História Under the Same Roof - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Colegial, Faculdade, Naruhina, Naruto, Sasusaku, Universo Alternativo
Visualizações 957
Palavras 3.988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


YOOO GENTE!
Quase que eu não apareço né? Mas eu apareci!!
Não ia deixar vocês sem capítulo de jeito nenhum.
Me desculpem qualquer erro e boa leitura xx

Capítulo 14 - Uma nova visita


É impressionante o quão iguais as pessoas ficam depois de um noite de bebedeira.

Os 200 alunos da Columbia University estavam em frente ao hotel Hampton Inn, embarcando no ônibus para voltar a Nova York.

Parecia uma reunião do filme MIB - Homens de preto. No caso,por causa dos óculos. Meio dia,um sol de matar,todo mundo morrendo de ressaca e com óculos escuros no rosto,para esconder os olhos caídos e também,para proteger dos raios solares.

Eu estava com meu Ray-Ban azul,com o cabelo caindo pelo rosto,na tentativa de parecer menos acabada do que eu realmente estava.

Ressaca,misturada com uma possível gripe,estavam me deixando um zumbi ambulante. Aposto que até um zumbi de The Walking Dead,parecia menos zumbi do que. Meu corpo todo doía,minha vontade de me mover tinha ido completamente embora e tinha sido por pura força do pensamento,que eu tinha descido do meu quarto para a entrada do Hotel.

Sasuke,que estava ao meu lado,segurava uma das minhas mãos.

Na noite anterior,depois de ter contado tudo a ele sobre o que aconteceu com Gaara,ele aceitou incrivelmente rápido,fingir ser meu falso namorado,contrariando todas as minhas expectativas.

  — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — —

- Me leva para o meu quarto — Sussurrei — Tenho que te contar uma coisa.  

Ele me encarou,confuso mais assentiu. Segurou minha mão e me fez levantar do banco. Apertei a mão dele,mandando um sinal de que não a soltaria agora.

Antes de sair,olhei para o bartender,o mesmo que havia me ajudado a começar aquela coisa toda. Ele me deu um sorriso e voltou a atender o resto dos clientes.

Sasuke apertou minha mão e me dirigiu um sorriso. Eu apenas assenti e apertei sua mão de volta. Eu não sabia nem por onde ia começar a explicar aquela situação toda.

Fui com Sasuke até o meu quarto. Dei graças a Deus por ele estar vazio quando chegamos. Karin e Ino não estavam fazendo suas coisas ali. Era perfeito. Sozinhos e sem  ninguém para ouvir o que eu ia dizer.

Fiz o Uchiha sentar em uma das camas de frente para mim. Cruzei minhas pernas,antes de lembrar que estava de saia e,que Sasuke provavelmente iria ver minha calcinha. Sai da posição que estava e coloquei minhas pernas para fora da cama.

Deus do céu,por onde eu ia começar a contar essa história?

- E então? — O moreno perguntou. Ele parecia curioso,mas não do tipo impaciente.

- Bem, — Tentei começar —  aconteceu uma coisa lá em baixo e eu tive que inventar uma mentira pra poder escapar de uma coisa. Uma mentira bem mal pensada,parando pra pensar agora viu.E,eu meio que te envolvi nessa mentira também.

- Me envolveu como?

- Essa é a parte engraçada da história — Dei um riso forçado — Digamos que,de agora em diante,você é meu namorado. Então parabéns!Você agora é namorado da maravilhosa Sakura Haruno. E sabe o melhor de tudo? Você nem precisou pedir.

Eu estava usando humor para tentar amenizar a situação e fazer a história parecer menos estranha. Era uma mania muito estranha. As vezes funcionava,as vezes não. Em todas as situações,eu tinha a certeza de como tinha funcionado. Mas agora,eu não sabia interpretar a reação de Sasuke.

Ele continuava me olhando,da mesma forma que me olhava quando tínhamos entrado no quarto,com a diferença de que agora o cenho estava um pouco mais franzido.

