História Uma Carta, uma mala roxa e Daddy Liam! - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, One Direction
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Daddy Liam, Harry Styles, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Visualizações 72
Palavras 661
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem
Desculpem a demora
Mas aqui está o capitulo

Capítulo 16 - Não é um jogo e O jogo!


Fanfic / Fanfiction Uma Carta, uma mala roxa e Daddy Liam! - Capítulo 16 - Não é um jogo e O jogo!

- Bea –

Eu estava naquela insuportável aula, a prestar atenção, eu era uma boa aluna, eu vi de raspão, uma funcionaria do orfanato onde eu estava, os sonhos tinham voltado, os sonhos tinham voltado e com eles as tempestades, e as aparições, de uma mulher com uma faca cheia de sangue. Porque eu ainda tenho as janelas abertas porque… eu estava demasiado pensativa e nem ouvi o sinal tocar.

- Bea! – Katherine me chama.

- oi miga! – eu disse.

- então e os sonhos? – Leo Disse.

- eu ainda sonho com eles, e agora vejo aparições de uma mulher cheia de sangue com uma faca. O que é muita estranho! – eu disse.

- não e melhor falares com o teu pai gostoso? – Katherine disse.

- ss, quando lhe dizer isto ele vai achar eu vou morrer ao algum assim. – eu disse.

- Verdade, uma vez ela raspou o joelho, e o nosso pai parece que o joelho dela estava partido, ela não se podia mexer, nem por nada, foi muito engraçado… - Leo disse, vimos o Duarte a chorar.

- Olá parvo essa fase da parvoíce passou? – Leo disse.

- Que parvoíce o que…? – ele disse a chorar.

- ta tudo bem cara? – Henrique disse.

- tá, sim deixam – me em paz! – Duarte disse e deixamos ele para lá.

- ainda gostas dele? – Henrique pergunta. Colocando o braço em volta do meu pescoço de com o outro fez a mesma coisa só que ele puxou ela para perto dele.

- não sei. – eu estava de mãos dadas com o Leo, ele gostava de andar assim ou com a mão apoiada no meu braço, eu tirei o braço do Henrique e eu fiz jeito para o Leo se agarrar a mim, tipo eu estava com a mão apoiada a uma das alças da mala, e ele estava com o braço apoiado no meu.. perceberam, perceberam para eu perceber que perceberam se não perceberam percebessem para eu perceber que perceberam eu acho que não é assim, mas não interessa… perceberam hahah, piadas internas.

Eu ri sozinha.

- Bia! – Katherine disse.

- piadas internas! – eu disse e eles os três riram. Fomos para a ultima aula Português finalmente amo português. Depois de noventa minutos a fazer um teste surpresa, fomos para casa. Quando chegamos, os nossos pais estavam a ver televisão, a Katherine e o Henrique tinham ido para casa deles.

- como foi o dia? – meu pai Niall disse.

- correu bem pai… teste surpresa de português fácil, mas para quem não está atento, foi um pouco difícil! – eu disse.

- é… ah se não fosses tu a soprar respostas para a Katherine eu tinha tirado nega… - Leo disse.

- a copiaram uns do outros bonito! – Meu pai Liam disse.

- todos copiam por mim eu não copio pelos outros um dia ainda lixo todos! – eu disse e Leo sorriu falso.

- brinca, brinca! – Leo disse, Duarte entrou disparado. – tirou negativa tenho certeza! – Eu olhei feio para o Leo. – desculpa, mas é verdade.

- deixa ele…- eu disse sentando e mudando de canal para o canal de futebol.

- sério? – Leo disse.

- sim que ver ou vai ficar ai parado? – ele sentou – se ao meu lado. A Tia Perrie estava na casa dela com  o teu ZZ. – Não…. Nãioooo, isso, volta, não faz isso… e autogolo, ai meus deus coração… - eu disse…  vendo o replay.

- sabes que é só um jogo não sabes? – Leo disse.

- não é um jogo, e O jogo, se a nossa equipa perder, perdemos a Supertaça EUROPEIA.  – eu disse, e depois a minha equipa marcou penalti, e ganhou o jogo.

- que bom que acabou! – Leo disse.

- tu és gay? – eu pergunto.

- sabe que sim! – ele disse e eu beijo ele na bochecha safadinhas.. kkkk

Ele olhou para mim e subiu.

- desmancha prazeres! – eu disse e subi, foi fazer os trabalhos de casa, quando terminei foi para o computador um pouco.


Notas Finais


Comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...