História Uma promessa - Jackson Wang - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7, UNIQ
Personagens BamBam, Bobby, Jackson, J-hope, Jimin, Lisa, Mark, Rosé, Zhou Yi Xuan
Tags Drama, Jackson Wang, Romance
Visualizações 37
Palavras 1.237
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Comenta a sua opinião! Ficarei feliz em saber, que está gostando.

O capítulo é curto.

Boa leitura!

Capítulo 4 - Você tem medo de mim?


Fanfic / Fanfiction Uma promessa - Jackson Wang - Capítulo 4 - Você tem medo de mim?



Depois que Jack saíu de casa, começei a sorrir como boba. Até que o meu Gēge chegou. Perguntando o motivo do sorriso, eu queria dizer a ele sobre o meu namoro com Jack, mas o meu namorado pediu para mim, não contar para ninguém. Chorei fazendo Jack rir, afinal não gosto de esconder nada de alguém ainda mais quando esse alguém é o meu irmão. Agora me encontro sentada no sofá da sala assistindo um anime com o meu Gēge. 

 — Gēge!  — digo me deitando em suas pernas. Fazendo-o acariciar meu cabelo.  — Você conseguiu o emprego? — questionei fazendo Yixuan me olhar triste. — Gēge! —Yixuan me empurrou fazendo-me caír no chão.

Logo escutei sua risada e o meu Gēge saír pulando gritando que conseguiu. Um ato que me fez sorrir. Yixuan é o mais animado daqui de casa. 

 — Gēge! Não grite a mu qīn, pode ouvir! — exclamo correndo até o meu irmão e abraçando-o.  — Eu sabia! Que iria conseguir.

 — Obrigado Mèi mèi! Se não fosse pelo o seu apoio, eu teria acabado desistido.  — sorrio para o rapaz em minha frente, bagunço o seu cabelo fazendo-o rir. 

  — Fico feliz! Que poderá ajudar a mu qīn e o nosso fù qīn.  — digo fazendo meu Gēge sorrir. É o que Yixuan mais quer e poder ajudar nossos pais nas contas de casa, ele diz que eles já fizeram tudo por nós e agora é o momento de ajudá-los. É ele está certo. 

Meus pais nunca deixaram faltar amor e carinho para nós. 

                            **

 Acordei sorrindo hoje, sonhei com meu namorado. Estava limpando o vaso da senhora Wang quando sentir mãos puxando minha cintura, virei-me contudo vendo Jack rir baixo.

 — Está devendo alguma coisa? — perguntou entre risos, fazendo-me se aliviar.

 — Que susto você me deu! — exclamo respirando fundo, lhe dando em seguida um tapa no braço.  — Não faça mais isso. 

 — Ok! Agora posso dar um beijo na minha  namorada?  — Jack se aproximou de meu corpo fazendo-me empurrá-lo.

 — Saí! Sai! Aqui não. — digo fazendo-o olhar para as escadas e para o escritório de seu pai.  

 — Não tem ninguém aqui! Só um beijinho!  — fez beicinho me fazendo rir. Suspirei figindo está irritada, e corrir para os seus braços, lhe dando um selinho.  — Yuga! Isso não é o beijo que eu esperava!

 — Jack! Se sua mãe nos pegar ela...  — tento dizer porém seus lábios me cala em um beijo quente e cheio de saudades. Nos separamos pela a falta de ar.  — Seu louco!  —exclamo recuperando a minha respiração. 

 — Já falei que sou louco, mas por você! — selou meu lábios em um selinho rápido.  — Estou indo até a empresa volto às 18:00, e quero passiar com a minha namorada. — exclamou em um sorriso travesso. 

 — Jack! Não posso meus pais já iram está em casa,é o hora que sua mu qīn toma o chá dela!  — digo arrancando um suspiro do mais velho. 

 — Eu irei inventar alguma história! Mas você irá né?  — me perguntou com o seu olhar Puppy triste. 

 — Não me olha assim seu Puppy — exclamo fazendo-o sorrir. 

 — Eu sabia que iria aceitar.  — disse abraçando-me a cintura.  — Não se esqueça às 18:00 no portão dos fundos. 

 — Não vai ser fácil. Pois minha mu qīn irá lavar roupas!  — digo recebendo um beijo molhado do meu namorado. 