- Sakura,explica isso direito.

- Ai,ai. Pelo visto eu vou ter que contar tudo do começo mesmo — Não foi dessa vez que amenizar tudo com humor funcionou,Sakura —  Então vamos lá. Tudo do início. No começo,não havia nada e ai Deus veio e... 

- Sakura.

- Meu Deus,desculpa. Acho que só tô tentando driblar as coisas aqui. Tenho medo da sua reação quando eu terminar de contar.

- Você não vai saber como eu vou reagir,se não contar o que você fez — Sasuke falou,agora parecendo meio impaciente —  Desembucha logo Sakura.

- Tudo bem,tudo bem. Agora é sério — Suspirei,controlando minha mente e me preparando para contar a história de verdade — Eu estava sozinha lá no bar,bebendo depois que eu sai de onde eu estava com você e os outros. De repente,Gaara chegou. Bonito como sempre —  Sasuke revirou os olhos nessa parte —  Me perguntou por que eu estava bebendo sozinha e eu disse: "Companhia melhor do que a bebida?". Ai ele já veio falando que ele era uma companhia melhor e disse que a gente deveria subir para  um dos quartos aqui e... Sasuke,você ta bem? Parece que vai vomitar.

Sasuke tinha uma careta bem feia no rosto e,eu me perguntava de que parte até ali tinha feito ele ficar com a cara que estava.

- Eu tô bem — O Uchiha disse — Só estou meio chocado com a audácia dele.

- Quem é você pra falar isso heim? Vai me dizer que nunca fez isso também Sasuke? Chegar em uma menina,chamando ela para subir para um quarto. E depois vocês passaram uma noite transando.

- São situações completamente diferentes — Ele tentou se defender.

- Não são nada.

- Claro que são.

- Vamos fingir que são — Resolvi dar um fim naquilo,antes que eu ficasse a noite toda tentando provar meu ponto. Eu sabia ser bem teimosa — Deixa eu terminar de falar. Continuando,ele me chamou para subir para um quarto e tal. Eu comecei a recusar e eu ia inventar uma desculpa legal,até que o bartender veio no meu socorro —  Ou não —  e disse que eu estava dando um fora no Gaara e aí,eu concordei. E claro,Gaara queria saber quem é meu suposto namorado,e essa eu vou deixar você falar. Por mais que você já saiba a resposta.

- Você disse que seu namorado sou eu?

- Isso! Você disse a resposta de ouro! Você é muito inteligente,meus parabéns. Por mais que,eu já tenha dito a resposta antes né.

- Você disse pro Sabaku que somos namorados — Balancei a cabeça em afirmação — E aí? Ele acreditou numa boa?

- Na verdade,eu não sei. Eu disse que ninguém sabia ainda,que nós queríamos manter isso em segredo porque era algo recente. 

- Tudo bem. E agora?

Uh,então era isso? Ele não ia nem perguntar por que eu tinha dito o nome dele? Por que logo ele? Ele não ia me dizer que eu poderia ter escolhido outra pessoa e que ele não ia fazer nada para me ajudar com isso? Eu esperava uma reação bem mais diferente dessa.

- Agora? Eu não sei. Acho que a gente só tem que fingir que namora perto dele sabe? Por uma semana talvez,ai depois a gente finge que termina e bum!Cada um segue sua vida normalmente e Sakura está livre de todos os problemas.

- Hm...Não.

E aí estava a reação que eu esperava! A recusa. Eu sabia que ele não concordaria com aquela ideia de gerico nem nos meus sonhos.  Será que agora eu teria que implorar pra ele fazer isso? Não mesmo. Fora de cogitação. Eu não implorava nada nem pra minha mãe. Já sei! Eu iria oferecer um favor em troca da ajuda dele. Mas essa ideia me dava um pouco de medo,tenho que admitir. Sasuke poderia me pedir algo perigoso,tipo matar ou sequestrar alguém.

