História Um garoto caso perdido - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~Leh_pe

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 15
Palavras 739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie tudo bom com vocês? Espero que sim e espero que gostem

Boa leitura📖

Capítulo 6 - O que você ta fazendo aqui?


Fanfic / Fanfiction Um garoto caso perdido - Capítulo 6 - O que você ta fazendo aqui?

Quarta-feira 13: 00


Hoje o dia na escola, não teve nada de diferente, só fiquei um pouco triste por não ter visto o tae,ele faltou hoje na escola, e sim não consigo parar de pensar nele, mas para minha alegria a campanhia acabou de tocar , e espero que seja ele,vou correndo para abrir a porta e o sorriso que tava no meu rosto acabou de desmanchar 


S/n: Dak o que você faz aqui? 

Dak: por que desmanchou esse sorriso lindo que tava no seu rosto? 

S/n: porque você não merece ele

Dak: nossa porque tá me tratando desse jeito frio

S/n: estou te tratando como você merece ser tratado

Da:posso pelo menos entrar? 

S/n: entre,mas você vai ter que me falar como me encontrou

Dak: tabom 


 Dou espaço para que ele possa entrar,e nos sentamos no sofá para que ele possa me explicar como me encontrou,mas antes vou explicar quem é Dak-ho, eu conheci ele quando vim morar aqui pela primeira vez, nos eramos melhores amigos, mas nós separamos quando voltei para o Brasil, mas a história não acaba por aqui depois que votei para minha cidade natal, ainda mantiamos contato,e depois de dois anos ele falou que ia ser meu visinho, que ia se mudar para o Brasil,no começo não acreditei,só quando faltava três dias para ele vim caiu a ficha, então fiquei super feliz, que ia encontrar meu melhor amigo novamente, e ele realmente veio, nois conversava todo dia, e ficando tão próxima dele, aconteceu o mais provável, me apaixonei, e manti em segredo esse sentimento, até que um dia ele se declarou para mim, e me pediu em namoro, e claro que aceitei, mas esse namoro não era dos melhores, quando ele ainda não conhecia os "amigos" dele ele era um fofo,super carinhoso era perfeito, mas quando ia para escola ele ficava com os "amigos " dando em cima de outras garotas sem se importar se eu tava vendo ou não, a gente quase não brigava e quando brigava era por causa dos amigos dele até que as brigas se tornaram constantes e eu perguntava para ele por que ainda estávamos namorando e sempre ele respondia " Estamos namorando porque eu te amo", e eu até que achava bonitinho as palavras dele,e deixava passar, mas em um dia eu cansei desse joguinho todo, e terminei com ele, não foi fácil superar ele,porque ele tinha sido meu primeiro namorado, e não posso dizer que ainda consegui superar por completo, mas tinha conseguido esquecer ele, e ver ele novamente trosse esse sentimento a tona. 


S/n: pode começa a me explicar

Dak:bom eu não consegui te esquecer, por sua culpa eu entrei em depressão, por um ano, eu consegui te achar perguntando para seus pais para a onde que você tinha ido, e eles vendo meu disispero, não deixaram de falar, e eu vim pergunta se eu poderia morar com você por uma semana até eu achar um apartamento

S/n: você só vei pergunta para mim, porque sabe que eu ia deixar. 

Dak: então isso é um sim? 

S/n: sim

Dak: por isso que eu me apaixonei por você - diz ele sorrindo

S/n: saiba que você me ensinou a não confiar em sorriso fácil, principalmente o seu

Dak: mas vou fazer você acreditar no amor novamente

S/n: mas eu acredito no amor, o que eu não acredito e em você

Dak: nossa essa doeu

S/n: essa era a intenção

Dak: posso pergunta uma coisa? 

S/n: pode

Dak: você tá namorando? 

S/n: não te enteressa

Dak: vai responde por favor

S/n: não 

Dak: você ainda gosta de mim? 

S/n: ai Dak me deixa em paz 

Dak: tabom não vou ensistir, posso ir tomar um banho? 

S/n: vai logo


O destino as vezes, parece que ta querendo brincar comigo, mas agora que aceitei dele morar aqui, por uma semana, tenho que ver ele todo dia, o pior é que ele ainda consegue mexer comigo, ainda bem que agora conheço o V, e o pior e que ele também faz meu coração se agitar mais rápido quando estou do lado dele ou pensando nele, então quase diariamente, minha mente no momento ta um pouco confusa ainda mais depois de ver o Dak depois de três meses, acho que vou sair um pouco para poder pensar, não quero me machucar mais com Dak, e nem ficar iludida com o tae, mas ele é o que mais me parece confiavio no momento, ele não fez nada de mau comigo, pelo contrário ta me parecendo uma pessoa bem diferente dos boatos

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Um beijo e tchauuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...