História Unidos pela ficção!!!!!!👑💕👰👦💕👑 - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Visualizações 119
Palavras 840
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!!!🍭🌟🍭
(Ps:Capítulo está pequeno mas o próximo será maior)

Capítulo 36 - Relembrando o passado através do joelho ralado...


Fanfic / Fanfiction Unidos pela ficção!!!!!!👑💕👰👦💕👑 - Capítulo 36 - Relembrando o passado através do joelho ralado...

Narradora Narrando: Enfim assumidos! Isso já era um motivo de muita felicidade para todos. Após as gravações. Todos combinaram de se encontrar no parque para se reunir.

Gabriela-Pessoal! Quem topa uma ida no parque?

Vinicius-Eu topo!

Daphne e Bruno dizem em uníssono-Nós também!

Heslaine-Tó dentro

Hall-Que horas?

Gabriela-Pode ser as 19:00

Manoela-Tudo bem...

Gabriela-Então está topado! As 19:00 horas no parque, conto com a presença de vocês...

Ana-Ok!

Manoela-Daphne você vai com a gente? pra casa?

Daphne-Não! o Bruno vai me levar...

Ana-Ainda não me acostumei com vocês namorando...São tão fofos!

Heslaine-Como se eles não tivessem uma amizade colorida antes né?

Ana-Mas agora é diferente...agora é oficial!

Gabriela-É o amoooorrr! .Diz cantando.

Daphne-Ei! Eu estou aqui...

Manoela-Vamos então né? Tchau Daphne e até o parque!

Daphne-Até!

Bruno-Vamos Daph?.Diz se aproximando.

Daphne-Vamos.Diz sorrindo.

Bruno Narrando: A Gabi teve uma idéia de todos nós irmos ao parque. Combinei com a Daphne de leva-la para a casa e irmos juntos ao parque, quando me aproximei ouvi uns murmúrios das meninas com Daphne...mas pelo semblante dela ela não estava gostando nada disso...enfim! Quando chegamos no prédio noto que o elevador estava com defeito então eu e Daphne tínhamos que ir de escada, o que era mais demorado e cansativo mas que valeria a pena.

Bruno-Vamos ter que ir de escada.Diz apontando para o elevador que estava próximo a eles.

Daphne-Ai! não estou acreditando...

Bruno-Tudo bem...podemos ir de escada mesmo...

Daphne-Mas Bruno...são muitos andares, vamos nos atrasar!

Bruno-Verdade né? Então vamos logo antes que isso aconteça...

Daphne-Vamos! Vamos sim...

Narradora Narrando: Quando começaram a subir as escadas conversas aleatórias surgiam, mesmo cansados do dia cheio que tiveram não perderam o humor ao subir 70 degraus de escada.

Daphne-Até que essa ida de escada vai valer a pena se mantivermos nosso espírito infantil...

Bruno-Como assim? .Pergunta desentendido.

Daphne-Eu corro você corre...que tal uma corrida?

Bruno-Corrida Daphne? Na escada?

Daphne-Sim! Porque não?

Bruno-Tá vamos lá...

Daphne-Vou ganhar de você.Diz correndo na escada.

Bruno-Vamos ver se vai mesmo.Diz se juntando a ela na corrida.

Daphne-Isso é muito divertido, como que eu não experimentei isso antes? Estou ne sentindo uma criança denovo...

Bruno-É...está dificil correr com esses degraus íngremes...

Daphne-É difícil mas não é impossível...

Bruno-Daphne! Cuidado com esse degrau! Está molhado...

Daphne-Eu tenho cuidado...mas se bem que...

Bruno-Se bem que o que? .Pergunta preocupado.

Daphne-Aiiii meu joelho.Diz ao cair na escada.

Bruno-DAPHNE! Vou te ajudar...venha, vou te pegar no colo...

Daphne-Eu vou cansar seus braços...ainda falta 20 degraus...

Bruno-Não importa...temos mesmo é que cuidar desse seu ralado!

Daphne-Obrigada...

Narradora Narrando: Ao chegar na parte de cima Daphne entrega a chave de seu apartamento a Bruno que em seguida abre a porta e a coloca no sofá.

