História Um pouco de pipoca - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Oneshot, Original, Romance, Yaoi
Visualizações 10
Palavras 718
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olaar
Por favor não me taquem pedras, eu jurei que não ia sumir de novo e ficar sem atualizar minhas fics, maaaas muitas coisas aconteceram, fiquei ocupada, e o principal foi o bloqueio criativo. No entanto tentando conseguir voltar a escrever decentemente e exercitar minha criatividade, achei alguns desafios de escrita, e em um deles escrevi essa one. Não irei prometer atualizar as fics logo, mas irei me esforçar, não desistam de mim por favoorrr
E logo vai ter fic nova sendo postada, não me xinguem ashausha. Aaaah Maddie mas você não dá conta de atualizar as outras fics mas cria outras, esta vai ser diferente, irei a escrever totalmente e revisar antes de postar, então espero que fiquem ansiosos (ela será com o Taehyung do BTS) para futuramente acompanha-lá não esqueçam de me seguir aqui no spirit. Enfim acho que é isso, boa leitura ^^

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Um pouco de pipoca - Capítulo 1 - Capítulo Único

Era uma madrugada fria de sábado, dois indivíduos estavam sentados em frente a grande tela daquela sala de cinema também enorme, entretanto vazia no momento. Obviamente não era certo estar ali, mas segundo um deles, denominado Mark, não faria nenhum mal invadir uma sala de cinema, se não fossem pegos é claro. Como já havia trabalhado lá, sabia como funcionava as coisas, como por exemplo colocar um filme, ou mexer nas câmeras de segurança, então não achava que teria algum perigo de serem pegos, mesmo que não soubesse configurar bem o alarme de segurança para não tocar.

-Você é louco!  -Victor (o outro rapaz) se pronuncia risonho, no momento em que entraram na sala.

-Acho que se levar por minhas ideias seja mais louco ainda senhor Jones -brinca logo se servindo de um pacote de pipoca que estava abandonado ao lado de sua poltrona.

-Credo, você nem sabe de quem é isso, vai que a pessoa cuspiu ai -Victor após sua fala se põe a fazer sons de vômito, mostrando uma atitude muito madura.

-Ótimo, finalmente eu saio da seca, sabe pelo menos indiretamente -o outro rapaz ri com a própria fala.

-Não é tão difícil sair da seca, se pelo menos você não se fizesse de difícil, poderia ter pegado metade da cidade -Victor demonstra estar levemente incomodado ao se pronunciar.

-Eu não sou fácil, é melhor pensar suas vezes -faz uma leve referência a uma música que estava viciado no momento, enquanto cantarolava a música "traduzida"

-Aaaah eu odeio quando faz isso sempre estraga a música -o outro resmunga.

-Relaxa eu apenas quero me apaixonar -novamente faz referência a mesma música, fazendo agora com que Victor pegasse o pacote de pipoca de suas mãos e jogasse em cima de sua cabeça- Você realmente não tem senso de humor Victor, que velho de 89 anos te possuiu?

-Você mereceu! -se defende- continue ai na seca, ou se preferir espere até amanhã e pegue a cidade inteira -reclama.

-Aaaah você acabou com minha chances de desencalhar indiretamente, Victor você não tem coração? -Mark finge um choro muito forçado aliás- não posso esperar até amanhã, esperei 3 anos -cruza os braços.

-Quer que eu faça o que? Faça o Shawn Mendes aparecer?

-Você consegue? -Mark se empolga.

-Você é o amigo mais idiota que eu tenho -da um tapa na cabeça deste.

-Não entendo porquê fica tão irritado com a minha vida amorosa que nem existe direito... -comenta pensativo ignorando a fala do outro, fazendo com que Victor engula em seco.

-Não é nada... Olha vamos ver o filme, não é pra isso que viemos?

E assim fizeram, em um clima pesado é claro, assistiram o filme por uns quinze minutos, mas isso se acabou por conta de um Mark agitado e frustado, demonstrando isso de forma exagerada.

-O que foi?!

-Eu... Eu... Preciso fazer uma coisa... -Mark diz nervoso, deixando o outro confuso, no entanto logo deixa esse nervosismo de lado e um sorriso debochado aparecer novamente, juntamente com a sua atitude de antes -Você me deve algo...

-Hein? Do que está falando? Olha Mark você tomou seus remédios hoj... -sua fala é interrompida pelos lábios do outro sendo colados contra os seus, assustado Victor ainda permanecia com os olhos arregalados, mas ao entender a situação, seus olhos se fecham e por fim se entrega finalmente ao beijo, que passou de ser um simples selar para se tornar um beijo necessitado.

Após alguns segundos eles se separam, Mark sorrindo levamente, e Victor por sua vez olhando para baixo com seu rosto totalmente corado.

-Isso foi pela pipoca -ri fraco- vou achar mais um pacote aqui e você pode derrubar de novo

-Você só me deixa constrangido Mark, puta merda.

-Fazer o que? É um dom, meu querido -pisca para o outro, que não estava mais olhando para baixo- E não é que você fica uma gracinha vermelho dessa forma? -Recebe um belo tapa após sua fala.

-Você é um idiota, que beija bem, mas idiota

-Pela insolência acho que deveríamos repetir a dose, só acho -insinua, logo se aproximando do outro afim de continuar o "trabalho" de antes. Entretanto foram interrompidos pelo som estridente do alarme do cinema.

E apenas uma palavra pode ser pronunciada, antes que os dois e colocassem a correr para não serem presos.

"-Merda!"


Notas Finais


Espero que tenham gostado, essa foi minha primeira one, meio que escrevi do nada, então não tenho grandes expectativas em críticas boas, de qualquer forma aceito qualquer sugestão para melhorar, e também responderei todos os comentários (caso tiver kkkkrindo pra não chorarkkk)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...