História Uma Nova Diferença. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Suga
Visualizações 6
Palavras 1.257
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, FemmeSlash, Saga, Slash
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Primeiro dia


Fanfic / Fanfiction Uma Nova Diferença. - Capítulo 2 - Primeiro dia

Uma das coisas que mais odeio nesse mundo é acordar cedo, odeio a sensação de querer dormir mais. Na maioria das vezes, parece que minha cama me implora pra voltar pra ela, me cobrir com meu cobertor e hibernar por meses.

Mas hoje é o primeiro dia de aula, e eu preciso acordar.

Estou na minha luta mental para levantar, quando ouço o despertador tocar.

O pequeno aparelho parecia ter me prendido em seu som irritante. Depois de tantos dias sem fazer nada, agora eu tinha um motivo pra levantar da cama, colégio... A ideia de ver as pessoas novas me deixa agitada, talvez eu consiga alguns amigos esse ano...

- SE VOCÊ NÃO DESLIGAR ESSE MALDITO DESPERTADOR, EU VOU AÍ TACAR ELE NA SUA CABEÇA!

Eu acordei dos meus pensamentos e desliguei o despertador. Se eu não estivesse acostumada com o mau humor matinal do Suga, eu teria ficado assustada, mas nem me incomodo mais.

Eu ainda tinha muito tempo antes do horário do colégio, então fiz as coisas que precisava.

Fui ao banheiro e tirei meu camisolo.

Olhei demoradamente pro espelho enorme na minha frente.

Eu não tenho muita coisa diferente das garotas daqui. Pernas finas, cintura fina, braços finos, seios médios... Eu realmente não tenho nada que possa chamar atenção. A única coisa em mim que tenho certeza que gosto é meu cabelo. Fazem anos que não o corto, e ele quase chega no meu quadril. Totalmente preto e liso, outra vez falando, nada chamativo.

Mas voltando para o que interessa...

Eu até que estava com saudades de usar esse uniforme. Talvez esse dia realmente possa ser bom. Quase não notei que o tempo estava passando bem rápido.

Eu estava tomando minha vitamina, quando Suga apareceu sonolento, vestido em seu uniforme.

- Bom dia, seu preguiça.

- Bom dia.

- Você tá pronto?

- Ah... Sim, só preciso pegar minha bolsa.

Do caminho de casa até o colégio, eu nem puxei assunto com meu irmão, não ia resultar em uma conversa mesmo.

Coloquei uma música no meu pequeno aparelho mp3, e segui o caminho ouvindo música. Eu não sei o porquê, mas eu estava sentindo um frio na barriga, eu realmente me sinto animada hoje.

No momento em que vi o colégio, eu quis voltar pra casa. Que merda, eu não sinto saudades disso. Essa escola só me trás lembranças ruins.

Mas eu preciso manter o pensamento positivo! Coisa boas vão acontecer hoje. Céus, por favor, me ouçam.

É. O de sempre, chego, sento, espero a aula começar. O professor entra, apresenta os alunos novos, ninguém interessante, e assim ele começa sua aula.

Para minha (nem tanta assim) surpresa, o dia até agora tá sendo um saco. Total. Nada interessante. Duas aulas chatas de biologia, uma aula de física que parece que não acaba nunca. Intervalo, venha logo, por favor.

É tão chato eu ser excluída, mas eu realmente não sei como fazer amigos. A maioria das pessoas por aqui andam em grupinhos, o que dificulta minha situação. Talvez eu não deveria ter colocado tanta esperança em fazer amigos, porque agora me sinto frustada. Vai ser apenas mais um ano do qual eu vou me arrastando. O sino toca.

FINALMENTE!

Saio da sala quase correndo com minha comida, e juro por tudo mais sagrado que ouvi alguém gritando meu nome. Eu sou tão estúpida que ainda olho pra trás, e sim, foi só impressão, eu apenas vi duas amigas que provavelmente não se viam a muito tempo, e agora estão abraçadas como duas laranjas se encaixando. Saco.

Quando viro pra frente, uma garota esbarra em mim e derruba toda minha comida, pede desculpa e vai embora.

Não. Tinha. Como. Ser. Pior.

