História Um estranho em minha vida - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens G-Dragon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 5
Palavras 1.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Agora sim começou o medo
Me esforcei bastante nesse Cap por conta da demora
Espero que gostem

Capítulo 7 - Alô -- 6


Fanfic / Fanfiction Um estranho em minha vida - Capítulo 7 - Alô -- 6

...mas o que ninguém percebia era que às vezes era eu que estava chorando, só que por dentro, por culpa deles .Eu era tão boa em esconder minhas dores dentro de um potinho e deixá-lo debaixo da cama que todo mundo achava que eu não ligava pro bullyng repetitivo de todos e que fora da escola eu não tinha problemas?

E a verdade é que eu já fui cheia de deles, até o pescoço .Eu colecionava decepções como alguém que enche um álbum de figurinhas. Meu peito já estava ficando cheio de dores, e ninguém se tocava que não tinha graça, nunca teve e eu estava a um segundo de explodir, porque todo mundo sempre achava que eu era forte, mas Tae, eu nunca fui de ferro, eu senti cada decepção perfurando o meu peito como uma navalha, ou uma faca afiada que só me atingia. É claro que ninguém se importou de me perguntar como eu me sentia, porque é muito fácil colocar um sorriso no rosto e dizer "Eu estou bem " "Eu não ligo" resumindo um monte de mentiras, é mais fácil do que encarar aquele tipo de confusão que só cresce dentro de você, onde ninguém mais consegue te enxergar de verdade. Acredite Tae, antes de ser essa garota, eu já fui diferente, tão diferente que hoje parece que sou irreconhecível até mesmo pra mim.

Eu já amei alguém tão intensamente que senti o meu coração sendo arrancado do peito, mas agora parece que ele virou pedra. Sabe aquele pote onde escondi todas as minhas dores e coloquei debaixo da cama? Bom, eu acho que acabei colocando ele dentro do peito, porque aqui dentro não corre o risco de descobrirem, já que ninguém foi capaz de ir tão fundo, e esse foi o problema, eles conseguiram fugir. Todas aquelas dores foram se espalhando por cada parte do meu corpo, e quando chegou ao coração, eu passei a não sentir mais nada. Tae de tanto apanhar da vida, eu mudei. Mudei o jeito de sorrir, mudei a cor do batom, mudei o brilho no olhar, que agora nem existe mais, mudei o tom da alma, mas me perdoa Tae, é que de tanto mentir sobre ser forte, eu acabei não sendo nada:Acabo a leitura

Ayna narrado

Volto pra casa do meu appa, acho que todos estão dormindo então vou direto pro meu quarto, Tiro a roupa ficando só com minhas roupas íntimas,me deito de bruços e recebo uma ligação

Ligação on

Ayna-Alô

-Lembra de mim??

Ayna-Quem fala??

-Houm tadinha, não se lembra mais de mim ???

Ayna-Eu deveria me lembrar???

-Mais é claro que sim, eu sou seu futuro dono sua gostosa

Ayna-Cala a boca seu idiota,não tem nada melhor pra fazer não???

-mais é claro, ver seu corpo nu por exemplo... há e aliás você fica muito sexi nessa posição com essa bunda empinada pra lua

Ayna-Você está me vendo???? Onde v-você está????: pergunto assustada me sentando na cama

-Não se assusta bebê, eu já tô chegando

*Ligação off*

Ele desliga, eu me desespero, coloco um roupão rápido e desço às escadas correndo

Neide-Oque foi querida??:ela me pergunta com aquele mesmo sorrisinho de idiota,sonsa e falsa

Ayna-Nada só tô com presa: respondo rápido olhando pras janelas vendo se eu avistava alguém

Neide-Presa pra que?? Já fez a entrevista??Como foi???: ela me enche de pergunta me deixando mais assustada

Ayna-Pera oque??? Sim já fiz: falo indo em todas as janelas e fechando todas as curtinas

Neide-Qual o problema das janelas???: ela me pergunta sem entender oque estava rolando

