História Um Novo Começo?!? - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Aizen Sousuke, Ichigo Kurosaki, Isshin Kurosaki, Karin Kurosaki, Orihime Inoue, Rangiku Matsumoto, Rukia Kuchiki, Toushirou Hitsugaya, Yuzu Kurosaki
Tags Hitsugaya Toushiro, Hitsukarin, Kurosaki Karin
Visualizações 27
Palavras 1.091
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Festa, Hentai
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom pessoas, peço desculpas pelos erros, e terei de avisar que não poderei poderei postar o capitulo de quarta pois terei um dia de "princesa" kkkkkkk mais precisamente eu tenho que ir no salão para arrumar meu cabelo já que, e ainda tenho que participar 3 horas de missa na quarta, ou seja não terei tempo.Bom esse foi o aviso, até mais

Capítulo 25 - De volta a escola-Parte 2


       Karin on

       -O que foi Karin? Por que está tão machucada? Não me diga que você apanhou.

       -Hinamore, isso não é da sua conta, então se você preza pela sua vida, só saia da minha frente.

       -Nossa, que medo! O que você pode fazer sua inútil, você está toda fodida, e ainda vem me ameaçar? Ah Karin, da pra parar com isso? Tá ficando feio!

       -Hinaputa, duas coisas que eu vou dizer a você.

       -Primeira coisa:Eu NÃO ameaço, eu AVISO se você não sabe!

       -Segunda coisa:Se você preza pela sua vida saia da minha frente, antes que minha mão encontre a sua cara, e também não posso falar que será um encontro amigável.

       -O QUÊ KARIN? REPETE, EU QUERO VER VOCÊ REPETIR SUA FILHA DA PUTA, DESGRA.....

       Nesse instante eu tirei a atadura que impedia meus movimentos, e logo segurei Hinamore com a mesma, e a outra socando a sua cara, enquanto a mesma tentava se soltar de mim, e falhava vergonhosamente, e logo eu falei para a mesma que já estava com o nariz e a boca sangrando, o olho inchado e um pequeno corte lateral em sua testa, e logo me pronunciei para a mesma continuando a soca-la.

       -ESCUTA AQUI SUA ARROMBADA, SE VOCÊ OFENDER A MINHA MÃE NOVAMENTE, EU JURO QUE IREI TE MATAR! ENTÃO HINAMORE GUARDE MINHAS PALAVRAS, SE VOCÊ FIZER ISSO NOVAMENTE, EU JURO QUE EU VOU TE BATER ATÉ VOCÊ PARAR DE RESPIRAR, DISSO VOCÊ PODE TER CERTEZA!

       Depois que disse aquilo, Aizen e Yuri tentaram me tirar de cima daquele resto de aborto mal sucedido, mais eles falharam, quando eu dei um soco nos mesmos que caíram com a mão no local o qual eu atingi, e logo eu voltei minha atenção para a Hinamore, que tinha uma cara de quem estava extremamente assustado, e logo dei um sorriso, e continuei a soca-la, até que a mesma fica desacordada, então logo levantei de cima da mesma e disse para as pessoas que estavam a minha volta um pouco atordoadas.

       -Um de vocês chame uma ambulância, e se eu descobrir que alguém abriu a boca para a diretora, ou para algum professor, e eu descobrir quem foi, eu juro que essa pessoa vai dividir o leito de hospital com a Hinamore!

       -E Yuri, se você ver que eu estou brava, só se afaste, eu odeio quando machuco alguém que não tem nada haver com o assunto, então mantenha-se longe quando eu estiver muito brava.

       -O-ok!

       -Que bom vamos para a sala antes que.....

       Nesse momento Rangiku chegou apressada, e parecendo um pouco aflita e preocupada, e logo esta se pronunciou.

       -Karin-chan, você está bem?

       -Sim estou, por que dessa pergunta Rangiku?

       -Por que simplesmente ouvi quando cheguei, que uma das minha melhores amigas estava lutando contra a Hinamore, e principalmente machucada!

       -Eu não resisti, é mais forte que eu.

