe-me senhor grandalhão mas meu olho de trás e cego e não vê gente arrogante como você.

???: Você tá querendo brigar?

Kaah: chega Min Yoongi, se não você vai para diretoria?

O mais alto olha para kaah com um olhar de "to nem ai", é o mesmo volta a atenção para mim

Yoongi: olha pra onde anda garota, você pode esbarrar com alguém pior do que eu.

S/N: que medo...

O mesmo sai ignorando oq eu disse.

S/N: que cara estúpido.

Bonnye: olha S/N, você encontrou seu par.

S/N: como é? Cala essa boca bonnye

O sinal toca e todos nós vamos para sala, claro que só eu e a Larissa ia para a classe junta.

As outras foram para outras salas.

Chego na sala e vejo o menino que eu esbarrei, ele me olha com um sorriso sínico e eu só viro meu rosto.

Ando até a minha mesa e sento.

Larissa: posso sentar do seu lado S/N?

S/N: tem alguém nesse lugar? Não então pode né.

A aula começa e eu sinto alguém me observar, penso em olhar quem é e me viro e vejo quem está me olhando...





Notas Finais


Então gente esse foi o capítulo espero que tenham gostado, desculpe-me pelos erros, como eu disse sou "meio" ruim nesses troços de vírgula e acentos, obrigado e até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...