Acho que eu já disse isso,mas eu tenho uma imaginação muito fértil.

- Uma semana é muito pouco — Sasuke falou,me fazendo sair do meu mundo de teorias loucas — A gente tem que fingir por mais tempo. Tipo,um mês.

- Opa,opa. Como é que é? Um mês?

Reação errada,de novo. Eu queria acabar com aquilo o mais rápido que desse,e Sasuke queria prolongar tudo? O que se passava na cabeça desse garoto?

- Se é pra fingir,vamos fingir direito — Ele começou a explicar — Temos que ser convincentes. Ele não vai acreditar se a gente terminar repentinamente. Vou vai sair como mentirosa,e eu aposto que você não quer isso,quer?

- Bem,eu sou mesmo uma mentirosa. Mas não,não quero que ele ache que eu menti pra dar um fora nele. Por mais que eu tenha mentido mesmo.

- Então? Vamos fazer as coisas do jeito certo. E fingir só pra ele não vai funcionar. Temos que fingir para todos.

- E com todos você quer dizer...?

- Todos. Suas amigas,o pessoal da Universidade. Todo mundo.

Quem não sabia como reagir agora,era eu. Por um lado,ele tinha razão. Fingir apenas por uma semana seria muito suspeito. Entregaria minha mentira e me deixaria em uma situação desagradável. Por outro lado,fingir para todos?Parecia meio demais. Íamos fazer exatamente o contrário do que tínhamos combinado há um tempo atrás: Fazer com que as pessoas achassem que não tínhamos nada juntos. Mas se bem que,os rumores de que eu e Sasuke tínhamos algo antes,poderiam ser bem uteis agora.

- As meninas podem saber? — Perguntei — Karin,Ino e Hinata. Elas podem?

- Você quem sabe — Ele deu de ombros — Mas ficaria melhor se elas não soubessem. Muito mais realista.

- Sasuke,vem cá. Você fez curso de atuação ou algo assim? — Perguntei com os olhos cerrados — Que fixação doida é essa com fingimento? E deixar as coisas realistas. Parece um ator.

- Como você sabia? — Ele disse com um sorriso — Eu fiz um curso de teatro no ensino médio. Era o melhor da turma.

- Tá explicado agora. Muito obrigada.

- Mas então — O Uchiha se aproximou mais de mim — Como eu disse,temos que fingir direito. Temos que praticar algumas coisas também.

- Tipo?

- Beijos,Sakura — Ele passou uma mão pelo meu pescoço,puxando meu rosto para mais perto do seu — Não vamos ficar só de abraços na frente de todo mundo. Um casal não faz só isso.

- Eu sei. Mas acho que já praticamos coisas demais por hoje.

- Tá falando do que a gente estava fazendo no banheiro? — Sasuke estava mais perto. Perto demais, eu diria.

-  Não estávamos fazendo nada lá — Engoli em seco.

Sasuke me puxou,de um jeito que fez com que ficasse sentada em seu colo. Seu nariz começou a percorrer meu pescoço,e sua boca deixava trilhos de beijos,por todo lugar que passava.

- Nada hm? Tenho certeza que ouvir você gemer,enquanto eu passava minha mão por você.

- Imaginação sua — Me arrumei melhor entre suas pernas. Minha saia estava levantada e eu senti nossas intimidades se tocarem e,apertei os lábios com força para não deixar escapar um gemido. Não ia deixar ele ter a certeza de que tinha me feito gemer no banheiro também.

- Tem certeza Sakura? — Sasuke intensificou o aperto em minha cintura — Ou você só não quer admitir?

- Admitir o que? — Disse e aproximei nossas bocas — Não tem nada para admitir aqui.

Antes que ele pudesse falar mais alguma coisa,capturei os lábios dele com os meus.

O beijo agora,era diferente do beijo do banheiro. Havia mais ferocidade e mais desejo ali. Talvez o fato de estarmos tão colocados,tenha despertado vontades proibidas ali. Tudo o que eu queria,era ficar ali,sentindo a boca de Sasuke na minha.