       -Ok Karin-chan, eu vou fingir que acredito, de qualquer forma, nós temos que chamar a ambulância para essa anta quadrúpede.

       -Eu pedi para que chamassem uma, mais não sei se chamaram. Então alguém aqui chamou a ambulância que eu pedi?

       Nesse momento somente uma aluna levantou a mão, ela tinha uma trança de lado e usava um óculos com uma armação um pouco grande, e a mesma era de baixa estatura, e ela usava um moletom até 5 centímetros acima de sua saia, e logo percebi que a mesma não gostava de mostrar o seu corpo, mais em questão de sua saia, a mesma não tinha o que fazer já que o uso dela era obigatorio , e logo percebi que essa era meio tímida já que a mesma segurava sua saia com uma mão, enquanto a mesma mantinha a mão livre levantada, pouco acima da cabeça, e ela logo disse para mim com um olhar que demonstrava insegurança, e medo? Por que será ela tinha medo?

       -B-bom Karin-senpai, e-eu lig-guei pra amb-ambulância.....

       -Obrigada! Desculpe mais qual é o seu nome?

       -Meu nome é Hanahaki.

       -Que nome bonito, de qualquer forma obrigada.

       -De nada!

       -Quer saber Hanahaki, você quer vir com a gente, eu e a Rangiku?

       -Posso mesmo?

       -Claro que sim, não é mesmo Rangiku?

       -Mais é obvio, por que não poderia?

       -É que vocês são as meninas mais populares do colégio de um tempo pra cá, e boa parte das pessoas querem andar com vocês, e acho que eu só iria atrapalhar o assunto de vocês.

       -Mais é claro que não fofa, vem, eu e a Rangiku precisamos ir a um lugar primeiro, venha com a gente, você parece bem simpática, eu gostei de você.

       -Obrigada.

       -Então vamos?

       -Claro!

       Depois disso, todos nós inclusive a minha nova protegida Hanahaki, só de olhar pra ela pode se notar o quanto ela é frágil e inocente, isso me lembra a Yuzu, enquanto nós ainda éramos pequenas, a mesma sempre demonstrava uma inocência, delicadeza, uma aparência frágil e seu rosto lindo que era escondido com os enormes óculos que usava, mais logo parei de pensar nisso quando finalmente chegamos ao nosso destino, a enfermaria.

       Logo que entramos Unohana-sensei já nos olhava um pouco abismada com o que via, seu olhar era direcionado somente a mim, e esta logo se pronunciou.

       -O que aconteceu com você Karin?

       -Longa historia!

       -Unohana-sensei a Karin-chan já estava machucada antes, e logo ela acabou se exaltando e socando a parede, e o machucado dela me parece que piorou.

       -Entendo, obrigado por dizer isso Rangiku-san, agora Karin venha comigo, eu irei refazer seus curarivos!

       -Claro!

       Logo entramos na sala onde ela guarda o material para fazer o curativo, e está logo quis se pronunciar com um pouco que receio no olhar mais parece que desistiu, e logo que percebi isso eu logo falei, para a mesma, tentando não encara-la.

       -Se quer perguntar pergunte logo!

       -Como fez esses ferimentos? Pelo que percebo o inchaço esta nítido em seu braço, o que aconteceu?

       -É que eu trinquei o osso do braço, e o medico disse que eu não deveria me esforçar, mais eu não o fiz.

       -Percebi.

       O silencio logo pairou sobre o ar, e logo que a Unohana-sensei terminou fiz questão de sair o mais rápido possível, e logo a mesma disse para mim não me esforçar, coisa que Rangiku, Yuri e Hanahaki me impedirão de fazer, mais quando estava chegando na sala de minha nova protegida, logo avistei  Toushiro que tinha um olhar de reprovação em volta de si, e eu logo disse.

       -Oi Toushiro, espero que tenha um bom dia, e boa sorte em seu amável encontro com a Hinavaca no hospital.....


Notas Finais


bom esse foi o aviso, então vejo vocês nos comentários.bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...