História Um coração para sete - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 45
Palavras 1.122
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui está o outro capítulo como prometido, quando fiz eu imaginei que iria ficar curto esse cap. Por isso o motivo de estar postando mais de um. Boa leitura gente. 😘

Capítulo 22 - Me liga...


Fanfic / Fanfiction Um coração para sete - Capítulo 22 - Me liga...

Namjoon On

Ultimamente ando me sentindo muito estranho, eu via o Yoongi se aproximando da SN e isso me deixava nervoso, não nervoso de bravo mas nervoso com medo da perda. Eu sentia uma ligação com ela que eu não sabia explicar, o beijo era maravilhoso, o sexo era uma loucura mas eu também amava sua presença. Ela sempre se esforçava para ver os outros felizes. Eu me sentia em paz ao seu lado mas ultimamente não anda assim. No dia do incidente eu fiquei muito confuso, quando ela chegou arrasada daquele jeito eu pensei que  correria para os meus braços. Eu sei que quem correu atrás foi o Yoongi mas mesmo assim, achei que no final ela iria me procurar. Foi aí que eu percebi que ela não era minha, eu sabia que ela tinha um lance com o Tae mas eu me sentia confiante. A SN precisava de alguém para cuidar dela não ela cuidando de alguém. Nesse momento eu não sabia se eu lutava ou se ficava na minha. Eu não quero ficar na minha... Eu quero ela aqui do meu lado, não posso falar que a amo mas posso falar que eu arriscaria um relacionamento. Eu quero ser o motivo do seu sorriso.

Ela estava bem na minha frente radiante enquanto conversava com os meninos.

Elas chegaram aqui no nosso hotel assim que acabamos com as entrevistas. Eu estava morrendo de fome quando ela me chega com o café da manhã em sacolas de lanchonete. O manager não gostou da idéia de estarmos comendo porcaria de manhã mas eu sei que ele não faria desfeita na frente dela, então apenas controlei para não abusar.

Nam _ Então, vocês estavam comemorando o que? - puxo assunto, impressão minha ou estava todo mundo tenso?

Yura _ No dia do show de vocês em Seoul? - confirmo com a cabeça. - Eu estou nas minhas férias de faculdade e a SN me convidou para ficar lá na casa dela.

SN _ Você pode ficar lá em casa quando estiver na faculdade também, posso te levar de carro numa boa.

Yura _ Vai sair de Gwacheon para Seoul todo dia?

SN _ Coréia é uma caixa de fósforo, uma hora de cá até lá. Lá no Brasil tem gente que leva três horas para chegar no trabalho. A mudança de zona lá é a mudança de cidade daqui.

Nam _ Wow, Brasil é muito grande mesmo né?

SN _ Sim, tem coisa que nem devo imaginar que exista.

Nam _ Você gosta do seu país?

SN _ Apenas da estética.

SG _ Que direta.

SN _ Não babo em ovo de país.

Nam _ E daqui? Você gosta?

SN _ Não, apenas das pessoas próximas.

Nam _ O que você não gosta daqui?

SN _ Aqui é o país mais egoísta e sem coração que já vi. As pessoas respeitam muito você mas a mídia massacra demais. Aqui é um lugar que se você está passando mal na rua ninguém te acode, criticam muito a estética da pessoa, agem como se homossexualidade fosse algo de outro planeta. Não estou aqui por gostar do país, estou aqui por outros motivos, sempre foi meu sonho vir mas apenas para viagem.

SG _ Você acha que a gente se encaixa nisso?

SN _ Acho que vocês tem uma cabeça mais aberta mas as vezes pode soltar alguma merda mas não por ruindade apenas por ignorância, a mídia de vocês ocultam mais coisas do que a rede globo.

SG _ Glubu?

SN _ É. - dou risada do seu sotaque.

Jin _ Você voltaria para o Brasil? - ele fez a pergunta que estava na minha cabeça, não fiz pelo medo da resposta.

SN _ Apenas se eu não estiver feliz aqui.

Nam _ E você está?

SN _ Com certeza. Ontem no show foi o melhor dia da minha vida. - ela sorri fechando os olhos. Desse jeito vai ser difícil eu me distanciar, ela joga sujo.

Namjoon Off / SN On

SN _ Prometem que vão tentar me ligar? - eu estava tentando me controlar para não chorar desde o momento em que falamos que iríamos embora. Estávamos na recepção esperando o táxi para nos levar para o Aeroporto, os meninos esperavam com a gente.

JM _ Já falei que vou ligar noona. É uma promessa. - ele da o dedinho e fazemos jura de mindinho. Quantos anos nós temos?

SN _ Eu quero que se cuidem, comem direito por favor, nada de besteira apenas comidas saudáveis. Vocês trabalham com o corpo de vocês, precisam de vitaminas.

Jin _ Sim omma.

SN _ Estou falando sério, Kookie para de fazer bagunça em cima da sua cama, Tae para de invadir o quarto dos outros na madrugada assim como o senhor Kookie. Jimin não preciso falar nada não é? Já sabe.

JM _ Vou me alimentar.

SN _ Ótimo. Nam, toma cuidado ta? Vocês vão estar do outro lado do mundo, receber notícia que você está no hospital para descobrir que foi só o dedinho quebrado ninguém merece. Hobi, não pegue muito pesado nos treinos okay? Você ainda tem os shows para descontar. O Jin é um amor ele não precisa de bronca. - ele me manda beijo - E Yoongi… Me liga, eu sinto a sua falta quando está longe. - eu começo a baixar o tom da minha voz com vergonha de admitir. Eu ficava realmente preocupada e brava quando ele sumia, dava impressão que eu não era nada. Eles me abraçam e escuto a buzina de um carro e vejo que o táxi chegou.

SN _ Agora precisamos ir.

Yura _ Tchau gente, obrigada por me receber. - ela se curva.

SN _ Pela amor de Deus, vocês são tão formais.

SG _ Você que é a louca. - mostro a língua e começo a me afastar. - Boa sorte gente. - aceno. Quando ia entrando no táxi escuto alguém me chamando, olho para trás e vejo o Yoongi correndo.

SG _ Eu vou ligar. - ele choca seu corpo no meu e me beija. Ele não tentou aprofundar o beijo, ele apenas beijava meus lábios suavemente. Uma explosão de sentimentos surgiu, eu me sentia completamente confusa, perguntas e mais perguntas surgiam na minha cabeça. O por que daquilo? A quanto tempo? O por que que eu não afastava? Eu nunca fiquei pensando nele com segundas intenções, então não entendia a minha reação. Enquanto ele controlava seus atos eu queria apenas mais, eu tinha medo de me mover, de trazê-lo mais perto e ele acabar sumindo. Ele separou o beijo e encostou sua testa na minha, fazendo carinho nas minhas bochechas enquanto segurava meu rosto com as mãos.

SG _ Me espera.



 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...