Por que diabos isso tá acontecendo comigo? Todo mundo parece estar indo tão bem, o que eu fiz pra ser assim?

- Eu não achei que você fosse esse tipo de garota.

Olhei pra cima, claro, Jungkook. Que clichê. Maldição. Por que sempre que falo que não pode ser pior, as coisas pioram?

- Precisa de ajuda?

- Não, Jungkook. Obrigada.

- Você não parece estar tendo um dia bom.

- Quase esqueci que você é ótimo em perceber coisas que ninguém nota. - falei revirando os olhos - Você não deveria estar procurando seu grupinho?

- Eles não vão se incomodar se eu ficar com você. - ele falou sorrindo.

- E você não vai se incomodar?

- Se estou me oferecendo, é porque eu quero. Mas vejo que você não tem mais lanche. Vem.

- Eu não trago dinhe...

- Eu vou pagar pra você.

Ele é mandão. Eu não sei se eu imaginava isso... Não, não estou reclamando. Isso está deixando meu dia um pouco menos merda, ele é uma gracinha. Mas...

Ele pegou na minha mão.

- Jungkook?

- Sim?

- É... Você está segurando minha mão?

- Você é ótima em perceber coisas que ninguém nota. - ele falou em um tom irônico.

- O que você quer?

- Eu nem estou com fome. - menti.

- Eu escolho? Certo. - ele estava decidido a me fazer comer.

Eu sentei em uma das mesinhas do refeitório, e fiquei olhando para ele. E pelo que eu percebi, não era só eu que estava fazendo isso. Ele chamava atenção das meninas por onde passava, tipo, ok que ele é lindo, realmente muito lindo, lindo demais. Mas elas estão comendo o garoto com os olhos! Por que isso me irrita?

Eu percebo ele voltando com uma bandeja cheia de coisas. Eu realmente espero que ele não ache que eu vou comer isso tudo. Ele coloca a bandeja em cima da mesa e senta ao meu lado.

- Você comprou um lanche ou a lanchonete inteira?

- Que exagero! - e ele ficou me encarando, esperando. - Coma.

- Tá bom. - eu peguei algo aleatório e comecei a comer. - Então, por que isso?

- Isso o que?

- Você sabe.

- Não, não sei.

- Por que tá aqui, comigo?

- Você não me quer aqui?

- Não! - ele me olhou magoado - Não, não é isso, não é o que eu quis dizer, o que quis dizer é que, por que, você sendo você, tá aqui comigo?

- Eu continuo sem entender o que você quer dizer. - ele me olha confuso.

- Você parece ser legal, Jungkook. E você é muito.. Realmente muito bonito, então eu acho que você não quer o que acha que quer.

- Eu sei exatamente o que eu quero, não se preocupe com isso. Por que citou minha beleza? Já se olhou no espelho? Você é extremamente linda e sensual, por que tenho a sensação que você está sendo insegura?

Eu corei e coloquei um biscoito na minha boca. Eu não pretendo responder isso.

- Como está sendo seu primeiro dia de aula? - eu tento mudar o assunto.

- Um saco, só tenho aula chata hoje - parece que não é só eu! - Eu só queria estar em casa jogando.

- Que jogos você joga?

Foi bom conversar com ele. Temos mais em comum do que eu imaginava, ele realmente é uma pessoa legal e gentil, mas sinto que tem algo nele que o deixa um pouco desanimado, quase não dá pra notar, mas tem. Eu espero que eu consiga descobrir.

Depois que passamos o resto do intervalo inteiro falando sobre jogos, o sinal tocou, nos anunciando para voltarmos para nossas salas, e meu humor melhorou demais.

Eu não o vi quando as aulas acabaram, então voltei pra casa.

Algumas poucas horas depois o Suga chega já dizendo:

- Eu tô indo pra casa dos meninos.

- Certo.

- Jungkook me pediu para levar você.

O que?

- E-ele o que?

- Você não é surda, vai se arrumar.

Eu me vesti, quase derramei meu perfume inteiro em mim, escovei meus dentes, arrumei meu cabelo, e eu estava me sentindo... Nervosa?

O que demais poderia acontecer?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...