Ele puxou meus quadris mais para baixo,fazendo com o que o toque de nossas intimidades fosse ainda maior.

Meu Deus do céu,se eu não parasse agora,nós iríamos transar ali mesmo,com o risco de alguém entrar e nos ver.

Dei uma mordida de leve em um dos seus lábios,e terminei o beijo. Nossas respirações estavam ofegantes e minha cabeça doía mais do que antes.

- Considere isso um selamento do nosso trato,certo? — Sai do colo de Sasuke e fiquei em pé,no meio do quarto — Agora vamos voltar lá pra baixo. Preciso beber mais.

— — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — —

 

E agora,aqui estávamos nós.  

De mãos dadas,na frente de um monte de pessoas. Conhecidas e não conhecidas. Um perfeito casal de namorados.

Perfeito... Se não fosse a forma que estávamos juntos. 

Eu só queria deitar,naquele chão mesmo e dormir pra sempre.

Como eu disse,eu estava parecendo um zumbi,e meu corpo estava meio caído para trás e meu aperto na mão de Sasuke era meio fraca. Minhas reservas de energia estavam pedindo recarga e eu não sabia o que estava me mantendo em pé.

E eu teria caído,se meu falso namorado não tivesse me puxado para perto dele,e me aconchegado em seus braços.

- Você não tá bem mesmo né?

- Não — Funguei — Obrigada.

- De nada.

- Opa,opa! O que eu perdi aqui?

A turma do barulho,Ino,Karin,Hinata e seus respectivos acompanhantes,vinham com suas malas e afins,em direção a mim e a Sasuke.

Ino,como era de se esperar,tinha um sorriso de orelha a orelha,olhando a cena em sua frente. Sai,que estava ao seu lado,não estava muito diferente também.

Karin olhava sem entender nada,mas diferente do que eu pensava que ia acontecer,ela não começou com um discursos enorme sobre em que eu estava me metendo. Estava de mãos dadas com Suigetsu e os dois pareciam felizes.

Graças a Deus,parecia que os dois tinham se entendido. Perguntaria a Karin depois o que eles tinham conversado.

Hinata e Naruto,que pareciam mais grudados do que nunca,olhavam para nós com sorrisinhos cúmplices.

- Então,qual dos dois vai começar a explicar o que está acontecendo aqui? — Ino inquiriu — Sasuke? Sakura?

- Fala você,ator da geração. — Sussurrei no ouvido do Uchiha.

- Sakura e eu estamos namorando — Sasuke foi direto.

Muitas reações agora.

Todos,com excessão de Naruto e Ino,pareciam bem sérios agora.

Karin agora,me olhava estranhamente. Esperei ela começar com um discurso enorme sobre eu estar fazendo tudo errado. Esperei ela falar o quão péssimo amiga eu sou por não ter escutado quando ela me disse que eu não deveria me meter com Sasuke de jeito nenhum e agora,estava fazendo exatamente o contrário. Esperei ela gritar comigo,dizendo "Sakura,nos temos que conversar" ou " Sakura,você é burra demais". Mas não. Ela fez algo que me surpreendeu demais.

Ela sorriu.

Ela olhou ali,para mim e para Sasuke abraçados e simplesmente sorriu.

Foi minha vez de reagir. Tirei até os óculos para ver se o que estava acontecendo ali era real ou,apenas efeitos da febre que estava me dando. Quem é essa e o que fizeram com a Karin que eu conheço?

- Aí vocês dois! — Ino bateu palminhas — Eu sabia que vocês estavam se pegando,mas não sabia que era namoro sério.

- E não contou para o seu melhor amigo Sasuke — Naruto balançava a cabeça negativamente,mas sorria — Estou decepcionado com você.

- A atração entre os dois é inegável — Sai comentou,fazendo Ino dar risadinhas — Todos que os vêem juntos podem afirmar que os dois são amantes.

