História Um poema DE uma troxa - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 23
Palavras 165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 46 - Então


Apenas queria saber o motivo de eu ainda continuar no mundo

Afinal a doce e bela morte está me chamando

Me provocando

A faca acima da mesa me chamando

O único motivo de não querer morrer

É que não quero abandonar meus pais e meus amigos

Afinal EU sou inútil de qualquer forma

Tão inútil que nem consigo ajudar nas tarefas de casa

Isso dói.

Isso me corrompe.

Isso está me matando

me consumindo

A falta de ar está piorando

Meu peito dói

A consciência pesada

Isso me mata

Isso me consome

Doces palavras

Doces mentiras

Obrigada

Mas ja estou perdida

Na escuridão do ódio raiva e rancor

Ja estou corrompida

Afinal do que adianta viver? Se vamos todos morrer

Cada dor cada lágrima

Cada lâmina serrilhada contra a pele cheia de sangue

Cada corte um sorriso

Cada sorriso um aperto

Aperto na alma

O mundo não presta mais

Esta podre e corrompido

Acho que Minha missão por enquanto é fazer meu pai feliz

Ou tentar

Afinal cada aperto na alma mais uma rachadura na mesma

Mas uma facada em suas costas

Mais sangue

Mais ódio

Mais raiva

Mais tristeza

Mais lágrimas


Notas Finais


Ja acharam sua função no mundo? Bem pois eu não


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...