 — Vai ser sim! É só você dizer que vai saír para distrair a mente.  — suspiro fazendo biquinho.  — Ei!  — segurou-me o queixo.  — Não fique assim! 

 — Você sabe que não gosto de mentir para ela. — exclamo, fazendo Jack enxugar minhas lágrimas.

 — Princesa! Não é uma grande mentira! É uma mentira do bem. — exclamou apertando-me mais ainda em seus braços. — Afinal você quer ficar comigo não quer? 

 — Sim!  — digo selando nossos lábios em um beijo calmo.  — Agora vá! Vá.  — me desfiz do abraço fazendo Jack, me olhar triste e pegar o seu celular no sofá. 

 — Eu vou! Mas eu volto.  — exclamou olhando-me. Virei-me dando de ombros para suas palavras, fazendo Jack da um tapa fraco em meu bumbum. 

 — Wang Puppy! Não faça mais isso! — exclamo virando-me para o rapaz que sorria caminhando até à porta, abrindo-a. Mandou um beijo para mim e saíu como se nada tivesse feito.  — Bobo! Como o meu namorado é bobo. 

Continuei limpando a imensa sala de estar. A senhora Wang veio algumas vezes ver o meu serviço. Fiquei pensando em algumas coisas, em como eu iria mentir para minha mãe. Ela podi gostar do Jack, mas se ela saber que ando me encontrando com ele irá me xingar ou me bater. Não posso deixar que ninguém descubra, ou senão á senhora Wang irá demitir meus pais, e não teremos lugar para ficarmos. 

 — Yuga!  — virei-me contudo vendo o senhor Wang, me olhando com aqueles olhos que me deixam com medo. 

 — Sim!  — exclamo arrumando a alça do meu vestido que caía deixando um pouco de meus seios a mostra. 

 — Jack! Aonde ele se encontra? — perguntou com o seu tom estúpido.

  — Ele saíu dizendo que iria para empresa!  — exclamo fazendo o senhor Wang se aproximar, fazendo-me dar dois passos para trás. 

 — Você! Tem medo de mim? — perguntou-me fazendo com que minha voz sumisse. — É! Levarei esse silêncio como  um sim. — exclamou se aproximando mais, senhor Wang segurou-me o braço, arregalei os olhos ao sentir sua mão vagarosamente, caminhar pela a minha coxa que estava a mostra pelo o vestido ser um pouco curto

 — Senhor... Wan... Wang  — tento dizer mas o seu toque ficou mais forte, senhor Wang me virou de costa fazendo-me sentir algo se encostar no meio de meu bumbum.  — Senhor Wang! 

 — Você me deixa louco!  — exclamou em meu ouvido fazendo-me se arrepiar de medo.  Tentei saír correndo, porém ele foi mais rápido e me jogou no sofá a minha frente, fazendo-me ficar de costa para si.  — Não corra! Me mostre esse bumbum que acho tão lindo.  — ao dizer isso sintir meu vestido ser levantado, e sua mão apertar uma de minhas nágedas. Eu queria saír correndo mas as minhas pernas sucumbiram, lágrimas silênciosas caíam de meus olhos. 

 — Senhor Wang! Por favor! Não faz isso.  — digo entre soluços.

 — Eu sei, que você quer!  — exclamou me virando de frente pra si.  — Agora fique caladinha!  — sua mão tocou minha vagina, fazendo-me fechar os olhos e deixar mais lágrimas caírem. Senhor Wang riu baixo e se deitou por cima de mim, tentei bater nele, porém segurou-me as mãos.  — Prometo que não irá dóe!  — disse beijando-me o pescoço. 

 — Senhor Wang! Por favor! Não faça isso comigo. — olhei em seus olhos que brilhavam em pura maldade; me sentir um lixo. 

Escutei passos nas escadas, Senhor Wang se levantou de cima de mim e jogou-me no chão. Levantei arrumando meu vestido, enxuguei minhas lágrimas e vi hope desçer segurando um chuveiro na mão. Respirei aliviada e corri para fora daquela sala. 

Corri até minha casa, me deitando em minha cama e deixando toda água contida de meus olhos, caírem. Eu só quero morrer. Jack não mereçe, uma namorada como eu. Só queria ter ele ou Yixuan para me abraçar agora.











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...