- Como isso aí começou? — Hinata alternava o dedo indicador entre mim e Sasuke — Sasuke não era tipo... Sei lá,o maior pegador de todos? Desapegado e bla bla bla? E você Sakura?Tinha me dito uma vez que não queria nada com ele.

- Culpada — Falei e logo em seguida,tossi — Mas não somos os únicos aqui a ter que explicar alguma coisa né? O que há com o casal Naruhina? São mesmo um casal? Estão apenas saindo? Amizade colorida? Relacionando aberto? Relacionamento aberto a mais parceiros e...

- Sakura — Karin me cortou — Você está sendo inconveniente. Esse papel é da Ino.

- Desculpa loira.

- Tá tudo bem — Ino riu — Mas então,Naruto e Hinata,todos aqui estamos curiosos. O que está rolando entre vocês dois?

- Bem — Naruto coçou a cabeça e eu pude jurar que Hinata ficou vermelha — Nós estamos,é.... Saindo. Nos conhecendo melhor. Bem melhor na verdade.

- Naruto! — Hinata bateu no braço do loiro.

- Foi mal. Quase falo demais — Naruto se desculpou — Mas é isso. Estamos saindo.

- SUCESSO! — Ino gritou e eu a silenciei com um olhar. Não precisávamos entregar nosso plano agora — Quer dizer,vocês dois são um sucesso. Casal sucesso. Naruhina é um sucesso,uhul!

- Legal. Agora todos sabem o que está  acontecendo com Naruhina — Hinata usou o nome do casal para se referir a ela e Naruto — Mas agora,como Sasusaku começou com essa história toda? De namorar e tudo mais?

- Sa... Sasu... O que? — Perguntei confusa.

- É a junção dos nossos nomes Sakura — Sasuke explicou. Até ele tinha se ligado nisso de juntar nomes?

- Sakura minha filha,acorda pra vida! — Karin disse.

- Aaah. Entendi — Falei e tossi.

- Você tá bem? — Sasuke perguntou. Me olhava com um olhar preocupado e a doença deveria estar começando a afetar minha cabeça,por que eu o estava achando muito fofo com aquele jeitinho preocupado.

Nosso ônibus foi o próximo a estacionar em frente ao hotel. Me soltei de Sasuke para poder pegar minha mala e minha mochila que estava no chão.

- Mais ou menos — Tossi mais uma vez. Sasuke se ofereceu para pegar minha mala e eu cedi de bom grado — E gente,Sasuke e eu podemos explicar tudo depois. Sabe,a história de como começamos esse negócio todo e bla bla bla. Agora,eu preciso entrar nesse ônibus e dormir até chegar em casa. Preciso descansar.

- Tudo bem,cerejinha — Ino me deu um beijo na bochecha — Descansa durante a viagem tá? E coloca esses óculos de volta. Você tá parecendo um zumbi.

Revirei os olhos e coloquei os óculos escuros de volta. Eu estava mesmo parecendo um zumbi.

XXX

A segunda-feira chegou e eu estava mais do que agradecida,por Tsunade ter liberado todos os que foram a viagem,da aula na segunda.

No domingo a noite,eu tinha chegado da viagem completamente acabada. Minha febre tinha subido,minhas tosses tinham piorado e meu corpo doía tanto,que qualquer movimento que eu fazia,parecia que meu corpo estava se desfazendo.

Sasuke foi quem levou todas as minhas bagagens do táxi que pegamos na Universidade,até o apartamento.

Por falar nisso,ele tinha sido muito atencioso comigo durante todo o resto da noite. Se ofereceu para me levar ao hospital em seu carro,porém eu recusei. Queria me curar naturalmente,com remédios que já tinha em casa e alguns chás.

Depois de ter tomado um banho,Sasuke veio até o meu quarto com um prato de sopa,que estava muito boa por sinal.