Bruno-Fica aqui.Diz colocando Daphne no sofá. Vou pegar água oxigenada, metholate, band-daid e algodão...

Daphne-Obrigada...

Bruno-Aqui! .Diz colocando um pouco de água oxigenada no algodão e pondo sobre o ferimento da namorada.

Daphne-Ai!

Bruno-Está ardendo?

Daphne-Sim...a tempos não ralava o joelho...é estranho! Ainda dói mesmo eu estando crescida...BRUNO!

Bruno-Sim?

Daphne-O parque...

Bruno-Não te preocupes, vou mandar uma mensagem para a Gabi avisando do seu ferimento...

Daphne-Ai obrigada...

Bruno-Pronto.Diz colocando o band-daid sobre o joelho de Daphne. Agora não doerá mais...

Daphne-Obrigada Bruno...lembra quando eu torci o pé e você me trouxe para a casa?

Bruno-Sim! Ficamos conversando...

Daphne-Eu tinha te perguntado se você namorava...na maior vergonha por não te conhecer e já perguntar uma coisa dessas e hoje estamos nós aqui...namorando...

Bruno-É...as coisas mudam...

Daphne-Sou muito grata por você ter aparecido na minha vida...

Bruno-E eu por você ter você na minha...

Daphne-Eu te amo!

Bruno-Eu te amo! .Diz dando-a um beijo.

Daphne-Sabe que quando eu era criança eu acompanhava minha mãe nos teatros e sempre ao ver as peças eu sonhava com alguém para dividir essa profissão...mas alguém que não fosse minha mãe nem alguma amiga ou amigo...Bruno! Esse alguém é você...

Bruno-E eu sempre sonhava em cantar para alguém que não fosse de minha família, mas alguém que eu pudesse dividir minha vida inteira, e esse alguém é você...

Daphne-Vamos ser muito felizes juntos..eu sinto!

Bruno-Eu também sinto o mesmo.Diz beijando a mão da amada.

Narradora Narrando: Entardece e Bruno decide ir embora.

Bruno-Daph! Eu já vou...já são quase 23:00 horas e precisamos descansar e você precisa cuidar melhor desse ferimento....

Daphne-Tudo bem então...eu te acompanho até a porta...tchau! Até amanhã.Diz se despedindo dele com um selinho.

Bruno-Tchau...durma bem!

Narradora Narrando: Quando Daphne fecha a porta ouve uns barulhos vindo de seu quarto e decide averiguar.

Daphne-Mãe?.Daphne diz surpresa ao abrir a porta.

D.Ivete-Filha! Desculpe-me por entrar assim, mas Ana me disse que você deixou uma cópia da chave com ela e como você estava demorando para chegar eu tomei a liberdade de vir até aqui...

Daphne-Tudo bem mãe...

D.Ivete-Isso é um band-daid? Daphne! Onde você caiu?

Daphne-Na escada...eu prôpus uma corrida com Bruno e acabei caindo...mas já estou melhor, Bruno cuidou de mim...

D.Ivete-É eu vi mesmo vocês na sala...

Daphne-MÃE! .Diz com um tom repreensor na voz.

D.Ivete-Desculpa minha filha...mas foi por uma boa causa...estava preocupada com sua demora...

Daphne-Tudo bem mãe...mas já está tarde...vamos dormir?

D.Ivete-Claro vou para o quarto de hóspedes...Boa noite minha filha...e parabéns mais uma vez pelo compromisso...Bruno é tão bom moço...bem diferente de Gustavo!

Daphne-Eu sei mãe...

D.Ivete-Seja feliz minha filha...Boa noite!

Daphne-Boa noite...

Daphne Narrando: Me arrumei para dormir e quando finalmente deitei minha cabeça no travesseiro fechei os olhos e só conseguia pensar em Bruno, e no quanto ele me fez feliz e me faz feliz em tão pouco tempo...espero que essa felicidade perdure para sempre.



















                       💚


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado!!🌟🌟 beijos da titia Laura🍭 e até Sábado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...