História Um amor, uma paixão. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Lukas Marques
Visualizações 9
Palavras 498
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Cap. 7


Fernanda:

No final da tarde, eu peguei o ônibus pra ir até minha casa, estava cansada demais para ir, enquanto tinha um homem roncando em meu ombro, trocava mensagens com o Lukas.

Whatsapp ON:

Lukas: oii<3

Eu: ooi, tudo bem?

Lukas: tudo, já saiu do trabalho?

Eu: sim, por quê?

Lukas: vamos sair hoje? Ás 7:00 ( já eram 4:00 )

Eu: vamos, porque não. Tchau até lá.

Whatsapp OFF.

...

Eu toda feliz com aquelas mensagens, ficava com um sorriso largo no rosto, até que uma mulher negra dos cachos com uma bebê em seus braços á amamentando, me perguntou o motivo do meu sorriso.

Eu: uma pessoa, pela qual eu gosto muito.

Moça: quantos anos tu tem menina?

Eu: 19.

Moça: mas já? Rs. Te dou um conselho que é pra tu levar pra vida, se a pessoa vacilar perdeu, mas, se no caso tu amar ela de verdade, vai dar uma segunda chance. Desde que saiba usá-la. Porque o pai dessa daqui, te digo o mesmo, não seja lesada! Saiba escolher, e no momento certo.

Eu: uau, obrigada!

Moça: me agradece depois disso.

Eu: do que?

Moça: depois de eu te avisar que esse talvez possa ser o seu ponto para descer do ônibus.

Eu: ah, obrigada de novo! Rs.

Quando eu de eu sair do ônibus, o porteiro do prédio fala pra mim dizendo que uma pessoa entrou no meu apê dizendo ser meu parente. Eu toda curiosa vou ver quem é. Quando eu entro em casa, minha irmã de Los Angeles vem em minha direção e me dá um abraço.

Isabel: guria quanto tempo!!

Eu: é mesmo, como você cresceu! - ficamos conversando sobre coisas aleatórias, até que ela fala.

Isabel: o que acha de ir aos Estados Unidos comigo?

Eu: ah, não sei, tipo..

Isabel: olha se não quis..

Eu: TÁ DOIDA CLARO QUE EU QUERO! Mas, pq?

Isabel: foi transferida de Los Angeles para Nova York, para trabalhar por 2/3 semanas por lá, depois eu volto pra Los Angeles, e eu pôde chamar alguém pra ficar comigo lá, e olha que o trabalho de lá ganha bastantinho.

Eu: ah que ótimo, já que só vou trabalhar no Hospital próximo mês. Estou apenas de estagiária, não tenho obrigação de estar lá ou não.

Isabel: então tá ótimo! 

Eu: hoje eu vou sair tá bom?

Isabel: pra onde?

Eu: não sei, depende na onde meu bebê vai querer me levar..

Isabel: ah safaada!! - ela fala me dando uns socos de leves no braço esquerdo. - pó deixa! Eu fico aqui na tv, comendo, netflix. Não quero segurar vela. Hahaha.

Eu: tudo bem se você quer assim. Hihi. - ainda são 5:05. 7:00 eu saio de casa, quer que eu faça algo pra ti 6:30?

Isabel: adoraria, aquela comida de avião, com um morto-vivo roncando no meu ombro a viagrm inteira. Horrível!

Eu: me defeniu hahaha, pode pegar uns biscoitos na prateleira de cima á esquerda.

...

Já eram 6:26, e Isabel estava com as minhas roupas, assistindo netflix no sofá, enquanto eu fazia a janta pra ela. Eu ficava fazendo duas condutas ao mesmo tempo: trocando mensagem com o Lukas e fazendo comida pra Isabel (pois ela não sabe cozinhar)

Q




 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...