Quando eu terminei de comer,ele me deu alguns remédios que pedi e verificou minha febre. O banho e os remédios ajudaram a diminuir um pouco da febre e a dor no corpo.

Acordei na manhã seguinte,me sentindo bem melhor. Meu corpo ainda doía,mas doía menos de como estava durante a noite. Minha febre parecia ter baixado e se não fosse pelo meu nariz,que tinha começado a ficar vermelho,me deixando com vontade de esperar a cada segundo,eu estaria completamente bem.

Sasuke estava deitado em uma cadeira reclinável, ao lado da minha cama,com um termômetro na mão e alguns remédios em cima da mesinha ao lado da minha cama.

Fiquei o olhando dormir,tão calmo e sem preocupações,que fiquei com pena de o acordar.

Acabei fazendo isso sem querer,quando um ataque de espirros me atingiu. Disse a Sasuke que ele não precisava ter ficado a noite toda ali comigo,que não precisava ter se preocupado tanto.

Ele disse que precisava sim e que era o mínimo que um namorado deveria fazer. Eu ri e o lembrei de que era tudo fingimento e,que ele deveria ter levado a sério o lance das aulas de atuação. Ele era mesmo um bom ator.

Depois de almoçarmos — Na verdade Sasuke almoçou,eu só tomei sopa —,fomos para a sala,assistir a algum filme.

Sasuke insistiu em colocar Avatar, mesmo com as minhas constantes reclamações sobre o quanto eu não gostava do filme e que deveríamos assistir outro filme de ação. Me ofereci até pra ver todos os 8 Velozes e Furiosos,mas o desgraçado era cabeça dura demais e acabou deixando o maldito Avatar passando na televisão.

Por volta das 3 da tarde,com o filme quase acabando e minha vontade de viver indo embora junto com ele,a campainha tocou e eu me ofereci para atender. Qualquer desculpa pra sair da sala e me livrar daquele filme,seria muito bem vinda agora.

Abri a porta e precisei piscar várias vezes,antes de me decidir de que eu não estava louca e vendo alucinações.

Na minha frente,estava um sujeito completamente igual ao moreno que estava na sala do apartamento agora mesmo.

Se não fosse pela altura e pelas linhas de expressão no rosto do homem na minha frente,eu poderia afirmar com todo a certeza,que Sasuke tinha um gêmeo.

- Posso ajudar? — Perguntei e o homem assentiu afirmativamente.

- Sasuke está aí?

- Hm... É. Ele tá sim — Respondi e abri mais a porta,dando espaço para ele entrar — Na sala. Pode entrar.
 
O homem sorriu e foi até a sala. Eu fiquei um pouco de tempo ali,segurando a porta e me perguntando a febre estava fazendo tanto efeito assim em mim,me fazendo ver dobrado. Mas seria possível?

Fechei a porta e voltei até a sala. Lá,os dois morenos se abraçavam.

Sasuke parecia muito feliz e abraçava o outro fervorosamente. Tenho certeza de que eu estava com um olhar muito estranho no rosto,pois Sasuke olhou para a minha cara e riu.

- Sakura, vem aqui — Ele chamou e eu fui até ele. Sasuke segurou minha mão e pós ao seu lado — Esse é meu irmão mais velho,Itachi. Itachi,essa é a Sakura. Minha namorada.

Eu precisei de muita força de vontade,pra não virar de frente para Sasuke e gritar um "QUÊ?",bem alto na cara dele. 
 
Mas contrariando minha vontade,estendi minha mão,oferecendo um aperto em um aperto.

O homem,que agora eu sabia que era irmão de Sasuke,segurou minha mão e depositou um beijo caloroso.

- Então você é a Sakura hum? Meu irmãozinho tolo me falou muito de você— Ele disse e depois olhou para o irmão,com uma sobrancelha erguida — E namorada? Não contou isso da última vez que ligou.

- Não estávamos juntos da última vez que liguei — O Uchiha mais novo falou.