Ayna-Não gosto de luz, só isso tá, avisa meu appa que eu não vou pra aula hoje: falo grosa tentando me acalmar

Neide-Porque????: ele me faz mais uma pergunta

Ayna-Nossa você só sabe ficar me perguntando coisas que não te interessa: falo e vou pro meu quarto

Troco de roupa rápido colocado um Jens preto rasgado e uma camisa masculina solta com uma estampa média de águia na frente, prendo meu cabelo fazendo um coque despojado, pego meu celular e minha carteira e saio rápido

Neide-Onde você vai??: ela me pergunta esgotando minha paciência não sei porque ela se preocupa com isso parece que ela nunca nem me quis aqui, talvez seja coisa da minha cabeça mais eu vejo maldade nos olhos dela

Ayna-Vou ver um amigo: respondo fria e saio batendo a porta forte

Caminho sem rumo olhando para os lados com a esperança de me acalmar

****-Seu verme imundo agora implore por sua vida: escuto uma voz masculina vindo de um beco

Olho pros lados e percebo que fiquei tão distraída que acabei entrando numa praça aparentemente abandonada, olho pro beco e vejo três meninos com aproximadamente a minha idade

-Por favor me deixe viver eu prometo te pagar lodo gd: ele fala com voz de choro então me escondo atrás de uma árvore para que não consigam me ver

Gd-Pra você é senhor G-Dragon seu imbecil: ele fala e aquele apelido não me erra estranho acho que eu conheço ele-ham se eu consegui-se chegar mais perto: me estico e escuto o barulho dele atirando no cara, me assustando e me fazendo cair

Jay-Escutou isso??? Olha ali: ele fala apontando pra mim que saio correndo como se não ouve-se amanhã

Olho pra trás e vejo os três correndo atrás de mim, reparo rapidamente que um deles estava com o mesmo casaco que o assaltante de ontem e também estava com a mão infachada

(...)

Despisto os três, penso em ligar pro suga mais meu orgulho não deixou então acabei não ligando pra ninguém, fiquei ali até achar que estava seguro

07:48 PM

No caminho de volta pra casa esparo em um menino nem olho pro mesmo só peço desculpa

****-Você está bem??: ele me pergunta pegado no meu pulso

Ayna-Sim: respondo, tirado meu pulso fazendo o mesmo me soltar e olho pro mesmo

Morimura-Calma moça, eu sou o Morimura e você???; ela fala com um sorriso encantador

Meus deus do céu haaaaa não acreditou é o menino da casa 1656 e eu fui uma ogra como sempre haaaaa eu me odeio

Ayna-Há meu nome é Ayna:falo cumprimentando o mesmo com um aperto de mão sem graça

Morimura-Haaam então xau, vê se não se espara em mais ninguém no caminho: ele fala sorrindo e sai

Volto pra casa do meu appa e pensando bem iria ser muito melhor morrer com um tiro daqueles loucos do que voltar para esse inferno com um tarado e uma bruxa

Appa-Onde você estava a essa hora??: ele grita assim que eu entro

Ayna-Já falei pra tal da Reide que fui ver um amigo: falo fria

Appa-Neide:ele fala chamando minha atenção

Ayna-Não importa: falo indo pro meu quarto

Hoseok narrando

Vou atrás da mesma que me parecia meio estranha, seu rosto estava mais pálido que o normal

Hoseok-Esta tudo bem:pergunto pra ela pegando a mão da mesma suavemente

Ela tinha uma expressão assustada, soava frio e suas mães tremiam extremamente geladas

Ayna-Está tudo bem:ela me responde com uma voz serena diferente do que aparentava estar, essa voz invadia meus ouvidos delicadamente me acalmando pouco a pouco e então a mesma apenas me abraçou sem mais nem menos

Hoseok-Calma, eu estou aqui: falo pregando o queijo da mesma com delicadeza fazendo nossos olhares se encontrar então selo nossos lábios

Continua???


Notas Finais


Xau meus pandas
Comente oq acharam e mais uma vez desculpa pela demora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...