Eu estava meio perdida ali no meio. Sasuke nunca tinha me contado que tinha um irmão mais velho e eu nunca tinha visto ele fazendo ligações para o mesmo.

- Sakura,você parece meio calada. E parece ser uma menina muito doce,diferente do que meu irmãozinho contou— Itachi falou e eu balancei a cabeça.

- Só estou meio doente. Minha garganta não está muito boa.

- Não se deixe enganar por esse rostinho bonito,Itachi — Sasuke falou e me deu um beijo estalado na bochecha — Ela pode aprontar muito quando quer.

- Eu gostaria de dizer que é mentira,mas infelizmente é verdade — Sorri — Mas posso ser muito boazinha com pessoas legais. Você é legal? Tipo,você e Sasuke são irmãos,mas você é mais legal que ele? Sasuke é um pé no saco as vezes.

- Ei!

- Com certeza,eu sou bem mais legal do que meu irmão — Itachi falou e eu ri — Então você pode ser boazinha comigo.

- Eu vou ser boazinha com você — Sorri.

- Mas então Itachi,você não avisou que vinha — Sasuke me puxou para sentar junto a ele no sofá — O que te trás aqui repentinamente?

- Ocasião especial — O mais velho respondeu — Estou aqui a mando de nossa mãe. Dona Mikoto sente falta do filhinho mais novo e me mandou vir aqui,não pedir,o obrigar a ir em casa nesse final de semana.

- Eu iria de qualquer jeito — Sasuke respondeu — É aniversário dela. Eu não esqueci,Itachi.

- Não achei que fosse esquecer. Sakura também estava convidada.

- Eu?

- Sim. Nossa mãe também está muito curiosa em relação a você — Itachi disse — Quer conhecer a menina de quem Sasuke tanto fala.

- Uau. Digo,uau — Eu estava tentando encontrar outra palavra. A família toda de Sasuke sabia sobre mim? — Me admira muito você saberem sobre mim. Comigo,as coisas são ao contrários. Sasuke nunca me contou nada sobre vocês.

- Meu irmãozinho não contou nada sobre seu lindo irmão mais velho e sobre sua querida mamãe? — Itachi balançou a cabeça negativamente — O tempo morando sozinho te mudou,Sasuke.

- Não contei nada,porque Sakura nunca me perguntou.

- Eu tinha que perguntar? Como namorados,eu deveria saber um pouco mais da sua vida Sasuke — Alfinetei.

- Vocês não vão brigar aqui,vão? — Itachi perguntou,alternando o olhar entre Sasuke e eu.

- Não — Ri,dando atenção ao Uchiha mais velho — Não quero passar uma impressão ruim,logo de primeira.

- Não se preocupe. Você não está passando impressos ruim.

- Mas e aí Itachi,você veio até aqui só pra isso? — Sasuke perguntou.

- Ah sim. Eu iria voltar hoje mesmo,mas meu carro acabou quebrando. O deixei em um mecânico aqui perto. Provavelmente,só ficará pronto amanhã.

- Então você...

- Isso aí irmãozinho — O Uchiha mais velho sorriu — Eu vou passar a noite aqui.

 

 

 


Notas Finais


YOOO
Primeiro,como sempre: MUITO OBRIGADA GENTE!Obrigada por todos os comentários e todos os favoritos. Vocês fazem essa história acontecer.
E AGORA: O NAMORO FALSO VAI MESMO ROLAR HEIM!!! Agora as coisas vão ficar sérias heim.
Plano Naruhina foi um completo sucesso! Parabéns para nossas cupidos!
ITACHI APARECEU!!!!!!!!Eu sei que vocês amam ele. E eu também ~-~
Agora gente: 3 pessoas,apenas 2 quartos hum.... Façam suas apostas.
COMENTEM O QUE ACHARAM! Deixem suas opiniões,comentários e teorias. Vou ler e tentar responder todos o mais rápido que eu puder.
Até o próximo capítulo xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...